C lculo da irriga o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 24

Cálculo da irrigação PowerPoint PPT Presentation


  • 63 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Cálculo da irrigação. Luciane Costa de Oliveira Fonte: Manejo da água e Irrigação Autor: Sílvio Roberto Penteado. Fatores importantes no cálculo e decisão de quanto irrigar. Solo: indica a capacidade de campo (CC), o ponte de murcha permanente (PMP) e a velocidade de infiltração;

Download Presentation

Cálculo da irrigação

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


C lculo da irriga o

Cálculo da irrigação

Luciane Costa de Oliveira

Fonte: Manejo da água e Irrigação

Autor: Sílvio Roberto Penteado


Fatores importantes no c lculo e decis o de quanto irrigar

Fatores importantes no cálculo e decisão de quanto irrigar

  • Solo: indica a capacidade de campo (CC), o ponte de murcha permanente (PMP) e a velocidade de infiltração;

  • Disponibilidade de água: indicará qual a área que poderemos irrigar com a água que temos;

  • Cultura: cada cultura possuí uma profundidade de raízes, uma transpiração diferente, etc...


Fatores importantes no c lculo e decis o de quanto irrigar1

Fatores importantes no cálculo e decisão de quanto irrigar

  • Tipo de sistema de irrigação:

    • Gotejamento (90% de eficiência)

    • Arpersão (70% de eficiência)

    • Pivô central (85% de eficiência)

    • Inundação ou sulcos (50% de eficiência)


C lculo da gua dispon vel no solo

Cálculo da água disponível no solo

  • Considera as diferenças de solo:


C lculo da gua dispon vel no solo1

Cálculo da água disponível no solo

  • Considerar no cálculo a profundidade efetiva do sistema radicular;

  • Para conhecer a Capacidade de Água Disponível (CAD) e a Água Disponível (AD), que é a água a ser consumida pelas plantas e que deverá ser reposta pelas irrigações, primeiramente calcula-se a CAD.


C lculo da cad

Cálculo da CAD

  • É obtida pela diferença entre a umidade do solo na Capacidade de Campo (CC) menos a umidade no ponto de murcha permanente (PMP), multiplicada pela profundidade efetiva do sistema radicular (PESR em mm).

    CAD = (CC – PMP) x PESR


C lculo da cad1

Cálculo da CAD

CAD = (CC – PMP) x PESR

Ex: CC= 0,260 cm3 . cm-3

PMP= 0,083 cm3 . cm-3

PESR= 300 mm (ou 30 cm)

CAD= (0,260 – 0,083) x 300 = 53,1 mm


C lculo da cad2

Cálculo da CAD

  • Nosso reservatório de água no solo deverá ter uma capacidade de 53,1 mm. Se considerarmos uma água disponível (AD) de 50%, teremos 26,6 mm. Quantidades superiores a esta estará saturando o solo.


Exemplo de c lculo de cad e ad no solo por hectare

Exemplo de cálculo de CAD e AD no solo, por hectare

  • Siltoso: numa cultura com a maioria das raízes a uma profundidade efetiva de 50 cm, poderemos obter os seguintes dados:

    CC= 0,50 m x 0,15 x 10.000 m2

    = 750 m3 / hectare

    ou 75 litros / m2

    ou 75 mm

    PMP = 0,50 m x 0,07 x 10.000 m2

    = 350 m3 / hectare

    ou 35 litros / m2

    ou 35 mm


Exemplo de c lculo de cad e ad no solo por hectare1

Exemplo de cálculo de CAD e AD no solo, por hectare

CAD = 750 – 350 = 400 m3 / hectare ou

40 litros / m2

40 mm

AD = 40 mm x 0,50 (50%)

= 20 mm


Exemplo de c lculo de cad e ad no solo por hectare2

Exemplo de cálculo de CAD e AD no solo, por hectare

  • Argiloso: numa cultura com a maioria das raízes a uma profundidade efetiva de 50 cm, poderemos obter os seguintes dados:

    CC= 0,50 m x 0,35 x 10.000 m2

    = 1750 m3 / hectare

    ou 175 litros / m2

    ou 175 mm

    PMP = 0,50 m x 0,18 x 10.000 m2

    = 900 m3 / hectare

    ou 90 litros / m2

    ou 90 mm


Exemplo de c lculo de gua dispon vel no solo ad por hectare

Exemplo de cálculo de água disponível no solo (AD), por hectare

CAD = 1750 – 900

= 850 m3 / hectare

ou 85 litros / m2

ou 85 mm

AD = 85 mm x 0,50 (50%)

= 42,5 mm


Conclus o

Conclusão

  • Verificamos que o solo argiloso possui a capacidade de reter 175 litros de água / m2 , numa profundidade de 50 cm, enquanto num solo siltoso retém menor quantidade de água, cerca de 75 litros de água / m2 . Valores mostram que a água disponível num solo argiloso é quase 3 vezes maior do que num solo siltoso.


