Apresentação UFRN
Download
1 / 111

Apresentação UFRN - PowerPoint PPT Presentation


  • 75 Views
  • Uploaded on

Apresentação UFRN. AGENDA. Objetivo Oxiteno no Grupo Ultra Oxiteno na cadeia produtiva Linha de produtos Histórico Políticas e Estratégias Oxiteno Diretorias Internacionalização Escritórios / Unidades Industriais / PD&E Índices Financeiros Conclusão. AGENDA. Objetivo

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Apresentação UFRN' - jontae


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais / PD&E

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


OBJETIVO

Apresentar uma visão geral da Oxiteno, destacando os principais acontecimentos de 2007 e perspectivas futuras.


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


OXITENO

  • Empresa Química Brasileira fundada em 1973

    • Oferece uma ampla linha de matérias-primas industriais, especialidades químicas e serviços para diversos mercados.

  • Produz mais de 400 mil toneladas / ano

  • Exporta para mais de 40 paises

  • Possui 1460 funcionários

  • É controlada pela Ultrapar [Bovespa: UGPA4, NYSE: UGP]

    • Grupo empresarial brasileiro com 70 anos de tradição


Única produtora de óxido de eteno e derivados no Mercosul

Líder no segmento de logística integrada de químicos e combustíveis

Líder do mercado brasileiro de distribuição de GLP

Sexta maior distribuidora independente de GLP no mundo

2ª Empresa em participação de mercado neste segmento = 22,67%

GRUPO ULTRA


Oxiteno no Grupo Ultra

Ultrapar 2007

EBITDA = R$779 MM

Ultrapar 2007

Receita líquida de vendas = R$19.921 MM


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


Oxiteno na Cadeia Produtiva

Nafta

Eteno

Oxiteno

Refinaria

Craqueamento

Produto Final

Consumidor

Caso MEG – PET (Camaçari)

MEG


Oxiteno na Cadeia Produtiva

Caso MEG – PET (Camaçari)

Nafta

MEG

Oxiteno

Refinaria

Craqueamento

Produto Final

Consumidor

Eteno


Esquema Produtivo M&G

Fonte: http://www.rhodiaco.com.br/empresa/historia.htm


Oxiteno na Cadeia Produtiva

Caso MEG – PET (Camaçari)

