1ª Aula
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 34

1ª Aula Contabilidade Gerencial PowerPoint PPT Presentation


  • 104 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

1ª Aula Contabilidade Gerencial. Ricardo Razuk, M.Sc. Fevereiro de 2012. Conceitos Básicos de Custos. ESCOPO DA ANÁLISE DE CUSTOS. PARA FINS DE CONTABILIDADE FINANCEIRA. PARA FINS GERENCIAIS. CUSTOS para fins de CONTABILIDADE FINANCEIRA. Avaliação de estoques.

Download Presentation

1ª Aula Contabilidade Gerencial

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


1 aula contabilidade gerencial

1ª AulaContabilidade Gerencial

Ricardo Razuk, M.Sc.

Fevereiro de 2012


1 aula contabilidade gerencial

Conceitos Básicos de Custos


1 aula contabilidade gerencial

ESCOPO DA ANÁLISE

DE CUSTOS

PARA FINS DE

CONTABILIDADE

FINANCEIRA

PARA FINS

GERENCIAIS


1 aula contabilidade gerencial

CUSTOS

para fins de

CONTABILIDADE FINANCEIRA

Avaliação de estoques

Apuração do CSP / CPV / CMV

para o resultado

Contábil/Financeiro


1 aula contabilidade gerencial

CUSTOS para fins

GERENCIAIS

Controle

Tomada de Decisões


1 aula contabilidade gerencial

CONTABILIDADE

FINANCEIRA

GERENCIAL

O público-alvo são os usuários

externos: acionistas, credores,

fisco, empregados, etc

O público-alvo são os usuários internos

ou da cadeia de suprimentos, que visam:

planejamento, execução, controle e

avaliação do desempenho (feedback)

Ênfase nos fatos contábeis

das atividades passadas

Ênfase nas decisões

que afetam o futuro

São enfatizados a objetividade e a

consistência dos dados, sendo

obrigatório observar os princípios

contábeis geralmente aceitos

São enfatizados a relevância

dos dados, sem precisar

seguir os princípios

contábeis geralmente aceitos


1 aula contabilidade gerencial

TERMINOLOGIA

DE

CUSTOS

(para fins gerenciais)

O termo CUSTO é utilizado de

forma ampla englobando o

conceito de despesa


1 aula contabilidade gerencial

DEFINIÇÃO DE CUSTOS

para

USUÁRIOS INTERNOS

(para fins gerenciais)

Medida de todos os recursos

usados para se

obter / produzir / vender e

entregar os produtos

ou serviços


Classifica o de custos

Classificação de custos

Em relação

ao produto / serviço

(Objeto de Custo)

Custos diretos

Custos indiretos


1 aula contabilidade gerencial

OBJETO DE CUSTO

PRODUTO

SERVIÇO

PROJETO

CLIENTE

CATEGORIA DE PRODUTOS OU SERVIÇOS

DEPARTAMENTO

UNIDADE DE NEGÓCIOS

ATIVIDADE


1 aula contabilidade gerencial

CUSTOS DIRETOS E INDIRETOS

(Rastreamento em relação

ao objeto de custo)

CUSTOS DIRETOS

São aqueles diretamente atribuíveis

ao produto ou serviço, de forma

clara, específica e exclusiva

CUSTOS INDIRETOS

São aqueles que dependem de um

critério de rateio para serem

apropriados ao produto ou serviço


1 aula contabilidade gerencial

  • Custos Diretos x Custos Indiretos

  • A classificação de um custo como Direto ou Indireto a um produto/serviço está ligada à nossa capacidade de rastreamento do custo ao produto/serviço;

  • Custos Diretos: aqueles que podem ser rastreados ao produto sem necessidade de rateio;

  • Custos indiretos: os demais custos;

  • Custo Total do Produto: Custo Direto + uma parcela “justa” dos Custos Indiretos.

12


Classifica o de custos1

Classificação de custos

Em relação ao volume

de produção / venda

(Nível da atividade)

Custos fixos

Custos variáveis


1 aula contabilidade gerencial

CUSTOS FIXOS E VARIÁVEIS

(comportamentoem relação

ao nível da atividade)

CUSTOS VARIÁVEIS

Custos que variam

proporcionalmente as alterações

no nível da atividade

CUSTOS FIXOS

Custos que permanecem

constantes mesmo com as

alterações no nível da atividade


1 aula contabilidade gerencial

  • Custos Fixos x Custos Variáveis

  • A classificação de um custo como Fixo ou Variável está ligada ao comportamento do custo à medida que o volume de produção (vendas) do produto varie;

  • Custos Variáveis: aqueles que no seu total variam com o volume de produção/vendas do produto;

  • Custos Fixos: aqueles que permanecem em determinado patamar independente de variações no volume (desde que tais variações não fujam a certos limites);

15


Regra de bolso

‘Regra de bolso’

Pense nos custos fixos como um total.

Os custos fixos totais permanecem

inalterados, independentemente das

mudanças no volume de produção/vendas.

16


Regra de bolso1

‘Regra de bolso’

Pense nos custos variáveis na base unitária.

O custo variável por unidade permanece

inalterado, independentemente das mudanças

no volume de produção/vendas

17


Faixa relevante

Faixa relevante

— A ‘regra de bolso’ mantém-se verdadeira apenas dentro de limites razoáveis.

