Bacia do Rio Paranaíba
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 1

Maria Elisa Castellanos-Solá 1 & Ricardo M. Pinto-Coelho 2 PowerPoint PPT Presentation


  • 60 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Bacia do Rio Paranaíba. UHE – São Simão. Fig. 1 - Localização da UHE São Simão no Rio Paranaíba – Bacia Hidrográfica do Rio Paraná. Impacto Humano no Reservatório de São Simão. I – Efeito de Fontes Pontuais (esgotos domésticos) no aporte de N e P nas sub-bacias de captação.

Download Presentation

Maria Elisa Castellanos-Solá 1 & Ricardo M. Pinto-Coelho 2

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Maria elisa castellanos sol 1 ricardo m pinto coelho 2

Bacia do Rio Paranaíba

UHE – São Simão

Fig. 1 - Localização da UHE São Simão no Rio

Paranaíba – Bacia Hidrográfica do Rio Paraná

Impacto Humano no Reservatório de São Simão. I – Efeito de Fontes Pontuais (esgotos domésticos) no aporte de N e P nas sub-bacias de captação

Maria Elisa Castellanos-Solá1 & Ricardo M. Pinto-Coelho2

1 Universidade Federal de Minas Gerais, Programa de Ecologia Conservação e Manejo da Vida Silvestre, Cx. P.486, Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte/ MG , CEP 31270-901 ([email protected])

2Universidade Federal de Minas Gerais, Laboratório de Gestão de Reservatórios Tropicais, Cx. P.486, Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte/ MG , CEP 31270-901 ([email protected])

INTRODUÇÃO

O aumento da disponibilidade de nutrientes, notadamente fósforo e nitrogênio, freqüentemente provoca a eutrofização em águas epicontinentais (Esteves 1998). A eutrofização pode levar à proliferação de cianobactérias, as quais são capazes de produzir toxinas com efeitos nocivos para os seres humanos, os animais domésticos, além da vida silvestre terrestre e aquática. As principais fontes de fósforo e nitrogênio são os efluentes urbanos (fontes pontuais) e os fertilizantes agrícolas (fontes difusas). Em 2000, a Cemig constatou florações de cianobactérias no reservatório de São Simão (Rolla 2000), situado no rio Paranaíba, divisa entre Goiás e Minas Gerais (Fig.1).

Embora os dados do presente estudo tenham sido obtidos e processados pela primeira autora, gostaríamos de expressar nossos agradecimentos à CEMIG no âmbito do convênio Fundep/CEMIG 4830-1 “O aporte de fósforo e a presença de cianobactérias no reservatório de São Simão” que abriu a possibilidade de ter acesso à região bem como aos dados limnológicos básicos que motivaram a execução da presente pesquisa.

2

1

3

Fig. 4 – Sub-bacias e Entorno do reservatório de São Simão

1: Rio dos Bois; 2: Rio Meia Ponte; 3: Rio Tijuco.

Os núcleos urbanos

Na bacia de captação estão situados 77 núcleos urbanos nos 14 municípios mineiros e 85 municípios goianos. A maior quantidade e densidade de núcleos urbanos encontra-se na região setentrional da bacia de captação, na área de influência da cidade de Goiânia (Fig. 5).

Esta região corresponde às cabeçeiras do Rio dos Bois e Rio Meia Ponte (Fig. 6).

Considerando as sub-bacias, verifica-se que os núcleos urbanos estão concentrados em apenas 3 sub-bacias: Rio dos Bois (36), Rio Meia Ponte (22) e Rio Tijuco (07), os quais em conjunto representam 84% dos núcleos urbanos presentes na bacia de captação.

OBJETIVOS

Mensurar o aporte de fósforo e nitrogênio por efluentes domésticos nas águas das sub-bacias de captação do reservatório de São Simão, assim como também identificar quais são as principais sub-bacias responsáveis por este aporte.

