47 congresso nacional abipem
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 22

47º Congresso Nacional ABIPEM PowerPoint PPT Presentation


  • 47 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

47º Congresso Nacional ABIPEM. MANDADO DE INJUNÇÃO: APOSENTADORIAS ESPECIAIS E PORTADORES DE DEFICIÊNCIAS. Juiz Federal João Batista Lazzari Julho, 2013. Atividade Especial - RPPS.

Download Presentation

47º Congresso Nacional ABIPEM

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


47 congresso nacional abipem

47º Congresso Nacional ABIPEM

MANDADO DE INJUNÇÃO: APOSENTADORIAS ESPECIAIS E PORTADORES DE DEFICIÊNCIAS

Juiz Federal João Batista Lazzari

Julho, 2013


Atividade especial rpps

Atividade Especial - RPPS

CF art. 40, § 4º. É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria aos abrangidos pelo regime de que trata este artigo, ressalvados, nos termos definidos em leis complementares, os casos de servidores:

I - portadores de deficiência;

II - que exerçam atividades de risco;

III - cujas atividades sejam exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física.

- Regulamentação do texto Constitucional???


Atividade especial rpps1

Atividade Especial - RPPS

CF art. 40. Aplicação integrativa

§ 12 - Além do disposto neste artigo, o regime de previdência dos servidores públicos titulares de cargo efetivo observará, no que couber, os requisitos e critérios fixados para o regime geral de previdência social. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 20, de 15/12/98)


Atividade especial rgps

Atividade Especial - RGPS

CF:Art. 201, § 1º:Prevê a adoção de requisitos e critérios diferenciados para os casos de atividades especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física e para os segurados portadores de deficiência.

  • Lei n. 8.213/91 (arts. 57 e 58): Prevê a redução do tempo necessário à inativação e a contagem do tempo especial com acréscimo compensatório em caso de conversão.

  • Lei Complementar n. 142, de 08.05.2013: Regulamenta o § 1o do art. 201 da Constituição Federal, no tocante à aposentadoria da pessoa com deficiência segurada do Regime Geral de Previdência Social - RGPS.


Rgps aposentadoria especial art 57 da lei n 8 213 91

RGPS - APOSENTADORIA ESPECIALArt. 57 da Lei n. 8.213/91

  • Requisitos: 15, 20 ou 25 anos de atividade especial (Dec. 3.048/99 - anexo IV) + carência - 180 meses.

  • NÃO EXIGE IDADE MÍNIMA

  • RMI: 100 % do salário de benefício.

  • NÃO INCIDE O FATOR PREVIDENCIÁRIO


47 congresso nacional abipem

MANDADO INJUNÇÃO –STF

MI 721-7/DF: o Plenário do STF fixou o entendimento de que, evidenciada a mora legislativa em disciplinar a aposentadoria especial do servidor público prevista no art. 40, § 4º, da Lei Maior, se impõe a adoção supletiva, via pronunciamento judicial, da disciplina própria do Regime Geral da Previdência Social, a teor do art. 57 da Lei 8.213/1991. (Plenário, em 30.08.2007)


47 congresso nacional abipem

MANDADO INJUNÇÃO –STF

APOSENTADORIA ESPECIAL DE SERVIDOR PÚBLICO. ART. 40, § 4º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, APLICAÇÃO DAS NORMAS DO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL. AGRAVO DESPROVIDO.

1. Segundo a jurisprudência do STF, a omissão legislativa na regulamentação do art. 40, § 4º, da Constituição, deve ser suprida mediante a aplicação das normas do Regime Geral de Previdência Social previstas na Lei 8.213/91 e no Decreto 3.048/99. (MI 4771 AgR / DF. Tribunal Pleno. Relator(a):  Min. TEORI ZAVASCKI. DJe 20-06-2013)


47 congresso nacional abipem

MANDADO INJUNÇÃO -STF

APOSENTADORIA ESPECIAL - SERVIDOR PÚBLICO - TRABALHO EM AMBIENTE INSALUBRE - PARÂMETROS.

