Propostas de interven o social educa o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 25

Propostas de Intervenção Social EDUCAÇÃO PowerPoint PPT Presentation


  • 78 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Propostas de Intervenção Social EDUCAÇÃO. 1. Creche: Curso de capacitação: a importância dos primeiros anos de vida para o desenvolvimento.

Download Presentation

Propostas de Intervenção Social EDUCAÇÃO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Propostas de interven o social educa o

Propostas de Intervenção SocialEDUCAÇÃO


1 creche curso de capacita o a import ncia dos primeiros anos de vida para o desenvolvimento

1. Creche: Curso de capacitação: a importância dos primeiros anos de vida para o desenvolvimento

Objetivo: Capacitar as berçaristas e agentes de desenvolvimento infantil para criarem condições facilitadoras e promotoras do desenvolvimento infantil em relação às áreas social, afetiva, linguagem (expressiva e compreensiva), coordenação óculo-manual e motora.


2 curso de capacita o jovem e oficinas profissionalizantes criativas e comunit rias

2. Curso de Capacitação Jovem e Oficinas profissionalizantes, criativas e comunitárias

O presente projeto tem como propósito a oferta de cursos de capacitação e oficinas com o objetivo de retirar crianças e adolescentes da ociosidade das ruas e ao mesmo tempo proporcionar desenvolvimento de habilidades, hábitos e atitudes que favoreçam a sua formação e o exercício da cidadania incentivando-os ao protagonismo juvenil.


1 curso de capacita o jovem e oficinas profissionalizantes criativas e comunit rias

1. Curso de Capacitação Jovem e Oficinas profissionalizantes, criativas e comunitárias

Módulos:

  • Eixo: Trabalho e empreendedorismo – 30 horas

  • Eixo: Educação, cidadania e meio ambiente – 20 horas

  • Eixo: Pluralidade Cultural, Esporte e Lazer – 20 horas

  • Eixo: Saúde e qualidade de vida – 10 horas


Curso de capacita o jovem e oficinas profissionalizantes criativas e comunit rias

Curso de Capacitação Jovem e Oficinas profissionalizantes, criativas e comunitárias

  • 1. Oficina de Educação Ambiental/Reciclagem

  • 2. Oficina de Artesanato de Fuxico

  • 3. Oficina de Teatro – 60 h

  • 4. Oficina de Informática

  • 5. Oficina de Artes Visuais – 60 h

  • 6. Oficina de Arquivologia


3 curso de capacita o para educa o

3. Curso de capacitação para educação

Objetivo: Proporcionar ao professor recursos que possibilitem o pleno desenvolvimento de seu trabalho no processo ensino-aprendizagem.

Público Alvo

  • Professores da rede básica de ensino.


3 curso de capacita o para educa o1

3. Curso de capacitação para educação

Módulos

Módulo 01: Grupalização ( 02 horas)

Módulo 02: Desenvolvimento infantil (04 horas)

Módulo 03: Dificuldades de aprendizagem ( 04 horas)

Módulo 04: A afetividade no processo ensino-aprendizagem (04 horas)

Módulo 05:Educar e brincar (12 horas)


Propostas de interven o social educa o

Educar e Brincar

  • 1) Sensibilização do educador

    Abordagem, postura e conduta do educador em relação ao ensino lúdico

  • 2) Como ter um bom manejo ao contar história

    Como tornar a história um método eficaz de ensino

  • 3)Oficina de dinâmicas

    Quebrando a rotina na maneira de ensinar

    Como inserir as dinâmicas em sala de aula, beneficiando o processo de aprendizagem do aluno.

  • 4) Oficina - A arte de contar histórias

    Aulas práticas de contação de histórias

  • 5) Oficina - Como contar histórias usando fantoches

    Apresentação de diversas formas de usar os bonecos na interação com os alunos

  • 6) Oficina - Ampliando os recursos didáticos

    Sugestão e confecção de materiais didáticos


Propostas de interven o social educa o

Curso Capacitação: TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade): tratamento, intervenções psico-sociais e acompanhamento escolar

  • Público Alvo: Professores, coordenadores pedagógicos e equipe gestora (diretores e supervisores) da rede municipal, estadual e particular.