— A faixa relevanteé o limite do nível de atividade dentro do qual um relacionamento específico entre custos e nível de atividade é válido.

18


Faixa relevante1

Faixa relevante

$ 16 000 –

$ 12 000 –

$ 8 000 –

$ 4 000

Custos fixos

Faixa

relevante

0 500 1 000 1 500 2 000 2 500

Volume em unidades

19


1 aula contabilidade gerencial

  • Margem de Contribuição

  • Por definição: diferença entre o preço de venda e os custos variáveis

  • Margem de Contribuição Unitária (MCU): diferença entre o preço do produto/serviço (P) e o custo variável unitário (CVU)

    • MCU = P – CVU

  • Margem de Contribuição Total (MCT): diferença entre a receita total de venda do produto/serviço e os custos variáveis totais (CVT)

    • MCT = (PxV) - CVT

20


Margem de contribui o x margem bruta

Margem de contribuição X margem bruta

Margem bruta(também chamada de ‘lucro

bruto’) é o excesso de vendas sobre o custo dos

produtos vendidos.

Margem de contribuiçãoé o excesso de vendas

sobre custos e despesas variáveis.

21


1 aula contabilidade gerencial

EQUAÇÃO DO LUCRO

  • Lucro = Receita Total – Custo total =>

  • L = RT – CT

    • Receita total = Preço unitário x volume de vendas =>

      RT = Punx V

    • Custo total = Custo variável unitário x volume + custo fixo total =>

      CT = (CVUN x V) + CF

L = (PUN x V) – [(CVUN x V)+ CF]

L = PUN x V – CVUN x V - CF


1 aula contabilidade gerencial

L = PUN x V – CVUN x V – CF

L = (PUN – CVUN) x V – CF

Margem de contribuição unitária:

MCUN = PUN – CVUN

Logo:

L = (MCUN x V) – CF

V = CF + L

MCUN

Ou:

EQUAÇÃO DO LUCRO


An lise custo volume lucro cvl

Análise custo–volume–lucro (CVL)

Que é análise custo–volume–lucro?

É o estudo dos efeitos do volume de

produção nas receitas (vendas), nas

despesas (custos) e no resultado (lucro).

24


Cen rio cvl

Cenário CVL

UnitárioPorcentagem

Preço de vendas$ 5100

Custo variável$ 4 80

Diferença$ 1 20

Aluguel $ 2 000

Mão-de-obra $ 5 500

Outros$ 500

Total de despesas fixas mensais = $ 8 000

25


1 aula contabilidade gerencial

  • Análise Custo-Volume-Lucro

  • Definição de Ponto de Equilíbrio (Break-even Point): volume de vendas para o qual o lucro é igual a zero;

  • Equação do Lucro

    • Lucro = (P – CVU)x Volume de vendas – CFT

    • Lucro = MCU x Volume de vendas – CFT

      • Onde MCU: Margem de Contribuição Unitária

      • CFT: Custos Fixos totais

  • Cálculo do Ponto de Equilíbrio: CFT / MCU

26


Margem de seguran a

Margem de segurança

— A margem de segurançamostra quanto as vendas podem cair abaixo do nível planejado, antes que ocorram prejuízos.

Unidades de vendas planejadas

Unidades de vendas no ponto de equilíbrio

=

Margem de segurança

27


Ponto de equil brio

Ponto de equilíbrio

— Ponto de equilíbrio é o nível de vendas no qual a receita se iguala às despesas e o lucro é zero.

28


T cnicas do ponto de equil brio

Técnicas do ponto de equilíbrio

— Há duas técnicas básicas para calcular o ponto de equilíbrio:

Margem de contribuição.

Equação.

29


T cnica da margem de contribui o

Técnica da margem de contribuição

Unitário

Preço de venda$ 5

Custo variável$ 4

Margem de contribuição$ 1

CF $ 8 000 ÷ MC $ 1 = 8 000 unidades

30


T cnica da equa o

Técnica da equação

Lucro igual a zero no ponto de equilíbrio

Vendas

Custos variáveis

Custos fixos

Lucro zero (ponto de equilíbrio)

=

31


T cnica da equa o1

Técnica da equação

Sendo V = volume de unidades a ser vendidas

no ponto de equilíbrio:

$ 5V – $ 4V – $ 8 000 = 0

$ 1V = $ 8 000

V = $ 8 000 ÷ $ 1

V = 8 000 unidades

32


T cnica da equa o2

Técnica da equação

Sendo R = vendas em unidades monetárias parao ponto de equilíbrio:

R – 0,80R – $ 8 000 = 0

0,20R = $ 8 000

R = $ 8 000 ÷ 0,20

R = $ 40 000

33


Gr fico custo volume lucro

Gráfico custo–volume–lucro

Ponto de equilíbrio em vendas

8 000 unidades ou $40 000

$ 50 000

$ 40 000

Unidades monetárias

$ 30 000

Linha da Receita de Vendas

Linha do Custo Total

$ 20 000

Linha dos Custos Fixos

$ 10 000

$0

0

2

4

6

8

10

12

Unidades (milhares)

34


  • Login