MATERIAL & MÉTODOS

As sub-bacias hidrográficas foram delimitadas utilizando as cartas topográficas do IBGE na escala 1:250.000 em formato raster e os limites vetorizados no programa Mapinfo V.6.

Os núcleos urbanos presentes na sub-bacias foram identificados com os dados provenientes do projeto Prodemge/Geominas e da Agência Goiana de Desenvolvimento Industrial e Mineral – AGIM. No programa ArcView V.3.2 foram superpostos os níveis temáticos sub-bacias e núcleosurbanos para identificar quais núcleos urbanos estavam presentes em cada sub-bacia.

Os dados demográficos para cada núcleo urbano foram obtidos no IBGE-Censo 2000 disponível na internet. A quantidade de fósforo e nitrogênio aportado pelos núcleos urbanos foi estimada utilizando-se os fatores 2,5 g de fósforo/hab./dia e 8,0 g de nitrogênio/hab/dia (Von Sperling 1996).

Figura 5 – localização dos núcleos urbanos presentes

nos municípios na bacia de captação do reservatório

de São Simão.

Figura 6 – localização dos núcleos urbanos presentes

nas sub-bacias do reservatório de São Simão.

O aporte de N e P

Ao avaliar a quantidade de fósforo e nitrogênio que a população de cada núcleo urbano despeja nos esgotos domésticos, observa-se que o Rio Meia Ponte apresenta a maior quantidade de nutrientes seguido do Rio dos Bois, Rio Tijuco, Rio Preto e o Entorno ( Tab. 1).

RESULTADOS

A bacia de captação

Observa-se que a maior parte da bacia de captação encontra-se em território goiano (Fig.2). O reservatório de São Simão ocupa uma área de 765,2 km2 e sua bacia de captação possui 70.097 km2, sendo a proporção entre a área da bacia e o lago de 92,75.

São Simão constitui o último reservatório de uma série de reservatórios situados a montante no Rio Paranaíba, a saber: Emborcação, Itumbiara e Cachoeira Dourada (Fig. 3).

Além do próprio Rio Paranaíba, desembocam no reservatório 6 rios, 10 ribeirões e 32 córregos. Os maiores cursos de água, com exceção de um rio, estão situados em Goiás (Fig. 3).

Tabela 1 – Estimativa de´fósforo e nitrogênio presentes nas sub-bacias

Fig. 2 – Localização da bacia de captação

do reservatório de São Simão nos estados

de Goiás e Minas Gerais.

Fig. 3 – Principais cursos d’água na bacia de captação

do reservatório de São Simão e reservatórios a

montante no Rio Paranaíba.

CONCLUSÃO

O reservatório de São Simão possui uma extensa bacia de captação com 77 núcleos urbanos que despejam anualmente cerca de 2.000 toneladas de fósforo e 6.500 toneladas de nitrogênio provenientes de esgotos domésticos. A principal sub-bacia contribuinte é a do Rio Meia Ponte, seguida do Rio dos Bois, ambas em Goiás.

As sub-bacias

O reservatório de São Simão é alimentado por 10 sub-bacias correspondendo considerando às áreas de drenagem de rios, ribeirões e córregos (Fig. 4). Entretanto, 25 córregos possuem pequeno porte, tendo sido suas áreas de drenagem consideradas como fazendo parte do Entorno do reservatório e não como sub-bacias individuais.

Dentre as sub-bacias destacam-se pelo tamanho as do Rio dos Bois (GO), Rio Meia Ponte (GO) e Tijuco (MG).

REFERÊNCIAS

Esteves, F.de A. (1988).Fundamentos de Limnologia. 2 ed.Rio de Janeiro: Interciência.

Rolla, M.E. (2000). Cianobacterias in São Simão - Dam. (Apresentação de transparências), CEMIG.

Von Sperling, M. (1996) Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. 2ed. Belo Horizonte: Departamento de Engenharia Sanitária Universidade Federal de Minas Gerais.


  • Login