PET

Oxiteno

Refinaria

Craqueamento

Produto Final

Consumidor

Nafta

Eteno

MEG


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


Linha de Produtos Etoxilados

Eteno

Oxigênio

ÓXIDO DE ETENO

Etilenoglicóis

Éteres glicólicos

Etanolaminas

Etoxilados/ Propoxilados

Alcoxilados


Linha de Produtos Etoxilados

Eteno

Oxigênio

ÓXIDO DE ETENO

Etilenoglicóis

Éteres glicólicos

Etanolaminas

Etoxilados/ Propoxilados

Alcoxilados


Linha de Produtos Etoxilados

Eteno

Oxigênio

ÓXIDO DE ETENO

Etilenoglicóis

Éteres glicólicos

Etanolaminas

Etoxilados/ Propoxilados

Alcoxilados


Linha de Produtos Etoxilados

Eteno

Oxigênio

ÓXIDO DE ETENO

Etilenoglicóis

Éteres glicólicos

Etanolaminas

Etoxilados/ Propoxilados

Alcoxilados


Linha de Produtos Etoxilados

Eteno

Oxigênio

ÓXIDO DE ETENO

Etilenoglicóis

Éteres glicólicos

Etanolaminas

Etoxilados/ Propoxilados

Alcoxilados


Linha de Produtos Etoxilados

Eteno

Oxigênio

ÓXIDO DE ETENO

Etilenoglicóis

Éteres glicólicos

Etanolaminas

Etoxilados/ Propoxilados

Alcoxilados


Linha de Produtos não-Etoxilados

Ácido Esteárico

Formaldeído

Buteno

Óleo Fúsel

Ácido Graxo

Naftaleno

Álcool Isopentílico

Ácido Acético

Acetato AIP


Linha de Produtos não-Etoxilados

Ácido Esteárico

Formaldeído

Buteno

Óleo Fúsel

Ácido Graxo

Naftaleno

Amina Graxa

Cocoamidoamina Graxa

Ésteres Graxos

Betaína


Linha de Produtos não-Etoxilados

Ácido Esteárico

Formaldeído

Buteno

Óleo Fúsel

Ácido Graxo

Naftaleno

Naftaleno Sulfonato


Linha de Produtos não-Etoxilados

Ácido Esteárico

Formaldeído

Buteno

Óleo Fúsel

Ácido Graxo

Naftaleno

Sec-Butanol

MEK


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


1978 – Inauguração de sua maior unidade produtiva no pólo petroquímico de Camaçari.

1973 – Oxiteno, 1ª a produzir EO no Brasil, inicia suas atividades com a unidade de Mauá. Ultrapar passa a participar do setor petroquímico.

1984 – Centro de Pesquisa em Mauá. Suporte técnico e desenvolvimento de produtos e processos.

Histórico

80

70


2006 – Aquisição da unidade de sulfatação e sulfonação em Suzano.

Abertura do escritório na Argentina ampliando os negócios no Mercosul

1985 – Oxiteno compra unidade em Tremembé e se fortalece no setor de especialidades

1989 – Inauguração da unidade de Triunfo (RS). Produção de metiletilcetona complementa linha de produtos

2003 – Oxiteno compra a Canamex Químicos no México, iniciando seu processo de internacionalização

Histórico

00

90


Suzano

1º lote Venezuela

Unión Química

U-160 e EUA

Arch

EMCA

Caldeira Camaçari

Histórico - 2007

  • Primeiro lote de catalisadores é exportado para a Venezuela.

  • Início das operações da unidade de alcoxilação U-160 em Mauá;

  • Inauguração de novo escritório nos EUA.

  • Início das operações da unidade de sulfatação e sulfonação de Suzano:

    • Maior capacidade de fornecimento de tensoativos;

    • Conquista de novos mercados.

  • Oxiteno México adquire ativos operacionais de sulfatados/sulfonados da Unión Química:

    • Capacidade produtiva: 8600 t/ano;

    • Segmentos  cosméticos e detergentes.

jan

abr

jul

out

  • Início da integração da EMCA:

    • Única planta brasileira atuando com hidrogenação de alta pressão  atende a normas de qualidade mais rigorosas;

    • Capacidade produtiva: 50 kt/ano - óleos minerais brancos, 5 kt/ano – vaselina;

    • Mercados farmacêutico e alimentício.

  • Concluída a aquisição da Arch Química Andina C.A.:

    • Maior participação nos mercados andinos;

    • Aumento das exportações para NAFTA e Mercosul.

  • Entra em funcionamento a nova caldeira de Camaçari  preparação para partida da oleoquímica.


Histórico - 2007

  • Total de investimentos 2007: R$450 milhões  expansão da capacidade produtiva:

    • Planta de álcoois graxos;

    • Especialidades químicas;

    • Produção de óxido de eteno em Mauá.

  • Previsão 2008: R$480 milhões:

    • Conclusão da planta de álcoois graxos;

    • Finalização da expansão da capacidade de produção de óxido de eteno em Mauá e a ampliação de Camaçari;

    • Expansão da capacidade de especialidades químicas.


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


SIGO – Sistema Integrado de Gestão Oxiteno

  • Segurança, Saúde, Meio ambiente, Qualidade e Responsabilidade Social.

  • Objetivo: Melhoria continua, excelência e crescimento dos negócios.


Visão Ser um grande produtor de óxido de eteno e derivados, consolidando sua posição na América Latina e buscando oportunidades em outros continentes.MissãoAtender a demanda de produtos químicos, dentro dos padrões de qualidade, serviço, custo e segurança requeridos pelo mercado, beneficiando a sociedade, nossos clientes, parceiros comerciais, colaboradores e acionistas.

