Aleitamento materno e f rmulas infantis
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 31

Aleitamento Materno e Fórmulas Infantis PowerPoint PPT Presentation


  • 133 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Aleitamento Materno e Fórmulas Infantis. Giselle Duailibe Zanchetta Escola Superior de Ciências da Saúde - ESCS Internato – 6° ano Unidade de Gastroenterologia Pediátrica - HBDF Orientadora: Dra. Elisa de Carvalho. Anatomia da Mama. 12 a 20 lóbulos. Tubérculos de Montgomery.

Download Presentation

Aleitamento Materno e Fórmulas Infantis

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Aleitamento materno e f rmulas infantis

Aleitamento Materno e Fórmulas Infantis

Giselle Duailibe Zanchetta

Escola Superior de Ciências da Saúde - ESCS

Internato – 6° ano

Unidade de Gastroenterologia Pediátrica - HBDF

Orientadora: Dra. Elisa de Carvalho


Anatomia da mama

Anatomia da Mama

12 a 20 lóbulos

Tubérculos de Montgomery

15 a 20 aberturas


Altera es da mama na gesta o

Alterações da Mama na Gestação

  • Atividade funcional total

  • Influência hormonal

  • Aumento da vascularização e pigmentação

  • Hiperplasia dos lóbulos e ácinos

  • Aumento do tecido de sustentação

  • Aumento das células inflamatórias

  • 2° trimestre: evidência de secreção


Fisiologia da lacta o

Fisiologia da Lactação

PIF

Prolactina

Hipófise

Ocitocina

Estímulo nervoso

Estrogênio

Progesterona

Glândula mamária

GH

Cortisol

Insulina

H. paratireóideo

Aminoácidos

Ácidos graxos

Glicose

Cálcio


Vantagens

Vantagens

  • Custo

  • Não há contaminação

  • Diminuição das infecções, desnutrição e morte súbita

  • Dimimuição a longo prazo na obesidade, DM, HAS, coronariopatias, distúrbios da fala e cáries, alergias

  • Interação mãe-filho

  • Efeito contraceptivo: 98%

  • Menores taxas de CA mama e ovário

  • Menor sangramento transvaginal pós-parto


Preval ncia do aleitamento materno no distrito federal brasil

Prevalência do Aleitamento Materno no Distrito Federal, Brasil

  • Sena, Maria C. F.; Pereira, Maurício G.

  • Estudo transversal em 2002

  • Realizado em Dia Nacional de Vacinação

  • Questionário aplicado a 3.305 mães

  • A prevalência do aleitamento é elevada, mas é curto o período de AME = 96,8% e 70,9%

AME:

0 a 15 dias: 62%

5 a 6 meses: 12,8%

AM predominante:

Constante: 33,1%

AM parcial:

0 a 15 dias: 4,5%

5 a 6 meses: 28,4%


Caracter sticas bioqu micas

Características Bioquímicas

  • Proteínas: Maior concentração de carnitina: metabolismo dos ácidos graxos

  • Gorduras: 50% energia do LM

  • Carboidratos = lactose: 6,8 g%. Fucose: colonização intestinal

  • Minerais: 3,6 vezes menor que no leite de vaca

  • Vitaminas

  • Proteção imunológica


Caracter sticas bioqu micas1

Características Bioquímicas


Contra indica es materna

Contra-indicaçõesMaterna

  • HIV 1 e 2

  • HTLV 1 E 2

  • Hepatites

  • CMV

  • Herpes simples

  • Varicela zoster

  • Sarampo

  • Tuberculose

  • Exposição a metais pesados

  • Doenças metabólicas maternas

  • Insuficiência hepática grave

Contra-indicação absoluta

Contra-indicação relativa

Fonte: Neonatologia - UFPR


Contra indica es lactente

Contra-indicaçõesLactente

  • Galactosemia

  • Fenilcetonúria

  • Síndrome do xarope de bordo


Contra indica es medicamentos e drogas

Contra-indicações:Medicamentos e Drogas

  • Analgésicos, antitérmicos, AINE e opióides


Contra indica es medicamentos e drogas1

Contra-indicações:Medicamentos e Drogas

  • Hormônios e antagonistas


Contra indica es medicamentos e drogas2

Contra-indicações:Medicamentos e Drogas

  • Que atuam no SNC


Contra indica es medicamentos

Contra-indicações:Medicamentos

  • Antimicrobianos


Manejo cl nico

Manejo Clínico

  • Durante a gestação

  • Na maternidade

  • No domicílio


Dificuldades

Dificuldades

  • Má posição

  • Mamilos planos ou invertidos

  • Sucção fraca

  • Incoordenação durante a mamada

  • Fenda palatina

  • Baixa produção láctea

  • Mastite

  • Trabalho materno


O crescimento de crian as alimentadas com leite materno exclusivo nos primeiros 6 meses de vida

O Crescimento de Crianças Alimentadas com Leite Materno Exclusivo nos Primeiros 6 Meses de Vida

