LEITURA
Download
1 / 75

LEITURA ESPIRITUAL - PowerPoint PPT Presentation


  • 65 Views
  • Uploaded on

LEITURA ESPIRITUAL. LIGAR O SOM E DEIXAR CAMINHAR SOZINHO. Olá, a paz de Jesus!. PENITENCIAL. Um instante de silêncio para pedir a graça do Espírito Santo. Onde quer que estejas, e para qualquer lado que te voltes, miserável serás, se não te convertes a Deus.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' LEITURA ESPIRITUAL' - meg


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

LEITURA

ESPIRITUAL

LIGAR O SOM E DEIXAR CAMINHAR SOZINHO...




Um instante de sil ncio para pedir a gra a do esp rito santo
Um instante de silêncio para pedir a graça do Espírito Santo...


Onde quer que estejas e para qualquer lado que te voltes miser vel ser s se n o te convertes a deus
Onde quer que estejas, e para qualquer lado que te voltes, miserável serás, se não te convertes a Deus.


Em tudo pondera o fim,e de que modo te apresentarásante o rigoroso Juiz, a quem nada é oculto, que não se deixa aplacar com dádivas, nem admite desculpas,mas julgará segundo a justiça.


Insensato e mísero pecador, que responderás a Deus que conhece os teus crimes,tu que tremesdiante do vulto de um homem irado?


Por que não te acautelaspara o dia do juízo quando ninguém poderá ser escusado ou defendido por nenhum outro?


Agora o teu trabalho é frutuoso,as tuas lágrimas são bem acolhidas, os teus gemidos são ouvidos, a tua dor é expiatória e meritória.




Mais se d i da maldade de quem lhe ofende do que da pr pria ofensa
mais se dói da maldade de quem lhe ofende, do que da própria ofensa;


Que de boa vontade ora pelos seus inimigos perdoando no ntimo do cora o os agravos
que de boa vontade ora pelos seus inimigos, perdoando no íntimo do coraçãoos agravos;


Que n o tarda em pedir a outros perd o
que não tarda em pedir a outros perdão;


Que mais facilmente se deixa levar miseric rdia do que ira
que mais facilmente se deixa levar á misericórdia do que à ira;



Melhor é purgar agora os pecados e extirpar os vícios, que deixá-los para serem extirpados na outra vida.


Por certo n s mesmos nos enganamos pelo amor desordenado que temos carne
Por certo nós mesmos nos enganamos pelo amor desordenado que temos à carne.



Quanto mais te poupas agora e segues os apetites da carne
Quanto mais te poupas pecados?agorae segues os apetites da carne,


Tanto mais severamente ser s depois atormentado
tanto mais pecados?severamenteserás depois atormentado,


Fazendo maior reserva de combust vel para te queimar
fazendo maior reserva pecados?de combustível para te queimar.



Ali os pregui osos ser o incitados por aguilh es ardentes
Ali os preguiçosos serão incitados castigado.por aguilhões ardentes,


E os gulosos ser o atormentados com sede e extrema fome
e os gulosos serão atormentados castigado.com sede e extrema fome.


Ali os impudicos e voluptuosos ser o imersos em abrasado pez e f tido enxofre
Ali os impudicos e voluptuosos castigado.serão imersos em abrasado pez e fétido enxofre,


E os invejosos uivar o como c es furiosos
e os invejosos castigado.uivarão como cães furiosos.


N o haver nenhum v cio que n o tenha ali seu particular tormento
Não haverá nenhum vício castigado.que não tenha ali seu particular tormento.


Os soberbos ser o acabrunhados de toda a sorte de confus o
Os soberbos serão acabrunhados castigado.de toda a sorte de confusão


E os avarentos reduzidos mis rrima pen ria
e os avarentos castigado.reduzidos á misérrima penúria.


Uma hora de supl cio ali ser mais insuport vel que cem anos da mais rigorosa penit ncia aqui
Uma hora de suplício ali castigado.será mais insuportávelque cem anos da mais rigorosa penitência aqui.