SIGO – Sistema Integrado de Gestão Oxiteno


SIGO – Sistema Integrado de Gestão Oxiteno

Política de Gestão

Construímos uma organização moderna, adaptável e ágil, comprometida com sólidos princípios, valores e diretrizes, que assegura a qualidade de seus produtos e serviços. Promovemos, de forma responsável e contínua, a saúde, a segurança, a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento profissional, ético e social.


ECO - Excelência e Crescimento Oxiteno

  • Ferramenta de gestão da estratégia Oxiteno;

  • Excelência Operacional  Melhoria contínua de processos, qualidade, produtividade, segurança e preservação do meio ambiente;

  • Crescimento  Busca de novas oportunidades;

  • Metodologia  Balanced Scorecard.


Presidência

Diretoria Superintendente

GEDEN

Dir. Adm. e Controle

Dir. Industrial

Dir. Comercial

Organograma

GEMARK

CGC

GRH

GECAD

GEPLAC

CGM

GESIST

GECEX

CGS

ASJUR

GEMERC I

CGT

GEMERC II

GECEM

GEMERC III

GEMAQ

GEDEA

GEPROT

GUF


AGENDA

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão



Pesquisas, Avaliações e Melhorias

Recrutamento e Seleção

Políticas de Gestão

Admissões e Desligamentos

Treinamentos e Desenvolvimento

Administração de Pessoal

GRH – Gerência de Recursos Humanos

  • Responsabilidades:


GRH – Gerência de Recursos Humanos

"A valorização dos recursos humanos é manifestada nas diretrizes da política de gestão de pessoas, que tem como fundamentos atrair, capacitar e reter talentos, estimulando o desenvolvimento profissional, o reconhecimento de competências técnicas e o comprometimento com os valores organizacionais de maneira a atingir os melhores resultados. Esse reconhecimento pode ser comprovado na própria diretoria executiva e o corpo gerencial, cujos membros em grande parte iniciaram suas carreiras nos programas de estágio ou de trainees mantidos pela empresa. O bom desempenho no histórico de contratações nesses programas os tornou uma das fontes mais eficientes de renovação e qualificação do quadro de funcionários."

Fonte: Valor Econômico 21/02/2008.



O programa de trainees Oxiteno existe há 17 anos.

  • A Oxiteno desenvolve o programa desde 1989, com o objetivo de atrair talentos que tragam resultados e contribuam para o crescimento da organização.

  • Neste período foram contratados cerca de 70 trainees. Desse grupo, encontram-se hoje trabalhando na Oxiteno 32 profissionais.

  • Atualmente, vários ex-trainees ocupam posições de gestão / coordenação de áreas ou equipes na organização.


Conheçam o programa

  • O trainee Oxiteno tem a possibilidade de obter uma visão global da empresa, por meio de trajetória de 12 meses de trabalho planejado e orientado por Executivos e profissionais de Recursos Humanos, desenvolvendo projetos estratégicos nas diversas áreas as companhia:

  • Industrial (Fábrica e Engenharia)

  • Comercial (Vendas, MKT e Supply Chain)

  • Pesquisa e Desenvolvimento

  • TI / Sistemas

  • Finanças

  • Recursos Humanos

  • Novos Negócios


Conheçam o programa

  • Durante esses 12 meses o trainee desenvolve 3 projetos diferentes, em áreas diferentes;

  • Para cada projeto o trainee tem cerca de 3 meses de desenvolvimento e deve ser acompanhado de um orientador de projeto;

  • Ao final de cada ciclo de projeto o orientador e/ou gestor da área deve formalmente preencher uma avaliação do trainee para que o RH tenha subsídio para acompanhamento e para o próprio desenvolvimento do trainee;

  • Além do orientador de projeto, o trainee tem um tutor, que é uma pessoa da companhia que deve orientá-lo enquanto desenvolvimento de carreira;

  • Existe também o acompanhamento de um conselheiro que é um dos diretores da Oxiteno;

  • Ao final dos três ciclos o trainee é alocado em uma determinada área, de acordo com a afinidade e disponibilidade de vaga.


