Mobilidade urbana e os modais de transportes
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 43

Mobilidade Urbana e os Modais de Transportes PowerPoint PPT Presentation


  • 77 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Mobilidade Urbana e os Modais de Transportes. Márcia de M enezes de Assis Gomes. Mobilidade Urbana Modais. http://veja4.abrilm.com.br/assets/images/2013/6/156143/brasil-protesto-rio-de-janeiro-20130620-73-size-598.jpg?1371787920. Qualidade do Modal X Carta de leitores (O GLOBO, 17NOV2013).

Download Presentation

Mobilidade Urbana e os Modais de Transportes

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Mobilidade urbana e os modais de transportes

Mobilidade Urbana e os Modais de Transportes

Márcia de Menezes de

Assis Gomes


Mobilidade urbana modais

Mobilidade Urbana Modais

http://veja4.abrilm.com.br/assets/images/2013/6/156143/brasil-protesto-rio-de-janeiro-20130620-73-size-598.jpg?1371787920


Qualidade do modal x carta de leitores o globo 17nov2013

Qualidade do Modal X Carta de leitores (O GLOBO, 17NOV2013)


Modal nibus

Modal: ônibus

O GLOBO, 17NOV2013

“Ainda é inexpressivo o número de veículos com ar-condicionado. É insalubre para passageiros e mais ainda para motoristas e trocadores. Não se consegue sequer encostar no banco de tão quente.”

(carta do leitor L.L.S.)


Modal nibus1

Modal: ônibus

O GLOBO, 17NOV2013

“Como atender ao pedido das autoridades municipais para que se deixe o carro em casa e se prefira o transporte público, se a maioria dos ônibus que circulam pela cidade não possui condicionador de ar?”

(carta do leitor N.N.)


Modal nibus intermunicipal

Modal: ônibus intermunicipal

Região Metropolitana do Rio

O Sistema Intermunicipal de transporte por ônibus é responsável pela movimentação de 80% dos passageiros na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

(Fonte: site da SETRANS)


Concess o de servi o de transporte

Concessão de Serviço de Transporte

Concessão

Lei Federal n° 8.987/95:

Art. 42 As concessões de serviços públicos outorgadas anteriormente (a esta Lei) são válidas pelo prazo contratual.

2º As concessões em caráter precário (permissões), as que estiverem com prazo vencido e as que estiverem em vigor por prazo indeterminado permanecerão válidas pelo prazo necessário à organização das licitações


Modal nibus intermunicipal1

Modal: ônibus intermunicipal

Concessão Intermunicipal de Ônibus

Processos 2012/0263881-8 e 2012/0216674-6 (STJ)

Ações movidas pelo MPERJ contra o DETRO/RJ e a Viação Paraíso visando a declaração de nulidade de todos os instrumentos outorgados sem licitação, bem como a condenação do ERJ a realizar licitação das linha exploradas pela empresa.


Modal nibus intermunicipal2

Modal: ônibus intermunicipal

Concessão Intermunicipal de Ônibus

(...) visando a continuidade do serviço público de transporte e o interesse de toda coletividade, autoriza-se a realização do procedimento licitatório no prazo de até 1 ano, independentemente do trânsito em julgado, momento em que cessam os efeitos dos contratos em questão.

(STJ, proc. 2012/0263881-8)


Modal nibus intermunicipal3

Modal: ônibus intermunicipal

Concessão Intermunicipal

Decisão STJ > Obrigatoriedade de licitar até, no máximo, um ano (linhas operadas pela Viação Paraíso e Santa Luzia).

(decisão em 19SET2013, publicada em 26SET2013).


Modal nibus intermunicipal4

Modal: ônibus intermunicipal

Concessão Intermunicipal de Ônibus

Inventário (DETRO):

  • Em 2001, foram encaminhados, pelo DETRO, 24 Editais de Concorrência para permissão de transporte intermunicipal de passageiros.

