O Processo do Planejamento Estratégico
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 35

O Processo do Planejamento Estratégico PowerPoint PPT Presentation


  • 62 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

O Processo do Planejamento Estratégico. Módulo 4.3 Análises dos Ambientes Ambiente Geral – 2013 Prof. Msc Wilter Furtado. Etapas do Processo de Planejamento Estratégico. Etapas do Planejamento Estratégico. Etapa 1. Etapa 2. Etapa 3. Etapa 4. Controle Estratégico. Análise dos

Download Presentation

O Processo do Planejamento Estratégico

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


O processo do planejamento estrat gico

O Processo do Planejamento Estratégico

Módulo 4.3 Análises dos Ambientes

Ambiente Geral – 2013

Prof. Msc Wilter Furtado


O processo do planejamento estrat gico

Etapas do Processo de Planejamento Estratégico


O processo do planejamento estrat gico

Etapas do Planejamento Estratégico

Etapa 1

Etapa 2

Etapa 3

Etapa 4

Controle

Estratégico

Análise dos

Ambientes

Definição

das

Diretrizes

Formulação e

Implementação

da

Estratégia

Externo

Interno

Missão

Objetivos

Feedbackou Realimentação

Adaptado de Certo & Peter – Administração Estratégica,


O processo do planejamento estrat gico

Ações Estratégicas

Formulação da Estratégia

Implementação da Estratégia

Estratégia no

Nivel de Negócios

Rivalidade e

Dinâmica

Competitivas

Estratégia no

Nivel Corporativo

Governança

Corporativa

Controle e

Estrutura

Organizacional

Ações Estratégicas

Estratégias de

Aquisição e

Reestruturação

Estratégia

Internacional

Estratégia

Cooperativa

Liderança

Estratégica

Empreendedorismo

Estratégico

Res. Estratégicos

Competitividade

Estratégica

Retorno acima da média

Feedback ou Realimentação

Adaptado de Hitt et al – Administração Estratégica, 2ª – SP, Cengage Learning 2008 pg. 5


Ambiente organizacional

Ambiente Organizacional

O ambiente organizacional, não significa apenas o

ambiente físico no qual a organização se insere;

compõe-se de todos os fatores internos e externos,

que podem influenciar na realização dos seus objetivos.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Componentes do Ambiente Organizacional


O processo do planejamento estrat gico

Social

GERAL

OPERACIONAL

Social

Tecnológico

ORGANIZAÇÃO

Mão de obra

INTERNO

Fornecedor

Aspectos:

Organizacionais

Marketing

Financeiros

Pessoas

Produção

Político

Cliente

Legal

Concorrência

Internacional

Econômico


An lise dos ambientes objetivos

Análise dos Ambientes - Objetivos

A análise dos ambientes, são processos de leitura e

monitoramento dos ambientes organizacionais, com o

objetivo de identificar as ameaças e as oportunidades,

presentes e futuras, para a empresa e para os seus

negócios assim como, para avaliar as suas forças e

fraquezas no ambiente interno.


O processo do planejamento estrat gico

Analises do Ambiente Geral


O processo do planejamento estrat gico

Composição do Ambiente Geral

  • O Ambiente Geral, ou maior componente do ambiente

  • organizacional, se compõe de forças que podem impactar,

  • positiva ou negativamente os negócios, no presente ou

  • no futuro.

  • Forças Políticas

  • Forças Legais

  • Forças Econômicas

  • Forças Sociais


O processo do planejamento estrat gico

Exemplo de análise do Ambiente Geral


O processo do planejamento estrat gico

Empresa Matriz

INDERCAL – Indústria de Derivados de Carnes Ltda

Sede:

Ituiutaba – MG – 5 Filiais: Goiás – São Paulo - Mato Grosso 25 anos de existência.

Principais produtos: Derivados de carnes: suína, bovina, farinhas de

carne e de osso.