Formandos do ano anterior

Processo seletivo.

  • Administração de empresas

  • Economia

  • Engenharia Química

  • Química

  • Agronomia

  • Engenharia Elétrica

  • Engenharia Mecânica

  • Engenharia de Produção

  • Etapas do processo seletivo (setembro à dezembro)

  • Triagem de CVs

  • Testes on line

  • Dinâmicas de grupo

  • Entrevistas com RH

  • Painel / Jogo de Negócio

  • Entrevistas com Diretores


Remuneração e benefícios.

  • Salário competitivo na média de mercado;

  • Assistência médica e odontológica;

  • Convênio farmácia;

  • Vale refeição;

  • Vale alimentação;

  • Seguro de vida e acidentes pessoais;

  • Prêmio Assiduidade;

  • Vale transporte;

  • Previdência privada e

  • Participação nos Lucros e Resultados


GEPLAC – Gerência Planejamento e Controle

  • Responsabilidades:

    • Disponibilizar informações relevantes e consistentes sobre o desempenho econômico-financeiro da Oxiteno, facilitando a tomada de decisões.


ESTRATÉGICO

HYPERION

ORACLE ERP

APLIC. SAT.

MRO MAXIMO

OPERACIONAL

YOKOGAWA

FOXBORO

GESIST – Gerência de Sistemas

  • Responsabilidades:

    • Disponibilizar à Oxiteno sistemas de informação e soluções em informática que facilitem a gestão dos negócios e viabilizem as metas.


ASJUR – Assessoria Jurídica

  • Responsabilidades:

    • Responder a consultas sobre legislação em todas as áreas do direito e orientar em questões fiscais e tributárias;

    • Elaborar e analisar contratos;

    • Acompanhar processos jurídicos;

    • Divulgar nova legislação.



GEMAQ – Gerência de Meio Ambiente e Qualidade

  • Responsabilidade:

    • Atuar de forma corporativa nas questões relacionadas com Segurança, Saúde, Meio Ambiente, Qualidade e Responsabilidade Social.


GECEM – Gerência de Compras de Equipamentos e Manutenção

  • Responsabilidades:

    • Comprar equipamentos e materiais a fim de suprir as unidades industriais de modo a proporcionar a continuidade operacional e a implantação de novos projetos, além de atuar no acompanhamento dos estoques.


Capacidade Produtiva Manutenção

Novas

Tecnologias

GEPROT

Formação de

profissionais

tecnicamente capacitados

Demanda do

Mercado

Difusão do

Conhecimento e

Experiência

GEPROT – Gerência de Processos e Tecnologia

  • Responsabilidade:


DIRETORIA COMERCIAL Manutenção


GEMARK – Gerência de Marketing Manutenção

  • Responsabilidades:

    • Planejar, analisar e influenciar a operação das áreas de modo a garantir uma tomada de decisão alinhada ao direcionamento estratégico e que extraia o maior valor para os negócios.

Exemplo:

Margem Bruta


GEDEA – Gerência de Desenvolvimento e Aplicação Manutenção

  • Responsabilidades:

    • Oferece suporte técnico às relações comerciais da Oxiteno com os clientes;

    • Desenvolvimento de produtos e aplicações;


GECAD – Gerência da cadeia de suprimentos Manutenção

  • Responsabilidades:

    • Planejamento de vendas

    • Compras de matérias-primas e insumos

    • Compras de serviços logísticos

    • Operações logísticas



GEMERC I – Mercados Manutenção

  • Resinas;

  • Casas Química EO;

  • Petróleo;

  • Casas Químicas I;

  • Couros;

  • Construção Civil;

  • Catalisadores.

