LIXOELÉTRICA
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 66

LIXOELÉTRICA PowerPoint PPT Presentation


  • 56 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

LIXOELÉTRICA. AVSENERGIA E MEIO AMBIENTE LTDA. LIXO É ENERGIA ELÉTRICA. A nova idéia !!! Mais de 50 milhões de kwh disponíveis. A MAIS AVANÇADA TECNOLOGIA PARA PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE.

Download Presentation

LIXOELÉTRICA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Lixoel trica

LIXOELÉTRICA

AVSENERGIA

E MEIO AMBIENTE LTDA


Lixoel trica

LIXO É ENERGIA ELÉTRICA

A nova idéia !!!

Mais de 50 milhões de kwh disponíveis...

A MAIS AVANÇADA TECNOLOGIA PARA PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE


Lixoel trica

Apresentamos nossos projetos para solução de meio ambiente  com  lixo urbano e hospitalar,  combinado com “Co-geração de Energia limpa”.

Trata-se de uma usina processadora de lixo com tecnologia avançado para este seguimento com construção móvel onde os resíduos do lixo, na usina podem ser misturados um aos outros independente de seleção e ou reciclagem e o produtos final, são bloquetes de (2"O polegadas por 50 centímetro), que triturados e misturado com cimento químico, fazem blocos para construção civil ou placas para casas populares pré-moldados, além, de poder ser  comercializados e vendidos os bloquetes, para industria na queima em caldeiras e outros, podendo ainda ser armazenados em local a céu aberto com sol e chuva, não contendo cheiros porém, não atrai insetos,ratos,baratas e urubus, o produto final pelo processo acaba saindo da usina semi vitrificado com alto poder calorífico, sendo um produto de queima constante superior a madeira e bagaço de cana,  por conter materiais orgânicos diversos, além de plásticos,madeiras,vidros etc.. em fins, o produto ao passar por um gaseificador,produz gás, que pode ser coletado em coletor apropriado e vendido a industria.


Lixoel trica

INSTALAÇÃO COMPLETA PARA TRATAMENTO E GASEIFICAÇÃO

DE RESÍDUOS SÓLIDOS

URBANOS NÃO SELECIONADOS

PARA GERAÇÃO DE ENERGIA

ELÉTRICA.

Capacidade Instalada:

Entre 50 a 250 T / dia de RSU


Lixoel trica

CARACTERÍSTICAS E VANTAGENS

- Sistema inovador para tratamento e utilização de RSU

- Seleção automática de materiais inertes, metais, vidro, etc.

- Combustão termo-química (não incinerada).


Lixoel trica

CARACTERÍSTICAS E VANTAGENS

- Não gera dioxina ou qualquer outra substância poluente.

- Minimiza impactos ambientais.

- Alta eficiência de produção de energia.


Lixoel trica

CARACTERÍSTICAS E VANTAGENS

- Baixo custo operacional.

- Tratamento de cinzas residuais e conversão do material inerte, em re-utilizável.

- Alto retorno anual garantindo rápida e real amortização.