Os parâmetros alusivos à aposentadoria especial, enquanto não editada a lei exigida pelo texto constitucional, são aqueles contidos na Lei nº 8.213/91, não cabendo mesclar sistemas para, com isso, cogitar-se de idade mínima.

(STF.MI-758-ED/DF.Plenário, 08.04.2010.)


47 congresso nacional abipem

MANDADO INJUNÇÃO –STF

SERVIDOR PÚBLICO CIVIL. APOSENTADORIA ESPECIAL. ART. 40, § 4º, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. AFERIÇÃO CONCRETA DOS REQUISITOS PARA O EXERCÍCIO DO DIREITO. COMPETÊNCIA DA AUTORIDADE ADMINISTRATIVA. Não cabe ao Poder Judiciário, em mandado de injunção, substituir-se à autoridade administrativa competente, de molde a aferir o efetivo preenchimento dos requisitos para a jubilação especial do impetrante, senão possibilitar a análise do pedido, indicando a norma aplicável em caráter supletório.

(MI 897 ED / DF. Tribunal Pleno. Relator(a):  Min. ROSA WEBER. DJe 13-06-2013)


47 congresso nacional abipem

STF: Proposta de Súmula Vinculante

(PSV 45 - pendente de votação):

“Enquanto inexistente a disciplina específica sobre aposentadoria especial do servidor público, nos termos do artigo 40, § 4º da Constituição Federal, com a redação da Emenda Constitucional n. 47/2005, impõe-se a adoção daquela própria aos trabalhadores em geral (artigo 57, § 1º da Lei n. 8.213/91)”.


47 congresso nacional abipem

CONVERSÃO DO TEMPO ESPECIAL

STF:Contagem diferenciada de tempo de serviço prestado em condições especiais

Não se reconhece o direito de conversão do tempo especial em comum previsto no art. 57, § 5º da Lei n. 8.213/91 em favor dos servidores públicos (RPPS).

(MI 2140 AgR/DF. Rel. p/ o acórdão Min. Luiz Fux, 6.3.2013)


47 congresso nacional abipem

CONVERSÃO DO TEMPO ESPECIAL

“A conversão de períodos especiais em comuns, para fins de contagem diferenciada e averbação nos assentamentos funcionais de servidor público, não constitui pretensão passível de tutela por mandado de injunção, à míngua de dever constitucional de legislar sobre a matéria. Agravo Regimental conhecido e não provido. (MI 1481 AgR / DF. Tribunal Pleno. DJe 24-06-2013)


47 congresso nacional abipem

CONVERSÃO DO TEMPO ESPECIAL

“Segundo a jurisprudência firmada no STF, não se admite a conversão de períodos especiais em comuns, mas apenas a concessão da aposentadoria especial mediante a prova do exercício de atividades exercidas em condições nocivas. Apesar de ser permitida no RGPS, no serviço público é expressamente vedada a contagem de tempo ficto, com fundamento no art. 40, § 10, da Constituição (‘A lei não poderá estabelecer qualquer forma de contagem de tempo de contribuição fictício’).”

(STF. MI 1.508 AgR-SEGUNDO/DF)


47 congresso nacional abipem

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPS/SPS Nº 1, DE 22 DE JULHO DE 2010 - DOU DE 27/07/2010

Estabelece instruções para o reconhecimento do tempo de serviço público exercido sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física pelos regimes próprios de previdência social para fins de concessão de aposentadoria especial aos servidores públicos amparados por Mandado de Injunção.

Art. 2º A caracterização e a comprovação do tempo de atividade sob condições especiais obedecerão ao disposto na legislação em vigor na época do exercício das atribuições do servidor público.


47 congresso nacional abipem

LEI COMPLEMENTAR Nº 142, DE 8/5/2013

Art. 2º... Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas. 