Volume (t) - 2007

Vol.(t) 217 mil


GEMERC II – Mercados Manutenção

  • Agroquímico;

  • Alimentos;

  • Cosméticos;

  • Detergentes;

  • Casas Químicas II;

  • Auxiliar Têxtil.

Volume (t) - 2007

Vol.(t) 166 mil


GEMERC III – Mercados Manutenção

  • Distribuição;

  • Tintas e Vernizes;

  • Fluidos Funcionais.

Volume (t) - 2007

Vol.(t) 120 mil



GECEX – Gerência de Comércio Exterior Manutenção

  • Responsabilidades:

    • Fazer o balanço, em relação ao Mercado Interno, das principais "commodities";

    • Abrir novos mercados/clientes para os produtos de maior valor agregado;

    • Manter a continuidade dos negócios;

    • Criar uma Rede de Distribuição Internacional, alinhada à Política Comercial da Oxiteno.


GEDEN – Gerência de Desenvolvimento de ManutençãoNegócios

  • Responsabilidades:

    • Identificar e avaliar novas oportunidades de crescimentos e recomendar e viabilizar novos negócios.


AGENDA Manutenção

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


Internacionalização Manutenção

Desenvolver e implantar nova estrutura

organizacional global, que facilite o crescimento

acelerado, fora do Brasil, nos mercados emergentes

ou importantes, que oferecem uma maior e

rápida expansão dos negócios, e que altere

a situação do risco decorrente da concentração

regional na América do Sul.


Distribuição do Manutenção

risco empresarial

Posição global e

competitiva: tensoativos

e solventes

Aquisições, fusões

JV - fora da zona de

conforto

Aumentar o valor

da empresa

Imagem transnacional

Crescimento rápido e

sustentado

Melhorar a

competitividade

Internacionalizar a

alta gerência

Internacionalização


Rápido acesso a Manutenção

inovações tecnológicas

Maior flexibilidade

e poder de reação

Presença direta:

Europa, Ásia e USA

Descentralização do

processo decisório

Contatos diretos

com os mercados,

clientes e consumidores

Adquirir novas

percepções de negócios

Internacionalização


NAFTA e Caribe Manutenção

América do Sul

Europa, África e Oriente Médio

Ásia e Oceania

Estrutura Internacional da Oxiteno


AGENDA Manutenção

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais / PD&E

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


Oxiteno no Mundo Manutenção

Escritórios

Unidades Industriais


Escritórios Manutenção

  • Proximidade aos clientes;

  • Melhor conhecimento da região;

  • Desenvolvimento de novos clientes e mercados.


Escritórios

São Paulo


Escritórios

Buenos Aires


Escritórios Manutenção

México D.F.

  • Proximidade do mercado norte-americano;

  • Responsável pelas vendas locais, Caribe e América Central;

  • Posição Estratégica;

  • Responsável por três unidades industriais.


Escritórios

New Jersey


Escritórios

Caracas


Escritórios

Bruxelas


Escritórios

Cingapura


Oxiteno no Mundo de derivados de óxido;

Escritórios

Unidades Industriais


Mauá de derivados de óxido;

Unidades

Industriais

  • Óxido de eteno

  • Etilenoglicóis

  • Éteres glicólicos

  • Acetatos de éteres e de álcoois

  • Líquidos de arrefecimento

  • Líquidos para freios

  • Nonilfenol

  • Etoxilados / propoxilados

  • Álcoois naturais C4 e C5

  • Ésteres graxos

  • Especialidades químicas

  • Catalisadores e regeneração


Camaçari de derivados de óxido;

Unidades

Industriais

  • Óxido de eteno

  • Etilenoglicóis

  • Etoxilados

  • Etanolaminas

  • Éteres glicólicos


Tremembé de derivados de óxido;

Unidades

Industriais

  • Sulfatados

  • Sulfonados

  • Betaínas

  • Ésteres graxos

  • Líquidos para freios

  • Naftalenos sulfonatos

  • Sistemas agroquímicos

  • Especialidades químicas


Triunfo de derivados de óxido;

