EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO - PowerPoint PPT Presentation

Educa o permanente em sa de no estado de s o paulo l.jpg
Download
1 / 26

  • 92 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO. ▪ Portaria 1996 / MS / Agosto 2007 ▪ Deliberação CIB 198 - ▪ Plano Estadual de Educação Permanente em saúde ▪ Comissões Permanentes de Integração Ensino Serviço - CIES. RECORDANDO.

I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.

Download Presentation

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Educa o permanente em sa de no estado de s o paulo l.jpg

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO ESTADO DE SÃO PAULO

▪ Portaria 1996 / MS / Agosto 2007

▪ Deliberação CIB 198 -

▪ Plano Estadual de Educação Permanente em saúde

▪ Comissões Permanentes de Integração Ensino Serviço - CIES


Slide2 l.jpg

RECORDANDO...

• Portaria 198 MS / SGTES em 13/02/2004, orientou a implantação da Política Nacional de Educação Permanente em saúde em todo país.

• No Estado SP a SES e COSEMS/SP pactuam a implantação daquela Portaria – constituída a Comissão Bipartite de Implantação e Acompanhamento dos Pólos.


Slide3 l.jpg

  •  São implantados oito Pólos no Estado de São Paulo

  • - Grande São Paulo (município e região metropolitana).

  • Leste (Campinas; Piracicaba; SJB Vista)

  • Oeste (P Prudente; Assis; Marília).

  • Sudoeste (Bauru; Botucatu; Registro; Sorocaba).

  • Noroeste (SJ R Preto; Barretos; Araçatuba).

  • Nordeste (Ribeirão; Araraquara e Franca)

  • Baixada Santista

  • Vale do Paraíba e litoral norte


Slide4 l.jpg

Distribuição de Recursos

Total ano de 2004 – R$ 3.908499,00

Total ano de 2005 - R$ 10.652.232,00

Segundo semestre de 2005

R$...???


Resultados alcan ados l.jpg

RESULTADOS ALCANÇADOS

- COMISSÃO COM REUNIÕES MENSAIS JUNTO A COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO – CES.

- ESTADO DE SÃO PAULO CONSIDERADO O ESTADO DO BRASIL QUE MELHOR ORGANIZOU SEUS POLOS.

- POLO DA GRANDE SÃO PAULO ESCOLHIDO PELO M S PARA REALIZAÇÃO DE ESTUDO DE CASO – Pesquisa USP.


Slide6 l.jpg

•A partir de 2007 M Saúde, CONASS, CONASEMS iniciaram discussão da Portaria 198:

- definir novas diretrizes e estratégias para a implementação da Política Nacional de E P em Saúde, adequando-a às diretrizes operacionais e ao regulamento do Pacto pela Saúde.

•Processo de discussão ampliada - diferentes instâncias e protagonistas a Portaria 198 foi republicada pelo D Oficial da União, em 22/08/2007, sob número 1996.


Principais mudan as l.jpg

Principais mudanças:

  • Alteração da política no sentido de adequação ao Pacto pela saúde, com maior protagonismo do Colegiado de Gestão Regional (CGR).

  • A descentralização dos recursos financeiros que antes ficava sob gestão do MS.

  • A vinculação das ações da Educação Permanente aos planos de saúde, seja nos âmbitos municipal, regional ou estadual.


Slide8 l.jpg

PACTO PELA SAUDE

E

POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO PERMANENTE

  • - Especificidades Regionais

  • - Necessidade de Formação

  • Superando as desigualdades regionais

  • - Capacidade já instalada de ações de educação (ofertado).

  • - Desenvolvimento para o trabalho


Slide9 l.jpg

PACTO PELA SAUDE

E

POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO PERMANENTE

A condução regional se dará através doColegiado de Gestão Regional com o APOIO das Comissões Permanentes de Integração de Ensino-Serviço (CIES)

Plano de Ação Regional de Educação Permanente em Saúde em Consonância com os Planos de Saúde Municipais e Estadual


Slide10 l.jpg

...Como aconteceu quando da Portaria 198, com a publicação da nova Portaria 1996 a Comissão Bipartite (COSEMS-SP e SES) consensuaram e pactuaram critérios conjuntos para orientar a implantação das novas diretrizes recomendadas na Portaria 1996 em todo o Estado de São Paulo.


