Mem rias l.jpg
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 50

Memórias PowerPoint PPT Presentation


  • 134 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Memórias. RAM, ROM E CACHE. 1 - INTRODUÇÃO. São estruturas físicas (chips ou discos) responsáveis pelo armazenamento de dados de forma temporária ou permanente . De maneira análoga ao funcionamento do corpo humano, atuaria sendo responsável pelo “fôlego” do computador. 2 – TIPOLOGIA.

Download Presentation

Memórias

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Mem rias l.jpg

Memórias

RAM, ROM E CACHE


1 introdu o l.jpg

1 - INTRODUÇÃO

  • São estruturas físicas (chips ou discos) responsáveis pelo armazenamento de dados de forma temporária ou permanente.

  • De maneira análoga ao funcionamento do corpo humano, atuaria sendo responsável pelo “fôlego” do computador.


2 tipologia l.jpg

2 – TIPOLOGIA

  • Memórias Primárias(Reais): São memórias que o processador endereça diretamente. Sem elas o PC não funcionará corretamente.Ex.: RAM, ROM, Registradores e CACHE.

  • Memórias Secundárias: São memórias que não podem ser endereçadas diretamente. Todas as informações deverão ser mandadas para uma memória intermediária antes (primária).Ex.: HD, CD-ROM, DVD-ROM e Disquetes


2 1 tipologia grava o l.jpg

2.1 – TIPOLOGIA(GRAVAÇÃO)

  • Memórias voláteis: Os dados são “apagados” após a re-inicialização do PC ou quando este é desligado.

    • Volátil = capacidade que certas substâncias têm de mudar o estado físico em curto espaço de tempo.Ex.: Álcool.

  • Memórias não-voláteis: Uma vez armazenado o dado, este não é perdido.


2 2 mem rias vol teis l.jpg

2.2 – MEMÓRIAS VOLÁTEIS

  • RAM

  • ROM

  • CACHE


3 mem rias ram l.jpg

3 – MEMÓRIAS RAM

  • Memória de Acesso Aleatório (Random Access Memory)

  • O termo: acesso aleatório, identifica a capacidade de acesso a qualquer posição em qualquer momento em oposição ao acesso seqüencial.

  • Pode ser feita por circuitos integrados ou DIP.


3 mem rias ram7 l.jpg

3 – MEMÓRIAS RAM

  • DRAM (Ram Dinâmica): Necessidade de atualização (refresh) dos dados.

    • Mais novas!

  • SRAM (Ram Estática): Não necessitam de atualização (refresh) dos dados.

    • Mais antigas!


3 1 divis es internas l.jpg

3.1 – Divisões Internas

  • BASE: Divisão da Ram responsável por armazenar as instruções internas do sistema operacional. Ex.: Load do Win

  • ALTA: Responsável por armazenar as instruções dos programas/aplicativos. Ex.: Load do MS Word 2003

  • EXPANDIDA: Área de memória onde serão armazenadas o restante das informações.


3 2 tipos de ram l.jpg

3.2 – Tipos de RAM

  • Vão ser diferenciadas pela conexão com o soquete, podendo ser:

    • SIMM (Single InLine Memory Module)


3 2 tipos de ram11 l.jpg

3.2 – Tipos de RAM

  • Vão ser diferenciadas pela conexão com o soquete, podendo ser:

    • DIMM (Double InLine Memory Module)


3 3 componentes de uma ram l.jpg

3.3 – COMPONENTES DE UMA RAM

  • Vias(contatos)

    • Por onde ocorrerão as trocas de informações.

VIAS


3 3 quantidade de vias l.jpg

3.3 – QUANTIDADE DE VIAS

  • SIMM

    • 30 VIAS PARA A MEMÓRIA MAIS ANTIGA;

    • 72 VIAS PARA A MEMÓRIA MAIS NOVA.

      • ATENÇÃO: AS SIMM JÁ SAÍRAM DE LINHA!