Ali n o h sossego nem consola o alguma para os condenados
Ali não há sossego castigado.nem consolação algumapara os condenados,


Enquanto aqui s vezes cessam os trabalhos e somos aliviados por amigos
enquanto aqui, às vezes, castigado.cessam os trabalhose somos aliviados por amigos.


Tem agora cuidado e dor castigado.dos teus pecados, para que, no dia do juízo, estejas segurocom os bem-aventurados.


Porque ent o estar o os justos com grande confian a diante dos que os angustiaram e perseguiram
Porque então estarão os justos com grande confiança diante dos que os angustiaram e perseguiram.


Ent o se levantar para julgar aquele que agora se sujeita humildemente ao ju zo dos homens
Então se levantará para julgar diante dos que os angustiaram e perseguiram. aquele que agora se sujeita humildemente ao juízo dos homens.


Ent o ter muita confian a o pobre e humilde
Então terá muita confiança diante dos que os angustiaram e perseguiram. o pobre e humilde;


N o assim o soberbo que de todos os lados estremecer de pavor
não assim o soberbo diante dos que os angustiaram e perseguiram. que de todos os ladosestremecerá de pavor.


Então se verá diante dos que os angustiaram e perseguiram. como fora sábio neste mundo,quem aprendera a ser menosprezado e tido por louco,por amor de Jesus Cristo.


Ent o dar prazer toda tribula o sofrida com paci ncia e a iniquidade ser reduzida ao sil ncio
Então diante dos que os angustiaram e perseguiram. dará prazer toda tribulação, sofrida com paciência, e a iniquidade será reduzida ao silêncio.


Os que foram dados piedade se encher o de alegria e os irreligiosos de tristeza
Os que foram dados à piedade diante dos que os angustiaram e perseguiram. ,se encherão de alegria,e os irreligiosos, de tristeza.


A carne ent o mais se regozijar de ter sido mortificada do que se fora sempre nutrida em del cias
A diante dos que os angustiaram e perseguiram. carne entãomais se regozijará de ter sido mortificada,do que se fora sempre nutrida em delícias.


Ent o resplandecer a roupa vil e a vestimenta preciosa obumbrar se
Então resplandecerá a roupa vil diante dos que os angustiaram e perseguiram. e a vestimenta preciosa obumbrar-se-á.


Ent o ser mais exaltada a simples obedi ncia do que toda a ast cia do s culo
Então diante dos que os angustiaram e perseguiram. será mais exaltada a simples obediência do que toda a astúcia do século.


Ent o se alegrar mais a pura e boa consci ncia do que a filosofia dos s bios
Então se alegrará mais diante dos que os angustiaram e perseguiram. a pura e boa consciência do que a filosofia dos sábios.


Ent o se estimar mais o desprezo das riquezas do que todos os tesouros dos ricos da terra
Então se estimará mais diante dos que os angustiaram e perseguiram. o desprezo das riquezas, do que todos os tesouros dos ricos da terra.


Ent o te consolar s mais de haver orado com devo o do que haver comido com regalo
Então te consolarás mais diante dos que os angustiaram e perseguiram. de haver orado com devoção, do que haver comido com regalo.


Ent o te aproveitar o mais as boas obras do que as muitas e lindas palavras
Então te aproveitarão mais diante dos que os angustiaram e perseguiram. as boas obras, do que as muitas e lindas palavras.


Mais agradar ent o a vida austera e a rigorosa penit ncia do que todas as del cias terrenas
Mais agradará então diante dos que os angustiaram e perseguiram. a vida austera e a rigorosa penitência, do que todas as delícias terrenas.


Aprende agora a sofrer um pouco para que possas livrar te de coisas mais penosas
Aprende diante dos que os angustiaram e perseguiram. agora a sofrer um pouco, para que possas livrar-te de coisas mais penosas.


Experimenta primeiramente aqui o que poder s no outro mundo
Experimenta, primeiramente aqui, diante dos que os angustiaram e perseguiram. o que poderás no outro mundo.


Se agora t o pouco querer padecer como poder s suportar tormentos eternos
Se diante dos que os angustiaram e perseguiram. agora tão pouco querer padecer, como poderás suportartormentos eternos?