C lculo da l mina de irriga o

Cálculo da lâmina de irrigação

  • Lâmina bruta: lâmina de água total que deverá ser aplicada prevendo-se as perdas (deriva, vazamentos, etc...) e a uniformidade de distribuição. Por isso é obtida pela divisão da lâmina líquida (LL) pela eficiência de irrigação (Ei). LB= LL / Ei

  • Lâmina líquida: é a água que representa p consumo real de água pela cultura. Essa deverá ser adicionada ao solo para suprir a demanda das plantas num determinado tempo, o qual pode ser definido pelo turno de irrigação;


L mina l quida estimada de irriga o mm

Lâmina líquida estimada de irrigação (mm)


C lculo de l mina bruta de irriga o

Cálculo de lâmina bruta de irrigação

  • Solo argiloso:

    • Textura do solo: fina

    • Profundidade radicular: 0,30 m

    • Lâmina líquida de irrigação: 18 mm

    • Eficiência da irrigação: gotejamento (0,9)

    • Lâmina bruta: LL/ Ei : 18mm / 0,9 = 20 mm

      Conclusão:aplicar 20 mm de irrigação


C lculo de l mina bruta de irriga o1

Cálculo de lâmina bruta de irrigação

  • Solo arenoso:

    • Textura do solo: grossa

    • Profundidade radicular: 0,30 m

    • Lâmina líquida de irrigação: 7,5 mm

    • Eficiência da irrigação: gotejamento (0,9)

    • Lâmina bruta: LL/ Ei : 7,5mm / 0,9 = 8,33 mm

      Conclusão:aplicar 8,33 mm de irrigação


L mina m dia de gua exigida para diferentes culturas

Lâmina média de água exigida para diferentes culturas


C lculo do turno de rega

Cálculo do turno de rega

Turno de rega refere-se ao tempo que pode ser decorrido entre uma irrigação e outra. Em outros termos, quanto tempo o solo tolera entre uma irrigação e outra. Quanto maior a capacidade de armazenamento de água do solo (CC) , maior será o turno de rega.

TR = Lâmina Líquida (mm)

Evapotranspiração mm/dia


C lculo do tempo de irriga o

Cálculo do tempo de irrigação

Tempo que o aspersor irá permanecer funcionando numa mesma posição.

Ti = Lâmina Bruta (mm)

Vazão do aspersor mm/hora


Exemplo

Exemplo

  • Solo argiloso:

    • Textura do solo: fina

    • Profundidade radicular: 0,30 m

    • Lâmina líquida de irrigação: 18 mm

    • Eficiência da irrigação: aspersão (0,7)

    • Lâmina bruta: LL/ Ei : 18mm / 0,7 = 25,7 mm

    • Tempo disponível para irrigação: 8 horas

    • Cultura: feijão

    • Evapotranspiração (ETPc): 5 mm/dia

    • Vazão do aspersor : 14 mm/h

    • Número de linhas secundárias: 03


Exemplo1

Exemplo

TR = Lâmina Líquida (mm)

Evapotranspiração (mm/dia)

TR = 18 mm

5 mm/dia

TR = 3,6 dias ... 3 dias


Exemplo2

Exemplo

Ti = Lâmina Bruta (mm)

Vazão do aspersor (mm/hora)

Ti = 25,7 mm

14 mm / h

Ti = 1,83 horas ... 1 hora e 48 min... 2 horas (será o tempo que cada aspersor ficará funcionando na mesma posição).


Exemplo3

Exemplo

Determinação do número de posições irrigadas por dia (Ni):

Ni = tempo disponível para irrigação (h)

Ti (h) + tempo de troca*

Temos 8 horas disponíveis para a irrigação, portanto poderemos irrigar 4 posições durante esse período.

* Depende se o sistema é fixo ou portátil, devido ao tempo necessário para o desligamento do sistema em uma linha, desmontá-la e montá-la em outra posição. Em muitos projetos há linha lateral reserva, já montada, portanto esse tempo é zero.


  • Login