N o estou enxergando
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 26

Não Estou Enxergando!!! PowerPoint PPT Presentation


  • 48 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Não Estou Enxergando!!!. O que fazer ?. Susto e Apreensão. Nenhum vendedor espera que o óculos que vendeu “dê errado” ou seja que venha a ocorrer do usuário ficar insatisfeito;. Susto e Apreensão. Antes de mais nada procure:

Download Presentation

Não Estou Enxergando!!!

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


N o estou enxergando

Não Estou Enxergando!!!

O que fazer ?


Susto e apreens o

Susto e Apreensão

  • Nenhum vendedor espera que o óculos que vendeu “dê errado” ou seja que venha a ocorrer do usuário ficar insatisfeito;


Susto e apreens o1

Susto e Apreensão

  • Antes de mais nada procure:

    • Deixar o cliente falar a vontade pois ele está “nervoso” e “louco” para que alguém (você) o escute, e dê uma solução, certo;

    • Respire fundo, pois com o impacto é comum nós nos perdermos a princípio pois nos pegou de “Calça curta”


Susto e apreens o2

Susto e Apreensão

  • Primeiro peça para o cliente pacientemente relatar o que ocorre, anote suas principais queixas e se ele não souber o que ocorre, como por exemplo “tá tudo ruim”, você deve separar em partes para encontrar o problema ou incômodo.


Tomando controle da situa o

Tomando Controle da Situação

  • Depois do Primeiro impacto, agora devemos raciocinar para que possamos prestar o melhor atendimento.

  • Providencie acomodação e papel/caneta para anotar as informações mais importantes e criar um check list de atendimento.

  • Vamos criar um “Roteiro de Atendimento”

  • E dividir em dois atendimentos: se Visão Simples ou se Progressivos.


Roteiro de atendimento

Roteiro de Atendimento

  • A Lente;

  • O ajuste de armação;

  • As medidas;

  • Óculos antigo como parâmetro;

  • Psicológico;

  • Patológicos/fisiológicos;

  • Erro de refração e/ou acuidade visual e/ou catarata.


Vis o simples

Visão Simples

  • A Lente:

    • Verifique a Dioptria se está correta ou se as tolerâncias estão dentro das normas;

    • Curva Base se está dentro do adequado;

    • Material da lente com suas principais características: Índice de Refração, Número ABBE;

    • Tratamentos envolvidos;

    • Acabamento como polimento ou outro fator.


Vis o simples1

Visão Simples

  • O ajuste de armação:

    • Verifique se o ângulo Pantoscópico esta dentro do padrão;

    • A Distância Vertice ou Vertex;

    • Curvatura do frontal e ajuste das hastes;

    • Se está torto no conjunto.

  • As medidas:

    • Verifique DNP (mais recomendado)

    • Verifique Altura do Centro (recomendado)


Vis o simples2

Visão Simples

  • Óculos antigo como parâmetro:

    • Os óculos antigos nos “falam” muito, como este está sendo usado: se tortos, se com medidas fora, se com ângulo pantoscópico ou vértice fora ou outro fator.

  • Psicológico:

    • Aqui nós temos uma diversidade de situações desde não gostar de óculos até situações inusitadas como se arrependeu do tipo da armação, a esposa ou marido não gostou, ou até mesmo falar que não vai usar.


Vis o simples3

Visão Simples

  • Patológicos/fisiológicos

    • Neste ponto temos várias situações que impedem uma visão boa, (uma observação do ponto de vista técnico: não existe visão perfeita pois a capacidade visual é individual e limitada ao desempenho pessoal);

    • Diabetes, pressão alta, alterações hormonais, etc.

    • Interferência dos filtros (lentes escuras ou coloridas) que alteram a qualidade visual;

    • Tipo do material da lente;

    • Uso de lentes especiais para degeneração macular, daltonismo, etc.


Vis o simples4

Visão Simples

  • Erro de refração e/ou acuidade visual e/ou catarata:

    • Erro na refração em conseqüência de alteração corporal como a diabetes, gravidez, etc;

    • Erro de refração por resposta inadequada do paciente;

    • Capacidade de acuidade visual x resultado obtido;

    • Catarata impedindo uma visão 20x20.


Lentes progressivas

Lentes Progressivas

  • A Lente, faça igual a visão simples e acrescente:

    • Verifique se a adição aumentou, se manteve ou diminuiu, isso altera desenho mesmo mantendo o modelo;

    • Mudança de marca/modelo pode significar alteração de parâmetro de uso;

    • A surfaçagem pode ser feita com a presença de prisma total, prisma parcial ou sem prisma;

    • NÃO se pode DESCENTRAR uma lente PROGRESSIVA.