Slide11 l.jpg

Publicação da Portaria 1996 – M Saúde

 Realização de reuniões SES e COSEMS-SP para definição das diretrizes do Plano Estadual de EP em saúde →condição para ser acessado recurso no MS.

Aprovação do Plano Estadual de EP em saúde 2007 na Comissão Bipartite (setembro) e na Tripartite (outubro) → acessado R$

 Recursos distribuídos entre as oito Comissões de Integração Ensino / Serviço → critérios M Saúde.


Recursos cies 2007 plano estadual de ep sessp e cosems sp l.jpg

Recursos CIES 2007 – Plano Estadual de EP ↕ SESSP e COSEMS/SP

Recursos CIES 2008 – Plano Estadual de EP

SESSP e COSEMS/SP

Planos Macro Regionais de EP (CIES)

Colegiados Regionais de Saúde

Planos Regionais de EP: CGR / DRS /

Câmara técnica / I. Ensino / ETSUS)


Slide13 l.jpg

  • CIES R M GRANDE SP

  • CIES SUDOESTE PAULISTA

    - CIES NORDESTE PAULISTA

- CIES LESTE PAULISTA

- CIES OESTE PAULISTA

- CIES NOROESTE PAULISTA

- CIES BAIXADA SANTISTA

- CIES VALE DO PARAÍBA


Distribui o dos recursos crit rios l.jpg

Distribuição dos RecursosCRITÉRIOS:

1. IDH-M

2. População

3. Quantitativo de trabalhadores da Atenção Básica


Distribui o dos recursos 2007 prioridades l.jpg

Distribuição dos Recursos – 2007 – Prioridades:

- ATENÇÃO BÁSICA – 60%

- GESTÃO DO SUS – 30%

- ORGANIZAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DA NOVA PROPOSTA - 10%

Seminários regionais, sendo um em cada macro região que caracterize um CIES e vários regionais.


Recursos cies ano 2007 estado s paulo acessados plano estadual de ep sessp e cosems sp l.jpg

▪ Recursos CIES ano 2007 Estado S Paulo↕ Acessados↕ ▪ Plano Estadual de EP↔SESSP e COSEMS/SP

  • Ministério Saúde – 6.972.679,61

  • (Ações transversais) - 1.394.535,80

  • R$ 5.578.143,81

  • R$ hora aula – 2.400.000,00

  • Total final – 7.978.143,81


Slide17 l.jpg

Os processos baseados na E Permanente em Saúde:

• Destinam-se a públicos multiprofissionais.

• Possuem enfoque nos problemas cotidianos das práticas das equipes de saúde.

• Inserem-se de forma institucionalizada no processo de trabalho, gerando compromissos entre os trabalhadores, os gestores, as instituições de ensino e os usuários para o desenvolvimento institucional e individual.


Slide20 l.jpg

CIES REGIÃO METROPOLITANA GRANDE SÃO PAULO - R$ 2.747.672,76


Slide21 l.jpg

  • PAPEL DA COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO ENSINO SERVIÇO - CIES

  •  Formular

  • Conduzir

  • Desenvolver

  • Apoiar


Slide22 l.jpg

  • PAPEL DO COLEGIADO DE GESTÃO REGIONAL

  • (Instância de pactuação e co-gestão)

  •  Instituir o processo de planejamento regional

  • Definir as prioridades e as responsabilidades


Slide23 l.jpg

ORGANIZAÇÃO E FLUXO DAS PROPOSTAS / PROJETOS

Liberação R$

Bipa ampliada

Cosems / SES / CES

CIES

Visão Regional

C

G

R

Pactuação Prioridades

Realidade local

Referencia técnica EP


Slide24 l.jpg

  • MOVIMENTOS REALIZADOS PELO GRUPO DE DESENVOLVMETO / CRH NA INTEGRAÇÃO ENSINO SERVIÇO

  •  Curso de especialização em gestão pública em saúde

  • Projeto de apoio institucional ás regiões de saúde

  • Recurso Estadual na EPS hora aula


Slide25 l.jpg

  • Desafios...

  • Manter / consolidar / motivar estratégias de trabalho conjunto para continuidade da Política de Educação Permanente em saúde no Estado.

  • Ampliar integração / mobilização já alcançada nos processos de trabalho.


Slide26 l.jpg

  • Desafios...

  • Construção dos Planos Regionais de EP para recursos de 2008.

  • Potencializar o trabalho dos CGR

    (prioridades, responsabilidades, parcerias).

     “Construção” da visão macro regional - CIES


  • Login