Curso de pedagogia l.jpg
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 19

Curso de Pedagogia PowerPoint PPT Presentation


  • 147 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Curso de Pedagogia. Prof. Livaldo Teixeira da Silva. O Brasil na era Pombalina Prof. Livaldo Teixeira da Silva [email protected] [email protected] Século XVIII - Europa. Crise do Antigo Regime; Absolutismo e mercantilismo se opõem os ideais liberais; Revoluções burguesas;.

Download Presentation

Curso de Pedagogia

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Curso de pedagogia l.jpg

Curso de Pedagogia

Prof. Livaldo Teixeira da Silva


Slide2 l.jpg

O Brasil na era PombalinaProf. Livaldo Teixeira da [email protected]@seed.pr.gov.br


S culo xviii europa l.jpg

Século XVIII - Europa

  • Crise do Antigo Regime;

  • Absolutismo e mercantilismo se opõem os ideais liberais;

  • Revoluções burguesas;


Inglaterra l.jpg

Inglaterra

  • Alterações políticas e econômicas;

  • Inicia o capitalismo industrial;


Portugal l.jpg

Portugal

  • Declínio econômico;

  • O tratado do Methuen, obriga a comprar a produção dos ingleses, impedindo seu desenvolvimento e das colônias, em troca de proteção;

  • Pagamento de dividas com matéria-prima das colônias;


Marqu s de pombal primeiro ministro l.jpg

Marquês de Pombal – Primeiro Ministro

  • Procura modernizar o reino a fim de manter o absolutismo real;

  • Combate a toda forma de oposição;


Brasil l.jpg

Brasil

  • Concorrência estrangeira a cana-de-açúcar;

  • Descoberta das minas de ouro;

  • O centro econômico se desloca para Minas Gerais e região Sul;


Minera o l.jpg

Mineração

  • Surge uma organização social diferente;

  • Urbanização;

  • Formação de uma pequena burguesia dedicada ao comércio interno;

  • Setor terciário: lojas, bodegas, armazéns, hospedarias, etc.;


Movimentos contra a opress o da metr pole l.jpg

Movimentos contra a opressão da Metrópole

  • Revolta de Felipe dos Santos;

  • Conjuração Mineira;

  • Conjuração Baiana;


Slide10 l.jpg

  • Criação de companhias para controlar o monopólio do comércio e a proibição de qualquer atividade manufatureira;

  • Centralização político-administrativa, que provoca mais descontentamentos;


A expuls o dos jesu tas l.jpg

A expulsão dos jesuítas


S culo xviii l.jpg

Século XVIII

  • Cresce a animosidade contra a Companhia de Jesus;

  • O governo temia o seu poder econômico e político, exercido maciçamente sobre todas as camadas sociais ao modelar-lhes a consciência e o comportamento;

  • Resistência dos indígenas à escravidão com o apoio da Companhia de Jesus;


1759 expuls o dos jesu tas l.jpg

1759 – Expulsão dos Jesuítas

25 residências;

36 missões;

17 seminários;

Sem contar seminários menores e as escolas de ler e escrever;


A reforma pombalina l.jpg

A Reforma Pombalina

  • Bens dos padres confiscados;

  • Livros e manuscritos destruídos;

  • Nenhuma organização escolar, de imediato;

  • Índios entregues a própria sorte;

  • Retrocesso de todo sistema educacional;


1772 ensino p blico oficial l.jpg

1772 – Ensino público oficial

  • A coroa nomeia professores e estabelece planos de estudo e inspeção;

  • O curso de humanidade, típico do ensino jesuítico, é modificado para sistema de aulas régias e disciplinas isoladas;

  • Criação de um imposto para pagamento de professores (subsídio literário);


Slide16 l.jpg

  • Intenção de oferecer aulas de línguas modernas, como o francês, além do desenho, aritmética, geometria, ciências naturais;

  • Queixas, quanto a incompetência dos mestres leigos, que são mal pagos;

  • Continuidade de algumas orientações pedagógicas dos jesuítas, em nível inferior;

  • Surgimento de escolas de carmelitas, beneditinas e franciscanos;


Em portugal l.jpg

Em Portugal

  • O marquês de Pombal afasta a Companhia de Jesus da Universidade de Coimbra em 1772;

  • Assume a Ordem de Oratório, aberta as idéias iluministas;

  • Reformulação de ensino de filosofia e letras;

  • Língua Moderna e não o latim;

  • Matemática e Ciências da Natureza;


Slide18 l.jpg

  • Atualização dos estudos jurídicos;

  • Idéias Iluministas vindas para o Brasil, à partir da Reforma Pombalina;

  • Locke, Rosseau, Voltaire;

  • Começam a aspirar a independência do Brasil


Refer ncias l.jpg

Referências:

  • ARANHA, Maria Lucia de Arruda. História da Educação, São Paulo, Ed. Moderna, 1996.

  • STEPHANOU, M. ; BASTOS, M. H. Câmara. Histórias e Memórias da Educação no Brasil, vol. I ,II e III. Petrópolis: Vozes, 2005.

  • http://fotos.sapo.pt/topazio1950/pic/000pe6kg

  • http://bp2.blogger.com/_AROFlteaO6U/Rym16y_QiOI/AAAAAAAAA0E/4s7WrtFaBXo/s400/Tesouros638.jpg

  • http://www.riogrande.com.br/imagens/Missoes_abre.jpg

    . Acesso em 20/05/2008.


  • Login