Lentes progressivas1

Lentes Progressivas

  • O ajuste de armação;

    • Em caso de armações de acetato com ponte anatômica devemos tomar mais cuidado pois não é possível ficar ajustando caso note algum erro a troca de lente é inevitável;

    • Em caso de armações com plaquetas é possível pequenos ajustes corrigindo altura errada mas DNP não é possível fazer.


Lentes progressivas2

Lentes Progressivas

  • As medidas:

    • Aqui são importantíssimo DNP correta e altura correta;

    • Verifique falta ou excesso de convergência e avalie a lente que foi montada;

    • Um ponto comum de ser encontrado, e pouco divulgado, ocorre quando existe “vício de visão” por montagem “errada” do óculos anterior quando isso ocorrer faça o seguinte:


Lentes progressivas3

Lentes Progressivas

  • As medidas: (continuação)

    • Primeiro pegue os óculos antigos e refaça as marcações de modo a saber onde se encontram as DNPs e Alturas “originais” com as quais o usuário se acostumou, observe e marque bem onde se localiza tendo como referência o centro da pupila;

    • Segundo desmonte as lentes dos óculos novos e refaça as marcações com a Cruz de Montagem bem definida;

    • Terceiro posicione as lentes soltas em frente aos olhos na posição correta do olhar que é como devem ser montadas peça para o usuário dizer como está a visão se ótimo, bom ou ruim;


Lentes progressivas4

Lentes Progressivas

  • As medidas: (continuação)

    • Lentamente movimente as lentes marcadas em direção a posição que estava as DNPs e Alturas dos óculos antigo e observe se o usuário começa a dizer que melhora a visão;

    • Se isso ocorrer comente sobre o erro sem denegrir o trabalho anterior, cite que deve ter sido uma falha, e oriente que o correto é como está montado e que se for o caso estará montando de forma a corrigir aos “poucos” até chegar no ponto correto com o passar do tempo, OK


Lentes progressivas5

Lentes Progressivas

  • Óculos antigo como parâmetro:

    • Quando envolve medidas já vimos no tópico anterior, aqui trataremos do ajuste:

    • Como ocorre com medidas, o usuário pode se acostumar com armação torta ou falta de ângulo pantoscópico ou mesmo curvatura errada e por aí vai, explique que o correto é como está e mantenha um trabalho de orientação, OK


Lentes progressivas6

Lentes Progressivas

  • Psicológico:

    • Présbita novo, o jovem présbita precisa primeiramente entender que a natureza é igual para todos, mais cedo ou mais tarde todos nós precisaremos usar óculos para perto, precisa ser orientado corretamente;

    • Présbita já usuário, precisa manter a renovação da receita com período curto, não deixar muito tempo para renovação;

    • Quanto mais tempo e maior a adição menor o campo de visão.


Lentes progressivas7

Lentes Progressivas


Lentes progressivas8

Lentes Progressivas

  • Patológicos/fisiológicos:

    • Labirintite;

    • Falta ou excesso de convergência;

    • Instabilidade Visual por: Diabetes, pressão alterada, uso de algum medicamento que afeta a visão, etc.

    • Alteração Hormonal por: Gravidez, menstruação (momentâneo), etc.


Lentes progressivas9

Lentes Progressivas

  • Erro de refração e/ou acuidade visual e/ou catarata.

    • O erro de refração como na visão simples;

    • Acuidade visual cuidados ao buscar resultados, no primeiro exame ou na confecção da RX nem sempre consegue-se 20x20 portanto cuidado;

    • A Presbiopia pode anteceder o surgimento da catarata e esse fato surge quando a adição está mais próximo de 3,00 D


Suporte t cnico dos fornecedores

Suporte Técnico dos Fornecedores

  • Tenha em mãos os telefones dos Fabricantes, distribuidores ou parceiros;

  • Se já fez o pré-atendimento informe de todos os detalhes;

  • Se puder marque um encontro com o cliente final;

  • APRENDA TODA VEZ QUE PUDER PRESENCIANDO O ATENDIMENTO.


Conclus o

Conclusão

  • Na assistência entenda que existem sempre quatro fatores a serem levados em consideração:

    • A lente com todos os quesitos de qualidades do produto;

    • O usuário com todos os aspectos que compõem a característica Humana;

    • O trabalho do profissional de refração e dos profissionais envolvidos com a confecção dos óculos;

    • E você que está perante a situação para resolver o caso, portanto estude e esteja preparado.


Vencendo desafios

Vencendo Desafios....

  • Afinal não é todo dia que entra um cliente assim...


Obrigado

Obrigado

Sucesso e Bons Negócios


Apoiadores

APOIADORES


  • Login