UD - I
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 38

UD - I As 03 - Regulamentação da Prova de Pistola de Combate PowerPoint PPT Presentation


  • 40 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

UD - I As 03 - Regulamentação da Prova de Pistola de Combate. OBJETIVOS. Identificar as características das armas, do equipamento, da munição e tipo de alvo Classificar os tipos de falhas existentes no tiro de armas curtas

Download Presentation

UD - I As 03 - Regulamentação da Prova de Pistola de Combate

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

UD - I

As 03 - Regulamentação

da Prova de Pistola de Combate


Objetivos

OBJETIVOS

  • Identificar as características das armas, do equipamento, da munição e tipo de alvo

  • Classificar os tipos de falhas existentes no tiro de armas curtas

  • Interpretar as regras de competição e de segurança, e a conduta dos atletas, técnicos e dirigentes

  • Aplicar com isenção, as regras disciplinares e as penalidades de uma prova de pistola de combate

  • Classificar os tipos de falhas existentes no tiro de armas curtas


Sum rio

SUMÁRIO

  • INTRODUÇÃO

  • DESENVOLVIMENTO

    • Constituição da Prova

      • Regra Geral

      • Series

    • Equipamento e Munição

      • Armamento

      • Normas Gerais

      • Vestuário e acessórios

      • Inspeção do armamento

    • Característica do estande

    • Regras de segurança

    • Regras de competição

    • Infrações e regras disciplinares

    • Tiros irregulares

    • Distribuição dos postos

    • Falhas

    • Penalidades por violação de regra


3 conclus o

3. CONCLUSÃO

SUMÁRIO (cont)

  • l) Equipamento e resp da arbitragem

  • Conduta da arbitragem


A constitui o da prova pst de combate regra geral

a) Constituição da Prova Pst de CombateRegra Geral

ISSF - 6.1.1.4 Os Regulamentos Técnico e Disciplinar foram aprovados para se manterem em vigor durante um período mínimo de quatro anos a contar de 1 de Janeiro do ano seguinte à efetivação dos Jogos Olímpicos. Salvo situações especiais, os Regulamentos da ISSF não serão alterados durante o quadriênio.

EsEFEx – Art 2º Para a prova de Pistola de Combate, serão seguidas as prescrições constantes deste regulamento, complementadas pelas prescrições do regulamento adotado pela ISSF para a prova de Pistola Standard, que não forem modificadas pelo primeiro.


A constitui o da prova pst de combate

a) Constituição da Prova Pst de Combate

1) CONSTITUIÇÃO 60 tiros;

1º estágio 5 Minutos

Ensaio: 5 t/ 5’;

4 séries x 5 t/ 5’

2º estágio 1 Minuto

4 séries 5 x 5t/60”

3º estágio 20 Segundos

4 séries 5 x 5t/20”


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

  • b) Equipamentos e munição 8.4.0

  • ARMAMENTO

  • O armamento: 9mm de dotação e em uso nas FFAA.

  • Marca: BERETA, IMBEL, TAURUS.

  • O atirador é obrigado a utilizar a mesma arma durante todas as series de competição, a menos que ela deixe de funcionar.

    Obs: características originais de fabricação e sem recursos utilizados em armas esportivas.

    Alça de mira fixa


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

  • b) Equipamentos e munição 8.4.0 (Cont)

  • ARMAMENTO e Normas Gerais

  • Poderão ser utilizados modelos mais novos e aperfeiçoados, porém o punho deve ser standard

  • Não é permitido ao atirador executar qualquer modificação no armamento

  • Gatilho: peso mínimo 1 kg (acompanha Fogo Central)

  • O atirador poderá utilizar arma particular desde que de acordo com este regulamento

  • A munição a ser utilizada é o cartucho de 9mm M1

  • É proibido a utilização que qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação no estande.

  • É proibido FUMAR no estande de tiro.

  • Não é permitido a utilização de “flash” no local de competição


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

O traje mínimo é camisa de manga e a bermuda deve ser mais longa que a ponta dos dedos. (Fem e Masc)Todos os membros da equipe devem estar utilizando a mesma camiseta.O atirador pode utilizar luneta para observar os impactos, mas não poderá ter um assistente ou técnico para fazê-lo.

