Ci ncia conhecimento cient fico
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 17

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO PowerPoint PPT Presentation


  • 60 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO. A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO. Hipótese → conjunto estruturado de argumentos que possivelmente justificam informações – à qual será confirmada (ou não) por meio da experimentação.

Download Presentation

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


CIÊNCIA

&

CONHECIMENTO CIENTÍFICO


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Hipótese → conjunto estruturado de argumentos que possivelmente justificam informações – à qual será confirmada (ou não) por meio da experimentação.

  • Hipótese afirmativa-positiva→ O aquecimento dos microprocessadores, MCI-55, é resultado das reduzidas dimensões dos gabinetes dos microcomputadores da série 3DDI, marca XX.

    # Existe uma relação entre variáveis (dimensões dos gabinetes dos microcomputadores – microprocessadores – aquecimento).

    # Diz-se que a hipótese é afirmativa-positiva em razão do enunciado: “O aquecimento ..., é resultado das reduzidas dimensões ...”

    # O autor da hipótese afirma que é, e não propõe um forma diferente de o resultado ser obtido.


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

2. Hipótese afirmativa-negativa → Não ocorrem danos elétricos aos sistemas microcontrolados, P-55, que possuem aterramento igual a 2 Ohms de resistência.

# Existe uma relação entre variáveis (aterramento – sistemas microcontrolados – danos elétricos).

# Diz-se que a hipótese é afirmativa-negativa em razão do enunciado: “Não ocorrem danos elétricos ...”

# O autor da hipótese afirma que não; de que não deve ocorrer determinado resultado em razão da presença de certa variável (aterramento igual a 2 Ohms de resistência).


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

3. Hipótese condicional → Se o transformador trifásico, modelo TF-3F, não possuir proteção contra descargas atmosféricas, o mesmo poderá estar sujeito a danos elétricos.

# Existe uma relação entre variáveis (aterramento – transformador trifásico – danos elétricos).

# Diz-se que a hipótese é condicional em razão do enunciado: “Se o ,,, não possuir ..., o mesmo poderá estar sujeito a ...”

# Esta hipótese é comumente utilizada em pesquisas que têm por finalidade responder a um questionamento. A idéia de condição (se for ou não for, se possuir ou não possuir) está diretamente relacionada a poderá ser ou poderá estar.


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Hipótese de ocorrência → não encontram sustentação nas evidências experimentais dos fatos ou fenômenos (não possuem fundamentação nas teorias e leis existentes).

    “Acho que provavelmente o espírito deixou o corpo aproximadamente 8 minutos após a morte do indivíduo”.

    # Constituem-se de palpites ou especulações sem fundamentação qualquer. No cotidiano, é comum encontrar-se indivíduos que empregam hipóteses de ocorrência obtendo sucesso em autenticá-las pelo senso comum devido à elevada capacidade de persuasão com que as inferem em meios sociais desprovidos de capacidade crítica e analítica.


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Hipótese empírica → possui evidências experimentais preliminares que justificam a formulação das suposições e correlações com as teorias e leis científicas existentes.

    “Acho que regulador automático de tensão foi danificado hoje, também, por sobretensão, assim como vem acontecendo periodicamente logo após a incidência de descargas elétricas atmosféricas na rede de alimentação de baixa tensão”.


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Hipótese convalidada → se fundamenta em um sistema de teorias e leis.

    “O microprocessador MT455 aquece mais que o MT456 quando é instalado em um gabinete modelo 4J78CIL durante um período de funcionamento de 24 horas contínuas”.

    # A hipótese possui consistência, coerência e é passível de testes (tanto os componentes (microprocessadores) quanto o gabinete existem).

    # É possível montar-se um ensaio com os elementos afim de comprovar-se a hipótese formulada.


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Descoberta ou achado científico → descoberta inédita de dados, materiais ou informações durante estudos científicos (produzindo repercussão mundial devido à importância da descoberta e ao conhecimento inédito resultante deste evento).

    # As descobertas arqueológicas e biológicas caracterizam este tipo de nível científico, pois são baseadas essencialmente em estudos exploratórios.

    # O acaso contribui em grande parte para o sucesso, mas, sem o conhecimento do pesquisador, de nada adiantariam tais achados, pois certamente passariam desapercebidos.


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Lei científica → surgem a partir da necessidade de entendimento, explicação e registro dos fenômenos biológicos, sociais ou tecnológicos que ocorrem na natureza.

    # Um pesquisador, ao determinar as regularidades que descrevem o comportamento de um fenômeno estará, em síntese, estabelecendo uma lei.

