Citoplasma
Download
1 / 33

Citoplasma - PowerPoint PPT Presentation


  • 222 Views
  • Uploaded on

Citoplasma. Representa 50% do volume celular. O citoplasma (hialoplasma) é formado por um líquido viscoso chamado citosol ; É constituído basicamente por íons, proteínas, lipídios, glicídios, sais minerais, água etc.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Citoplasma' - naiara


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Citoplasma

Citoplasma

Representa 50% do volume celular.

O citoplasma (hialoplasma) é formado por um líquido viscoso chamado citosol;

É constituído basicamente por íons, proteínas, lipídios, glicídios, sais minerais, água etc.

Nele, as substâncias obtidas no ambiente extracelular são processadas, fornecendo energia e matéria prima para o metabolismo celular. É também no citoplasma que ocorre a produção da maior parte das substâncias necessárias ao funcionamento da célula.


Citoplasma de c lulas eucari ticas
Citoplasma de Células Eucarióticas

  • Corresponde a toda a região entre a membrana plasmática e o núcleo celular; esta região é composta pelo citosol, rico em organelas celulares e também pelo citoesqueleto.

  • O citoesqueleto é formado por tubos e filamentos proteicos (microtúbulos, filamentos intermediários e microfilamentos), o qual define a forma e permite os movimentos no interior da célula (ciclose).

  • As organelas celulares são estruturas membranosas que atuam como pequenos órgãos no interior da célula; cada uma dessas estruturas desempenham uma determinada função na célula.

  • As células eucarióticas podem ser: animais, protistas, fungos e plantas.




Estruturas existentes no citoplasma das c lulas eucari ticas
Estruturas existentes no citoplasma das células eucarióticas

  • Citoesqueleto

  • Centríolos (13)

  • Organelas celulares:

    • Retículo Endoplasmático Rugoso (5)

    • Retículo endoplasmático liso (8)

    • Complexo golgiense (6)

    • Lisossomos (10)

    • Ribossomos (3)

    • Peroxissomos(12)

    • Mitocôndrias (9)

    • Cloroplastos

    • Vacúolo


Citoesqueleto

Citoesqueleto eucarióticas

Exclusivo de células eucarióticas.

Complexa rede de filamentos e tubos de proteínas (microtúbulos, filamentos intermediários e microfilamentos) que confere/permite sustentação interna da célula, adesão celular, ciclose, movimentos celulares, manutenção da disposição das organelas no interior da célula etc.

A principal proteína presente na constituição do citoesqueleto, mais precisamenre, na constituição dos microtúbulos, é a tubulina.


Citoesqueleto eucarióticas

  • Os microfilamentos são formados por proteínas actina e miosina, as quais desempenham um papel fundamental no processo de contração e na distensão das células musculares.


Citoesqueleto eucarióticas


Centr olos
Centríolos eucarióticas

  • Presentes em células animais, protistas, briófitas e pteridófitas.

  • Estão sempre aos pares e dispostos perpendicularmente um em relação ao outro;

  • Cilindro oco constituídos por 9 grupos de 3 microtúbulos proteicos cada.

  • Função:

    • Participam do processo de divisão celular.

    • Participam da constituição dos cílios (curtos e numerosos) e flagelos (longos e 1 ou 2 por célula).


Centríolos eucarióticas


Organelas celulares
Organelas Celulares eucarióticas

  • Retículo endoplasmático liso (agranular)

    • Rede de canais cilíndricos sem ribossomos aderidos à face externa da sua membrana.

    • Funções:

      • Síntese de lipídios;

      • Degradação de substâncias tóxicas para a célula;

      • Produção de hormônios esteroides (exemplos: progesterona, estrógeno e testosterona – hormônios sexuais).


Organelas celulares1
Organelas Celulares eucarióticas

  • Retículo endoplasmático rugoso (granular)

    • Rede de canais achatados, com aspecto granuloso devido a presença de ribossomos aderidos à face externa da sua membrana.

    • Funções:

      • Atua na produção de proteínas que deverão ser encaminhadas ao meio extracelular.

      • Atua na produção de lipídios (ex.: fosfolipídios e colesterol).

      • Auxilia na produção de enzimas lisossômicas, que irão atuar nos lisossomos no processo de digestão intracelular.




Organelas celulares2
Organelas Celulares eucarióticas

  • Complexo Golgiense

    • Conjunto de bolsas (cisternas) achatadas, empilhadas umas sobre as outras (sáculos lameliformes), de onde partem vesículas secretoras.

    • Face cis: voltada para o retículo endoplasmático rugoso (recebe proteínas e lipídios do retículo).

    • Face trans: oposta ao retículo rugoso; desta parte desprendem-se as vesículas secretoras processadas no complexo goldiense.

    • As vesículas secretoras podem seguir 3 caminhos: para fora da célula (exocitose), para os lisossomos ou para a membrana plasmática.


Complexo eucarióticasgolgiense

  • Funções:

    • Empacotar, modificar e secretar substâncias para o meio extracelular.

    • Nos espermatozoides, dá origem ao acrossomo, que contém enzimas para a penetração no óvulo.