Estocagem e alimenta o do rsu rsu res duo s lido urbano

ESTOCAGEM E ALIMENTAÇÃO DO RSU

RSU = RESÍDUO SÓLIDO URBANO


Estocagem e alimenta o do rsu rsu res duo s lido urbano1

ESTOCAGEM E ALIMENTAÇÃO DO RSU

RSU = RESÍDUO SÓLIDO URBANO


Triturador

TRITURADOR


Triturador1

TRITURADOR


Moinho de martelo

MOINHO DE MARTELO


Moinho de martelo1

MOINHO DE MARTELO


Sistema de sele o

SISTEMA DE SELEÇÃO


Sistema de sele o1

SISTEMA DE SELEÇÃO


Secador rotat rio

SECADOR ROTATÓRIO


Secador rotat rio1

SECADOR ROTATÓRIO


Depurador de p

DEPURADOR DE PÓ


Depurador de p1

DEPURADOR DE PÓ


Ciclone de separa o inercial

CICLONE DE

SEPARAÇÃO INERCIAL


Ciclone de separa o inercial1

CICLONE

DE

SEPARAÇÃO

INERCIAL


Briquetador

BRIQUETADOR


Briquetador1

BRIQUETADOR


Gasog nio

GASOGÊNIO


Gasog nio1

GASOGÊNIO


Cinzas

CINZAS


Cinzas1

CINZAS


Lixoel trica

GÁS


Lixoel trica

GÁS


Lavador de g s

RESFRIADOR DE GÁS

LAVADOR DE GÁS


Lavador de g s1

RESFRIADOR DE GÁS

LAVADOR DE GÁS


Motor de combust o a g s

MOTOR DE COMBUSTÃO A GÁS


Motor de combust o a g s1

MOTOR DE COMBUSTÃO A GÁS


Recuperador do calor

RECUPERADOR DO CALOR


Recuperador do calor1

RECUPERADOR DO CALOR


Alternador

ALTERNADOR


Alternador1

ALTERNADOR


Transformador

TRANSFORMADOR


Transformador1

TRANSFORMADOR


Energia el trica

ENERGIA ELÉTRICA


Energia el trica1

ENERGIA ELÉTRICA


Objetivo

OBJETIVO

  • mau cheiro;

  • fermentação;

  • produção de biogás;

  • líquidos de percolação;

  • concentração de animais e microorganismos nocivos à saúde

O objetivo desta planta é o de eliminar a maior parte das características negativas do lixo:

E aproveitar as características energéticas do lixo, ou seja, o seu poder calorífico.


Que tipo de lixo

Que tipo de Lixo?

Única e exclusivamente o resíduo domiciliar, que é da competência do município coletar e tratar


Como funciona

Como funciona?

O município coleta e entrega na usina, o lixo domiciliar, que será processado objetivando a geração de um gás pobre, para a queima em um motor de combustão interna, motor este que está acoplado à um gerador de energia elétrica conectado à rede pública.


O que sobra

O que sobra?

Da parte sólida, sobram somente resíduos de carbono completamente inertes e que podem ser misturados à massa asfáltica ou servir de carga em outra mistura qualquer de artefatos de cimento, concretos, argamassas, etc.

Com relação aos líquidos e gases, os mesmos são tratados em uma planta de tratamento de efluentes e despejados nos cursos d’água ou à rede de esgoto pública, após a certificação da qualidade dos resíduos.


T m emiss o de gases

Têm emissão de gases?

Conforme explicado no item anterior, os gases oriundos da queima, passam por um lavador de gases e por uma estação de tratamento de efluentes, assegurando desta forma a inexistência de chaminés e, conseqüente, emissão de partículas.


A lei permite

A lei permite?

Está instituída na lei, a figura do produtor independente de energia que é o modelo legal que se enquadra tal usina, podendo a mesma, comercializar a energia gerada diretamente com consumidores interessados, por ela própria, para alguma concessionária ou através do ONS(Operador Nacional do Sistema) que é uma bolsa de energia.


Quantidade de lixo necess rio

Quantidade de lixo necessário

Não existe um número absoluto para tal pergunta, pois o projeto da usina é definido em função da produção de lixo do município interessado.


Quantidade de lixo necess rio1

Quantidade de lixo necessário

Através do estudo de viabilidade de instalação, dimensionamento dos equipamentos e pós-laudos laboratoriais, constatando os valores caloríficos do lixo e qualidade do gás para o projeto da usina.


Produ o de lixo

Produção de lixo

A produção de lixo por habitante/dia é de aproximadamente 700 gramas, variando a quantidade de tal lixo em função dos materiais nobres (plásticos, borracha, madeiras) e em função da umidade relativa que na média é de 42%.


