Europa antes do brasil
Download
1 / 25

EUROPA ANTES DO BRASIL - PowerPoint PPT Presentation


  • 81 Views
  • Uploaded on

EUROPA ANTES DO BRASIL. Dia 9 de março de 1500, Lisboa era ainda uma cidade de porte médio para os padrões europeus da época, com pouco mais de 50 mil habitantes, espremidos em 270 ruas e 89 becos.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'EUROPA ANTES DO BRASIL' - mahon


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Dia 9 de março de 1500, Lisboa era ainda uma cidade de porte médio para os padrões europeus da época, com pouco mais de 50 mil habitantes, espremidos em 270 ruas e 89 becos


As condições sanitárias eram precárias e as pestes constantes. A expectativa de vida era de 35 anos


genoveses e venezianos ouros, sal, tecidos, pimenta, gengibre, incenso, bronze, desafiavam a imaginação e a cobiça.


Qual o quadro geral da Europa na época da expansão? gengibre, incenso, bronze, desafiavam a imaginação e a cobiça.


O inchaço das cidades facilitou a propagação das doenças, como a peste bubônica, transmitida pela pulga do rato, velho conhecido das lixeiras e depósitos de comida


as rotas comerciais e os contatos de comerciantes de vários pontos ajudaram a disseminar as doenças. Pelo menos 1/3 da população européia morreu


o esgotamento dos solos provocou a fome; a superexploração dos servos e a fome desencadearam revoltas que ajudaram a desorganizar de vez a produção; as rotas comerciais ficaram perigosas


O século XIV foi o sèculo da crise. dos servos e a fome desencadearam revoltas que ajudaram a desorganizar de vez a produção; as rotas comerciais ficaram perigosas


cobiça dos portugueses por descobrirem um caminho que permitisse a eles o controle sobre os produtos que os italianos comercializavam.


Portugueses enxergavam como saída para a crise européia a expansão para além de onde os italianos haviam conseguido chegar. o Oceano. Ir direto às Indias.


Seriam necessários esforços, condições e recursos que nem todos poderiam reunir. Quem seria o primeiro a conseguir?



A Expansão Marítima?posição geográfica do território português foi fundamental.


O investimento na construção de navios capazes de realizar longas viagens e suportar os tormentos do alto-mar. desenvolvimento de instrumentos de orientação, foi outro diferencial português


Desenvolveu-se em Sagres, sul de Portugal, um centro náutico que ficou conhecido como Escola de Sagres.


século XIV náutico que ficou conhecido como Escola de Portugal desenvolve o 1º barco adaptável ao alto-mar. Era a caravela


Os recursos para a expansão vieram da burguesia e do náutico que ficou conhecido como Escola de rei. Para isso, colaborou intensamente o fato de Portugal ter sido o primeiro país a conhecer um governo politicamente centralizador


Faltavam cereais e ouro. Mas sabia-se onde encontrar essas riquezas. Um dos lugares mais conhecidos e até próximos era Ceuta, praça do norte da África e bom mercado


costa africana, ricas em madeira, ouro, marfim, peles e escravos. Nesses locais, os portugueses instalaram entrepostos comerciais denominados feitorias.


É escravos. Nesses locais, os portugueses instalaram entrepostos comerciais denominados lógico que antes de os europeus aqui chegarem, não existia Brasil, mas uma terra onde viviam centenas de nações divididas em grandes troncos étnicos e com culturas bastante distintas da dos “descobridores”.


Vasco da Gama registrou sinais seguros da existência de terras a oeste da sua rota, mas a emergência e a importância da viagem não o desviaram.


O rei D. Manuel, logo que soube das notícias das descobertas feitas por Vasco da Gama, tratou de organizar nova esquadra, para garantir o monopólio do comércio das especiarias



No dia 22 de abril, 44 dias após o início da viagem, os navegadores avistaram terra. Era o Monte Pascoal


ad