Coordenadoria de acervo especial
Download
1 / 20

Coordenadoria de Acervo Especial - PowerPoint PPT Presentation


  • 89 Views
  • Uploaded on

Coordenadoria de Acervo Especial. Missão. A Coordenadoria de Acervo Especial (CAE), do Centro de Referência e Difusão da Fundação Biblioteca Nacional, tem como competências: opinar sobre a aquisição de acervos que correspondam à linha de acervo especial da Biblioteca Nacional;

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Coordenadoria de Acervo Especial' - koko


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Coordenadoria de acervo especial

Coordenadoriade Acervo Especial


Miss o
Missão

A Coordenadoria de Acervo Especial (CAE), do Centro de Referência e Difusão da Fundação Biblioteca Nacional, tem como competências:

  • opinar sobre a aquisição de acervos que correspondam à linha de acervo especial da Biblioteca Nacional;

  • coordenar e supervisionar as atividades de atendimento ao usuário e manutenção do acervo bibliográfico e documental de referência especial;

  • planejar e supervisionar as atividades de processamento técnico do acervo especial (livros raros, manuscritos, gravuras, desenhos, fotografias, impressos efêmeros, mapas, partituras e registros de arquivo sonoro);

  • orientar e supervisionar a produção de textos, exposições, cursos e palestras que sirvam de suporte às atividades de pesquisa e divulgação;

  • planejar atividades de cooperação técnica interinstitucional com vistas à divulgação do acervo especial e

  • acompanhar as atividades desenvolvidas pelo Plano Nacional de Recuperação de Acervo Raro.


Organograma
Organograma

CAE

Planor

Rosângela von Helde

Cartografia

Iconografia

Livros Raros

Manuscritos

Música

Léia Pereira da Cruz

Maria Dulce de Faria

Ana Virgínia Pinheiro

Vera Faillace

Ana Virgínia Pinheiro


Atendimento ao usu rio
Atendimento ao usuário

  • As áreas de acervos especiais funcionam para atendimento ao público de segunda a sexta-feira, de 10 às 16 h.

  • Estão encarregados do atendimento profissionais do quadro efetivo e terceirizados, que se responsabilizam pela movimentação do acervo consultado

  • Em 2007, as áreas de acervos especiais atenderam cerca de 18.000 pesquisadores, que consultaram 27.692 itens do acervo



Processamento t cnico
Processamento Técnico

  • As áreas subordinadas às Coordenadorias de Acervo Especial, além de atenderem ao usuário local, também processam o acervo sob sua guarda.

  • Assim, todo o processamento técnico de manuscritos, livros raros, periódicos raros, iconografia, cartografia e música é realizado pela equipe técnica da CAE.

  • O processamento técnico inclui o tratamento técnico e a automação do acervo.



Processamento t cnico1
Processamento Técnico

Projetos especiais executados em parceria com entidades públicas e privadas:

  • Coleção José Olympio: doada à BN, reúne documentação relativa às atividades fim e meio da empresa, como documentos administrativos da editora e suas filiais; recortes de jornais sobre a editora; correspondência sobre o envio e devolução de originais; capas, fotolitos, provas de livros, biografia de autores, bibliografias, fotos de lançamento de livros, sessões de autógrafos; fotografias utilizadas nas publicações; desenhos e reproduções de ilustrações utilizadas nas publicações.


Processamento t cnico2
Processamento Técnico

Alguns projetos de tratamento técnico do acervo especial:

  • Preservação e Conservação do Acervo Fotográfico - Profoto

  • Consolidação das bases de obras raras

  • Relevância e eficácia dos catálogos de obras raras

  • Organização e descrição do acervo manuscrito, onde se produziu instrumentos de pesquisa para os seguintes fundos/coleções: Alexandre Rodrigues Ferreira, Di Cavalcanti, Ernesto Sena, Mario Barreto, Literatura, Tobias Monteiro, Gustavo Corção, Manuscritos Avulsos, Melo Franco, Figueira de Melo, Flávio Rangel, Galvão.

  • Inventário: o somatório de itens inventariados até outubro de 2008 é de 44.940. Em 2007 inventariamos 41.562 itens.


Invent rio
Inventário

Após a greve de 2005, que paralisou as instituições do Ministério da Cultura por três meses, verificou-se a ausência de numerosas peças do acervo.

Estes acontecimentos trouxeram à baila a questão da segurança, não só em termos de vigilância, mas também quanto às condições de controle e conhecimento do acervo.

Por determinação dos órgãos de fiscalização e controle e por iniciativa dos próprios técnicos, que ansiavam por controlar melhor o acervo sob sua guarda, foi iniciado, no âmbito da CAE, o inventário dos acervos de iconografia e de música.

Em 2007, com o patrocínio da Petrobrás, negociado pela Secretaria-Executiva do MinC, o processo de inventário se estendeu aos demais acervos.


Automa o
Automação

A automação do acervo consiste na alimentação de bases de dados específicas para cada tipologia documental: manuscritos, material visual, mapas, obras raras, periódicos raros, discos, partituras, monografias e periódicos.


Planor
Planor

  • O Plano Nacional de Recuperação de Obras Raras – PLANOR - foi criado em 1983, pela portaria nº19 da Secretaria da Cultura do então Ministério da Educação e Cultura. Até 1990 esteve subordinado ao Departamento de Processos Técnicos, depois foi transferido para o Departamento de Referência e Difusão sob a subordinação da Divisão de Obras Raras.