    Fonte: SCAP


Modal nibus intermunicipal5

Modal: ônibus intermunicipal

Concessão Intermunicipal de Ônibus

Inventário (DETRO):

  • Em 2004 > 40 Editais de Concorrência para concessão de serviço de transporte intermunicipal de passageiros;

  • Em 2005 e 2006 > 5 Editais, em cada ano (transp. complementar “de baixa capacidade”);

    Fonte: SCAP


Modal nibus intermunicipal6

Modal: ônibus intermunicipal

Concessão Intermunicipal de Ônibus

Inventário (DETRO):

  • Em 2007 > 6 Editais de Concorrência (um para concessão de linha de ônibus);

  • Em 2008, 3 Editais (1 para transp. Compl.);

  • Em 2009> um Edital de Concorrência para concessão de linhas de ônibus ligando a Baixada Fluminense à Barra da Tijuca;

  • Em 2010 > um Edital para concessão das linhas de ônibus ligando Maricá e Itaboraí

    Fonte: SCAP


Modal nibus intermunicipal7

Modal: ônibus intermunicipal

O TCE

E A MOBILIDADE URBANA


Modal nibus intermunicipal8

Modal: ônibus intermunicipal

TCE-RS

O TCE-RS, em dezembro/2012, determinou que o valor das tarifas fossem recalculadas, o que reduziu, na época, as passagens de R$ 3,10 para R$ 3,05. Posteriormente, foi reduzida para R$ 2,85, com a redução do PIS/COFINS.


Modal nibus intermunicipal9

Modal: ônibus intermunicipal

TCE-RJ

Auditorias na AGETRANSP em 2013:

  • Processo TCE-RJ 108.045-8/13 > serviço de transporte aquaviário;

  • Processo TCE-RJ 116.062-4/13 > serviço de transporte ferroviário.


Modal nibus intermunicipal10

Modal: ônibus intermunicipal

Demais Órgãos auditados no âmbito dos transportes (2013):

  • RIOTRILHOS;

  • Casa Civil (aquisição de trens para a Linha 4);

  • CENTRAL (teleférico do Alemão).


Mobilidade urbana modais1

Mobilidade Urbana Modais


Mobilidade urbana bondes

Mobilidade Urbana (Bondes)

“Os velhinhos sobem morros onde os novinhos não chegam.” Fonte: http://www.deolhonacapital.com.br

Fonte: olhares.uol.com.br


Mobilidade urbana barcas

Mobilidade UrbanaBarcas

1.300 passageiros

(Fonte: CCR)

2.000 passageiros

(Fonte: CCR)


Mobilidade urbana

Mobilidade Urbana

Transporte Aquaviário

  • Inexiste conexão entre o Aeroporto Antônio Carlos Jobim e o Santos Dumont;

  • Operação, de forma irregular, entre Cocotá – Praça XV (tempo de viagem: 55 minutos);

  • Inexiste ligação São Gonçalo – Praça XV (cerca de 60% dos usuários das barcas são provenientes de São Gonçalo).


Mobilidade urbana modal vlt

Mobilidade Urbana Modal VLT

http://urbecarioca.blogspot.com.br/2013/01/a-curiosa-promessa-e-o-veiculo-leve.html


Mobilidade urbana modal trem urbano

Mobilidade Urbana Modal Trem Urbano

Fonte: Supervia


Mobilidade urbana1

Mobilidade Urbana

Fonte: ta.org.br


Mobilidade urbana2

Mobilidade Urbana

Modais desconectados

Exemplos:

  • Bicicletário > Metrô, Trens, Barcas, BRTs;

  • Barcas/Metrô (Linha 2 não concluída);

  • Aeroportos/Rodoviária.


Mobilidade urbana3

Mobilidade Urbana

Novas “Modalidades”

Exemplos:

  • Carsharing;

  • VLTs > 400 passageiros;

  • BRT-Rio > 140/180 passageiros;

  • Aeromóvel (tecnologia brasileira) > 300 pax (RS);

  • HSST (Trem de levitação magnética).