Unidades

Industriais

  • Solventes oxigenados


Guadalajara de derivados de óxido;

Unidades

Industriais

  • Ésteres graxos

  • Etoxilados / propoxilados


Coatzacoalcos de derivados de óxido;

  • Etoxilados

  • Nonilfenol

Unidades

Industriais


San Juan del Río de derivados de óxido;

  • Etoxilados

  • Nonilfenol

Unidades

Industriais


Novas Plantas de derivados de óxido;

(2007 e 2008)


Suzano de derivados de óxido;

Aquisições de 2007

  • Sulfatados

  • Sulfonados


EMCA de derivados de óxido;

Aquisições de 2007

  • Óleo Mineral Branco

  • Vaselina Sólida


Santa Rita de derivados de óxido;

Aquisições de 2007

  • Etoxilados

  • Polióis


Oleoquímica de derivados de óxido;

Partida em 2008

  • Álcool Laurílico

  • Álcool Ceto-Estearílico

  • Álcool Cetílico

  • Álcool Estearílico

  • Ácido Cáprico-Caprílico

  • Glicerina 99,7% USP


PD&E Oxiteno de derivados de óxido;


Centro de Pesquisas Oxiteno de derivados de óxido;

Conta com vários laboratórios e plantas-piloto, que garantem a qualidade dos produtos e serviços.


PD&E Oxiteno de derivados de óxido;

  • Suporte aos clientes e mercados;

  • Prospecção de novas oportunidades de desenvolvimento;

  • Aperfeiçoamento e desenvolvimento de produtos e processos;

  • Ampliação da capacitação tecnológica.


US$ 31 milhões de derivados de óxido;

Ativos Fixos

2% do

faturamento

Investimento

Funcionários alocados em P&D

12% do total de funcionários

PD&E Oxiteno

Os recursos são alocados na busca por inovações e soluções, combinando pró-atividade e adaptação à constante evolução tecnológica dos mercados.


PD&E Oxiteno de derivados de óxido;

140 PESSOAS


Organograma de derivados de óxido;

Saúde, Segurança,

Meio Ambiente

e Qualidade

Unidades

Industriais

Suprimentos

Equipamentos

Diretor

Industrial

Processo e

Tecnologia

Diretor

Superintendente

Desenvolvimento e

Aplicação

Marketing

& Vendas

Cadeia de

suprimentos

Diretor

Comercial

Desenvolvimento

de Novos Negócios

Comercio

Exterior

Recursos

Humanos

Diretora de

Administração

e Controle

Assessoria

Jurídica

Informática

Planejamento e

Controle de Custos


PD&E Oxiteno de derivados de óxido;

Saúde, Segurança,

Meio Ambiente

e Qualidade

Unidades

Industriais

Suprimentos

Equipamentos

Diretor

Industrial

Processo e

Tecnologia

Diretor

Superintendente

Desenvolvimento e

Aplicação

Marketing

& Vendas

Cadeia de

suprimentos

Diretor

Comercial

Desenvolvimento

de Novos Negócios

Comercio

Exterior

Recursos

Humanos

Diretora de

Administração

e Controle

Assessoria

Jurídica

Informática

Planejamento e

Controle de Custos


Processos e Tecnologia de derivados de óxido;

Desenv. de

Produtos

Desenv. de

Procesos

Projetos de

Processos

Assistência

Técnica em

Processos

Projeto

Básico e

Implantação

Desenv. de

Catalisadores

Testes em

Bancada e Piloto

Transferênia

de Tecnologia

Engenharia


Gestão do PD&E de derivados de óxido;

Parcerias com Universidades e

Institutos de Pesquisa

UFSCar, UNICAMP, USP, UNESP, UFBa, UFRJ, UFRS, UFCG

IPT, CENPES, IME, IRC/CNRS(França);

IASR (Institute for Applied Surfactant Research - USA)


AGENDA de derivados de óxido;

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


Aspectos Financeiros de derivados de óxido;

  • O desempenho da Oxiteno é avaliado internamente por três principais índices, associados aos objetivos que compõe a perspectiva financeira do mapa estratégico:

    • Crescimento do volume de vendas em relação ao crescimento do PIB;

    • EBITDA em relação ao custo operacional médio;

    • EVA.


