slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Autores Fernando Martins Carvalho Suerda Fortaleza de Souza Tânia Maria Araújo

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 18

Autores Fernando Martins Carvalho Suerda Fortaleza de Souza Tânia Maria Araújo - PowerPoint PPT Presentation


  • 105 Views
  • Uploaded on

CONDIÇÕES DE TRABALHO E SAÚDE DOS TRABALHADORES DE MANUTENÇÃO DE UM SISTEMA DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. Autores Fernando Martins Carvalho Suerda Fortaleza de Souza Tânia Maria Araújo Universidade Federal da Bahia-UFBA. FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Autores Fernando Martins Carvalho Suerda Fortaleza de Souza Tânia Maria Araújo' - shilah


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

CONDIÇÕES DE TRABALHO E SAÚDE DOS TRABALHADORES DE MANUTENÇÃO DE UM SISTEMA DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

Autores

Fernando Martins Carvalho

Suerda Fortaleza de Souza

Tânia Maria Araújo

Universidade Federal da Bahia-UFBA.

FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA

MESTRADO EM SAÚDE, AMBIENTE E TRABALHO

objetivos
Descrever as condições de trabalho, sob os aspectos psicossociais, e problemas de saúde referidos pelos trabalhadores de manutenção de equipamentos e linhas de transmissão de energia elétrica de uma empresa do setor elétrico. OBJETIVOS
material e m todos
MATERIAL E MÉTODOS

População de referência:

158 trabalhadores do sexomasculino, dos setores de manutenção de equipamentos e LT’s, da unidade regional de uma empresa de energiaelétrica, situada nosEstados da Bahia e Sergipe.

Desenho de estudo

Estudo epidemiológico, descritivo de corte transversal

Coleta de dados

Questionário:

Características socio-demográficas e estilo de vida

Características do trabalho (Aspectos psicossociais do trabalho)

Saúde geral e mental

material e m todos1
MATERIAL E MÉTODOS

Instrumentos de coleta:

Aspectos Psicossociais The Job Content Questionnaire – JCQ (Quetionário do Conteúdo do trabalho) e Effort-Reward Imbalance Questionnaire - ERI-Q (Desequilíbrio Esforço-Recompensa).

Transtornos Mentais Comuns-TMCSRQ-20 (Self-Reporting Questionnaire).

DepressãoCenter for Epidemiologic Studies Depression Scale - CES-D (Escala de depressão do Centro de Estudos Epidemiológicos).

Uso abusivo de AlcoolCAGE.

material e m todos2
MATERIAL E MÉTODOS

Análiseestatística dos dados:

Foramutilizadasmedidas de tendência central, de dispersão e medidas de prevalênciaparadescrever as condições socio-demográficas, estilo de vida e os aspectos do trabalho e da saúde

Foi utilizado o programa “Statistical Package for the Social Sciences” – SPSS, versão 9.0 para Windows (1991).

modelo demanda controle
MODELO DEMANDA-CONTROLE

Suporte Social

Demanda

Diagonal B

Controle

Diagonal A

Fonte: Araújo et al., 2003

caracter stica da popula o
CARACTERÍSTICA DA POPULAÇÃO

Média de idade: 45 anos (±8,6)

Situação conjugal: 64,6% sãocasados

Filhos: 75,9% têm de 1 a 3 filhos

Escolaridade: 41,1% têm o curso médio completo

Renda: 54,4% ganham de 1.001,00 a 2.500,00

Uso regular de bebidaalcoólica: 59,5%

Hábito de fumar: 13,3%

Prática de atividade física regular: 39,9%

Média de tempo de trabalho na empresa: 19,6 anos (±10,6)

Média de tempo na função: 14,4 anos (± 9,8)

Média de tempo no setor:

12,6 anos (± 9,27)

Função:

Auxiliar de manutenção: 45,6%

Técnico/Supervisor de manutenção:43,0%

Engenheiros: 11,4%

resultados
RESULTADOS

Freqüência dos Aspectos psicossociais do trabalho, segundo funções, em 158 trabalhadores de manutenção de equipamentos e linhas de transmissão de energia elétrica. Salvador, Bahia, Brasil, 2008.

resultados1
RESULTADOS

A maioria dos Engenheiros apresentava: Alto esforço, alto comprometimento e alta demanda psicológica;

A maioria dos Técnicos /Supervisores apresentava: Baixo suporte social e alto comprometimento;

A maioria dos auxiliares apresentava: Baixo controle, alta demanda física, baixo suporte social, alto esforço e alto comprometimento.

resultados2
RESULTADOS

Freqüência dos aspectos psicossociais do trabalho, segundo funções, em 158 trabalhadores de manutenção de equipamentos e linhas de transmissão de energia elétrica. Salvador, Bahia, Brasil, 2008.

resultados3
RESULTADOS

A maioria dos Engenheiros se encontravanasituação de trabalhoativo;

O maiorpercentual dos Técnicos/Supervisoresestavanasituação de trabalho com baixaexigência (40,0%);

O maiorpercentual de Auxiliares se encontravanasituação de trabalhopassivo (33,3%);

Os auxiliares apresentarammaiorespercentuaisnassituações de altaexigência (25,0%) e de desequilíbrioesforço-recompensa (11,1%).

resultados4
RESULTADOS

Freqüência de aspectos relativos à saúde, segundo função, dos 158 trabalhadores de manutenção de geração e transmissão de energia elétrica. Salvador, Bahia, Brasil, 2008.

resultados5
RESULTADOS

Os Engenheiros apresentaram o maior percentual de Hipertensão arterial (33,3%) e de depressão (27,8%);

Os Técnicos/Supervisores apresentaram o maior percentual de uso abusivo de álcool (42,6);

Os Auxiliares apresentaram o maior percentual de Hernia discal (16,7%) e de TMC (25,0%).

resultados6
RESULTADOS

Freqüência dos Transtornos Mentais Comuns - TMC, segundo os Modelos Demanda-Controle e Esforço-Recompensa, em 158 trabalhadores de manutenção de equipamentos e linhas de transmissão de energia elétrica. Salvador, Bahia, Brasil, 2008.

conclus o
CONCLUSÃO

A presença de fatores de riscos psicossociais na população estudada foi expressiva, principalmente entre os auxiliares de manutenção.

Baixo suporte social foi marcante entre os Técnicos/Supervisores e Auxiliares.

O maior percentual de trabalhadores na situação de alta exigência foi entre os auxiliares de manutenção.

Os auxiliares de manutenção têm maiores prevalências na maioria das doenças.

As presenças de uso abusivo de álcool , de hipertensão arterial e de transtornos mentais foram expressivas em todas as funções.

A prevalência de TMC foi maior entre trabalhadores nas situações de alta exigência e de desequilíbrio esforço-recompensa.

perspectivas do estudo
PERSPECTIVAS DO ESTUDO

Os resultados do estudo poderão servir como um dos indicadores utilizados pela empresa para adoção de ações que venham a proporcionar uma maior atenção à saúde física e mental dessa população, levando em consideração os aspectos psicossociais do trabalho.

slide18
Este estudo foi dedicado aos trabalhadores do setor elétrico do Brasil, em especial aqueles que trabalham na manutenção das usinas, subestações e linhas de transmissão. Um trabalho tão perigoso e muitas vezes pouco reconhecido. Trabalhadores que com a sua energia garantem a geração, a transmissão e a distribuição de energia elétrica, tão essencial à sociedade brasileira.

OBRIGADA A TODOS!

[email protected]

ad