Como calcular uma folha de pagamento
Download
1 / 15

Como calcular uma Folha de Pagamento - PowerPoint PPT Presentation


  • 121 Views
  • Uploaded on

Como calcular uma Folha de Pagamento.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Como calcular uma Folha de Pagamento ' - lexi


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Como calcular uma folha de pagamento

Como calcular uma Folha de Pagamento


Para calcular uma folha de pagamento é preciso ter conhecimentos específicos em recursos humanos, bem como sobre leis trabalhistas. A folha de pagamento é o retrato da atividade exercida pelo funcionário e o espelho da remuneração de direito desse funcionário. Através do contra-cheque , o trabalhador pode financiar um carro, um imóvel. Assim sendo, o contra - cheque de pagamento é o histórico dos ganhos de uma pessoa e também documento comprobatório para requerimento da aposentadoria. Assim sendo, a responsabilidade de quem realiza o cálculo da folha de pagamento é muito grande.


A pessoa que calcula a folha de pagamento precisa
A pessoa que calcula a folha de pagamento precisa:

1. Classificar o funcionário por categoria, por exemplo: comércio, indústria, etc. Porque cada categoria é regida por uma Convenção Coletiva que dita as normas a serem seguidas.


2. Analisar o cartão ou livro ponto de cada funcionário da folha de pagamento para ver se há horas extras e quantas horas extras foram trabalhadas no mês.


3.Conferir se há algum adicional como noturno, periculosidade, insalubridade, salário família, descanso semanal remunerado, entre outros


4. Averiguar se houve faltas no período e se essas faltas foram justificadas ou não. Em havendo faltas não justificadas, deve-se descontar os dias que se faltou. Para isso é preciso dividir o valor do salário bruto por 30 e multiplicar o valor obtido pelos dias que se faltou. O resultado é descontado do valor bruto do salário.



6. Calcular o imposto de renda, sendo a base cálculo o valor do salário deduzido o INSS. Para a determinação da base de cálculo sujeita à incidência do imposto na fonte, têm-se como dedução legal: dependentes, desconto do INSS, faltas e atrasos e pensão alimentícia. 


7. Deduzir todos os descontos ( INSS, faltas, vale refeição, vale transporte, adiantamento salarial, contribuição sindical, imposto de renda) e apurar o valor líquido a ser pago ao trabalhador


6. Calcular o imposto de renda, sendo a base cálculo o valor do salário deduzido o INSS. Para a determinação da base de cálculo sujeita à incidência do imposto na fonte, têm-se como dedução legal: dependentes, desconto do INSS, faltas e atrasos e pensão alimentícia.


7. Deduzir todos os descontos ( INSS, faltas, vale refeição, vale transporte, adiantamento salarial, contribuição sindical, imposto de renda) e apurar o valor líquido a ser pago ao trabalhador


ad