Complexo eucarióticasgolgiense


Organelas celulares3
Organelas Celulares eucarióticas

  • Lisossomos

    • Vesícula membranosa arredondada repleta de enzimas em seu interior.

    • Originam-se a partir do complexo golgiense e permanecem no citoplasma até se fusionarem com materiais a serem digeridos.

    • Funções:

      • Realizar a digestão intracelular (heterofágica) a partir de enzimas digestórias contidas no interior do lisossomo.

      • Responsável pela apoptose e renovação celular (autofágica).


Lisossomos eucarióticas


Organelas celulares4
Organelas Celulares eucarióticas

  • Peroxissomos

    • Vesícula membranosa, de contorno arredondado, repleta de enzimas que utilizam o oxigênio para oxidar substâncias orgânicas (adicionar oxigênio às moléculas orgânicas).

    • Contém a enzima catalase.

    • As enzimas contidas nos peroxissomos são produzidas por ribossomos existentes no citosol.

    • Funções:

      • Degradar o peróxido de hidrogênio (produto da oxidação das substâncias orgânicas) através da enzima catalase, a qual transforma o H2O2 em água e em oxigênio.

      • Atuam na desintoxicação do organismo em relação a certas substâncias, como o etanol.


Peroxissomos eucarióticas


Organelas celulares5
Organelas Celulares eucarióticas

  • Ribossomos

    • Constituído por duas subunidades proteicas, a subunidade menor e a subunidade maior acopladas entre si e associadas a uma molécula de ácido ribonucleico ribossômico (RNAr).


Ribossomos
Ribossomos eucarióticas

  • Funções:

    • Sintetizar proteínas para a célula.

    • Para ocorrer a síntese de proteínas o ribossomos deve associar-se a uma molécula de ácido ribonucléico mensageiro (RNAm), para que possa traduzir a sua informação.


Ribossomos1
Ribossomos eucarióticas

  • Polirribossomos: vários ribossomos associados a um mesmo RNAm para dar origem à várias moléculas protéicas idênticas.


Organelas celulares6
Organelas Celulares eucarióticas

  • Vacúolo da célula vegetal

    • Exclusiva de células vegetais.

    • Uma grande vesícula delimitada por membrana lipoproteíca denominada tonoplasto.

    • Chega a ocupar até cerca de 95% do volume da célula.

    • Nas células jovens são pequenos e numerosos, já nas células adultas, ocorre a fusão destes vacúolos dando origem a uma única e grande vesícula.

    • Surgem a partir do retículo endoplasmático ou do complexo golgiense.

    • Apresenta uma membrana lipoprotéica denominada tonoplasto e contém uma solução aquosa em seu interior.

    • Funções:

      • Armazenamento de substâncias;

      • Digestão intracelular.


Vacúolo eucarióticas

  • Função:

  • Armazenamento de água, íons, carboidratos, aminoácidos e proteínas.

  • Atua, também, como organela armazenadora de resíduos indesejáveis do metabolismo celular (ex.: borracha das seringueiras)


Vacúolo eucarióticas

Vacúolo


Organelas celulares7
Organelas Celulares eucarióticas

  • Mitocôndrias

    • Constituída dos duas membranas, uma externa, lisa, e uma interna, com invaginações formando as cristas mitocondriais. Essas cristas delimitam a matriz mitocondrial.

    • Na matriz mitocondrial encontram-se dispersos inúmeros mitoribossomos e várias moléculas de DNA circulares.

    • Apresenta capacidade de autoduplicação.


Mitocôndrias eucarióticas

  • Funções:

    • Organela responsável pelo processo de respiração celular aeróbica.


Organelas celulares8
Organelas Celulares eucarióticas

  • Cloroplastos

    • Composto por duas membranas lipoproteícas (envelope) e um líquido que preenche o interior chamado estroma (nele encontramos ribossomos, DNA e RNA). Ligados à membrana interna encontramos os tilacóides (pequenos discos achatados organizados na forma de granum; o conjunto de granum recebe o nome de grana), neles estão as moléculas de clorofila.

    • Possuem capacidade de autoduplicação.

    • São responsáveis pelo processo fotossintético.


Cloroplastos eucarióticas

  • Funções:

    • Organela responsável pela produção de glicose (molécula orgânica) dos organismos fotossintetizantes.

    • Organismos que produzem o seu próprio alimento são chamados de autótrofos.


C lula procari tica
Célula Procariótica eucarióticas


Citoplasma de c lulas procari ticas
Citoplasma de Células Procarióticas eucarióticas

  • Corresponde a toda a região delimitada pela membrana plasmática, a qual é composta pelo citosol.

  • O citoplasma das células procarióticas são relativamente mais simples que o das células eucarióticas, pois a única organela celular existente são os ribossomos.

  • O cromossomo circular das células procarióticas fica disperso no citoplasma; além desta longa molécula de DNA, há moléculas de DNA circular menores, denominados plasmídios.

  • Os plasmídios estão relacionados aos mecanismos de resistência aos antibióticos.


ad