  • DIMM

    • A PARTIR DE 168 VIAS


Pergunt@ rel mpago l.jpg

PERGUNT@ RELÂMPAGO

  • (Concurso 2003, Nossa-Caixa/SP) Abaixo temos duas memórias, simm e dimm. Quantas vias temos em cada face das memórias, respectivamente?


3 4 tecnologias de ram l.jpg

3.4 – TECNOLOGIAS DE RAM

  • Memórias SIMM

    • FPM

      • FPM (Fast Page Mode) opera com tempos de acesso de 70/80ns (nano-segundos)

      • Têm em 90% dos casos, 30 vias.

    • EDO

      • EDO (Extended Data Out) é o padrão antigo de memória RAM de computador.

      • Têm em 90% dos casos, 72 vias.


Como diferenci las l.jpg

Como diferenciá-las?


3 4 tecnologias de ram17 l.jpg

3.4 – TECNOLOGIAS DE RAM

  • Memórias DIMM

    • SDRAM

      • Os ciclos da memória sincronizados com os ciclos da placa-mãe (maior desempenho)

    • DDR-SDRAM

      • O dobro da informação, no mesmo intervalo de tempo.


Mem rias dual channel l.jpg

MEMÓRIAS DUAL-CHANNEL

  • Dois canais de comunicação, teoricamente o dobro de desempenho.

  • Depende da placa-mãe (chipset).

  • Veio antes da DDR2.


Slide19 l.jpg

DDR2

  • DDR 266, 333 e 400MHZ.

  • DDR2  400, 533, 667 e 800MHZ.

  • AMBAS TRANSMITEM DOIS DADOS POR CICLO DE CLOCK, PORTANTO, A FREQÜÊNCIA SERÁ A METADE.

    DDR2 400MHZ(NOMINAL) = 200MHZ(REAIS)


Ddr 184 x ddr2 240 l.jpg

DDR(184) X DDR2(240)


Tecnologias em ordem cronol gicas l.jpg

Tecnologias em ordem cronológicas

  • FPM

    • Fast Page Mode RAM

    • Antigos 486 / Pentium / K5

    • Módulos de 30 pinos (SIMM e SIP)

    • Enviada o endereço de uma linha e em seguida enviava apenas os endereço das colunas.

    • 60 a 70 nS / trabalhava no modo “burst”

    • 5-3-3-3 / FBUS 66MHz e 64 bits => 151MB/s


Cont tecnologias l.jpg

Cont. Tecnologias

  • EDO

    • Extended Data Output RAM

    • Pentium e superiores

    • Ciclo semelhante a FPM, ativa-se a linha e a cada transição (subida e descida) de CAS (coluna) o dado é lido no latch adicional.

    • 50 a 70 nS / burst / 66 MHz

    • 5-2-2-2 / FBUS 66 MHz e 64 bits => 192 MB/s

    • 27 % mais rápidas que as FPM, máximo.


Cont tecnologias bedo l.jpg

Cont. Tecnologias (BEDO)

Velocidade: 40% mais que FPM e 25% mais que EDO


Cont tecnologias24 l.jpg

Cont. Tecnologias

  • SDRAM

    • Synchronous Dynamic RAM

    • Semelhante a BEDO, porém com menos WAIT STATES.

    • O endereço e os sinais de controle são armazenados e após alguns períodos de clock FSB começa a disponibilizar os dados a cada pulso de clock.

    • Trabalha com FSB 100 MHz (PC100-10nS) e FSB 133 MHz (PC133 – 7nS), com transferências de 400 e 532 MB/s.

    • Temos agora rajadas de 1, 2, 4, 8 endereços ou uma página completa.


Cont tecnologias sdram 16mx16 l.jpg

Cont. Tecnologias (SDRAM 16Mx16)


Cont tecnologias26 l.jpg

Cont. Tecnologias

  • DDR SDRAM

    • Double Data Rate

    • Taxa de dados dobrada: duas memórias SDRAM em paralelo, sincronizado na subida com um bloco e na descida com o outro bloco.

    • Atualmente utilizada com algumas placas para o processador ATHLON.

    • Comparativamente um K7 trabalhando com FSB 100 MHz, com memórias PC100 atingem 800 MB/s e com DDR pode atingir 1,6 GB/s.