Pre o da energia el trica

Preço da energia elétrica

O preço que hoje um município paga à uma concessionária de energia elétrica é de aproximadamente R$ 170,00 MW/HORA e o preço relativo é o resultado da divisão do valor pago pela prefeitura dividido pelo nº de habitantes, o que varia bastante em função das condições sócio-econômicas dos municípios.

Exemplo: uma cidade de 50.000 habitantes gasta R$ 70.000/mês.


Pre o da energia el trica1

Preço da energia elétrica

O preço que hoje uma distribuidora cobra pela comercialização de 1 Mwh é de R$ 460,00 x 24hs x 30 dias é = R$ 331.200 x 2 Mwh = R$ 662.400/mês

O baixo custo operacional permite um retorno promissor garantido, líquido e certo.

O prazo médio de instalação de uma usina geradora de 2 Mwh é de 15 meses, depende do dimensionamento do projeto e da distância da rede de transmissão que será conectada à energia elétrica gerada pelos Resíduos Sólidos Urbanos do Município.


Custo do aterro sanit rio

Custo do aterro sanitário

  • nº de máquinas;

  • distância;

  • vigilância;

  • aluguel do aterro;

  • técnicas de movimentação;

  • etc.

O custo do aterro sanitário, depende de alguns fatores:

E pode variar na média de:

R$ 30,00 a R$ 70,00/tonelada ou mais.


Modelo de neg cios

Modelo de negócios

Existem, basicamente, dois modelos de negócios a serem aplicados à geração de energia elétrica com lixo:


1 munic pio produtor

1) Município Produtor

O município interessado compra a usina e com o lixo passa a gerar energia elétrica que será consumida pelo próprio município.

Quando houver excedente vendida e quando houver falta comprada da concessionária local.


2 produtor independente

2) Produtor independente

O produtor interessado compra a usina e a instala em uma área a ser doada pela prefeitura. A prefeitura deverá pagar a este produtor para que o mesmo processe o seu lixo, não mais existindo o aterro sanitário. O produtor vende a energia elétrica gerada, no mercado livre ou à própria prefeitura, tendo assim, duas fontes de receita:

  • Energia elétrica

  • Processamento de lixo


Quanto custa

Quanto custa?

O preço de uma planta de geração com lixo, depende de muitos fatores e tem que ser avaliado caso a caso, é necessário um estudo de viabilidade para a implantação.


Estimativa de estudo preliminar

Estimativa de Estudo Preliminar


A produ o m dia di ria de lixo s lido urbano de

A produção média diária de Lixo Sólido Urbano é de:

0,700 Kg por habitante


Estimativa de composi o dos res duos s lidos urbanos domiciliares em sobre o peso de kg m3

Estimativa de Composição dos Resíduos Sólidos Urbanos Domiciliares em % sobre o peso de Kg/m3


Estimativa de opera o da unidade gaseificadora de 330 dias ano

Poder calorífico do lixo Sólido Domiciliar estimado é inferior a 2.100 kcal/Kg

Estimativa de operação da unidade gaseificadora é de 330 dias/ano

A umidade relativa do Lixo Sólido Urbano Domiciliar estimado é de 42%

Estimativa de operação da planta de tratamento e geradora de combustível é de 213 dias/ano


Lixoel trica

CARACTERÍSTICAS DO LIXO APÓS TRATAMENTO, SECAGEM E PRENSAGEM

Inodoro

Impermeável

Não gera problemas de percolação e efluentes

Não libera biogás

Não é biodegradável

Não é apetitoso à animais

Representa uma reserva estratégica de combustível alternativo


Lixoel trica

ESTIMATIVA DA COMPOSIÇÃO DO GÁS PRODUZIDO PARA GERAÇÃO


Lixoel trica

OBS: os números apresentados são estimativos, números concretos dependem do estudo de viabilidade para a classificação do lixo e do gás, para o dimensionamento da planta de tratamento do lixo urbano, turbinas, unidade gaseificadora e distância da rede para conecção da energia gerada.

AVSENERGIA E MEIO AMBIENTE LTDA

[email protected][email protected]


  • Login