Principais clientes:

Internos: Supermercados – Restaurantes - Fábrica de Rações

Externos: Redes de distribuidores (Europa e EUA)

Principais fornecedores: Produtores Rurais, Produção Própria e Granjas

Tipo jurídico: Sociedade anônima

2.560 colaboradores

Distribuição interna: Frota Própria


O processo do planejamento estrat gico

Forças Econômicas

O componente econômico, revela como os recursos são distribuídos e usados dentro do ambiente geral,

e permite analisar as influências de tal distribuição

sobre a empresa e sobre os seus negócios


O processo do planejamento estrat gico

Forças Econômicas

Oportunidades:

Aumento da demanda interna, pela melhoria da renda, do nível de emprego, e surgimento de nova classe de consumidores

Espaços criados para novos investimentos no setor...para atender as exigências do mercado interno e externo.

Fundamentos da economia brasileira (risco país, balança de pagamentos, reservas).

Bom fluxo - embora tenha reduzido - de capitais externos.

Dificuldades de negócios com o mercado externo.

Dólar desvalorizado, em relação ao Real.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Econômicas

  • Oportunidades:

  • Promessas do governo em implementar as obras do PAC.

  • Promessas do governo, de investir e fomentar investimentos em TI – Setor de energia – Setor de Transportes.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Econômicas

  • Ameaças:

  • Crise na economia europeia.

  • Dólar desvalorizado em relação ao real.

  • Crises políticas nos países árabes. .

  • 4.Dificuldades para o crédito e juros elevados.

  • 5Spreedbancário muito alto.

  • 6Baixo preço das commodities no mercado externo.

  • 7.Incertezas quanto à taxa de juros.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Econômicas

  • Ameaças:

  • Elevada carga tributária.

  • Baixo nível de investimentos do governo em infra-estruturas; e no financiamento do setor.

  • Sinais preocupantes sobre as inflação e sobre o PIB, para 2013;

  • Precariedade da política portuária

  • Obrigatoriedade, da adoção da política de Desoneração da Folha de Pagamento, por todas as empresas do setor.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Sociais

O componente social, descreve as características da sociedade na qual a empresa esta inserida, permitindo definir as influências de tais características sobre os negócios.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Sociais

Oportunidades:

Mudanças nos hábitos alimentares das famílias, buscando a preservação ou melhoria da qualidade de vida.

Aumento da longevidade das pessoas.

Surgimento de novas classes de consumidores.

Maior longevidade das pessoas no trabalho.

Excesso de programas sociais.

Adiamento das famílias, no que se refere à maternidade e à paternidade.

Inserção da mulher no mercado de trabalho.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Sociais

  • Oportunidades:

  • 8.Culto ao corpo e à beleza, aumentando a procura por produtos light, criando vários mercados potenciais.

  • 9.Baixa mobilidade social, facilitando a distribuição geográfica dos produtos.

  • População altamente consciente sobre os problemas sociais, e sobre a responsabilidade social.

  • Nível de emprego

  • Flexibilidade ,dos juros e do crédito.

  • População de jovens, procurando, o mais cedo possível, espaços no mercado de trabalho.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Sociais

  • Oportunidades:

  • 14.População, focada na troca constante, de produtos de altas tecnologias.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Sociais

  • Ameaças:

  • 1.Alto índice de diabéticos (com colesterol ruim); Preocupações com o corpo e saúde.

  • 2.Tendência, de mudança dos hábitos alimentares como medida de saúde, de forma preventiva.

  • 3.Baixo nível educacional e sociocultural, da população.

  • 4.Inserção acelerada da mulher, no mercado de trabalho.

  • 5.População de jovens, procurando, o mais cedo possível, espaços no mercado de trabalho.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Sociais

  • Ameaças:

  • 6.Excesso de programas sociais.

  • 7.População, focada na troca constante, de produtos de altas tecnologias.

  • 8.Surgimento de uma classe de consumidores mais exigentes, e conscientes.

  • 9.Maior longevidade das pessoas no trabalho.

  • 10.Flexibilização dos juros e do crédito


O processo do planejamento estrat gico

Forças Políticas

Dependem dos governos, e relacionam-se com políticas setoriais, comércio internacional, políticas cambial, fiscal, salarial , sociais etc., e; permite avaliar os impactos de tais políticas sobre o negócio.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Políticas

Oportunidades

Fortalecimento e pressão dos setores:(industrial,educacional, ciência e tecnologia, petróleo, energia, comunicação, transporte, agropecuário, etc.)