  • Carga Horária: 120 h/a

  • O curso de capacitação será oferecido em oito módulos;

    Módulos:

  • Módulo 1: TDAH e o acompanhamento neurológico -20h/a

  • Módulo 2: TDAH e acompanhamento psicológico – 16h/a


Propostas de interven o social educa o

Curso Capacitação: TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade): tratamento, intervenções psico-sociais e acompanhamento escolar

  • Módulo 3: TDAH e suas repercussões na aprendizagem e escolaridade – 20h/a

  • Módulo 4: TDAH e os transtornos fonológicos – 12h/a

  • Módulo 5: Educação psicomotora – 8h/a

  • Módulo 6: TDAH: o impacto na família, na escola e na sociedade – 16h/a

  • Módulo 7: Gestão escolar e diretrizes para a educação inclusiva – 12h/a

  • Módulo 8: Estudos de caso e práticas de intervenção pedagógica, psicopedagógica, fonológica e de terapia ocupacional. – 16h/a (4h/a práticas de ensino; 4h/a psicopedagogia; 4h/a fonoaudiologia; 4h/a terapia ocupacional).


Forma o continuada 1

Formação Continuada 1

  • Atuação do psicólogo no processo de inclusão social de pessoas com deficiência. (40 horas)

  • OBJETIVO: Este curso tem como objetivo proporcionar informações sobre as pessoas com deficiência que possibilitem a intervenção psicológica junto a esta população, assim como a família, à escola e a comunidade em geral.

    POPULAÇÃO-ALVO: Profissionais e estudantes das áreas de psicologia, educação e saúde


Forma o continuada 11

Formação Continuada 1

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

  • As pessoas com deficiência e sua relação com a sociedade;

  • Deficiência: da diferença ao desvio;

  • O processo de exclusão e inclusão social da pessoa com necessidades especiais;

  • Modalidades de intervenção psicológica junto a pessoas com deficiência;

  • Atuação do psicólogo em equipe multiprofissional no processo de inclusão social de pessoas com deficiência.

    DURAÇÃO: 40 horas.


Forma o continuada 2

Formação Continuada 2

Dificuldades de aprendizagem: aspectos cognitivos, afetivos e sociais.

OBJETIVO: Este cursotem como objetivo apresentar as bases do desenvolvimento da aprendizagem humana, as implicações dos aspectos cognitivos, afetivos e sociais nas dificuldades de aprendizagem e oportunizar estratégias de intervenção destinadas à resolução das dificuldades de aprendizagem.

POPULAÇÃO-ALVO: Profissionais e estudantes das áreas de psicologia e educação.


Forma o continuada 21

Formação Continuada 2

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

  • Aprendizagem e a mediação social;

  • Cognição e afeto;

  • Aspectos cognitivos, afetivos e sociais dos problemas de aprendizagem;

  • Contextualização dos problemas de aprendizagem gerados no contexto escolar, familiar e social;

  • Intervenção junto às dificuldades de aprendizagem.

    DURAÇÃO: 80 horas

  • Observação: o curso poderá ser ministrado em dois módulos de 40 horas.


Forma o continuada 3

Formação Continuada 3

  • Limites: entre o desejo e o dever

  • OBJETIVOS: Este curso tem como objetivo discutir sobre a necessidade de limites nas pessoas em suas relações no cotidiano, assim como apresentar estratégias de intervenção para a efetivação dos limites, baseados no respeito mútuo.

    POPULAÇÃO-ALVO: Profissionais e estudantes das áreas de psicologia e educação e demais interessados.


Forma o continuada 31

Formação Continuada 3

  • EMENTA: O desenvolvimento da criança e a formação da personalidade. A importância da família e da escola na formação do cidadão consciente. As relações sociais e a importância dos limites. Respeito mútuo e sociedade democrática.

    DURAÇÃO: 08 horas


Forma o continuada 4

Formação Continuada 4

  • O processo de inclusão social da pessoa com deficiência: aspectos psicoeducacionais.

    OBJETIVO: Este curso tem como objetivo proporcionar as pessoas que atuam ou desejam atuar na área da deficiência, informações sobre os procedimentos adequados de intervenção junto a esta clientela.

    POPULAÇÃO-ALVO: Profissionais da área da educação e da saúde.


Forma o continuada 41

Formação Continuada 4

  • EMENTA: Retrospectiva histórica do atendimento à pessoa com deficiência. Definição e classificação das deficiências. Modalidades de serviços e recursos educacionais. Procedimentos adequados em relação à pessoa com deficiência.

    DURAÇÃO: 40 a 60 horas.


