Reino fungi
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 25

REINO FUNGI PowerPoint PPT Presentation


  • 167 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

REINO FUNGI. OS FUNGOS. Características gerais. eucarióticos; heterótrofos; maior parte são filamentosos; unicelulares (leveduras); classificação  plantas sem clorofila junto com protozoários 1970  reino Fungi (70 mil espécies)

Download Presentation

REINO FUNGI

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Reino fungi

REINO FUNGI

OS FUNGOS


Caracter sticas gerais

Características gerais

  • eucarióticos;

  • heterótrofos;

  • maior parte são filamentosos;

  • unicelulares (leveduras);

  • classificação  plantas sem clorofila

    junto com protozoários

    1970  reino Fungi (70 mil espécies)

  • maior ser vivo da Terra: Armillaria ostoyae (6 milhões de m2 com 400 a 1000 anos)


Organiza o corporal

Organização Corporal

  • hifas: filamentos microscópicos ramificados;

  • micélio: conjunto de hifas;

  • hifas cenocíticas: tubos contínuos sem divisões, com centenas de núcleos;

  • hifas septadas: tubos com paredes transversais (septos) com um ou dois núcleos (comunicáveis);

  • quitina: polissacarídeo constituinte da parede das hifas: é resistente, flexível e insolúvel em água;

  • crescimento: nas extremidades das hifas, enquanto houver alimento disponível e boas condições.


Nutri o dos fungos

Nutrição dos Fungos

  • Heterótrofos de digestão extracelular

     decompositores (matéria orgânica morta – saprofágicos)

     parasitas (matéria orgânica viva)

     mutualismo (liquens e micorrizas)


Principais grupos 1 citridiomicetos mastigomicetos

Principais Grupos1) Citridiomicetos (mastigomicetos)

  • maioria aquática;

  • apresentam flagelos (sugerida sua retirada do reino);

  • ausência de quitina, com celulose na parede;

  • saprofágicos/parasitas.


2 zigomicetos

2) Zigomicetos

  • não formam corpos de frutificação;

  • hifas cenocíticas;

  • vida livre: Rhizopus

  • parasitas de vermes, protozoários e insetos

  • Mutualismo:micorrizas


3 ascomicetos

3) Ascomicetos

  • cerca de metade de todas as espécies;

  • formam ascos com ascósporos;

  • ex.: Saccharomyces cerevisiae (fermento de padaria);

  • ex.: Morchella esculenta (comestível)

  • líquens (fungos + algas/cianobactérias)


4 basidiomicetos

4) Basidiomicetos

  • formam basídios com basidiósporos;

  • cogumelos (Agaricus campestris)


5 deuteromicetos

5) Deuteromicetos

  • categoria de conveniência (espécies que aguardam melhor classificação)

  • ex.: Penicillium; Candida albicans e Trichophyton (reclassificados como ascomicetos);

  • novas classificações são feitas por comparações de seqüências de DNA)


Reprodu o dos fungos

Reprodução dos Fungos

  • Germinação  processo de formação da primeira hifa a partir de um esporo. O revestimento resistente do esporo se rompe e a célula se alonga enquanto seu núcleo se multiplica por mitose. Forma-se uma estrutura tubular, a hifa, que se alonga progressivamente e se ramifica, originando o micélio.


Reprodu o assexuada

Reprodução assexuada

  • Fragmentação – um micélio fragmenta-se e origina novos micélios;

  • Brotamento (gemulação) – formação de um broto ou gema;

  • Esporulação – formação de células haplóides dotadas de paredes resistentes (esporos)


Brotamento em levedura

Brotamento em levedura


Ciclo reprodutivo sexuado de ascomicetos e basidiomicetos

Ciclo Reprodutivo Sexuado de Ascomicetos e Basidiomicetos


Import ncia ecol gica e econ mica

Importância Ecológica e Econômica

  • Decomposição:

    - espécies saprofágicas  reciclagem da matéria;

    - apodrecimento de roupas, objetos de couro, dormentes, alimentos, etc;


Import ncia ecol gica e econ mica1

Importância Ecológica e Econômica

  • Produção de Alimento, Bebidas e Medicamentos;

    - champignons  baixo teor calórico e rico em vitaminas;

    - leveduras  fermentação para fabricação de alimentos e bebidas (fermentação alcoólica);

    ex.: Saccharomyces cerevisiae (pão/cervejas);

    Penicillium roquefortii (queijo)


Import ncia ecol gica e econ mica2

Importância Ecológica e Econômica

  • Produção de Alimento, Bebidas e Medicamentos;

    - antibióticos – 1920 (Penicillium)

    - substâncias tóxicas

    Ex.: Aspergillus flavus – contamina o amendoim, produzindo aflatoxina, substância cancerígena

    Claviceps purpurea (ergotina) – LSD (ácido lisérgico)  contaminação de cereais (mortes)

     acelera contrações uterinas


Import ncia ecol gica e econ mica3

Importância Ecológica e Econômica

  • Parasitas

     ferrugem do café

     micoses humanas


Os liquens

Os Liquens

  • associação de fungos (ascomicetos) e algas (clorofíceas)

  • mutualismo ou parasitismo equilibrado?

  • reprodução por meio de sorédios


Micorrizas

Micorrizas

  • associação de fungos com raízes de vegetais;

    - o fungo aumenta a capacidade de absorção de minerais escassos no solo pelas raízes;

    - o vegetal cede açúcares, aminoácidos e outras substâncias orgânicas das quais os fungos se nutrem.


  • Login