Curr culo concep es e teorias
Download
1 / 9

Currículo: Concepções e Teorias - PowerPoint PPT Presentation


  • 265 Views
  • Uploaded on

ALUNAS DA UERJ

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Currículo: Concepções e Teorias' - milaeg


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Curr culo concep es e teorias l.jpg

Currículo: concepções e teorias

Alunas: Caroline Garcia Salgado, LaizMouriño de Mello, MilaErbiste da Gama Bustamante, Patricia Mesquita


Curr culo hist ria curr culo escolar e principais teorias l.jpg
Currículo, História, Currículo Escolar e Principais Teorias

  • Currículo - currere – percurso.

    Ex.: Currículo Vitae – currículo da vida – aptidões para o mercado de trabalho.

  • Pedagogia – ordem/sequencia.

  • Objetivo do currículo escolar – de forma geral: auxiliar o professor no processo de orientação dos alunos, nos mostrando uma direção a ser seguida dentro do processo de ensino e aprendizagem.

  • Estudo sobre currículo: embasamento para confeccionar um currículo escolar que misture o melhor de cada uma das teorias, mas sem deixar de contar com a participação de toda a comunidade escolar.


Slide3 l.jpg

  • Estes estudos se iniciaram nos Estados Unidos da América, por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.

  • Currículo conceituado como um conjunto de especificações de objetos, metodologias e processos a fim de obter resultados que possam ser avaliados.

  • Assim, ao passo que o Currículo passa a ocupar uma posição fundamental junto ao processo educacional, ele passa a ser considerado como campo profissional de estudo e pesquisas, o que estimula o surgimento de teorias tradicionais, críticas e pós-críticas, que tentam questioná-lo e também explicá-lo.


Teorias tradicionais l.jpg
Teorias Tradicionais por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.

  • Escolarização das massas;

  • Educação centrada no professor, inibidor da participação do aluno;

  • Currículo como questão técnica;

  • Funcionamento da escola semelhante a uma empresa comercial ou industrial;

  • Os alunos são encarados como um produto fabril.


Autores l.jpg
Autores por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.

  • Bobbit – Taylorismo  EMPRESA/ESCOLA

  • Ralph Tyler – Questionamentos que consolidam a fala de Bobbit

  • Dewey – Preocupava com os alunos e não tanto com a preparação para a vida adulta.


Teorias cr ticas l.jpg
Teorias Críticas por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.

  • O aluno passa a ser um participante ativo da aprendizagem

  • Escola como aparelho ideológico central, atua ideologicamente através do seu currículo

  • Domínio simbólico: definição da cultura dominante como a cultura e não como uma das culturas possíveis (Imposição cultural como algo natural)

  • Escola cumpre o papel de reprodução do capitalismo


Autores7 l.jpg
Autores por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.

  • Althusser – escola para manutenção do capitalismo.

  • Bourdieu e Passeron – Transmissão de cultura dominante – exclusão social

  • Apple – revisão do papel da escola e do professor

  • Paulo Freire – Educação problematizadora.


Teorias p s cr ticas l.jpg
Teorias Pós-Críticas por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.

  • Currículo como construção de identidades;

  • Compreensão do “para quem” se constrói o currículo;

  • Currículo como discurso-repressentações

  • Multiculturalismo


Uma an lise comparativa l.jpg
Uma Análise Comparativa por volta dos anos 20, num contexto de massificação da escolarização e com a necessidade de especializar a mão de obra através de uma educação para a indústria.


ad