Hidrost tica conceitos iniciais
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 17

HIDROSTÁTICA Conceitos iniciais PowerPoint PPT Presentation


  • 64 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

HIDROSTÁTICA Conceitos iniciais. Prof. Victor Física | 2ª Série | Ensino Médio. O que estuda a hidrostática ?. Estuda os fluidos ideais em repouso num referencial fixo no recipiente que os contém. Fluidos.

Download Presentation

HIDROSTÁTICA Conceitos iniciais

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Hidrost tica conceitos iniciais

HIDROSTÁTICAConceitos iniciais

Prof. Victor

Física| 2ª Série | Ensino Médio


O que estuda a hidrost tica

O que estuda a hidrostática ?

Estuda os fluidos ideais em repouso num referencial fixo no recipiente que os contém.


Fluidos

Fluidos

São corpos cujas moléculas não guardam suas posições relativas e, por isso, tomam a forma do recipiente que os contém. Em condições favoráveis, escoam.

Gases e líquidos são classificados como fluidos.


Fluido real e fluido ideal

Fluido(real) e fluido ideal

Os fluidos são constituídos por um grande número de moléculas em movimento desordenado e em constantes colisões.

Para que possamos entender a diferença entre fluido "real" e fluido ideal, considere que um fluido é colocado em movimento em um cano horizontal devido a uma diferença de pressão, entre suas extremidades, aplicada externamente no instante inicial.


Fluido real e fluido ideal1

Fluido(real) e fluido ideal

Por que o volume de fluido considerado não permanece em movimento, uma vez que não há variação da energia potencial desse volume?

Se não há variação na área de secção reta do cano, a velocidade não deveria permanecer a mesma?

O fluido não permanece em movimento com a mesma velocidade pois se trata de um FLUIDO REAL, ou seja, no qual há dissipação de energia na forma de calor ou através de outras formas de energia.


Fluido real e fluido ideal2

Fluido(real) e fluido ideal

Parte da energia dissipada na animação se deve a existência de atrito entre as camadas do fluido que escoa, ou seja, há efeitos de forças de atrito macroscópicas entre as camadas do fluido, dando origem a uma propriedade macroscópica chamada viscosidade.

Portanto, umfluido é chamado de ideal ou perfeito, quando tiver densidade constante em todos os pontos do espaço e em todos os instantes de tempo, ou seja, for incompressível.


Em resumo

Em resumo

Em um fluido ideal ou perfeito, basicamente devemos assumir que:

1º) Não há dissipação de energia devido a atritos internos (viscosidade) entre as partículas do fluido, nem devido a interações das partículas do fluido com o ambiente;

2º) Não há troca de energia na forma de calor entre as partículas do fluido, nem das partículas de fluido com o ambiente;


Fluido real e fluido ideal3

Fluido(real) e fluido ideal

Fluido Ideal

(Toda energia potencial gravitacional se transforma em energia cinética)

Fluido Real

(Parte da energia potencial gravitacional é perdida devido ao atrito entre as camadas do fluido, transformado integralmente em calor)


Viscosidade

viscosidade

É definida como a resistência que um fluido oferece ao seu próprio movimento.

Existe uma força coesiva entre as moléculas do líquido e da placa.


Viscosidade1

viscosidade

Quanto maior for a viscosidade do fluido, menor será a sua capacidade de escoar (fluir) e maior será a força de atrito entre o fluido e as paredes do recipiente onde ele está escoando.


Tens o superficial da gua

Tensão superficial da água

É resultado das ligações de hidrogênio , que são forças intermoleculares causadas pela atração dos hidrogênios (H+) com os oxigênios das moléculas vizinhas (O_).

A força de atração das moléculas na superfície da água é diferente da força entre as moléculas abaixo da superfície. Veja a figura a seguir.


Tens o superficial da gua1

Tensão superficial da água

Ligações de hidrogênio restritas às moléculas ao lado e abaixo, pois não há moléculas acima delas;

Atração por outras moléculas de água em todas as direções:para cima, para baixo, para a esquerda, para a direita, para frente e para trás;


Tens o superficial da gua2

Tensão superficial da água

A desigualdade de atrações na superfície da água provoca a contração do líquido criando uma fina camada (membrana) elástica nela.

A tensão superficial da água é a maior de todos os líquidos e vale 7,2 x 109 N/m.


A forma esf rica das gotas de gua

A forma esférica das gotas de água

Resulta do equilíbrio estabelecido entre a tensão superficial da água e a pressão do ar contra a superfície inferior da gota quando esta cai;

  • Gota pequena => tensão superficial domina => Forma esférica

  • Gota grande => pressão do ar no interior da gota aumenta => Forma achatada


Capilaridade

capilaridade

É a subida ou a descida de um líquido através de um tubo fino chamado de capilar. Esse fenômeno é resultado da interação das moléculas da água com o material de que é feito o tubo.

Essa interação depende dos seguintes parâmetros:

  • Diâmetro do tubo;

    *Quanto mais fino, maior a aderência.

  • Viscosidade do líquido;

    *Quanto mais quente, menos viscoso.


Capilaridade1

capilaridade

Como ocorre a capilaridade ?

As moléculas do líquido são atraídas pelas moléculas do tubo por causa das interações intermoleculares. Assim, o líquido fica “grudado” na parede.

Mas como a água sobre?

A molécula do tubo que está imediatamente acima da superfície do líquido atrai o líquido que começa a subir alinhando-se a essa molécula que o atraiu, num processo que é cíclico e se repete.


Capilaridade2

capilaridade


  • Login