Palestras informativas

Palestras Informativas

Temáticas

  • TDAH – Diagnóstico e Tratamento (Sérgio Irikura - Neurologista)

  • TDAH – Impacto na família, escola e comunidade (WandyrZafalon Junior – Psicólogo)

  • TDAH – Como lidar em sala de aula (Denise Riani Rodrigues – Psicopedagoga)

  • Inteligências Múltiplas – (WandyrZafalon Junior – Psicólogo)

  • A família e protagonismo – (Denise Riani Rodrigues – Ter. Ocupacional)

  • TDAH e co-morbidades (Sérgio Irikura – Neurologista)

  • TDAH – Intervenções de Terapia Ocupacional (Lídia MidoriFutino – (Terapeuta Ocupacional)


Palestras informativas1

Palestras Informativas

  • A influência da música no comportamento humano (Sérgio Irikura – Neurologista)

  • TDAH e o acompanhamento psicológico (WandyrZafalon Júnior – Psicólogo)

  • A educação inclusiva e seus desafios (Maria Angélica Momenso Garcia – Historiadora)

  • Discalculia (Denise Riani Rodrigues – Psicopedagoga)

  • TDH e Transtorno Bipolar do Humor (Sérgio Irikura – Neurologista)

  • Drogas lícitas e ilícitas (Sérgio Irikura – Neurologista)

  • Drogas: uma conversa sobre ações preventivas (Maria Angélica Momenso Garcia – Historiadora)


Palestras informativas2

Palestras Informativas

  • Drogas: um olhar da psicologia (WandyrZafalon Júnior – psicólogo)

  • Drogas e educação: medidas preventivas na comunidade escolar e familiar (Denise Riani Rodrigues – psicopedagoga)

  • Resiliência: como superar dificuldades (Denise Riani Rodrigues – Psicopedagoga)

  • Bulliyng (Denise Riani Rodrigues – Psicopedagoga)

  • O desenvolvimento neuropsicomotor de crianças de 0 a 6 anos (Sergio Irikura – Neurologista)

  • Papel Parental (Marisha de Oliveira Santos – Psicóloga)

  • A função social de quem educa (WandyrZafalon Júnior – Psicólogo)


A es preventivas ao uso e abuso de subst ncias qu micas l citas e il citas

Ações preventivas ao uso e abuso de substâncias químicas lícitas e ilícitas

  • Objetivo

    Promover palestras, curso, reuniões e dinâmicas para divulgar informações e conhecimentos técnico-científicos relacionados à prevenção ao uso e abuso de drogas para profissionais da área de saúde e ação social, educação bem como uma campanha permanente de prevenção ao uso indevido de drogas envolvendo pais, educadores e os próprios adolescentes de idades entre 14 e 17 anos e, crianças entre 10 e 12 anos.


A es preventivas ao uso e abuso de subst ncias qu micas l citas e il citas1

Ações preventivas ao uso e abuso de substâncias químicas lícitas e ilícitas

Atividades

  • 1 - Promover uma campanha permanente de informação e divulgação de informações sobre a dependência química e suas consequências para o indivíduo, família e sociedade. (Encontros de Sensibilização com Comunidades)

  • 2 - Buscar o caminho da conscientização e prevenção tanto entre as crianças e adolescentes como pais, educadores e agentes públicos responsáveis pelo atendimento de crianças e adolescentes, principalmente aqueles em situação de vulnerabilidade social. (Dinâmicas com crianças e adolescentes)


A es preventivas ao uso e abuso de subst ncias qu micas l citas e il citas2

Ações preventivas ao uso e abuso de substâncias químicas lícitas e ilícitas

  • 3 - Formar atores sociais e capacitá-los para promoção de uma sociedade inclusiva, democrática e comprometida com ações de prevenção, tratamento e recuperação de crianças e adolescentes dependentes de substâncias lícitas e ilícitas. (Curso de Capacitação em Ações Preventivas de Dependência Química)

  • 4 - Educar crianças e jovens para fazer escolhas com base em valores, crenças, pontos de vista e interesses consistentes com o que é melhor para si. (Encontros de Sensibilização com Comunidade Escolar)

  • 5- Oferecer aos jovens oportunidades de vivenciar, identificar e incorporar valores positivos à sua maneira de ver, sentir, entender e agir. (Terapia Comunitária)


Propostas de interven o social educa o

Pref. Gabriel Monteiro

Pref. Araçatuba

Pref. Guararapes

Pref. Valparaíso

  • Parcerias realizadas


  • Login