Mobilidade urbana4

Mobilidade Urbana

RIO: CONTEXTO HISTÓRICO

  • Plano Agache (década de 30) > INTERMODAL;

  • Linhas Policromáticas de Doxiádis (década de 60) > RODOVIÁRIO;


Mobilidade urbana5

Mobilidade Urbana

Plano Agache: Metrô até Sta Cruz interligando com a linha férrea


Mobilidade urbana relat rio com foco no plano diretor

Mobilidade UrbanaRelatório com foco no Plano Diretor

CONTEXTO ATUAL

Estudos efetuados (Abril/2005), com foco no desenvolvimento do Plano Diretor de Transporte Urbano da Região Metropolitana do Rio de Janeiro apontam para uma mudança em relação às Linhas Policromáticas (desenvolvidas na década de 60),que previam apenas ligações viárias.


Mobilidade urbana relat rio com foco no plano diretor1

Mobilidade UrbanaRelatório com foco no Plano Diretor

CONTEXTO ATUAL

No que diz respeito à ligação Gávea – Tijuca (Linha Verde) é estudada a possibilidade de sistema sobre trilhos.


Mobilidade urbana6

Mobilidade Urbana

Caderno de Referência para Elaboração de Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob)

O PlanMob destaca a importância do Metrô devido a características relevantes, tais como:

  • Permite o transporte de grandes contingentes (transporte de alta capacidade);

  • Não sobrecarrega a infraestrutura viária;

  • Reduz a poluição ambiental.


Mobilidade urbana7

Mobilidade Urbana

BREVE HISTÓRICODO METRÔ

  • Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica do Metropolitano do Rio de Janeiro (1968);

  • Execução (Linha 1): 1979/1982 (Estado)

    1998/2009 (Concessão);

  • Extensão (Linha 4): 2012/2016 > Olimpíada.


Mobilidade urbana8

Mobilidade Urbana

METRÔ: PB x Executivo

  • Projeto Original do METRÔ > não executado;

  • Projeto Original da Linha 4 > descartado;

  • Implantação da Linha 4 > Olimpíada.


Mobilidade urbana9

Mobilidade Urbana

Extensão do Metrô no mundo:

  • Pequim >442 km;

  • Shanghai > 437 km (em 18 anos);

  • Londres > 402 km;

  • Seul > 326 km (início: 1974 = São Paulo);

  • Paris > 218 km;

  • Barcelona > 119 km;

  • São Paulo > 74,3 km;

  • Rio de Janeiro > 40,9 km.

    Fonte: World Metro Database


Tra ado da linha 4 do metr do rio original x atual

Traçado da Linha 4 do Metrô do RioOriginal X Atual

Fonte: http://gc.oempreiteiro.com.br/


Tra ado da linha 4 do metr do rio original x atual1

Traçado da Linha 4 do Metrô do RioOriginalX Atual

A opção de conectar a Barra a Ipanema, ao invés de passar pelos bairros do Humaitá, Lagoa e Jardim Botânico, foi, segundo o Governo Estadual, melhor do que o projeto original, pois em vez de transportar 160 mil passageiros/dia, o metrô levará 300 mil usuários/dia.


Tra ado da linha 4 do metr do rio original x atual2

Traçado da Linha 4 do Metrô do RioOriginalX Atual

A Linha 1 terá condições de suportar o aumento da demanda provocado por seu próprio crescimento e pela inauguração a Linha 4 ?


Linha 4 do metr do rio

Linha 4 do Metrô do Rio

Estudos de Demanda de passageiros da Linha 4 do Metrô (FGV Projetos):

As pesquisas de preferência com potenciais usuários apontou a tarifa como um ponto secundário na tomada de decisão, quando comparada com o tempo de viagem.


Linha 4 do metr do rio1

Linha 4 do Metrô do Rio

Alfred Agache, ao discorrer sobre o Metropolitano e sua Extensão in

A Cidade do Rio de Janeiro: Remodelação – Extensão e Embelezamento (1926-1930.):

(...) as distâncias numa aglomeração urbana não devem ser calculadas como distâncias geográficas, mas como distâncias práticas, que não exprimem os quilômetros, mas a duração de deslocamento (...).


Mobilidade x tempo

Mobilidade X Tempo


Transporte sobre rodas

Transporte sobre Rodas

Jaime Lerner:

O veículo é o cigarro do futuro.


E por que metr transporte de alta c apacidade

E por que METRÔ ? (Transporte de Alta Capacidade)


Obrigada

OBRIGADA!


  • Login