    • São caras e difíceis de ser encontradas


Cont tecnologias27 l.jpg

Cont. Tecnologias

  • RDRAM

    • Direct Rambus DRAM

    • Proprietárias: Intel / Rambus Inc

    • Utilizado inicialmente em placas de vídeo nos jogos do NITENDO.

    • FSB de até 800 MB/s e barramento de dados de 132 e 144 bits

    • Atingem até 6,4 Gb/s

    • Soquete especial: RIMM de 184 pinos


Cont tecnologias28 l.jpg

Cont. Tecnologias

  • VRAM

    • Vídeo RAM ou RAM com porta dual

    • Atendem a dois processadores diferentes: da placa de vídeo e o processador principal. Permitindo que o DAC atualizem os monitores, e ao mesmo tempo a CPU faz atualizações.

    • Isto garante uma imagem limpa na tela do monitor.


Soquetes para mem rias l.jpg

Soquetes para memórias

  • SIPP : 30 pinos / 8 bits

    • Terminais semelhantes aos dos CI’s em forma de pente.

  • SIMM30: 30 pinos / 8 bits / 8,9 cm de largura

    • Single In Line / 256K, 1, 4 e 16MB.

    • Terminais de encaixe. Não é possível encaixar invertido

  • SIMM72: 72 pinos / 32 bits / 10,8 cm de largura

    • Criados para 486, Pentium e superiores

    • Acham: 1, 2, 4, 8, 16, 32, 64 e 128 MB=>4 MB = 1M x 32

  • DIMM: 168 pinos / 64 bits / 13,3 cm de largura

    • Inicialmente FPM e EDO, atualmente somente SDRAM

  • DIMM: 200 pinos

    • DDR 2

  • RIMM: 184 pinos / 128 bits (Rambus Inline Memory Module)


Mem rias p port teis l.jpg

Memórias p/ Portáteis

  • Câmeras fotográficas e Pen driver:

    • Memory Stick (Sony): Até 1 GB

    • Memória CF (Compact Flash) - Kingston : Até 1GB

    • Memória Multimedia Card (MMC) - LG: Até 512KB

    • Memória SD (Secure Digital) - Kingston : Até 1 GB

    • xD Picture card (Olympus): Até 1 GB


Cont soquetes l.jpg

Cont. soquetes


Banco de mem ria l.jpg

Banco de memória

  • conjunto de módulos de memória, suficientes para fornecer os bits que o microprocessador exige:

    • 286 e 386SX: 16 bits

    • 386DX e 486: 32 bits

    • Pentium e superiores: 64 bits

  • Para um Pentium:

    • 8 simm30 ou 2 simm72 ou 1 dimm


Paridade de mem ria e ecc l.jpg

Paridade de memória e ECC

  • Aumenta a confiabilidade

    • Antigamente dava muito erros

    • Atualmente este recurso não é tão importante

  • A paridade é usada apenas nas memórias DRAM. A memória de vídeo, cache e as ROMs operam sem paridade, pois são muito mais confiáveis que as DRAMs.

  • A velocidade do sistema COM e SEM paridade é exatamente a mesma.

  • Qdo o número de chips de memória existentes em um módulo é múltiplo de 3 => tem paridade


O que deve se evitar l.jpg

O QUE DEVE-SE EVITAR

  • Erros grosseiros:

    • Uso de módulos com a capacidade errada

    • Uso de módulos do tipo errado (FPM / EDO)

  • Pode funcionar, porém deve ser evitado:

    • Mistura de memórias com paridade e sem paridade no mesmo banco

    • Mistura de memórias de fabricantes diferentes no mesmo banco

    • Mistura de memórias mais lentas e mais rápidas no mesmo banco

    • Tocar nos chips do módulo durante a instalação


Como instalar mem rias l.jpg

Como instalar memórias


Ram est tica l.jpg

RAM ESTÁTICA

  • Utilizadas para construir os bancos de memórias cache que suavizam a diferença de velocidade entre a CPU e a memória principal.

