Dispositivos Intrauterinos DIUs

Dispositivos Intrauterinos DIUs PowerPoint PPT Presentation


  • 221 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Download Presentation

Dispositivos Intrauterinos DIUs

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


1. 1 Dispositivos Intrauterinos (DIUs)

2. 2 DIUs no Mundo

3. 3 Tipos de DIUs Medicados Que liberam cobre: Cobre T380 A Nova T Multiload 375 Que liberam progestágeno: Progestasert LevoNova (LNG-20) Mirena

4. 4 DIU: Mecanismos de Ação

5. 5 DIUs: Benefícios Anticoncepcionais Alta eficácia (0,6-0,81 gravidezes por 100 mulheres durante o primeiro ano de uso do cobre T380A) Eficácia imediata Método para uso a longo prazo (até 10 anos de proteção com o cobre T380A) Não interfere com o coito Retorno imediato da fertilidade após a remoção Não interfere com a amamentação

6. 6 DIUs: Benefícios Anticoncepcionais continuação Poucos efeitos colaterais Após a visita de seguimento, a paciente só retorna à clínica se houver problemas Dispensa outros suprimentos à cliente Baixo custo (cobre T380A)

7. 7 DIU: Efeitos Não Anticoncepcionais Diminui as cólicas menstruais (DIUs de progestágeno) Diminui o sangramento menstrual (DIUs de progestágeno) Diminui a incidência de gravidez ectópica (exceto o Progestasert)

8. 8 DIUs: Limitações Exame pélvico e pesquisa para DSTs – doenças de transmissão sexual – são recomendáveis antes da inserção É necessário que o provedor seja treinado para a inserção e a retirada Deve-se verificar as condições dos fios-guia depois da menstruação se há queixa de cólicas, manchas ou dor A mulher não pode interromper o uso quando assim o desejar (dependente do provedor)

9. 9 DIUs: Limitações continuação Há um aumento do fluxo menstrual e das cólicas durante os primeiros meses (DIUs liberadores de cobre) Pode ser expulso espontaneamente A perfuração do útero durante a inserção é rara (< 1/1000 casos) A prevenção das gravidezes ectópicas não é total (especialmente com o Progestasert) Pode aumentar o risco de DIP e subseqüente infertilidade em mulheres expostas ao risco de DSTs (p. ex., HBV, HIV/AIDS)

10. 10 Quem Pode Usar DIUs? Mulheres no período reprodutivo, com qualquer idade e paridade, que: Desejam anticoncepção de alta eficácia, para uso a longo prazo Estão amamentando Estão no pós-parto e não estão amamentando Tiveram um aborto recente Tem baixo risco de DSTs Não se lembram de tomar a pílula todos os dias Preferem não usar ou não podem usar métodos hormonais Necessitam de anticoncepção de emergência

11. 11 DIUs: Quem Não Pode Usar (OMS Classe 4) O DIU não pode ser usado pela mulher que: Está grávida (ou pensa estar) Tem sangramento vaginal de causa desconhecida até o seu diagnóstico e tratamento Tem DIP atual ou recente Tem a cavidade uterina deformada Tem doença trofoblástica maligna Tem Tbc genital Tem câncer genital Tem infecção ativa do trato genital (p. ex., vaginite, cervicite)

12. 12 DIUs: Condições que Exigem Precaução (OMS Classe 3) O DIU não recomendado a não ser que outros métodos não estejam disponíveis ou não sejam aceitáveis, se a mulher tem: Doença trofoblástica benigna Mais do que um parceiro sexual Um parceiro que tem mais de uma parceira sexual

13. 13 DIUs: Quem Pode Necessitar Orientação Adicional Mulheres que apresentam os seguintes problemas: Estenose cervical Anemia (hemoglobina < 9g/dl hematócrito < 27) Menstruações dolorosas Infecção vaginal simples (candidíase ou vaginose bacteriana) sem cervicite Doença cardíaca valvular sintomática

14. 14 Quando Inserir o DIU? Em qualquer dia durante a menstruação quando for possível estar razoavelmente seguro que a cliente não está grávida Nos dias 1-7 do ciclo menstrual Pós-parto (imediatamente após o parto, durante as primeiras 48 horas pós-parto ou após 4 a 6 semanas; depois de 6 meses se usando LAM) Pós-aborto (imediatamente ou durante os primeiros 7 dias) contanto que não haja evidência de infecção pélvica

15. 15 DIUs: Recomendações Para a Prevenção de Infecções Pré-inserção: Lavar as mãos antes de examinar a cliente. Lavar a área genital se a higiene for má. Inserção: Vestir luvas novas ou submetidas a desinfecção de alto nível em ambas as mãos. Carregar o DIU em pacote estéril. Limpar o orifício cervical externo (e a vagina) completamente com antissético duas vezes. Usar a técnica de inserção “sem tocar”.

16. 16 DIUs: Recomendações Para a Prevenção de Infecções continuação Pós-inserção: Descontaminar todos os itens sujos. Descartar com segurança todo lixo contaminado. Lavar as mãos depois de tirar as luvas.