Pressão de todos os setores da economia, rumo às reformas (previdenciária, política, tributária, trabalhista)

Promessa do governo em manter as políticas sociais.

Política externa sadia.

Consistência da política salarial e da renda.

Equilíbrio da política cambial.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Políticas

  • Oportunidades

  • 7.Consistência das políticas públicas (segurança publica, saúde, educação).

  • 8.Problemas com a Matriz Energética.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Políticas

  • Ameaças

  • Excesso de MPs, para decidir questões estratégicas.

  • Política de Segurança pública questionável.

  • Queda nos investimentos públicos na maioria dos setores, em função dos cortes nos orçamentos, e do desvio maciço de verbas para os programas sociais.

  • Falta de sustentabilidade na política de incentivo ao consumo.

  • Política agrícola insubsistente (preços, liquidez, produção, seguro, mercado, etc)

  • Supervalorização, de políticas para determinados setores.

  • Fragilidade de programas do governo – PAC, etc


O processo do planejamento estrat gico

Forças Políticas

  • Ameaças

  • 8.Políticas de exportação e de importação, desestimulantes.

  • 9.Temor de embate político entre o Governo e Congresso, em matérias de interesse do setor produtivo.

  • Atraso no programa de reforma agrária.

  • Problemas com a política Portuária (tarifas, tributos).

  • Relações internacionais e comerciais, fragilizadas ou lentas.

  • Risco de corte nos subsídios fiscais, do setor...

  • Perigo de Política Fiscal arrochada.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Políticas

  • Ameaças

  • Perigo iminente dos efeitos do pleno emprego.

  • Deficiência nas Políticas Públicas: transporte, saúde, educação segurança, habitacional, energia,


O processo do planejamento estrat gico

Forças Legais

O componente legal – refere-se à legislação aprovada, que prescreve regras ou leis aplicáveis a todos os membros da sociedade; notadamente, interferentes no negócio em análise.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Legais

Oportunidades:

Esperança nas reforma estruturais. (tributária, previdenciária, trabalhista, administrativa, etc)


O processo do planejamento estrat gico

Forças Legais

Ameaças:

Pressões burocráticas, e exigências absurdas, das agências reguladoras (Ibama, Iefetc, saúde, imetro, anvisa, conselhos profissionais, rastreabilidade, etc).

Legislação trabalhista arcáica.

Grande número de códigos e de leis (icms, ir, csll, ipi, issqn, pis, cofins, código consumidor, meio ambiente, previdência, além das jurisprudências)

Legislação portuária, de importação e exportação desejáveis.

Sistema de Desoneração da Folha de Pagamento.

Nova Lei das Domésticas.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Tecnológicas

O componente tecnológico, envolve as abordagens sobre as tecnologias e suas políticas, e; permite avaliar as interferências na administração de negócios, produção e distribuição de produtos, mercadorias e serviços.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Tecnológicas

Oportunidades

Aumento discreto de pesquisas no Brasil, em processos de modernização e racionalização dos fatores produtivos;

Incentivos governamentais para a educação em áreas de pesquisas e desenvolvimento tecnológico;

Financiamentos subsidiados, para a aquisição e produção de equipamentos pesquisas e desenvolvimento de produtos e processos para atender às novas demandas;

Crescimento no mercado, de tecnologias e redução do custo de equipamentos tecnológicos;

Melhorias na comunicação adotando tecnologias como fibra ótica, telefonia, internet, etc.


O processo do planejamento estrat gico

Forças Tecnológicas

Ameaças

Auto custo de pesquisas Brasil, inviabilizando a produção de tecnologias próprias

Resistência cultural à pesquisas e à inovação tecnológica;

As tecnologias ainda são caras, no Brasil;

Custo elevado, e deficiência de mão–de-obra para o uso de novas tecnologias;

Velocidade no desenvolvimento de novas tecnologias, produtos e serviços.

Aumento do E-commerce, franquias, e jointventures.


  • Login