Responsabilidade tica do m dico regulador
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 30

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR PowerPoint PPT Presentation


  • 81 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

MÉDICO ESPECIALISTA cirurgia geral cirurgia plástica medicina do trabalho Auditoria em saúde Supervisor Médico Pericial do INSS Médico urgentista do SAMU Fortaleza Ex- Coordenador Câmara Técnica em Perícia Médica do CREMEC. RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR.

Download Presentation

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Responsabilidade tica do m dico regulador

MÉDICO

ESPECIALISTA

cirurgia geral

cirurgia plástica

medicina do trabalho

Auditoria em saúde

Supervisor Médico Pericial do INSS

Médico urgentista do SAMU Fortaleza

Ex- Coordenador Câmara Técnica em Perícia Médica do CREMEC

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

  • Dr. Edmilson de Almeida Barros Júnior

  • CONSULTORIA - ASSESSORIA

  • Av. Antônio Sales – 1317 – Sala 503 – Aldeota - Ed. Nordeste Center -91045262 - 99855928 – [email protected]

  • ADVOGADO

  • Advocacia especializada em:

    • Responsabilidade Civil

    • Biodireito

    • Direito Médico

  • Especialista em Direito Tributário e Direito Desportivo

  • Ex-Professor Direito Penal

  • Professor Direito Civil (UNIFOR)

  • Mestre em Direito Constitucional

    UNIFOR

ADVOCACIA ESPECIALIZADA - Dr. Edmilson Júnior - [email protected] - 99855928


Responsabilidade tica do m dico regulador1

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

CONCEITOS ESSENCIAIS

  • ÉTICA x DIREITO

    • Ética: Conjunto valores/princípios orientadores da ação humana – coercitiva no grupo – imposição de uma categoria aos seus membros

    • Direito: Conjunto valores/princípios orientadores da ação humana – coercitiva na sociedade– imposição do poder público a todos os habitantes de um território

  • Diferença Lei x Legislação

  • OBJETIVO DA APRESENTAÇÃO

    • Direito Médico -> Normas éticas

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador2

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

CONCEITOS ESSENCIAIS

  • ALEGATIVA DE DESCONHECIMENTO DA LEGISLAÇÃO

    • Normas administrativas (portarias, por exemplo)

    • Protocolos administrativos de atendimento

    • Protocolos técnicos-médicos de atendimento

      EDUCAÇÃO CONTINUADA

  • Resolução X Parecer X Acórdão

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador3

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

PRINCIPAIS NORMAS ÉTICAS EM VIGOR

RESOLUÇÃO CRM-PR N º 54/1995 - “Normatização da Atividade Médica na área de Urgência-Emergência na sua fase Pré-hospitalar de Atendimento ao Trauma” – 1ª NORMA ÉTICA 

RESOLUÇÃO CFM nº 1.671/03 – ESPECÍFICA SOBRE PRÉ-HOSPITALAR/REGULAÇÃO

CEM 2010 (RESOLUÇÃO CFM 1931/2009)

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador4

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1.671/03 - Dispõe sobre a regulamentação do atendimento pré-hospitalar e dá outras providências.

  • DEFINIÇÃO E OBJETIVO

  • REGULAÇÃO MÉDICA

  • DEFINIÇÃO DOS PROFISSIONAIS

  • PERFIL PROFISSIONAL E COMPETÊNCIAS

  • CONTEÚDO CURRICULAR

  • AVALIAÇÃO

  • CERTIFICAÇÃO 

  • NORMAS PARA VEÍCULOS DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador5

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1.671/03

Art. 1º - Que o sistema de atendimento pré-hospitalar é um serviço médico e, portanto, sua coordenação, regulação e supervisão direta e a distância deve ser efetuada por médico, com ações que possibilitem a realização de diagnóstico imediato nos agravos ocorridos com a conseqüente terapêutica.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador6

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1.671/03

DEFINIÇÃO E OBJETIVO

  • Consideramos como nível pré-hospitalar na área de urgência-emergência aquele atendimento que procura chegar à vítima nos primeiros minutos após ter ocorrido o agravo à sua saúde, agravo esse que possa levar à deficiência física ou mesmo à morte, sendo necessário, portanto, prestar-lhe atendimento adequado e transporte a um hospital devidamente hierarquizado e integrado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