  • Marques, Rosa F. S. V. et al

  • Estudo de coorte (fev/2000 a jan/2001)

  • 102 crianças

  • Peso e estatura comparadas às curvas do National Center for Health Statistics (NCHS)

  • Dobro do peso de nascimento antes de 4 meses de vida


F rmulas infantis

Fórmulas Infantis

  • Dividem-se em :

  • Fórmulas poliméricas

  • Fórmulas semi-elementares

  • Fórmulas elementares

  • Fórmulas especializadas


Polim ricas

Poliméricas

  • Nutrientes íntegros

  • Proteínas, lipídeos e carboidratados complexos

  • Absorção intestinal normal

  • Artesanais e industrializadas

  • Modelo: leite materno

  • Proteínas menos alergênicas


Polim ricas1

Poliméricas

Tabela 1. Fórmulas poliméricas para lactentes: Apresentação e reconstituição indicadas pelo fabricante.


Polim ricas2

Poliméricas

Tabela 2- Fórmulas poliméricas para lactentes: Caracterização e fontes alimentares.


Polim ricas3

Poliméricas

Tabela 3 - Fórmulas para prematuros e RNBP: Apresentação e reconstituição indicadas pelo fabricante.

Tabela 4 - Fórmulas para prematuros e RNBP: Caracterização e fontes alimentares.


Polim ricas4

Poliméricas

Tabela 5 - Fórmulas poliméricas à base da proteína do soja: Apresentação e reconstituição indicadas pelo fabricante.

* NAN SOY é o novo nome do produto até então comercializado como ALSOY

** fórmulas para crianças maiores que recebem outros alimentos, pois não são completas para alimentação de lactentes.


Polim ricas5

Poliméricas

Tabela 6 - Fórmulas poliméricas à base da proteína do soja: Caracterização e fontes alimentares.

* NAN SOY é o novo nome do produto até então comercializado como ALSOY

** fórmulas para crianças maiores que recebem outros alimentos, pois não são completas para alimentação de lactentes.


Semi elementares e elementares

Semi-elementares e Elementares

  • Semi-elementares = oligoméricas

  • Absorção intestinal comprometida

  • VO ou por SNG

  • Nutrientes pré-digeridos

  • Classificação baseia-se nas proteínas:

    • Aminoácidos e oligopeptídeos


Semi elementares

Semi-elementares

Tabela 7 - Fórmulas semi-elementares: Apresentação e reconstituição indicadas pelo fabricante.

Tabela 8 - Fórmulas semi-elementares: Caracterização e fontes alimentares.


Elementares

Elementares

Tabela 9 - Fórmulas elementares: Apresentação e reconstituição indicadas pelo fabricante

Tabela 10 - Fórmulas elementares: Caracterização e fontes alimentares.


Especializadas

Especializadas

  • Poliméricas ou oligoméricas

  • Especiais para cada tipo de patologia

  • Exemplos: baixo teor protéico, com alto teor calórico, sem lactose, sem proteína do leite de vaca, para prematuros, etc.


F rmulas completas para nutri o enteral

Fórmulas Completas para Nutrição Enteral

Tabela 11 - Fórmulas infantis completas para nutrição enteral: Apresentação e reconstituição indicadas pelo fabricante.

Tabela 12 - Fórmulas infantis completas para nutrição enteral: caracterização e fontes alimentares.


Bibliografia

Bibliografia

  • Guyton & Hall, Tratado de Fisiologia Médica. 10ª edição. Ed. Guanabara-Koogan, Rio de Janeiro, 2002.

  • Marcondes, Eduardo e col., Pediatria Básica, vol. 1. 9ª edição. Ed. Sarvier, Saõ Pulo, 2002.

  • Stevens, Alan e col., Histologia Humana. 2ª edição. Ed. Manole, São Paulo.

  • Resende & Montenegro, Obstetrícia Fundamental. 8ª edição. Ed. Guanabara-Koogan, Rio de Janeiro, 1999.

  • Carvalho, Elisa e col. Gastroenterologia e Hepatologia em Pediatria: Diagnóstico e Tratamento. 1ª edição. Ed. Medsi, Rio de Janeiro, 2003.

  • SENA, Maria Cristina Ferreira; SILVA, Eduardo Freitas da; PEREIRA, Maurício G.. Prevalência do aleitamento materno no Distrito Federal, Brasil. Cad. Saúde Pública.,  Rio de Janeiro,  v. 18,  n. 3,  2002.  Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2002000300010&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 29  Out  2006.  doi: 10.1590/S0102-311X2002000300010.

  • MARQUES, Rosa F. S. V.; LOPEZ, Fábio A.; BRAGA, Josefina A. P.. Growth of exclusively breastfed infants in the first 6 months of life. J. Pediatr. (Rio de J.).,  Porto Alegre,  v. 80,  n. 2,  2004.  Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572004000200005&lng=en&nrm=iso>. Access on: 29  Oct  2006.  doi: 10.1590/S0021-75572004000200005.


  • Login