47 congresso nacional abipem

LEI COMPLEMENTAR Nº 142, DE 8/5/2013

Art. 3o É assegurada a concessão de aposentadoria pelo RGPS ao segurado com deficiência: 

I - aos 25 anos de tempo de contribuição, se homem, e 20 anos, se mulher, no caso de segurado com deficiência grave;

II - aos 29 anos de tempo de contribuição, se homem, e 24 anos, se mulher, no caso de segurado com deficiência moderada; 

III - aos 33 anos de tempo de contribuição, se homem, e 28 anos, se mulher, no caso de segurado com deficiência leve; ou 


47 congresso nacional abipem

LEI COMPLEMENTAR Nº 142, DE 8/5/2013

IV - aos 60 anos de idade, se homem, e 55 anos de idade, se mulher, independentemente do grau de deficiência, desde que cumprido tempo mínimo de contribuição de 15 (quinze) anos e comprovada a existência de deficiência durante igual período.

Parágrafo único.  Regulamento do Poder Executivo definirá as deficiências grave, moderada e leve para os fins desta Lei Complementar. 


47 congresso nacional abipem

LEI COMPLEMENTAR Nº 142, DE 8/5/2013

Art. 5o O grau de deficiência será atestado por perícia própria do INSS.  

Art. 6o A contagem de tempo de contribuição na condição de segurado com deficiência será objeto de comprovação, exclusivamente, na forma desta LC.

§ 1o A existência de deficiência anterior à data da vigência desta LC deverá ser certificada, inclusive quanto ao seu grau, por ocasião da primeira avaliação, sendo obrigatória a fixação da data provável do início da deficiência. 

§ 2o A comprovação de tempo de contribuição na condição de segurado com deficiência em período anterior à entrada em vigor desta LC não será admitida por meio de prova exclusivamente testemunhal.  


47 congresso nacional abipem

LEI COMPLEMENTAR Nº 142, DE 8/5/2013

Art. 7o Se o segurado, após a filiação ao RGPS, tornar-se pessoa com deficiência, ou tiver seu grau de deficiência alterado, os parâmetros mencionados no art. 3o serão proporcionalmente ajustados, considerando-se o número de anos em que o segurado exerceu atividade laboral sem deficiência e com deficiência, observado o grau de deficiência correspondente, nos termos do regulamento a que se refere o parágrafo único do art. 3o desta LC.

Art. 8o A renda mensal da aposentadoria devida ao segurado com deficiência será calculada aplicando-se sobre o salário de benefício, apurado em conformidade com o disposto no art. 29 da Lei no 8.213, de 1991, os seguintes percentuais: 

I - 100%, no caso da aposentadoria de que tratam os incisos I, II e III do art. 3o; ou 

II - 70% mais 1% do salário de benefício por grupo de 12 contribuições mensais até o máximo de 30%, no caso de aposentadoria por idade.


47 congresso nacional abipem

LEI COMPLEMENTAR Nº 142, DE 8/5/2013

Art. 10.  A redução do tempo de contribuição prevista nesta Lei Complementar não poderá ser acumulada, no tocante ao mesmo período contributivo, com a redução assegurada aos casos de atividades exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física. 

Art. 11.  Esta Lei Complementar entra em vigor após decorridos 6 (seis) meses de sua publicação oficial. (novembro/2013)


47 congresso nacional abipem

MI APOSENTADORIA ESPECIAL DEFICIENTE

STF. PLENÁRIO. SEGUNDO AG.REG. NO MANDADO DE INJUNÇÃO 3.215 DISTRITO. REL. MIN. CELSO DE MELO. DJe 10/06/2013.

CONCEDIDO P/APLICAR O ART. 57 DA LEI 8.213/91

-SERVIDOR PÚBLICO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS – DIREITO PÚBLICO SUBJETIVO À APOSENTADORIA ESPECIAL (CF, ART. 40, § 4º) – INJUSTA FRUSTRAÇÃO DESSE DIREITO EM DECORRÊNCIA DE INCONSTITUCIONAL, PROLONGADA E LESIVA OMISSÃO IMPUTÁVEL A ÓRGÃOS ESTATAIS DA UNIÃO.


47 congresso nacional abipem

Muito Obrigado!


  • Login