  • Deverá existir uma Central de Regulação, de fácil acesso ao público, com presença permanente de médico coordenador (médico regulador) que, quando pertinente, despachará o atendimento emergencial para a unidade mais próxima, colhendo, ainda, informações adicionais que poderão exigir a presença do médico no local. Igualmente, deverá ser possível repassar maiores informações, via rádio ou outro meio, à equipe da ambulância. Também deverá existir uma rede de comunicação entre a Central e os hospitais conveniados, para equacionar o encaminhamento do paciente. Considerando-se as particularidades regionais, os CRMs poderão normatizar sobre outro modo de regulação médica

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador7

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1.671/03

1) REGULAÇÃO MÉDICA

A chamada "regulação médica" das emergências é o elemento ordenador e orientador da atenção pré-hospitalar. Faz o enlace com o nível hospitalar e abarca duas dimensões de competência: a decisão técnica ante os pedidos de socorro e a decisão gestora dos meios disponíveis.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador8

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

  • Normas que devem ser seguidas pelos médicos no exercício de sua profissão - quaisquer atividades

  • 13/04/11

  • 25 princípios fundamentais

  • 10 normas diceológicas

  • 118 normas deontológicas

  • 04 disposições gerais

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador9

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

  • Capítulo II- PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

    NÃO PUNÍVEL

    I, II, III, V, VII, VIII, XI, XV, XIX E XXI

  • II - O alvo de toda a atenção do médico  é a saúde do ser humano, em benefício da qual deverá agir com o máximo de zelo e o melhor de sua capacidade profissional.

  • III - Para exercer a Medicina com honra e dignidade, o médico necessita ter boas condições de trabalho e ser remunerado de forma justa.

  • V - Compete ao médico aprimorar continuamente seus conhecimentos e usar o melhor do progresso científico em benefício do paciente.

  • VII - O médico exercerá sua profissão com autonomia, não sendo obrigado a prestar serviços que contrariem os ditames de sua consciência ou a quem não deseje, excetuadas as situações de ausência de outro médico, em caso de urgência ou emergência, ou quando sua recusa possa trazer danos à saúde do paciente.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador10

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

  • Capítulo II- PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

  • XV - O médico será solidário com os movimentos de defesa da dignidade profissional, seja por remuneração digna e justa, seja por condições de trabalho compatíveis com o exercício ético-profissional da Medicina e seu aprimoramento técnico-científico.

  • XIX - O médico se responsabilizará, em caráter pessoal e nunca presumido, pelos seus atos profissionais, resultantes de relação particular de confiança e executados com diligência, competência e prudência.

  • XXII - Nas situações clínicas irreversíveis e terminais, o médico evitará a realização de procedimentos diagnósticos e terapêuticos desnecessários e propiciará aos pacientes sob sua atenção todos os cuidados paliativos apropriados.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador11

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

  • Capítulo II - DIREITOS DOS MÉDICOS

    III, IV, e V

  • IV - Recusar-se a exercer sua profissão em instituição pública ou privada onde as condições de trabalho não sejam dignas ou possam prejudicar a própria saúde ou a do paciente, bem como a dos demais profissionais. Nesse caso, comunicará imediatamente sua decisão à comissão de ética e ao Conselho Regional de Medicina.

  • V - Suspender suas atividades, individualmente ou coletivamente, quando a instituição pública ou privada para a qual trabalhe não oferecer condições adequadas para o exercício profissional ou não o remunerar digna e justamente, ressalvadas as situações de urgência e emergência, devendo comunicar imediatamente sua decisão ao Conselho Regional de Medicina.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador12

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

Capítulo III - RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL

1º ao 4º, 7º, 9º, 18 e 19

É vedado ao médico:

  • Art. 1º Causar dano ao paciente, por ação ou omissão, caracterizável como imperícia, imprudência ou negligência. Parágrafo único. A responsabilidade médica é sempre pessoal e não pode ser presumida.

