Proposta de corre o sequ ncia 2 viajar com a poesia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 5

Proposta de correção – Sequência 2: Viajar com a poesia... PowerPoint PPT Presentation


  • 27 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Proposta de correção – Sequência 2: Viajar com a poesia. Página 115 – Etapa 1: Leitura. 1. O descobridor encontrou aves de rapina, aves marítimas e aves canoras. 2. Ele esperava encontrar homens e mulheres nus, indígenas, setas venenosas e gritos de alarme.

Download Presentation

Proposta de correção – Sequência 2: Viajar com a poesia...

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Proposta de corre o sequ ncia 2 viajar com a poesia

Proposta de correção – Sequência 2:Viajar com a poesia...


Proposta de corre o sequ ncia 2 viajar com a poesia

Página 115 – Etapa 1: Leitura

1. O descobridor encontrou aves de rapina, aves marítimas e aves canoras.

2. Ele esperava encontrar homens e mulheres nus, indígenas, setas venenosas e gritos de alarme.

3. A vegetação apareceu na ilha trazida pelos pássaros e pelos temporais.

4. Ele sentia-se com medo, receoso, e surpreendido.

5. Descobrimentos.

5.1.“Quando o descobridor chegou à primeira ilha”.

6. Prelúdio: ato preliminar; primeiro passo para (alguma coisa); primeira etapa para determinado desfecho.

6.1. O título sugere os primeiros passos da conquista de novas terras,

através dos Descobrimentos.

7.1.“este destino ainda de todos nós”.

7.2. A língua portuguesa.

8.1. O poeta refere-se a nós portugueses e aos povos que falam a língua portuguesa.


Proposta de corre o sequ ncia 2 viajar com a poesia

Página 116 – Etapa 2: CEL

5.E a / ve / ge / ta / ção /

cu / jas / se / men / tes / vi

/ e / ram / pre / sas

na /s a / sas / dos / pá / ssaros

ao / se / rem / a / rras / ta /

das / pa / ra / cá /

pe / las / fú / rias / dos /

tem / po / rais. /

5.1. 1º 5 sílabas métricas

2º 9 sílabas métricas

3º 5 sílabas métricas

4º 10 sílabas métricas

5º 8 sílabas métricas

  • 1. Cinco estrofes.

  • 2. 1ª 6 versos

  • 2ª 3 versos

  • 3ª 7 versos

  • 4ª 5 versos

  • 5ª 11 versos

  • 4.“ar”

  • “gue”

  • 4.1.de a / lar / me e /


Proposta de corre o sequ ncia 2 viajar com a poesia

Página 117 – Etapa 3: Escrita

1. A primeira festa de uma criança é ao sétimo dia de vida.

1.1. Com toda a família, amigos e vizinhos à sua volta para festejar o nascimento e os músicos a tocar canções de embalar toda a noite.

2. Quando crescem, as crianças dividem o seu tempo entre a escola, a

brincadeira e as tarefas.

3. Os mais novos “saltam para o mar do alto das rochas, deslizam nas ondas com o próprio corpo ou com uma tábua de madeira velha, brincam à bola nas praias de areia negra e corremdescalços” e os que vivem nas montanhas sobem às árvores, “a apanhar mangas, a fingir que as pedras são bonecas ou animais para brincar”.

4. e

4.1. O motivo tem a ver com a responsabilidade. Quando crescem, as crianças já têm de ir à escola e executar tarefas.

5. Resposta livre.


Proposta de corre o sequ ncia 2 viajar com a poesia

Página 119 – Balança das Aprendizagens

4. pavores; animais

flores; atinge

ondas; redondas

cavalo marinho; avança

desalinho; braços

dança; espaços

pois; lenço

coisa; suspenso.

5. No / fun / do / mar /há/

bran / cos / pa / vo / res,

On / de as / plan / tas / são

/ a / ni / mais /

E os / a / ni / mais / são /

flo / res.

6. 1º v. 9 sílabas métricas

2º v. 8 sílabas métricas

3º v. 6 sílabas métricas

1.1.“Onde as plantas são

animais / E os animais são

flores.”

2. O mar é muito belo, mas,

o homem, por vezes, não

pensa nele e certas atitudes

provocam a sua poluição

e põem em risco a sua

beleza. O “monstro” pode

ser, portanto, o homem

ou então as catástrofes

naturais.

3. Tem quatro estrofes.


  • Login