Índices Financeiros de derivados de óxido;

  • Crescimento do volume de vendas:

  • Maior participação das especialidades químicas;

  • Vendas mercado interno: 13%;

  • Vendas mercado externo: 18%  exportação de glicóis no quarto trimestre;

  • Vendas das subsidiárias no exterior: 40%  aumento do volume vendido da Oxiteno México e aquisição da Oxiteno Andina.

Fonte: Valor Econômico 21/02/2008; Demonstrativo de resultados 2007.


Oxiteno de derivados de óxido;

Índices Financeiros

  • Crescimento do volume de vendas (MI) / Crescimento do PIB:

    • Associado ao objetivo (ECO): Buscar oportunidades de crescimento;

    • ABIQUIM: o setor químico brasileiro cresce anualmente, em média, 2 vezes mais que o PIB do país;

    • Meta: crescer mais do que o dobro do PIB.

Fonte: Valor Econômico 21/02/2008; Demonstrativo de resultados 2007.


% de derivados de óxido;

%

Índices Financeiros

  • EBITDA / Capital operacional médio:

    • EBITDA: Lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações:

      • Indica a capacidade de geração de caixa da empresa;

      • Bastante influenciado pela taxa de câmbio e o valor dos itens que compõe custos fixos (p. ex. matérias-primas).

    • Índice associado ao objetivo (ECO): Buscar continuamente a excelência operacional  retorno obtido do capital investido nas operações.

Em 2004, o cambio favorável e os baixos preços das matérias-primas associados ao bom desempenho da empresa contribuíram para o melhor resultado da última década.

Retração do EBITDA de 19% em relação a 2006 foi resultado da valorização do Real (10% em média) e do aumento do custo das matérias-primas (eteno principalmente).

Fonte: Valor Econômico 21/02/2008; Demonstrativo de resultados 2007.


Índices Financeiros de derivados de óxido;

  • EVA (Economic Value Added):

    • Associado ao objetivo (ECO): Agregar valor ao negócio;

    • Em termos gerais, indica qual a vantagem obtida em relação ao mercado financeiro com investimentos feitos na companhia;

    • Ativos e investimentos compõe a base de cálculo do EVA  muitos investimentos ainda sem retorno nos últimos anos.


Índices Financeiros de derivados de óxido;


Índices Financeiros de derivados de óxido;

  • Perspectivas:

    • Grandes investimentos em aquisições e expansões, valorização do Real e aumento do preço de matérias-primas  decréscimo do EVA e do EBITDA/Capital operacional médio

    • Partida das novas plantas, melhor estruturação das unidades internacionais e projetos visando a excelência operacional aumento das vendas, retorno dos investimentos e retomada do crescimento dos índices.


AGENDA de derivados de óxido;

  • Objetivo

  • Oxiteno no Grupo Ultra

  • Oxiteno na cadeia produtiva

  • Linha de produtos

  • Histórico

  • Políticas e Estratégias Oxiteno

  • Diretorias

  • Internacionalização

  • Escritórios / Unidades Industriais

  • Índices Financeiros

  • Conclusão


Conclusão de derivados de óxido;

  • Empresa confiável e reconhecida no mercado;

  • Momento de Grandes Transformações:

    • Elevado volume de investimentos;

    • Internacionalização;

    • Busca por novas fontes de matérias-primas;

  • Empresa vulnerável às variações externas:

    • Câmbio;

    • Petróleo;

  • Novas diretrizes:

    • Foco em tensoativos e solventes;

    • Desenvolvimento de novas aplicações;

  • Oportunidade de desenvolvimento da cultura de sustentabilidade;


Essa é a Oxiteno de derivados de óxido;

Uma empresa que sempre se renova


ad