  • Art. 7º Deixar de atender em setores de urgência e emergência, quando for de sua obrigação fazê-lo, expondo a risco a vida de pacientes, mesmo respaldado por decisão majoritária da categoria.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador13

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

Capítulo III - RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL

1º ao 4º, 7º, 9º, 18 e 19

É vedado ao médico:

  • Art. 9º Deixar de comparecer a plantão em horário preestabelecido ou abandoná-lo sem a presença de substituto, salvo por justo impedimento. Parágrafo único. Na ausência de médico plantonista substituto, a direção técnica do estabelecimento de saúde deve providenciar a substituição.

  • Art. 18. Desobedecer aos acórdãos e às resoluções dos Conselhos Federal e Regionais de Medicina ou desrespeitá-los.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador14

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

  • Capítulo V - RELAÇÃO COM PACIENTES E FAMILIARES

    31 a 33, 36 e 41

    É vedado ao médico:

  • Art. 32. Deixar de usar todos os meios disponíveis de diagnóstico e tratamento, cientificamente reconhecidos ea seu alcance, em favor do paciente.

  • Art. 33. Deixar de atender paciente que procure seus cuidados profissionais em casos de urgência ou emergência, quando não haja outro médico ou serviço médico em condições de fazê-lo.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador15

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

Capítulo VII - RELAÇÃO ENTRE MÉDICOS

  • Art. 56. Utilizar-se de sua posição hierárquica para impedir que seus subordinados atuem dentro dos princípios éticos.

  • Art. 57. Deixar de denunciar atos que contrariem os postulados éticos à comissão de ética da instituição em que exerce seu trabalho profissional e, se necessário, ao ConselhoRegional de Medicina.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador16

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

Capítulo IX - SIGILO PROFISSIONAL (73 E 74)

É vedado ao médico:

  • Art. 73. Revelar fato de que tenha conhecimento em virtude do exercício de sua profissão, SALVO por motivo justo, dever legal ou consentimento, por escrito, do paciente.

    Parágrafo único. Permanece essa proibição: a) mesmo que o fato seja de conhecimento público ou o paciente tenha falecido; b) quando de seu depoimento como testemunha. Nessa hipótese, o médico comparecerá perante a autoridade e declarará seu impedimento; c) na investigação de suspeita de crime, o médico estará impedido de revelar segredo que possa expor o paciente a processo penal.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador17

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

Capítulo X - DOCUMENTOS MÉDICOS

É vedado ao médico:

  • Art. 83. Atestar óbito quando não o tenha verificado pessoalmente, ou quando não tenha prestado assistência ao paciente, SALVO, no último caso, se o fizer como plantonista, médico substituto ou em caso de necropsia e verificação médico-legal.

  • Art. 87. Deixar de elaborar prontuário legível para cada paciente. (...)

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador18

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO CFM nº 1931/2009 (NCEM)

Capítulo XIV - DISPOSIÇÕES GERAIS

II - Os médicos que cometerem faltas graves previstas neste Código e cuja continuidade do exercício profissional constitua risco de danos irreparáveis ao paciente ou à sociedade poderão ter o exercício profissional suspenso mediante procedimento administrativo específico.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador19

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

Lei 3268/57 - Art. 22 -> penas disciplinares que serão aplicadas pelos Conselhos Regionais, aos seus membros:

a) advertência confidencial em aviso reservado;

b) censura confidencial em aviso reservado;

c) censura pública em publicação oficial;

d) suspensão do exercício profissional até 30 (trinta) dias;

e) cassação do exercício profissional, ad referendum do Conselho Federal.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador20

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO 1897/09 - CPEP C/C RESOLUÇÃO CFM 1947/09

Possibilidade dos Conselhos de Medicina (Regionais ou Federal) de interditarem cautelarmente o exercício profissional de qualquer médico, cuja ação ou omissão profissional, esteja, em tese, prejudicando gravemente a população, ou na iminência de fazê-lo.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador21

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

RESOLUÇÃO 1897/09 - CPEP C/C RESOLUÇÃO CFM 1947/09

  • Decisão mínima de 11 votos favoráveis nos Conselhos Regionais, de 15 (quinze) no Conselho Federal

  • Interditar cautelarmente o exercício profissional

  • Interditado ficará impedido de exercer as atividades de médico até a conclusão final do processo ético-profissional,

  • O processo ético-profissional deverá ser julgado no prazo de 6 (seis) meses, prorrogável por igual período uma única vez.

