falando sobre aborto
Download
Skip this Video
Download Presentation
FALANDO SOBRE ABORTO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 25

FALANDO SOBRE ABORTO - PowerPoint PPT Presentation


  • 170 Views
  • Uploaded on

FALANDO SOBRE ABORTO. INTRODUÇÃO ADOLESCENTES ESCOLHENDO O CAMINHO ERRADO . TEXTO BÁSICO. “Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia”, SALMOS 139.12 .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'FALANDO SOBRE ABORTO' - landers


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
falando sobre aborto

FALANDO SOBRE ABORTO

INTRODUÇÃO

ADOLESCENTES ESCOLHENDO O CAMINHO ERRADO

texto b sico
TEXTO BÁSICO
  • “Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia”, SALMOS 139.12.
prazer consequencias
PRAZER - CONSEQUENCIAS
  • TUDO O QUE SE FAZ NA VIDA, TRAZ SUAS CONSEQÜÊNCIAS - SEJAM ELAS BOAS OU MÁS!
  • PROBLEMAS MORAIS, LEGAIS, FÍSICOS, EMOCIONAIS e ESPIRITUAIS
  • ABORTO PROVOCADO NÃO É SOLUÇÃO
n meros assustadores enio brito
NÚMEROS ASSUSTADORES – ENIO BRITO
  • 600 mil partos de adolescentes no Brasil;
  • 500 mil abortamentos (de adolescentes);
  • 1.100.000 (um milhão e cem mil) adolescentes engravidam por ano no Brasil;
  • Uma em cada 17 adolescentes engravidem nos próximos meses.
dados da oms
DADOS DA OMS
  • O Brasil, segundo a OMS, é o país onde mais se pratica aborto (10% dos abortos mundiais);
  • Cada criança que nasce duas são abortadas;
  • São 13.090 abortos por dia, 570 por hora, 0,5 por minuto;
  • Muitos os casos em que a mulher sofre seqüelas graves.
site garotasadolescentes hpg com br
Site: garotasadolescentes.hpg.com.br
  • 1 milhão de abortos são feitos; clandestinamente por ano no Brasil;
  • 300 mil mulheres são internadas com complicações decorrentes de abortos clandestinos;
  • 205 abortos legais foram feitos (em um ano) por hospitais públicos no Brasil, em casos de estupro e risco de vida para a mulher.
falando sobre o aborto defini es
FALANDO SOBRE O ABORTO - DEFINIÇÕES
  • Jocelyn Cardenas, em seu artigo “Aborto Induzido”, define como “a morte do feto dentro do ventre da mãe, produzida durante qualquer momento da etapa de gestação, que vai desde a fecundação (união do óvulo com o espermatozóide), até o momento prévio do nascimento” (Revista Merc News, ano 7, no. 74).
  • O site cadernodigital.uol.com.br, dá como definição: “o aborto é a eliminação, de maneira natural ou induzida de um ovo ou embrião, antes da 28ª semana de gestação”.
aborto espont neo ou natural
ABORTO ESPONTÂNEO OU NATURAL
  • Por acidente;
  • Por anormalidades orgânicas da mulher ou por defeito do próprio ovo;
  • Ocorre normalmente nos primeiros dias ou semanas da gravidez, com um sangramento quase igual ao fluxo menstrual.
pr jaime kemp sepal
PR. JAIME KEMP (SEPAL)
  • “O aborto natural é a interferência de Deus utilizando o corpo da mulher, que rejeita e expele um óvulo defeituoso, mal formado. Apesar de também ser muito difícil, até traumático, nesse tipo de aborto, fica a certeza de saber que a própria natureza se encarregou de eliminar, um ser que não teria chances de sobrevivência sadia”.
aborto provocado ou induzido
ABORTO PROVOCADO OU INDUZIDO
  • “Há pelo menos três maneiras, atualmente utilizadas para provocar o aborto:

