usu rios e grupos
Download
Skip this Video
Download Presentation
Usuários e Grupos

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 13

Usuários e Grupos - PowerPoint PPT Presentation


  • 80 Views
  • Uploaded on

Usuários e Grupos. Usuário: alguém que possui conta, internamente é tratado como um número (UID) que é a identificação do usuário (USER ID). Cada usuário tem uma única conta, com um único login e um único UID.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Usuários e Grupos ' - peony


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
usu rios e grupos

Usuários e Grupos

Usuário: alguém que possui conta, internamente é tratado como um número (UID) que é a identificação do usuário (USER ID).

Cada usuário tem uma única conta, com um único login e um único UID.

Quando a sua conta é criada terá a disposição em disco um espaço, no qual ele terá permissão de leitura, execução e gravação dos arquivos.

Grupo: é basicamente um conjunto de usuários que compartilham os mesmos direitos de acesso a determinados recursos, geralmente é criando quando se deseja que o usuário tenha permissão controlada a arquivos em comum.

A identificação do grupo é conhecida como GID (Group GID)

superusu rio
Superusuário

Root

  • Ler arquivos, mesmo sem ter permissão;
  • Mudar permissão de qualquer arquivo;
  • Adicionar ou remover usuários;

Obrigações:

  • Manter e segurança e a integridade do sistema em rede;
  • Verificar o espaço no sistema de arquivos;
  • Fazer cópias de segurança;
  • Manter os serviços de rede (www, mail, ftp...);
  • Gerenciar o desempenho;
  • Manter registros de atividades do sistema;
permiss es de arquivos
Permissões de arquivos

Para acessar temos que clicar com o botão direito do mouse sobre o arquivo, as permissões podem ser para usuário e grupo:

Dono: pode alterar e ler, mas não executar o arquivo;

Grupo: usuários pertencentes ao grupo do arquivo têm acesso a leitura, e podem alterar arquivo, sem executá-lo;

Outros: outros usuários somente têm acesso à leitura, mas não para escrita nem execução do arquivo;

arquivos
Arquivos

As propriedades são representadas por três conjuntos contendo as letras r,w e x, representam leitura, escrita e execução respectivamente;

Represetação:

Rwxrw- r- -

dono grupo outros

diret rios
Diretórios
  • Leitura

Um diretório com permissão de leitura deixa que seu conteúdo seja listado;

  • Escrita

Se a permissão de escrita não estiver ligada, não será possível criar arquivos neste diretório;

  • Execução

Um diretório não pode ser executado, quando possuir esta permissão, refere-se a permissão de pesquisa.

processos ctrl esc
Processos (ctrl+Esc)
  • Processo nome oficial do programa que está sendo executado;
  • Kernel controla o tempo e as prioridades de execução dos processos, permitindo que eles sejam criando ou encerrados;
arquivos1
Arquivos

“Em um sistema Unix, tudo é arquivo; se algo não é um arquivo, então é um processo”

  • Extensões são apenas informativas, não define características de arquivos. Formalmente não existe o conceito de extensão, uma vez que podemos utilizar pontos no nome de arquivo (qualquer número de vezes)
  • Nomes de arquivos são “case-sensitive”, ou seja, há distinção entre maiúsculas e minúsculas;
  • O único caractere não permitido em um nome de arquivo é o “/”;
  • O tamanho máximo de um nome de arquivo é de 255 caracteres;
  • Por convenção, arquivos listados por “.”, não são listados por padrão na maioria dos programas. São arquivos “ocultos”;
atributos
Atributos
  • - = arquivo regular;
  • d = diretório (arquivos que são listados de outros arquivos);
  • L = link simbólico (arquivo regular pode ficar visível em vários locais na árvores de diretórios do sistema, criando links.
  • B = dispositivo orientados a bloco(disco, memória, cd-rom);
  • C = dispositivos orientados a caracteres (modem, porta serial);
  • S = socket, mecanismos usados como forma de comunicação entre processos de rede protegido pelo controle de acesso aos sistema de arquivos;
  • P = pipes similares ao sokets, fornecendo maneiras do processo se comunicarem uns com os outros, porém não utiliza conceito de rede;
arquivos especiais
Arquivos Especiais
  • Links Diretos- Diferentes nomes para um mesmo arquivo; uma determinada porção de dados em disco pode ter vários nomes apontando para ela.
  • Links Simbólicos- é como um atalho para um arquivo, aponta para um nome de arquivo incluindo seu caminho.
comandos de ajuda
Comandos de ajuda
  • Man = consulta a página de manual de um determinado programa;

Opções –k procura determinada string na descrição das páginas de manual disponíveis;

-K procura determinada string no conteúdo das páginas de manual disponíveis;

  • EX: manman
  • Man –k driver
  • Man 1 echo
slide11

Info – exibe páginas de informações sobre comandos;

Ex: infols

  • Help- mostra ajuda sobre os comandos internos ao bash;
  • Opções

-s mostra um resumo ou sinopse de comando;

Ex: help exit;

Help –s cd;

comandos de gerenciamento bash
Comandos de gerenciamento bash
  • Echo utilizado para mostrar um determinado texto na tela do terminal;
  • -n retira o caractere de nova linha ao fina de expressão;

Ex: echo “é um teste”

Echo – n “é um tesTe”

Retira o espaço extra.

slide13

Clear = limpa a tela do terminal;

  • Reset = restaura o estado original do terminal, corrigindo problemas como fontes e posicionamento do cursos;

Opções: -q o tipo de terminal é mostrado na saída padrão;

-s imprime a tela sequêncial de comandos shell para reiniciar ambiente terminal;

Exit= Sai do shell, console atual;

CONTINUAR PAG 75

ad