4 os problemas na engenharia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

4. OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA PowerPoint PPT Presentation


  • 58 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

4. OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA. O que Entende por um Estudo da Engenharia? Como Você define um Problema? Quando é que surge um Problema?. OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.). Passagem para margem oposta de um rio De uma Cidade para outra De um para outro planeta Etc.

Download Presentation

4. OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


4 os problemas na engenharia

4. OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA

O que Entende por um Estudo da Engenharia?

Como Você define um Problema?

Quando é que surge um Problema?


Os problemas na engenharia cont

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • Passagem para margem oposta de um rio

  • De uma Cidade para outra

  • De um para outro planeta

  • Etc.


Os problemas na engenharia cont1

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • Em qualquer Problema há um estado original que denominamos por ESTADO A ou ENTRADA e um estado final (objectivo ou resultado), cuja a maneira de alcançar o solucionador procura e é designado como ESTADO B ou SAÍDA.


Os problemas na engenharia cont2

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

A

B

ESTADO A

ESTADO B

ENTRADA

SAIDA

FINAL

ORIGEM


Os problemas na engenharia cont3

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • Ex:

  • Minério Metal

  • Semente Flôr

  • Pessoa Pessoa

    Enferma Sã

  • Informação Informação

    na Cabeça do na Cabeça

    Docente dos Discentes


Os problemas na engenharia cont4

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • Uma Característica da maioria dos Problemas é o grande número, muitas vezes infinito, de soluções possíveis, isto é, de diferentes modos de passar de um estado de coisas para o outro.

  • De facto, se não houver diferentes meios de alcançar o resultado desejado, não haverá problema.


Os problemas na engenharia cont5

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • Também, se todas as soluções possíveis forem igualmente convenientes, o problema deixará de existir, pois um problema exige algo mais do que uma solução qualquer.

  • A base da preferência entre as soluções de alternativas possíveis, constitui o «CRITÉRIO»


Os problemas na engenharia cont6

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • Algumas Características das soluções são inevitáveis, não em decorrência de razões físicas, mas porque foram determinadas por alguém, cuja a autoridade o solucionador do problema deverá acatar.

  • Ex: Suponhamos que no problema da travessia do rio haja sido especificado que deveria ser utilizada uma Ponte.


Os problemas na engenharia cont7

OS PROBLEMAS NA ENGENHARIA (Cont.)

  • «As coisas que deverão ocorrer ou verificar-se na correcta solução de um problema, quer em virtude de razões materiais, quer por razões prévias, são denominadas por CONDICIONANTES »


Considera es gerais

CONSIDERAÇÕES GERAIS

  • Para um Engenheiro, um problema surge com a identificação de uma necessidade, de um resultado desejado, de um objectivo. Nesta fase inicial, o problema é comummente enunciado em termos muito genéricos.

  • EX1: Encontrar um meio económico de produzir energia eléctrica


Considera es gerais cont

CONSIDERAÇÕES GERAIS(Cont.)

  • EX2- Projectar um Carro para superar a concorrência no mercado e que a direcção da empresa especificou em termos gerais, o preço aproximado, a lotação e a potência do motor.

  • «Na sua maioria, os problemas da Engenharia apresentam objectivos contraditórios»


Considera es gerais cont1

CONSIDERAÇÕES GERAIS(Cont.)

  • EX3 – Projectar uma aeronave que seje segura, rápida, confortável, com grande capacidade de carga e que seja de operação e manutenção económica. Ora Vejamos:


Considera es gerais cont2

CONSIDERAÇÕES GERAIS(Cont.)

  • Se o projectistada da aeronave tudo fizer para torná-la tão segura quanto possível, a velocidade, o conforto, a capacidade e os custos operacionais serão sacrificados

  • Pelo contrário, se aumentar demais a velocidade, serão prejudicados o conforto, a capacidade, a segurança e ficará elevado o consumo de combustível.


Considera es gerais cont3

CONSIDERAÇÕES GERAIS(Cont.)

  • Assim, o Engenheiro terá que Conciliar esses critérios contraditórios, estabelecendo entre eles um equilíbrio satisfatório.

  • Esta não é uma tarefa simples, pois como medir um conforto? Quanto vale um aumento de segurança?


Considera es gerais cont4

CONSIDERAÇÕES GERAIS(Cont.)

  • Para chegar a tal solução, o Engenheiro deve aplicar os seus conhecimentos e seu talento à descoberta de muitas das possíveis alternativas e compará-las à luz de numerosos critérios intangíveis e contraditórios

  • Na falta de dados concretos, o Engenheiro recorre muito ao seu julgamento pessoal


  • Login