Especia o e extin o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 23

Especiação e extinção PowerPoint PPT Presentation


  • 231 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Especiação e extinção. Conceitos básicos. Especiação Extinção. Conceitos de espécie. Espécie e nomes científicos; O que é uma espécie? O quanto de variação morfológica é aceitável? Quanto de variação genética? Espécies anel?. Conceitos de espécie. Espécies morfológicas

Download Presentation

Especiação e extinção

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Especia o e extin o

Especiação e extinção


Conceitos b sicos

Conceitos básicos

  • Especiação

  • Extinção


Conceitos de esp cie

Conceitos de espécie

  • Espécie e nomes científicos;

  • O que é uma espécie?

    O quanto de variação morfológica é aceitável?

    Quanto de variação genética?

    Espécies anel?


Conceitos de esp cie1

Conceitos de espécie

  • Espécies morfológicas

  • Espécies biológicas

    Barreiras geográficas;

    Barreiras biológicas: morfológicas, comportamentais, genéticas, químicas


Conceitos de esp cie2

Conceitos de espécie

  • Como empregar o isolamento reprodutivo a:

    Espécies fósseis?

    Teste de campo?

    Espécies assexuadas?


Conceitos de esp cie3

Conceitos de espécie

  • Hibridação

  • Exemplos clássicos:

    Jumento x égua = burro ou mula

    Híbridos férteis?


Outros conceitos de esp cie

Outros conceitos de espécie

  • Espécie evolutiva

    Linhagem evolutiva independente;

    Isolamento reprodutivo real;


Outros conceitos de esp cie1

Outros conceitos de espécie

  • Espécie filogenética

    Compartilhar característica derivada ou apomórfica;

    Características morfológicas, genéticas e moleculares;

    Conflito com o conceito de espécie;

    Dificuldade na identificação.


Especia o e extin o

Distribuição da característica comprimento de bico em tentilhõesque habitam diferentes ilhas Galápagos


Subesp cies

Subespécies

  • Ou ecótipos, ou variedades ou raças geográficas;

  • Populações morfológica e geneticamente distintas;

  • Lachesismutamuta

  • Lachesismutarhombeata

  • Tipo particular de habitat – ecótipo;


Sistema de classifica o

Sistema de classificação

  • Criacionista

  • Evolucionista

  • CarolusLinnaeus, século XVIII

  • Classificação atual busca reproduzir a filogenia


Macroevolu o

Macroevolução

  • Equilíbrio pontuado

    Períodos de estase intercalados a períodos de intensa mudança, especiação

  • Seleção de espécies

    “assim como a seleção natural é um processo de mudança evolutiva causado pela sobrevivência e reprodução diferenciais de indivíduos com certas características herdadas, a seleção de espécies também é um processo de mudança evolutiva causado pela sobrevivência e especiação diferenciais de espécies.”


Especia o

Especiação

Mecanismos de diferenciação genética:

Como a diversidade genética surgiu?

  • Desvio genético

  • Fluxo gênico

  • Seleção natural


Especia o1

Especiação

DESVIO GENÉTICO

  • Mudanças aleatórias das freqüências gênicas;

  • Resultantes: diferentes taxa de sobrevivência e acasalamento dos indivíduos;

  • Pouco efeito em grandes populações;

  • Ação significativa em pequenas populações.


Especia o2

Especiação

SELEÇÃO NATURAL

  • Efeito preponderante;

  • Base na diversidade genética;

  • Sobrevivência diferenciada;

  • Características herdadas;

  • Alteração na frequência gênica.


Especia o3

Especiação

FLUXO GÊNICO

  • Resultante da migração;

  • Em geral atua retardando ou prevenindo a diferenciação de populações isoladas.


Especia o4

Especiação

VARIAÇÃO GEOGRÁFICA

  • Isolamento geográfico facilita a seleção natural e o desvio genético e diminui ou elimina a interferência da migração.

  • Efeito fundador poucos indivíduos fundadores de uma colônia usualmente apresentam apenas amostras parciais da diversidade gênica total da espécie.


Especia o5

Especiação

VARIAÇÃO CLINAL - Cline

  • Variação de uma ou mais características de uma espécie acompanhando um gradiente ambiental.

  • Refletem adaptações a diferenças de temperatura, umidade, sazonalidade, produtividade, etc.


Especia o alop trica

Especiação ALOPÁTRICA

POPULAÇÕES GEOGRAFICAMENTE ISOLADAS

  • Também denominada especiação geográfica;

  • Se o ambiente é heterogêneo, as populações ancestrais amplamente distribuídas tenderam a desenvolver diferenças genéticas regionais em razão de adaptação às características locais.


Especia o alop trica1

Especiação ALOPÁTRICA

POPULAÇÕES GEOGRAFICAMENTE ISOLADAS

  • Vicariânciainterposição de uma barreira a uma população relativamente grande (soerguimento de cadeias de montanhas, elevação do nível do mar, separação de continentes, etc);

  • Dispersão ou eventos fundadores.


Especia o alop trica2

Especiação ALOPÁTRICA

Uma vez isoladas, se o contato é reestabelecido:

  • podem não procriar entre si ou podem não originar descendentes férteis;

  • podem se reproduzir produzindo descendentes férteis;

  • Podem se hibridar mas os híbridos mostrarem-se menos adaptados o que favoreceria os indivíduos que se reproduzissem dentro de sua própria população.


Especia o simp trica

Especiação SIMPÁTRICA

POPULAÇÕES ESPACIALMENTE CONTÍGUAS

  • Seleção disruptiva: dentro de uma variação clinal – parapátrica ou estasipátrica;

  • Alterações cromossômicas: aneuploidia (um único cromossomo se quebra ou se combina), poliploidia (conjunto de cromossomos);


Especia o fil tica

Especiação FILÉTICA

  • Cronoespécie

  • (?)


  • Login