17. 17 Inserção do DIU: Método da Retirada

18. 18 DIUs: Efeitos Colaterais Comuns Liberadores de cobre: Menstruações mais intensas Sangramento vaginal irregular ou mais intenso Cólicas inter-menstruais Aumento das cólicas menstruais ou dor Corrimento vaginal Liberadores de progestágeno: Amenorréia ou sangramento menstrual/manchas leves

19. 19 DIUs: Outros Problemas Possíveis Desaparecimento dos fios Discreto aumento do risco de infecção pélvica (até 20 dias após a inserção) Perfuração do útero (rara) Gravidez ectópica Aborto espontâneo Parceiro queixa-se de sentir os fios

20. 20 DIUs: Inserção Imediatamente Após a Retirada da Placenta Treinamento especial para provedores Aconselhamento das clientes durante o tratamento pré-natal Não há aumento do risco de infecção, sangramento ou perfuração Conveniente para a cliente Custo efetivo

21. 21 DIUs Imediatamente Após a Retirada da Placenta: Taxas de Expulsão Expontânea

22. 22 DIUs: Instruções à Cliente O DIU é efetivo imediatamente. O DIU pode ser expulso do útero espontaneamente, especialmente durante os 3 primeiros meses. Pode haver sangramento ou manchas nos primeiros dias. O sangramento menstrual pode variar na dependência de tipo de DIU. O DIU poderá ser retirada no momento que você desejar. Entretanto, ele é seguro e eficaz por (x número de anos) quando for usado o (tipo de DIU). OS DIUs não conferem proteção contra DSTs (p. ex., HBV, HIV/AIDS)

23. 23 DIUs: Intruções às Clíentes continuação Retornar para revisão depois da primeira menstruação pós-inserção, 4 a 6 semanas após a inserção. Durante o primeiro mês pós-inserção, verificar os fios várias vezes, em especial depois da menstruação. Verificar os fios depois do primeiro mês apenas se você tiver: cólicas no abdomen inferior, manchas entre as menstruações ou após o coito, ou dor depois do coito (ou se o parceiro refere desconforto durante o coito).

24. 24 DIU: Informações Gerais É necessário remover o DIU cobre T380A depois de 10 anos ou antes, se você desejar. Retornar ao provedor se você: não conseguir sentir os fios, sentir a parte dura do DIU, expulsar o DIU, ou não menstruar. Usar camisinha se tiver risco de DSTs.

25. 25 Sinais de Alarme para as Usuárias de DIU Procurar o provedor de saúde ou a clínica se um dos seguintes problemas se manifestar: Atraso menstrual com sintomas de gravidez (náusea, sensibilidade mamária, etc) Dor ou cólicas persistentes no abdomen inferior, especialmente quando acompanhados de mal estar, febre ou calafrios (sintomas sugestivos de possível infecção pélvica) Desaparecimento dos fios ou a percepção da extremidade plástica do DIU quando verificando os fios A usuária ou seu parceiro começam a ter relações sexuais com mais de um parceiro, o DIU não protege a mulher contra DSTs (p. ex., HBV, HIV/AIDS)

26. 26 DIU: Manejo dos Problemas de Sangramento Reassegurar à cliente que, em geral, as menstruações são mais intensas com o DIU e que sangramento ou manchas podem ocorrer entre as menstruações, especialmente nos primeiros meses. Investigar outras causas e tratar se necessário. Se não for encontrada outra causa, tratar com drogas anti-inflamatórias não esteróides (AINE como o ibuprofeno) durante 5-7 das. Orientar sobre opções e considerar a retirada do DIU se a cliente solicitar.

27. 27 DIUs: Manejo da Dor e Cólicas Reassegurar à cliente que pode ocorrer cólicas e dor à menstruação (dismenorréia), especialmente nos primeiros meses do uso do DIU. Investigar outras causas e tratar, se necessário. Se não for encontrada outra causa, pensar em tratar com acetaminofen ou ibuprofeno diariamente, a partir do início da menstruação. Orientar sobre opções e considerar retirar o DIU se a cliente solicitar.

28. 28 Manejo das Queixas do Parceiro que Refere Sentir os Fios Discutir com o cliente/casal suas preocupações, reafirmando não ser um problema sério que só requer tratamento quando realmente molesto. Verificar se o DIU não se encontra parcialmente expulso. Se o DIU estiver no lugar, as opções terapêuticas são: cortar os fios retirar o DIU se a cliente desejar.

29. 29 Manejo das Queixas do Parceiro que Refere Sentir os Fios continuação Quando cortar os fios: Cortar de modo a que não se extenda para fora do orifício cervical. Explicar que os fios do DIU agora estão no interior do orifício cervical e que ela não mais poderá tocá-las. Anotar no prontuário que os fios foram cortados rente ao colo (importante para o seguimento e a futura retirada).

30. 30 DIUs: Instruções para a Retirada Quando a cliente desejar Ao término da vida efetiva do DIU: Cobre T380A = 10 anos Se houver mudança das práticas sexuais (comportamento de alto risco), considerar o uso complementar de método de barreira (camisinha) ou a retirada do DIU. Se submetida a tratamento de DSTs ou tiver infecção pélvica comprovada. Menopausa.

31. 31 DIUs: Barreiras Médicas Comuns à Prestação do Serviço Inserção somente durante as menstruações Restrições pela idade (jovem ou idosa) Critérios de paridade (menos do que 2 crianças vivendo) Estado marital/consentimento do conjuge “Contraindicações” inapropriadas (imediatamente pós-parto, doença cardíaca valvular) Entraves burocráticos (demasiadas visitas antes ou depois da inserção) Quem pode fazer a inserção (somente médicos) Viez do provedor (o provedor não recomenda)

  • Login