  • Poderá ser total ou parcial

  • Poderá ser aplicada em qualquer fase do processo ético-profissional

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador22

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

CRÍTICAS

  • Inconstitucionalidade da cassação ?

  • Inconstitucionalidade de todas as penalidades?

  • Possibilidade de nulidade da aplicação das penas?

  • Possibilidade de impunidade?

  • Efeito futuro das mudanças

  • Perspectivas para os Conselhos de Medicina

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador23

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

PARECERES

PARECER Nº 2109/2009 CRM-PR - TEMPO

  • Atendimento pré-hospitalar: ideal em 10 (dez) minutos

  • Prática mundial: 14 a 73 minutos

  • Depende do caso concreto (vias de acesso, distância, localização da chamada, disponibilidade de veículos )

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador24

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

ORIENTAÇÕES GERAIS

  • Administrativamente: Conselhos punem (revisto na Justiça)

  • Sindicância e PEP: Via cruscis e gastos (tempo, paz e $).

  • Profilaxia: Conhecimento e seguimento rigoroso das normas éticas.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador25

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

ADENDO DE RESPONSABILIDADE PENAL

Omissão de socorro

    Art. 135 - Deixar de prestar assistência, quando possível fazê-lo sem risco pessoal, à criança abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou ferida, ao desamparo ou em grave e iminente perigo; ou não pedir, nesses casos, o socorro da autoridade pública:

Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

Parágrafo único - A pena é aumentada de:

- metade, se da omissão resulta lesão corporal de natureza grave, e

- triplicada, se resulta a morte.

ABRANGE: SOLICITANTE – EQUIPE SAMU – GESTOR – EQUIPE HOSPITAL

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador26

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

Subtração, ocultação ou inutilização de material de salvamento

Art. 257 - Subtrair, ocultar ou inutilizar, por ocasião de incêndio, inundação, naufrágio, ou outro desastre ou calamidade, aparelho, material ou qualquer meio destinado a serviço de combate ao perigo, de socorro ou salvamento; ou impedir ou dificultar serviço de tal natureza:

Pena - reclusão, de dois a cinco anos, e multa.

Formas qualificadas de crime de perigo comum

Art. 258 - Se do crime doloso de perigo comum resulta:

- lesão corporal de natureza grave, a pena privativa de liberdade é aumentada de metade

- morte, é aplicada em dobro

No caso de culpa, se do fato resulta:

- lesão corporal, a pena aumenta-se de metade;

- se resulta morte, aplica-se a pena cominada ao homicídio culposo, aumentada de um terço.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador27

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

Interrupção ou perturbação de serviço telegráfico ou telefônico

Art. 266 - Interromper ou perturbar serviço telegráfico, radiotelegráfico ou telefônico, impedir ou dificultar-lhe o restabelecimento:

        Pena - detenção, de um a três anos, e multa.

        Parágrafo único - Aplicam-se as penas em dobro, se o crime é cometido por ocasião de calamidade pública.

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador28

RESPONSABILIDADE ÉTICA DO MÉDICO REGULADOR

Prevaricação

Art. 319 - Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal:

Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa.

OBS: DEVER LEGAL – ÉTICO – ADMINISTRATIVO DE DENUNCIAR IRREGULARIDADES

ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM DIREITO MÉDICO - Dr. Edmilson Júnior - CREMEC 6075 - OAB/CE 15476


Responsabilidade tica do m dico regulador

relo

MUITO OBRIGADO !!!

www.edmilsonbarros.adv.br

85 – 99855928 – 91045262

[email protected]

PREVISÃO DE SAÍDA DO PRELO 25 / 11 / 11


  • Login