Eletr nica digital multiplexadores e demultiplexadores l.jpg
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 22

Eletrônica Digital Multiplexadores e Demultiplexadores PowerPoint PPT Presentation


  • 373 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Eletrônica Digital Multiplexadores e Demultiplexadores. Prof. Wanderley. Introdução. Um multiplexador é um circuito com muitas entradas e apenas uma saída. Aplicando sinais de controle, pode-se dirigir qualquer uma das entradas para a saída.

Download Presentation

Eletrônica Digital Multiplexadores e Demultiplexadores

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Eletr nica digital multiplexadores e demultiplexadores l.jpg

Eletrônica Digital Multiplexadores e Demultiplexadores

Prof. Wanderley


Introdu o l.jpg

Introdução

  • Um multiplexador é um circuito com muitas entradas e apenas uma saída. Aplicando sinais de controle, pode-se dirigir qualquer uma das entradas para a saída.

  • Um multiplexador pode ser construído usando portas lógicas NOT, AND e OR. A figura 1.1 ilustra o projeto de um multiplexador 2x1 usando essas portas e a figura 1.2 mostra a representação simplificada do multiplexador da figura 1.1:


Introdu o3 l.jpg

Introdução

  • Os multiplexadores (mux) podem ser aplicados de duas maneiras distintas:

    • Como seletores de canal;

    • Como geradores de função.


Mux como seletor de canal l.jpg

Mux como Seletor de Canal

  • Como seletor de dados: um multiplexador, como já foi dito, é um circuito digital com várias entradas e apenas uma saída. Pode-se através dos bits de endereço, selecionar para a saída, dados provenientes de qualquer uma das entradas.


Mux de 2 canais por 1 linha mux 2x1 l.jpg

Mux de 2 Canais por 1 Linha (Mux 2x1)


Mux de 4 canais por 1 linha mux 4x1 l.jpg

Mux de 4 Canais por 1 Linha (Mux 4x1)


Mux de 4 canais por 1 linha mux 4x17 l.jpg

Mux de 4 Canais por 1 Linha (Mux 4x1)

  • Usando o conceito de árvore de multiplexadores, pode-se fazer um multiplexador 4x1 usando três multiplexadores 2x1, como está ilustrado na figura 1.3.


Mux de 4 canais por 2 linhas mux 4x2 l.jpg

Mux de 4 Canais por 2 Linhas (Mux 4x2)


Mux 4x1 74153 l.jpg

Mux 4x1 (74153)


Mux de 16 canais por 1 linha a partir de mux 4x1 l.jpg

Mux de 16 Canais por 1 Linha a partir de Mux 4x1


Mux como gerador de fun o l.jpg

Mux como Gerador de Função

  • Como gerador de funções lógicas: o multiplexador também é chamado de circuito lógico universal. A denominação de circuito lógico universal deve-se ao fato de que ele pode ser usado como uma solução de projeto para qualquer tabela verdade, desde que o número de variáveis seja igual ao número de entradas de seleção.


Mux como gerador de fun o12 l.jpg

Mux como Gerador de Função

Exemplo: Utilizando um MUXs 4x1, gere a função


Demultiplexadores demux l.jpg

Demultiplexadores (Demux)

  • Como seletor de canais: um dado de entrada é dirigido a um canal de saída, o que é a operação inversa à do multiplexador quando ele é usado como seletor de dados.

  • Como decodificador: as entradas de endereço funcionam como o dado binário codificado.


Demux 1x4 l.jpg

Demux 1x4


Demux 1x415 l.jpg

Demux 1x4


Mem ria rom l.jpg

Memória ROM

  • Essas memórias apresentam como característica principal permitir somente a leitura dos dados nela gravados. Outra característica é que as memórias ROM são circuitos estritamente combinacionais.

  • Dentre as diversas aplicações, destacamos a sua utilização para construir um circuito combinacional qualquer, formar geradores de caracteres e armazenar programas em sistemas digitais.


Mem ria rom17 l.jpg

Memória ROM


Mem ria rom18 l.jpg

Memória ROM


Mem ria rom 8x1 l.jpg

Memória ROM 8x1

Entradas de Endereços

A1 A2 A3 … An

Saída de Leitura

S

ROM


Mem ria rom nxm l.jpg

Memória ROM Nxm

Entradas de Endereços

A1 A2 A3 … An

S0

S1

ROM

Nxm

S2

.

.

.

.

.

.

Saídas de Leitura

Sm


Mem ria rom como circuito combinacional decodificador bcd 8421 gray l.jpg

Memória ROM como Circuito CombinacionalDecodificador BCD 8421 - Gray

Entradas de Endereços

A B C D

S0

S1

ROM

16x4

Saídas de Leitura

S2

S3


Amplia o da capacidade de uma rom rvore de rom s l.jpg

Ampliação da Capacidade de uma ROM Árvore de ROM’s


  • Login