slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
Tratar Plantas com PLANTAS

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 49

Tratar Plantas com PLANTAS - PowerPoint PPT Presentation


  • 119 Views
  • Uploaded on

Tratar Plantas com PLANTAS. André Henriques da Silva [ [email protected] ]. Outubro 2009. Faial | Centro Paroquial de Castelo Branco. Objectivos. Conhecer 3 situações concretas de aplicabilidade das macerações. Identificar os pontos críticos da realização de uma maceração.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Tratar Plantas com PLANTAS' - nika


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

Tratar PlantascomPLANTAS

André Henriques da Silva [ [email protected] ]

Outubro 2009

Faial | Centro Paroquial de Castelo Branco

objectivos
Objectivos
  • Conhecer 3 situações concretas de aplicabilidade das macerações.
  • Identificar os pontos críticos da realização de uma maceração.
  • Identificar uma estratégia de gestão do coberto vegetal apontando uma razão a favor da sua adopção e uma limitação à sua aplicação prática.
programa
Programa
  • Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Matérias-Primas e Equipamento
  • Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Aplicação de Extractos Vegetais
  • Formulações específicas
  • Cobertos Vegetais
programa1
Programa
  • Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Matérias-Primas e Equipamento
  • Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Aplicação de Extractos Vegetais
  • Formulações específicas
  • Cobertos Vegetais
extractos vegetais e os biopesticidas
Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Origens e Aplicações «
  • Tipos de extracção
    • Tisanas:
      • Infusão
      • Decocção
      • Maceração
        • Em água (a frio)
        • Hidroalcoólica
    • Óleos essenciais:
      • Destilação a vapor
  • Terminologia e Âmbito do Curso
    • Biopesticidas de origem não vegetal
  • Modos de Acção
aplica es dos extractos vegetais
Aplicações dos Extractos Vegetais
  • Insecticida;
  • Insectifugo;
  • Fungicida;
  • Fungi-estático;
  • Micronutrição;
  • Reforço de defesas naturais;
  • Despoletar de “respostas imunitárias”;
  • ...
extractos vegetais e os biopesticidas1
Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Origens e Aplicações
  • Tipos de extracção «
    • Tisanas:
      • Infusão
      • Decocção
      • Maceração
        • Em água (a frio)
        • Hidroalcoólica
    • Óleos essenciais:
      • Destilação a vapor
  • Terminologia e Âmbito do Curso
    • Biopesticidas de origem não vegetal
  • Modos de Acção
programa2
Programa
  • Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Matérias-Primas e Equipamento
  • Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Aplicação de Extractos Vegetais
  • Formulações específicas
  • Cobertos Vegetais
mat rias primas e equipamento
Matérias-Primas e Equipamento
  • Água, Solução Hidroalcoólica e Óleos Essenciais
    • Origem
    • Controlo de Parâmetros de Qualidade
  • Material Vegetal
    • Tipos
      • Fresco
      • Seco
    • Propagação e Recolha
      • Gestão de Espaços
      • Condições Ideais de Propagação e Recolha
  • Condições e Equipamentos
    • Local
    • Preparação
    • Armazenamento
    • Aplicação
  • Adjuvantes e Complementos
programa3
Programa
  • Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Matérias-Primas e Equipamento
  • Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Aplicação de Extractos Vegetais
  • Formulações específicas
  • Cobertos Vegetais
metodologias de acompanhamento e controlo
Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Preparação, Acompanhamento e Controlo da Fermentação
  • Interrupção da Fermentação
  • Estabilização Final
  • Desodorizações
programa4
Programa
  • Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Matérias-Primas e Equipamento
  • Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Aplicação de Extractos Vegetais
  • Formulações específicas
  • Cobertos Vegetais
aplica o de extractos vegetais
Aplicação de Extractos Vegetais
  • Água de Pulverização e Dinamização
  • Como e Quando Aplicar Biopesticidas
  • Compatibilidades
  • Macerações Compostas
programa5
Programa
  • Extractos Vegetais e os Biopesticidas
  • Matérias-Primas e Equipamento
  • Metodologias de Acompanhamento e Controlo
  • Aplicação de Extractos Vegetais
  • Formulações específicas
  • Cobertos Vegetais
formula es espec ficas
Formulações Específicas
  • Urtiga _ Urtica dioica
  • Cavalinha _ Equisetum arvense
  • Fetos _ Pteridium aquilinum
  • Absinto_ Artemisia absinthium
  • Consolda_ Symphytum officinalis
  • Outras plantas interessantes:
    • Alho Allium sativum
    • Salgueiro Salix sp.
    • Piretro Tanacetum cinerariifolium
    • Arruda Ruta graveolens
slide25

Piretro

Tanacetum cinerariifolium

cobertos vegetais
Cobertos Vegetais
  • Ciclo da cultura
  • Cortes
  • Rolo-faca
  • Escarificação
  • Destruição de coberto vegetal
cobertos vegetais1
Cobertos Vegetais
  • Ciclo da cultura «
  • Cortes
  • Rolo-faca
  • Escarificação
  • Destruição de coberto vegetal
cobertos vegetais2
Cobertos Vegetais
  • Ciclo da cultura
  • Cortes «
  • Rolo-faca
  • Escarificação
  • Destruição de coberto vegetal
cobertos vegetais3
Cobertos Vegetais
  • Ciclo da cultura
  • Cortes
  • Rolo-faca «
  • Escarificação
  • Destruição de coberto vegetal
cobertos vegetais4
Cobertos Vegetais
  • Ciclo da cultura
  • Cortes
  • Rolo-faca
  • Escarificação «
  • Destruição de coberto vegetal
cobertos vegetais5
Cobertos Vegetais
  • Ciclo da cultura
  • Cortes
  • Rolo-faca
  • Escarificação
  • Destruição de coberto vegetal «
regula o de pulveriza o
Regulação de Pulverização
  • Volume de Calda vs. Tamanho da Sebe
  • Zonas de pulverização
  • Coalescencia / ponto de gota
regula o de pulveriza o1
Regulação de Pulverização
  • Volume de Calda vs. Tamanho da Sebe «
  • Zonas de pulverização
  • Coalescencia / ponto de gota
regula o de pulveriza o2
Regulação de Pulverização
  • Volume de Calda vs. Tamanho da Sebe
  • Zonas de pulverização «
  • Coalescencia / ponto de gota
regula o de pulveriza o3
Regulação de Pulverização
  • Volume de Calda vs. Tamanho da Sebe
  • Zonas de pulverização
  • Coalescencia / ponto de gota «
objectivos1
Objectivos
  • Conhecer 3 situações concretas de aplicabilidade das macerações.
  • Identificar os pontos críticos da realização de uma maceração.
  • Identificar uma estratégia de gestão do coberto vegetal apontando uma razão a favor da sua adopção e uma limitação à sua aplicação prática.
ad