Filo Platyhelminthes
Download
1 / 15

Filo Platyhelminthes (vermes achatados) Classe Trematoda Espécies: Fasciola hepatica, - PowerPoint PPT Presentation


  • 243 Views
  • Uploaded on

Filo Platyhelminthes (vermes achatados) Classe Trematoda Espécies: Fasciola hepatica, Schistossoma mansoni. Fasciola hepatica. Fasciolose. Parasito de canais biliares de ovinos, bovinos, suínos e do homem (eventualmente); Brasil – RS, SC, PR, SP, RJ, ES, MG, MT;

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Filo Platyhelminthes (vermes achatados) Classe Trematoda Espécies: Fasciola hepatica,' - merton


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Filo Platyhelminthes (vermes achatados)Classe TrematodaEspécies: Fasciola hepatica,

Schistossoma mansoni



Fasciolose
Fasciolose

  • Parasito de canais biliares de ovinos, bovinos, suínos e do homem (eventualmente);

  • Brasil – RS, SC, PR, SP, RJ, ES, MG, MT;

  • Áreas úmidas, alagadiças ou sujeitas inundações periódicas;

  • Popularmente – baratinha do fígado.


MORFOLOGIA

  • Aspecto foliáceo – 3cm comprimento e 1,5cm largura, pardo-acinzentada;

  • Ventosa oral  faringe curta  ramos cecais (cecos ramificados);

  • Ventosa ventral  próximo abertura genital ;

  • Hermafroditas (órgão copulador);

  • Tegumento com espinhos – porção anterior;


Ovos e larvas
OVOS E LARVAS

  • Ovos  Miracídeo  Esporocisto  Rédias 

  • Cercárias  Metacercárias

  • Ovo Miracídios penetra molusco

Células

Germinativas


Esporocisto

Se o meio for favorável

muda cercaria, saem do

molusco




  • Jovens penetram na carapaças passam a mucosa intestinal  caem na cavidade peritonial perfurando o peritônio visceral do fígado;

  • Migram até os ductos biliares - adultos e se alimentam de sangue e após 8 semanas da infecção já defecam os ovos.


Vetor lymnaea sp
VETOR carapaças passam a – Lymnaea sp


PATOLOGIA carapaças passam a

  • infecção inicial no fígado  com formação lesões necróticas e fibrosas ;

  • hipertrofia dos canalículos biliares com necrose dos lóbulos hepáticos;

  • distensão da cápsula

    hepática;

  • Inflamação cólon;;

  • cirrose biliares;


FASE AGUDA : carapaças passam a

  • febre,

  • aumento doloroso do fígado e diarréia.

    FASE CRÔNICA :

  • dor abdominal,

  • diarréia,

  • hepatomegalia,

  • anemia,

  • perda de peso e complicações da cirrose


    • DIAGNÓSTICO carapaças passam a

      • Laboratorial – EPF e eosinofilia

    • TRATAMENTO

      • Triclabendazol, Albendazol, Bithionol


    PROFILAXIA carapaças passam a

    • Evitar a disseminação – evitar novos focos

    • Destruição de caramujos;

      • Uso moluscocidas – sulfato de cobre;

      • Criação molusco predador – Solicitoides SP

      • Sloução de látex da coroa-de-cristo;

    • Tratamento em massa dos animais;

    • Isolamento dos pastos;

    • Não beber água de córregos;

    • Não plantar agrião áreas contaminadas.


    ad