- SUCÇÃO - um minúsculo aspirador é colocado no útero, sugando o embrião e matando-o;

- SOLUÇÃO QUÍMICA - é injetada no útero, matando instantaneamente o embrião;

- RASPAGEM - raspa-se a vida recém formada que se instala nas paredes do útero” (JAIME KEMP – OP. CIT.)

o que dizem as leis no brasil
O QUE DIZEM AS LEIS NO BRASIL
  • A legislação condena o Aborto Provocado
  • Não há punição:

- Aborto necessário, para salvar a vida da gestante;

- Gravidez resultante de estupro – por consentimento da gestante. Quando incapaz, pelo representante legal.

conseq ncias do aborto
CONSEQÜÊNCIAS DO ABORTO
  • ÁREA FÍSICA
  • Lesão do colo uterino - provocada pelo uso de dilatadores.

– Consequencias: insuficiência do colo uterino, favorecendo abortos sucessivos no futuro.

  • Perfuração do Útero - pode ocorrer pelo aspirador ou outro aparelho, pois o útero grávido é muito sensível.

- Consequencias: infecção e obstrução das trompas, provocando esterilidade; intervenção para estancar a hemorragia produzida; perigo de lesão no intestino, na bexiga ou nas trompas.

conseq ncias do aborto13
CONSEQÜÊNCIAS DO ABORTO
  • Infecção uterina secundária, decorrente do aborto: apesar dos antibióticos administrados antes do aborto, há grande incidência de infecções e obstrução de trompas.

- Consequências: perigo de esterilidade ; gravidez ectópica (fora do lugar apropriado), que pode ocasionar a morte da criança e em alguns casos, também a da mãe.

conseq ncias do aborto14
CONSEQÜÊNCIAS DO ABORTO
  • ÁREA PSICOLÓGICA
  • Para a Mãe

- Queda da autoestima pela destruição do próprio filho;

- Problemas futuros de frigidez sexual;

- Aversão ao futuro marido;

- Sentimento de frustração, quanto ao seu instinto materno;

- Possibilidades de doenças psicossomáticas.

conseq ncias do aborto15
CONSEQÜÊNCIAS DO ABORTO
  • ÁREA PSICOLÓGICA
  • Para os filhos que podem nascer no futuro:

Possibilidade de existir um atraso mental, por causa de má formação durante a gravidez, ou nascimento prematuro.

conseq ncias do aborto16
CONSEQÜÊNCIAS DO ABORTO
  • ÁREA SOCIAL

- A jovem passa a transferir sua culpa, através de uma atitude defensiva, em seu relacionamento com outras pessoas;

- Discriminação em suas amizades, por terem praticado aborto;

- Os familiares, em alguns casos, ao invés de promoverem uma recuperação da pessoa que abortou, promovem mais constrangimento e humilhação.

o aborto provocado n o pode ser uma op o para o povo de deus
O ABORTO PROVOCADO NÃO PODE SER UMA OPÇÃO PARA O POVO DE DEUS
  • Bill Jones em seu livro “Sexo: desejando o melhor” (Ed. JUMOC, pág.174), dá seis razões para não praticá-lo:
  • VOCÊ ABORTA UMA VIDA. A Bíblia ensina sobre o valor da vida humana AINDA NO VENTRE:

- Gn 25.21-24 (Isaú e Jacó- “lutavam dentro dela”);

- Sl 22.9-10 (Davi – “tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe”);

- Jr 1.4-5 (Jeremias – “Antes que te formasse no ventre eu te conheci”);

- Lc 1.41-44 (João Batista – “a criancinha saltou de alegria no meu ventre”);

- Sl 139.13-16 (“cobriste-me no ventre de minha mãe”);

- Êx 20.13 (Não matarás).

o aborto provocado n o pode ser uma op o para o povo de deus18
O ABORTO PROVOCADO NÃO PODE SER UMA OPÇÃO PARA O POVO DE DEUS
  • VOCÊ ABORTA A SUA SAÚDE

