Concord ncia verbal e nominal
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 9

Concordância Verbal e Nominal PowerPoint PPT Presentation


  • 75 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Concordância Verbal e Nominal. Absalão Chandala , Cintia Brambila , Daniel Ramos, Denilson Cafala , Edvaldo Quionda , Eusébio Chihungo , Fábio Alberto e Rafael. (4 e 9 semestre) 14.06.2012. Conceitos e Definições. Concordância verbal segundo Willian Roberto Cereja:

Download Presentation

Concordância Verbal e Nominal

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Concord ncia verbal e nominal

Concordância Verbal e Nominal

AbsalãoChandala, Cintia Brambila, Daniel Ramos, DenilsonCafala, Edvaldo Quionda, Eusébio Chihungo, Fábio Alberto e Rafael. (4 e 9 semestre)

14.06.2012


Conceitos e defini es

Conceitos e Definições

Concordância verbal segundo Willian Roberto Cereja:

  • É a concordância do verbo com o sujeito em número e pessoa.

  • Ex.: O grupo de estudantes gritavam (ou gritava) palavras de ordem.

  • Ex.:A torcida invadiu o campo e agrediu o juiz.

    Segundo Celso Cunha:

  • A solidariedade entre o verbo e o sujeito, que ele faz viver no tempo (verbal) exterioriza-se na concordância, isto é , na variabilidade do verbo para conformar-se ao número e á pessoa do sujeito. E também evita a repetição do sujeito que pode ser indicada pela flexão verbal a ele ajustada.

  • Ex. Eu acabei por adormecer no regaço de minha tia. Quando acordei, já era tarde, não vi meu pai.


Conceitos e defini es1

Conceitos e Definições

  • Concordância nominal segundo Willian R. Cereja:

  • É a concordância, em gênero e número entre os substantivos e seus determinantes: adjetivo, o pronome adjetivo o numeral e o particípio.

  • Ex.: Vou casar-me com um homem de farda, lindo e meigo!

  • Ex.: Os seus três recentes livros foram lançados no exterior

  • Segundo, Celso Cunha:

  • É feita entre o substantivo e o adjetivo, artigo, pronome ou numeral.

  • Ex.: O alto ipê cobre-se de flores amarelas.


Conceitos e defini es2

Conceitos e Definições

  • A concordância nominal pode caracterizar-se em:

  • Lógica e atrativa.

  • Ex.: já comprei paletó e camisa novos.

  • Ex.: já comprei paletó e camisa nova.


Justificativa

Justificativa

  • A engenharia civil enquanto ciência, agrega termos específicos; próprios da sua desenvoltura e nalguns casos serve-se de outros seguimentos científicos. Entretanto a temática gramatical-concordância verbal e nominal afigura-se de grande importância na produção de textos de construção civil pelo fato de dar credibilidade a graduação do técnico em causa e clarividência textual do que ele produz.

  • Ex.: A viga baldrame fletiu 0,75mm do preconizado, portanto é aceitável.


Textos espec ficos

Textos Específicos

A situação em que encontra-se o revestimento de fachada é de total deterioração, agravada pelo fato, de que todos os painéis externos estarem praticamente destacados da alvenaria, o mesmo acontecendo com alguns ornatos e molduras constitutivos das fachadas. Salientamos ainda que parte dos condutores de águas pluviais executados em chapa de cobre ornada com detalhes arquitetônicos característicos foi substituída por condutores de chapa lisa não originais ao projeto.


Textos espec ficos1

Textos Específicos

...Diante deste quadro, cumpre dar ao conhecimento, que, dos exames efetuados junto à cobertura da casa principal, os técnicos verificaram de pronto que se apresenta em razoável estado de conservação, não obstante as avarias atribuídas às intempéries e ao desgaste natural motivado pelo uso e tempo. Deste modo, a cobertura da casa principal guarnecida de chapas de zinco exibia-se com a superfície externa totalmente enferrujada; as calhas e os rufos de chapas galvanizadas apresentavam-se com corrosões profundas e inúmeras perfurações, e as calhas e rufos de cobre em bom estado de conservação. Quanto às coberturas efetuadas com telhas de fibrocimento, imitando placas de ardósia, constatou-se a ausência de algumas, bem como parte da cobertura junto ao reservatório d’água ali existente, mostrou-se executada em desacordo com a boa técnica, posto que, as telhas apresentavam furos ocasionados por pregos em seu lado exposto ao tempo, ocasionado assim infiltrações... (vide fotos anexas n.º 1, 2, 28).

Fonte: www.planoauditoria.com.br


Bibliografia

Bibliografia

  • Nova gramática do português contemporâneo/Celso Cunha, Luís F. Lindley Cintra. -5.ed.-Rio de Janeiro: Lexikon, 2008. aos 07/06/2012

  • Português: Linguagens: Volume único /William Roberto Cereja, Thereza Cochar Magalhães.- São Paulo, atual, 2003. aos 07/06/2012

  • www.planoauditoria.com.br/site/donwload. aos 07/06/2012

  • (aqui devem constar sites pesquisados e data em que foram consultados; livros teóricos; revistas científicas; periódicos etc).


Agradecimentos e contatos

Agradecimentos e Contatos

  • Agradecemos a atenção de todos.

    [email protected]


  • Login