    “A água ferve a 100°C, em recipientes abertos, no nível do mar quando aquecida”

    # Refere-se a fenômenos específicos (limitada ao enunciado proposto)


A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO

  • Teoria científica → propõe uma explicação mais abrangente do que uma lei científica (refere-se à totalidade do universo).

  • Estabelece uma relação entre fenômenos aplicada a um macrosistema (formula-se com conteúdos de validade universal)

    # Teoria da seleção natural → características favoráveis que são hereditárias tornam-se mais comuns em gerações sucessivas de uma população que se reproduz (características desfavoráveis hereditárias tornam-se menos comuns).


HIERARQUIA DOS NÍVEIS CIENTÍFICOS

  • Hipótese → mais baixo nível do conhecimento científico (diferencia-se da especulação filosófica pela produção de enunciados passíveis de experimentação ou testagem).

  • Achado ou descoberta científica → produzem resultados a partir de observações ou experimentações (possuem grande importância pela geração de expectativas quanto aos novos conhecimentos a serem validados).

  • Modelos científicos → compreendem os resultados obtidos por aplicabilidade de pesquisas (descrevem o conhecimento permitindo futuras reproduções).


HIERARQUIA DOS NÍVEIS CIENTÍFICOS

  • Teorias → mais baixo nível do conhecimento científico (diferencia-se da especulação filosófica pela produção de enunciados passíveis de experimentação ou testagem).

  • Achado ou descoberta científica → produzem resultados a partir de observações ou experimentações (possuem grande importância pela geração de expectativas quanto aos novos conhecimentos a serem validados).

  • Modelos científicos → compreendem os resultados obtidos por aplicabilidade de pesquisas (descrevem o conhecimento permitindo futuras reproduções). Baseiam-se em leis anteriormente confirmadas.


COMO CONDUZIR OS ESTUDOS CIENTÍFICOS?

# Jamais a filosofia pode impor-se sobre o conhecimento científico, subjugando-o ou eliminando-o (como fazem alguns esotéricos, místicos ou assemelhados).

# A filosofia só tem sentido quando se transforma em procura orientar o uso dos conhecimentos científicos em benefício da humanidade (não dominando ou impedindo esforços na busca de novos conhecimentos ou em sua aplicação).


COMO NOS POSICIONARMOS DIANTE DOS CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS?

  • Ater-se aos fatos → aceitando-os como são apontados pelas descobertas científicas e encarando a realidade da natureza, da vida e, sobretudo, do próprio indivíduo humano como aquilo que a ciência demonstra.

    # Abdicação de idealizações (não testáveis e, portanto, não comprováveis cientificamente).

    # Confronto (e abandono) de princípios religiosos milenares para a adoção do materialismo.


COMO NOS POSICIONARMOS DIANTE DOS CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS?

  • Adaptar os anseio aos fatos → adequação da filosofia religiosa, tanto quanto possível, à realidade apontada pela ciência (procurando compreender a natureza, a vida e o ser humano dentro desta perspectiva).

    # Esse posicionamento não implica necessariamente a uma abdicação total das concepções religiosas, pois tenta conciliar a religiosidade tradicional com os progressos científicos (não os sobrepondo).

    # Princípio adotado pela Igreja Católica Apostólica Romana.


COMO NOS POSICIONARMOS DIANTE DOS CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS?

  • Tentar adaptar os fatos aos anseios pessoais → orienta-se pela tentativa de ignorar (ou esconder) os conhecimentos obtidos pela ciência.

    # Tentativa de submissão da realidade científica àquilo que se deseja como realidade idealizada (mesmo que esta se mostre improvável, ilógica ou insustentável diante de qualquer experimento)

    # Concepções filosófico-religiosas são posicionadas acima dos progressos do conhecimento científico (tentando paralisá-lo – ignorando o que é comprovado de forma clara e absoluta).


A CIÊNCIA É NEUTRA OU NÃO?

  • A ciência deve ser interpretada, sempre e sem restrições, como intrinsecamente neutra pois corresponde à transcrição dos conhecimentos alcançados e explicados.

  • A ciência caracteriza-se pela compreensão e explicação de um fato natural (até então além do nosso saber, mas que existia independentemente de nosso conhecimento ou expectativas).

    # O cientista, o financiador da pesquisa e aquele que deterá o poder dos resultados da pesquisa não serão, jamais, neutros.

    # Esta situação de parcialidade pode conduzir a aplicação dos conhecimentos científicos de uma forma nem sempre apropriada.


  • Login