CONTAMINANTES MICROBIOLÓGICOS EM ALIMENTOS
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 21

CONTAMINANTES MICROBIOLÓGICOS EM ALIMENTOS ÁSPÉCTOS RELATIVOS A METODOLOGIAS PowerPoint PPT Presentation


  • 56 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

CONTAMINANTES MICROBIOLÓGICOS EM ALIMENTOS ÁSPÉCTOS RELATIVOS A METODOLOGIAS. 26/10/09. Paralelos entre Métodos Fenotípicos, Imunológicos e Genotípicos para Detecção Rápida de Salmonella spp em Matizes Alimentares sem Contaminação Experimental:

Download Presentation

CONTAMINANTES MICROBIOLÓGICOS EM ALIMENTOS ÁSPÉCTOS RELATIVOS A METODOLOGIAS

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

CONTAMINANTES MICROBIOLÓGICOS EM ALIMENTOS

ÁSPÉCTOS RELATIVOS A METODOLOGIAS

26/10/09


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

Paralelos entre Métodos Fenotípicos, Imunológicos e Genotípicos para Detecção Rápida de Salmonella spp em Matizes Alimentares sem Contaminação Experimental:

Avaliação em Condições Reais e Simultâneas de Uso

Tese de Doutorado

Dr. Mario Killner

Profa. Dra. Bernadette D.G. M. Franco

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS

Ciência dos Alimentos - Área de Bromatologia


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

INTRODUÇÃO

Por quê métodos rápidos?

  • Respostas rápidas: monitoração de processos de produção e/ou produtos terminados;

  • Redução de custos: performance (estocagem, otimização de processos, segurança alimentar);

  • Facilidade de treinamento dos analistas.


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

INTRODUÇÃO

Limitações dos trabalhos encontrados

  • Avaliações nem sempre foram realizadas com matrizes alimentares sem contaminação experimental;

  • Foram desenvolvidas em condições laboratoriais artificiais, não reproduzindo condições de trabalho de rotina.

  • Ausência de informações quanto a eventuais diferenças de desempenho dos kits, face à contaminação experimental ou artificial.


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

OBJETIVO

Avaliar criticamente diferentes métodos de detecção de Salmonella spp em alimentos, nas seguintes condições de uso:

  • Matrizes naturais, sem contaminação experimental;

  • Emprego simultâneo dos sistemas em avaliação para análise de uma mesma amostra de alimento, tendo a ISO 6579:2002, como método de referência;

Contribuir com informações adicionais, que possam subsidiar os laboratórios na seleção de novos métodos para detecção de Salmonella spp em alimentos.


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS

Amostras sem contaminação experimental


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS

ISO 6579:2002

BAX Salmonella

TECRA UNIQUE Salmonella

VIP Salmonella

Transia Plate Salmonella Gold

VIDAS Salmonella (SLM)

Singlepath Salmonella

1-2 Test

Pré –enriquecimento

Não seletivo para todos

Seletivo quando esta-belecido na metodologia

Amostra


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS

Determinação do limite de detecção

Matrizes utilizadas:

  • carne,

  • leite e

  • gelatina


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS

Determinação do limite de detecção

Sorovares utilizados: (pool)

Salmonella Infantis,

Salmonella Typhimurium,

Salmonella Heidelberg e

Salmonella Enteritidis


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS

Determinação do limite de detecção

Níveis de inóculo por matriz:

  • 1,0 (UFC/25 g)

  • 4,0 (UFC/25 g)

  • 9,3 (UFC/25 g)

  • 12,7 (UFC/25 g)e

  • 33,3 (UFC/25 g)

Determinações realizadas em triplicata.


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

MATERIAIS E MÉTODOS

Determinação do limite de detecção

Análises envolvidas:


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

RESULTADOS

RESULTADOS


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

RESULTADOS

Porcentagem de concordância dos resultados presuntivos positivos para Salmonella spp nos métodos rápidos avaliados em relação aos resultados positivos pela metodologia ISO 6579:2002, nos diferentes grupos de amostras analisadas


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

RESULTADOS

Resultados falso-negativos para Salmonella spp nos métodos rápidos avaliados em relação aos resultados positivos pela metodologia ISO 6579:2002, nos diferentes grupos de amostras analisadas (a)

(a) Valores calculados considerando as amostras analisadas pelo método avaliado em relação ao método ISO 6579:2002, descontando-se os resultados duvidosos


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

RESULTADOS


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

RESULTADOS


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

CONCLUSÕES

Nas condições em que este presente trabalho foi desenvolvido pode-se concluir que:

  • o desempenho dos métodos rápidos avaliados na detecção de Salmonella spp em alimentos sem contaminação experimental pode diferir substancialmente daquele apresentado em alimentos artificialmente contaminados;

  • os métodos rápidos avaliados devem ser utilizados unicamente para fins de triagem, sendo que uns têm maior capacidade do que outros para indicar em curto espaço de tempo quais amostras de alimento poderiam estar contaminadas com Salmonella spp;


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

CONCLUSÕES

  • os métodos rápidos avaliados podem dar resultados falso-positivos, em porcentagens que variam de acordo com a matriz alimentar analisada, ou seja, podem indicar falsamente a presença de Salmonella spp, implicando na necessidade de confirmação do resultado antes da liberação do resultado final. O laboratório deverá estar capacitado para o atendimento destas situações;

  • os métodos rápidos avaliados podem dar resultados falso-negativos, portanto apresentam o perigo de não detectar Salmonella spp, eventualmente presente, nas amostras analisadas, levando à liberação de resultados equivocados;


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

CONCLUSÕES

  • o desempenho dos métodos rápidos avaliados pode variar com a matriz alimentar analisada. Assim, a seleção do método rápido a ser utilizado para a pesquisa de Salmonella spp, em um dado tipo de alimento depende de uma avaliação prévia de seu desempenho nesse tipo de alimento;

  • a adoção de um método rápido para detectar Salmonella spp em determinada matriz alimentar tem um risco intrínseco. A seleção de um dado método rápido só deve ser feita após a determinação do grau de risco que se queira assumir.


Contaminantes microbiol gicos em alimentos sp ctos relativos a metodologias

Obrigado!

Laercio Goularte

SFDK Laboratório de Análise de Produtos Ltda.

www.sfdk.com.br


  • Login