Download
1 / 31

TEORIA DA CONTABILIDADE Profº Régio Ferreira - PowerPoint PPT Presentation


  • 90 Views
  • Uploaded on

TEORIA DA CONTABILIDADE Profº Régio Ferreira. Capítulo 6. “ Definição e Critérios de Avaliação do Ativo “ PLT - 67. 1 - Definição. Ativo “ Conjunto de bens e direitos à disposição da administração.. “ Avaliar: atribuir valores. Gerar receitas/ganhos para a empresa.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' TEORIA DA CONTABILIDADE Profº Régio Ferreira' - lenka


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

TEORIA DA CONTABILIDADE

Profº Régio Ferreira


Capítulo 6

“ Definição e Critérios de Avaliação do Ativo “

PLT - 67


1 - Definição

Ativo

“ Conjunto de bens e direitos à disposição da administração.. “

Avaliar: atribuir valores.

Gerar receitas/ganhos para a empresa.


Ativos, transformando-se em dinheiro

Bens não são fabricados ou adquiridos sem nada render (= cias).

Jóias, obras de artes são adquiridas para, no futuro se preciso possam ser convertidas em dinheiro (carro, imóveis).

Aplicações-proteger contra perdas, produzir juros.


Potencial de benefícos

Uma empresa usa os ativos para manter suas operações, a fim de gerar receitas que supere o valor dos ativos sacrificados.

Nas aplicações o objetivo é garantir fluxo de caixa (cash flow).


Nas empresas, o fluxo de caixa pode ser precedido de fluxo de serviços (mercadorias), isolado ou conjuntamente, que servem para gerar fluxos de caixas.

Aqui, temos a visão da produção.


Em última análise de serviços (mercadorias), isolado ou conjuntamente, que servem para gerar fluxos de caixas.

Dinheiro é ativo por excelência.

Ativo, portanto, é definido como algo que possui potencial de serviço, para a entidade, direta ou indiretamente, agora ou no futuro, de gerar fluxos de caixa.


Ativos na Continuidade de serviços (mercadorias), isolado ou conjuntamente, que servem para gerar fluxos de caixas.

A empresa mantém os ativos para em conjunto com outros ativos, com o trabalho e força de trabalho da empresa, gerar fluxos líquidos positivos de caixa.


2 - Avaliação do Ativo e outras características de serviços (mercadorias), isolado ou conjuntamente, que servem para gerar fluxos de caixas.

  • Os ativos são avaliados por valor de custo (de entrada),

  • Idem para Passivos (obrigações), precisará sacrificar ativos para pagá-los. ( Ex: Conta Caixa – R$ )


Alguns tipos de avaliação pelo custo (valores de entrada) de serviços (mercadorias), isolado ou conjuntamente, que servem para gerar fluxos de caixas.

Custo histórico ( original )

Valor original da transação, quanto custou à empresa adquirir um determinado produto (ativo).


Valor original, ou custo histórico, ou custo original - é o valor para adquirirmos uma mercadoria, veículo para uso da empresa (valor negociado entre as partes).


Custo histórico ( corrigido ) o valor para adquirirmos uma mercadoria, veículo para uso da empresa (valor negociado entre as partes).

Basicamente, o mesmo do custo histórico, porém periodicamente , corrigido por algum índice oficial, para trazer valores mais próximos do mercado (atual).

Utilizadas em países com altas taxas inflacionárias.


Custo de reposição o valor para adquirirmos uma mercadoria, veículo para uso da empresa (valor negociado entre as partes).

Valor de mercado para repor um ativo com as mesmas características do que está sendo avaliado.

Ex: reposição de máquina danificada.


Custo de reposição corrigido o valor para adquirirmos uma mercadoria, veículo para uso da empresa (valor negociado entre as partes).

Idem anterior, porém corrigindo os valores para comparação.

Ex: Reposição ativo T0 $ 100

T1 $ 150

Inflação período 40%

Valor reposição em T1 ... $ 150

Valor reposição em T0 ... $ 140

Valorização real ... $ 10


Quadro resumido para demonstração: o valor para adquirirmos uma mercadoria, veículo para uso da empresa (valor negociado entre as partes).