Se agora o menor inc modo te torna t o impaciente que far ent o o inferno
Se agora o menor incômodo diante dos que os angustiaram e perseguiram. te torna tão impaciente, que fará então o inferno?


Sem d vida n o podes ter duas venturas deleitar te aqui no mundo e depois reinar com jesus no c u
Sem diante dos que os angustiaram e perseguiram. dúvida, não podes Ter duas venturas: deleitar-te aqui no mundo,e depois reinar com Jesus no céu.


Se até hoje sempre tivesses vivido diante dos que os angustiaram e perseguiram. em honras e deleites, que te aproveitaria, se agora mesmo tivesses de morrer?


Vaidade tudo pois o que n o for amar e servir somente a deus
Vaidade diante dos que os angustiaram e perseguiram. tudo, pois, o que não for amar e servir somente a Deus.


De certo os que amam de coração a Deus não temem a morte, nem o suplício, nem o juízo, nem o inferno, porque o perfeito amor tem segura entrada com Deus.


Mas quem se deleita ainda em pecar n o admira que tema a morte e o ju zo
Mas nem o suplício, nem o juízo, nem o quem se deleita ainda em pecar, não admira que tema a morte e o juízo.


Todavia se n o te desvias do mal pelo amor conv m ao menos que o fa as pelo temor do inferno
Todavia nem o suplício, nem o juízo, nem o , se não te desvias do mal pelo amor, convém ao menos que o faças pelo temor do inferno.


Porém nem o suplício, nem o juízo, nem o , aquele que despreza o temor de Deus, não poderá perseverar no bem, antes cairá muito depressa nos laços do demônio.


Que pode dar te o mundo sem jesus
Que pode dar-te o mundo sem Jesus? nem o suplício, nem o juízo, nem o


Estar sem jesus terr vel inferno
Estar sem Jesus é terrível inferno; nem o suplício, nem o juízo, nem o


Estar com jesus doce para so
estar com Jesus é doce nem o suplício, nem o juízo, nem o Paraíso.


Estando jesus contigo nenhum inimigo te poder ofender
Estando Jesus contigo, nem o suplício, nem o juízo, nem o nenhum inimigo te poderá ofender.


Quem acha a jesus acha um grande tesouro ou antes um bem superior a outro qualquer
Quem acha a Jesus, nem o suplício, nem o juízo, nem o acha um grande tesouro,ou antes um bem superior a outro qualquer.


Quem o perde priva se de muito mais do que de um mundo inteiro
Quem o perde, nem o suplício, nem o juízo, nem o priva-se de muito mais do que de um mundo inteiro.


Viver sem jesus reduzir se extrema pobreza
Viver sem Jesus nem o suplício, nem o juízo, nem o é reduzir-se à extrema pobreza:


Estar bem com jesus tornar se sumamente rico
estar bem com nem o suplício, nem o juízo, nem o Jesusé tornar-se sumamente rico.



Confessarei pois contra mim mesmo a minha iniquidade confessar vos ei senhor a minha fraqueza
Confessarei ofender a Jesus., pois,contra mim mesmoa minha iniquidade,confessar-Vos-ei, Senhor,a minha fraqueza.  


Vede senhor a minha fragilidade e abatimento que melhor conheceis que eu mesmo
Vede, Senhor ofender a Jesus.,a minha fragilidade e abatimento que melhor conheceis que eu mesmo.


Ó fortíssimo Deus de Israel ofender a Jesus.,zelador das almas fiéis, dignai-Vos olhar paraos trabalhos e dores do vosso servo e assisti-lo em tudo.


Robustecei-me ofender a Jesus.de força celestial, para que não me vençae domine esta carne miserável, ainda rebelde ao espírito e contra a qual convém combater, enquanto vivemos neste desgraçado mundo.


Imita o de cristo i 22 24 ii 8 iii 20
(Imitação de Cristo ofender a Jesus.I, 22, 24; II, 8; III, 20)


Obrigado senhor
OBRIGADO, SENHOR ofender a Jesus.


ad