  • A partir de 2004, com a nova estrutura organizacional da FBN, o PLANOR passou a ter gerência própria, estando subordinado à Coordenadoria de Acervo Especial – CAE – do Centro de Referência e Difusão.

  • Com a realização de concurso público e o incentivo da direção da Biblioteca Nacional, o PLANOR conta hoje com um quadro de pessoal que possibilita o desenvolvimento de sua missão estatuária


Planor1
Planor

Atividades desenvolvidas a partir

de 2006:

  • Lançamento do Boletim

    Informativo do PLANOR em formato

    digital e de página específica no

    portal da Biblioteca Nacional.

  • Reestruturação do Catálogo Coletivo do Patrimônio Bibliográfico Nacional.

  • Reestruturação do Catálogo Novum Regestrum, de ABINIA, coordenado pela BN da Espanha, onde o PLANOR contribui com informações bibliográficas do acervo raro da BN Brasil

  • Estudos para implementação do Catálogo Coletivo Instrumenta Musicae, coordenado pela Biblioteca Nacional da Espanha e patrocinado pela ABINIA (Associação de Bibliotecas Nacionais Ibero-americanas)


Planor2
Planor

Eventos realizados:

  • Palestra sobre Política de Segurança –

    20/04/2006.

  • Mesa redonda sobre Salvaguarda de

    Acervos Raros - 14 jun. 2006

  • VII Encontro Nacional do Acervo Raro –

    21 e 22 nov. 2006.


Divulga o e eventos
Divulgação e Eventos

A CAE, além das atividades de atendimento ao público e de guarda, manutenção e processamento do acervo, organiza mostras internas de documentos e participa de exposições internas e externas integradas pelo acervo da Biblioteca Nacional.

Mostras realizadas na sala de Manuscritos

A Cidade e o Príncipe - a Corte chega ao Rio de Janeiro – janeiro/08 ;

200 Anos da Carta de Abertura dos Portos – março/08 ;

D. João e Bonaparte - junho/08;

 O Botânico Freire Alemão - agosto/08;

Uma Bula do Séc. XVII - outubro/08.

Mostras realizadas na sala de Obras Raras

Argel, Argélia: o lugar da lua e da estrela– jul. a dez. 2006

Ao pio leitor... o pecado: Os sete pecados capitais– 18 dez. 2006 a 24 de junho de 2008.

Obras Raras e Homoerotismo: tesouros bibliográficos sobre o prazer entre iguais. De 07 de julho a 22 de agosto de 2008.


Divulga o e eventos1
Divulgação e Eventos

Exposições externas integradas pelo acervo da Biblioteca Nacional:

  • Laços do Olhar (Instituto Tomie Ohtake – São Paulo) : 20 de maio a 10 de agosto de 2008;

  • A Arte nos Mapas: uma viagem pelos quatro cantos do mundo. (Casa Fiat de Cultura – Nova Lima, MG) : de 20 de agosto a 5 de outubro de 2008;

  • O Gabinete de Curiosidade de Domenico Vandelli (Museu do Meio Ambiente no Jardim Botânico - Rio de Janeiro) : de 12 de junho a 6 de outubro de 2008; 

  • LUSA – A Matriz Portuguesa (Centro Cultural do Banco do Brasil – Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo) : de setembro de 2007 a 7 de setembro de 2008


Outras a es
Outras ações

  • A CAE realiza suas atividades voltada para a melhoria dos serviços de atendimento ao público, fazendo parte da Comissão de Reprodução Documental, onde foram atualizadas as normas e os procedimentos para a reprodução do acervo da FBN.

  • Planeja e desenvolve atividades de cooperação técnica com instituições nacionais e internacionais com vistas à divulgação do acervo especial, estabelece o intercâmbio de informações para a área de preservação documental e o desenvolvimento de projetos conjuntos com as Bibliotecas Nacionais Ibero-americanas.

  • Em julho de 2008 organizou a reunião do Conselho de Diretores da ABINIA (Associação de Bibliotecas Nacionais Ibero-americanas) sediada na FBN.

  • Participou através da representação da DIMAS (Divisão de Música e Arquivo Sonoro) em outubro deste ano, do curso de catalogação de partituras para implementação do Catálogo Coletivo Instrumenta Musicae, coordenado pela Biblioteca Nacional da Espanha e organizado pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) em San José, Costa Rica.


Outras a es1
Outras ações

  • Apresentação e aprovação de novos projetos

  • Apresentação, discussão e aprovação da programação orçamentária para 2009.

Ainda em 2008 a Coordenadoria de Acervo Especial representará a Fundação Biblioteca Nacional na XIX Assembléia Geral de ABINIA e atividades conexas, que se realizará em Caracas/Venezuela, onde realizaremos as seguintes atividades:


Outras a es2
Outras ações

  • Versão em português do Portal ABINIA (Associação de Bibliotecas Nacionais Ibero-americanas)

  • Projeto de Capacitação de profissionais ibero-americanos na BN Brasil

    Programa de treinamento na BN do Brasil, financiado pela ABINIA, e realizado durante quinze dias úteis, pela Coordenadoria de Preservação. Os dois profissionais contemplados este ano vieram da Bolívia e Equador. Este projeto é viabilizado pelo CPT/ Coordenadoria de Preservação.

  • Criação da sala de conservação da Divisão de Música e Arquivo Sonoro.

Projetos aprovados para o Brasil em 2008:


Rose Mary AmorimCoordenadora de Acervo Especial

End.: Av. Rio Branco, 219 / 2º andarTel.: 3095-3892E-mail: [email protected]


ad