- série de danos aos órgãos reprodutores;

- perde grande quantidade de sangue;

- risco de infecções e perfuração do útero;

- problemas para uma futura gravidez, infertilidade etc..

o aborto provocado n o pode ser uma op o para o povo de deus19
O ABORTO PROVOCADO NÃO PODE SER UMA OPÇÃO PARA O POVO DE DEUS
  • VOCÊ ABORTA SUAS EMOÇÕES

- você terá de suportar o peso da culpa;

- depressão e ansiedade, decorrentes desta escolha;

- Estes sentimentos não permitirão que você jamais se esqueça do aborto.

o aborto provocado n o pode ser uma op o para o povo de deus20
O ABORTO PROVOCADO NÃO PODE SER UMA OPÇÃO PARA O POVO DE DEUS
  • VOCÊ ABORTA A RESPONSABILIDADE

- Você escolheu fazer sexo e o resultado foi um bebê;

- Agora você tem a oportunidade de aprender a ser realmente responsável;

- O aborto é uma fuga desta responsabilidade.

o aborto provocado n o pode ser uma op o para o povo de deus21
O ABORTO PROVOCADO NÃO PODE SER UMA OPÇÃO PARA O POVO DE DEUS
  • VOCÊ ABORTA O RESPEITO PRÓPRIO

- Parece que se você abortar, as pessoas não ficarão sabendo sobre a gravidez e você conseguirá manter seu respeito próprio;

- Respeito é aquilo que as pessoas pensam sobre você, mas RESPEITO PRÓPRIO é aquilo que você pensa sobre si mesma;

- Mesmo que ninguém fique sabendo, um aborto destrói seu respeito próprio, fazendo-a sentir-se como uma verdadeira assassina.

o aborto provocado n o pode ser uma op o para o povo de deus22
O ABORTO PROVOCADO NÃO PODE SER UMA OPÇÃO PARA O POVO DE DEUS
  • ABORTA SUA RESPONSABILIDADE SOCIAL

- nossa sociedade simplesmente defende o assassinato de bebês e não dá muita importância ao fato;

- “Muitos pesquisadores da área médica acreditam que o uso rotineiro de tecido fetal (de bebês abortados), é só uma questão de tempo”. Cérebros e fígados de bebês são usados no tratamento de doenças, sem nenhum escrúpulo para com o bebê morto;

- você não quer tomar parte nisso!

possibilidades para a garota gr vida
POSSIBILIDADES PARA A GAROTA GRÁVIDA
  • CASAMENTO: Alternativa, especialmente se o casal tinha um bom relacionamento antes da gravidez. Se não existirem essas condições, a união terá poucas probabilidades de sucesso (Gary Collins);
  • ASSUMIR SOZINHA: Quando a família acolhe a moça e ao bebê, torna-se um caminho um pouco mais suportável. Existirão limitações pessoais, quanto a estudo, trabalho, desenvolvimento de amizades.
possibilidades para a garota gr vida24
POSSIBILIDADES PARA A GAROTA GRÁVIDA
  • ENTREGAR O BEBÊ PARA A ADOÇÃO: muitas vezes, as mães estão completamente sem perspectivas econômicas, que possibilitem manter seu filho. Estão em brigas com suas famílias, pressionadas socialmente e passam a considerar como viável, a entrega do bebê para entidades especializadas em adoção.
decis o final
DECISÃO FINAL
  • A futura mamãe deve ser acolhida por irmãos em Cristo, sendo ajudada por conselheiros sábios. O momento que ela está vivendo já é duro demais para suportar “sermões” e lições de moral. Existirá o momento para estas avaliações sobre “por que chegou a este ponto?”. Mas agora o momento é de acolhimento. Em muitos casos, já existe o arrependimento sincero, quanto ao erro do sexo fora do casamento.
ad