Atualmente temos SRAM de 3 a 5 nS


Tempo de acesso l.jpg

Tempo de Acesso

  • Tempo de Acesso é o período de tempo transcorrido desde o instante em que se aciona a memória até o instante em que a transferência do dado seja efetivada.

  • Por que são utilizados memórias cache ou estáticas e dinâmicas (principal) no computador?


Mem rias cache e principal l.jpg

Memórias: cache e principal

Os códigos e dados com grande freqüência ficam na cache.


Confus o sobre mem rias l.jpg

Confusão sobre memórias

  • Baixa e Convencional (até 640 KB)

  • Memória Superior (640K – 1 MB)

  • Memória Estendida (XMS) – Modo Protegido

  • Memória HMA (High Memory Area)

    • Modo Real / carga do DOS / 64 KB

  • Memória Expandida – Modo Real

  • UMA (Unified Memory Architecture)

    • Interface de vídeo incorporada ao chipset

    • Usa parte da memória principal para vídeo


  • Mapa de mem ria l.jpg

    Mapa de memória


    Mapeamentos t picos l.jpg

    Mapeamentos Típicos


    Termos utilizados fontes 1 2 3 l.jpg

    Termos utilizados – Fontes: 1/2/3

    DDR667

    E

    DDR800

    Não

    disponível


    Ddr dual channel l.jpg

    DDR Dual Channel

    DDR Dual Channel deve ser suportado pelo processador e pela placa mãe.


    Ddr dual channel na amd l.jpg

    DDR Dual Channel na AMD


    Taxa de transfer ncia amd l.jpg

    Taxa de Transferência (AMD)

    • clock real x número de dados transferidos por clock x 64 / 8;

      • 64 qtde que a CPU utiliza p/ acessar a memória

      • 8 resultado em bytes

    • Todos os processadores Athlon 64 trabalham externamente a 400 MHz


    Taxa de transfer ncia intel l.jpg

    Taxa de Transferência (Intel)

    clock real x número de dados transferidos por clock x 64 / 8.

    Os processadores da Intel utilizam uma técnica chamada QDR ou Quad Data Rate (Taxa de Transferência Quadruplicada), onde conseguem transferir quadro dados por pulso de clock. Com a utilização dessa técnica o desempenho do barramento externo dos processadores da Intel é quatro vezes maior do fosse se ele estivesse transmitindo apenas um dado por pulso de clock.


    Ddr3 e fb dimm l.jpg

    DDR3 e FB-DIMM

    • DDR3

      • 800 e 1067 MHz (nominalmente, a metade )

      • 1333 e 1667 MHz no futuro

    • FB-DIMM

      • Os módulos FB-DIMM utilizam um chip extra, chamado AMB (Advanced Memory Buffer). Por conta do uso desse chip, que precisa ser validado individualmente, é que os módulos FB-DIMM ainda não chegaram ao mercado.

      • estão no momento em fase de validação, que é a última fase antes de o produto começar a ser fabricado em larga escala e chegar ao mercado.

      • No momento a Intel está validando módulos FB-DIMM usando chips DDR2-533 e DDR2-667


    4 rom l.jpg

    4 – ROM

    • Memória Somente para Leitura (Read Only Memory).

    • Independentemente de se desligar o computador os dados não são perdidos. Alguém sabe porque?

      • Resp.: A .................


    Rom read only memory l.jpg

    ROM (Read Only Memory)

    • PROM

      • Queima de fusíveis

    • EPROM

      • Programável e apagável via luz ultravioleta

    • EEPROM

      • Idem eprom, porém eletricamente e com escritas lentas

    • FLASH ROM

      • Meio eprom e meio eeprom: paginação

    • FLASH BIOS

      • Flash rom com BIOS atualizável (vírus !!!!)


    5 cache l.jpg

    5 - CACHE

    • Estática

    • Função de mediar o uso da memória RAM

    • Mais cara e difícil de atualização

      • CACHE L1: Utilizada pelo processador, armazena trabalhos do processador.

      • CACHE L2: Armazena dados mais simples.


  • Login