Custo histórico

Valor de aquisição

Valor de aquisição mais a correção

Custo histórico Corrigido

Custo de reposição

Valor de reposição do bem

Custo de reposição corrigido

Valor de reposição do bem, mais a correção


3 - O Ativo intangível o valor para adquirirmos uma mercadoria, veículo para uso da empresa (valor negociado entre as partes).

Definição e exemplos

  • Nova lei das S/A (11.638/07) – Ativo Permanente – Balanço Patrimonial

  • O Ativo Tangível/Corpóreo: bens físicos, materiais, que se pode tocar.

  • O Ativo Intangível / Incorpóreo / Invisível: que não de pode tocar, pegar.



> Incorporação: uma ou + sociedades são absorvidas por outra (sucede em todos direitos e obrigações). Ex: Philip Morris incorporou KRAFT (patrimônio físico USD 1 bi, USD 9 bi, bens intangíveis (poder da marca, imagem, posição comercial).


Tendência moderna outra (sucede em todos direitos e obrigações). Ex: Philip Morris incorporou KRAFT (patrimônio físico USD 1 bi, USD 9 bi, bens intangíveis (poder da marca, imagem, posição comercial).

  • Empresas famosas vendem bilhões, sem nada produzir, sem fábrica. máquina, etc.

  • Ex: Nike – lider de mercado material esportivo, terceiriza todos produtos, sem produção.

  • VISA, movimenta USD 300 bi, com Ativo tangível irrisório.


Como avaliar uma marca? outra (sucede em todos direitos e obrigações). Ex: Philip Morris incorporou KRAFT (patrimônio físico USD 1 bi, USD 9 bi, bens intangíveis (poder da marca, imagem, posição comercial).

A contabilidade combinada com as avaliações, documentos, bens, defronta-se com este desafio: avaliar o Intangível.


Capital Intelectual outra (sucede em todos direitos e obrigações). Ex: Philip Morris incorporou KRAFT (patrimônio físico USD 1 bi, USD 9 bi, bens intangíveis (poder da marca, imagem, posição comercial).

  • Capacidade intelectual humana, inteligência, conhecimento, marcas, patentes, design, liderança tecnológica....

  • Simples é avaliar o patrimônio visível.


Goodwill e algumas distorções outra (sucede em todos direitos e obrigações). Ex: Philip Morris incorporou KRAFT (patrimônio físico USD 1 bi, USD 9 bi, bens intangíveis (poder da marca, imagem, posição comercial).

  • Ativo intangível – diferença entre o valor contábil e o valor de mercado.

  • Valor agregado que tem a empresa pela lealdade dos clientes, imagem, reputação, nome da empresa, marca, produtos, patente, direitos autorais, etc.



  • Diferença entre o valor da empresa e o Marlboro – pode ter valor para muitos e odiada por quem não fuma.valor de mercado dos Ativos e Passivos ( ágio ).

  • Ex: avaliação empresa no mercado por $ 5.000, porém, perspectivas de lucros futuros paga $ 8.200; Goodwill de $ 3.200.


O valor de uma empresa Marlboro – pode ter valor para muitos e odiada por quem não fuma.

  • Métodos de avaliação de empresa:

  • Valor histórico: diferença entre Ativo e Passivo ( identifica quanto custa do que quanto vale ).

  • Fluxo de caixa descontado: valor presente dos fluxos de caixa futuros esperados, estes substituem valor da fábrica, equipamentos, veículos,...


  • Valor de liquidação: Marlboro – pode ter valor para muitos e odiada por quem não fuma. ênfase no Ativo Tangível a valor de liquidação, para empresas sem perspectivas.

  • Valor de Mercado Agregado: compara o valor de mercado com o capital investido pelos donos.

  • Valor Econômico Agregado: compara o Lucro Operacional Líquido com Custo Capital Investido.


ESTAMOS JUNTOS? Marlboro – pode ter valor para muitos e odiada por quem não fuma.


ad