  • b) Equipamentos e munição 8.4.0 (Cont)

  • VESTUÁRIO E EQUIPAMENTO

  • Acessórios utilizados em competições e treinamentos:

    • Protetor de auditivo

    • Óculos de proteção


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

  • b) Equipamentos e munição 8.4.0 (Cont)

  • VESTUÁRIO E EQUIPAMENTO

  • Luneta

  • Tapa olho

  • Cronômetro

  • Baleiro ( estojo para guardar munição) com várias fileiras de 5 tiros para evitar penalizações.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

  • b) Equipamentos e munição 8.4.0 (Cont)

  • MEDIÇÃO E PESO DO GATILHO

  • Só o arbitro pode pesar o gatilho.

  • O peso será testado na linha de inspeção de armamento e deverá ser mantido durante toda a competição. Permitem-se três (03) tentativas para levantar o peso de uma superfície plana.

  • Imediatamente após o termino de todas as provas deve-se fazer o controle aleatório dos pesos, sorteando um atirador a cada oito (08) alvos.

  • No momento da medição o cano deve estar na vertical.

  • O peso do gatilho deve entrar pelo mesmo lado onde entra o dedo do atirador.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

c) CARACTERÍSTICAS DO ESTANDE

6.3.2.5Alvo dePrecisão para Pistola a 25 m e 50m

Dez interior = 25mm (± 0,2mm)

Zona negra: anéis 7 ao 10 : 200mm (± 1.0 mm)

Espessura dos anéis: 0,2 a 0,5mm

Medidas mínimas visíveis do cartão do alvo: largura: 550mm

altura: 520 – 550mm

Os algarismos 1 a 9, correspondentes aos valores das marcações, são impressos nas zonas respectivas, em planos verticais e horizontais, formando ângulos retos entre si.

A

L

T

U

R

A

6.3.8Distâncias de Tiro

As distâncias de tiro devem ser tão exatas quanto possível, embora possam permitir-se as variações: 25 m, +/- 10cm

1,40m

Do Chão

6.3.9Altura do centro do alvo (centro do anel do 10)

Os centros dos alvos devem estar dentro das medidas seguintes, obtidas a partir do nível do solo no posto de tiro:

Altura Correta Variação permitida: 25 m 1.40 m ± 0.10 m


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

c) CARACTERÍSTICAS DO ESTANDE

6.3.11 Variações Horizontais dos Postos de Tiro em Alvo Móvel a 50m e 10m e Pistola a 25m

25m 0.75m

0,75 m

6.3.16Normas Gerais para Estandes e Postos de Tiro de Pistola a 25 m

6.3.16.1Os atiradores devem estar protegidos com coberturas e painéis adequados por forma a não serem atingidos pelo vento, pela chuva, pelo sol e pelos invólucros ejetados, conforme estipula o Art.º 3.5.1 do Reg. Geral.

6.3.16.2O pavimento do posto de tiro deve estar nivelado horizontalmente em todas as direções.

6.3.16.3O posto de tiro deve estar coberto a uma altura mínima de 2,20 m acima do solo.

6.3.16.4Dimensões do posto de tiro: Pistola Standard 25 M 1.00 m a 1.50 m


D regras de seguran a 8 2 0

d. REGRAS DE SEGURANÇA 8.2.0

  • A Segurança é responsabilidade da Comissão Organizadora;

  • Oficiais da Linha de Tiro (LT) são responsáveis por se fazer cumprir a disciplina;

  • Antes de abandonar o boxe o atirador e o Oficial de Estande devem verificar que as armas estão abertas e sem munição na câmara ou no carregador;

  • Tiro em seco- somente em local autorizado (zona de aquecimento) e proibido quando houver pessoal à frente da LT;

  • O Oficial de Estande ou júri pode verificar a arma do atirador na presença do mesmo;

  • As armas só poderão ser municiadas e carregadas após os comandos de CARREGAR ou COMEÇAR;

  • O atirador que realizar um disparo antes do comando de CARREGAR ou após o comando de PARAR, pode ser desclassificado.

  • O responsável por dar os comandos é o Chefe dos Oficiais de Estande.

  • Aconselha-se a todos que estiverem no estande utilizar proteção auditiva.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO

8.6.1.3.1POSIÇÃO DE TIRO

  • Livremente de pé;

  • Sem apoios;

  • Completamente dentro do posto de tiro;

  • Empunhadura com uma das mãos;

  • Punho visivelmente sem apoio;

  • Posição de “PRONTO”

  • * braço do atirador para baixo a 45º da vertical;

  • * não deve apontar para o chão;

  • * permanecer até o aparecimento do alvo ou sinal para começar.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO(Cont)

  • Na posição de pronto , se o atirador

    8.6.1.4Levantar o braço cedo, ou não baixar o suficiente;

    . será advertido por um membro do júri;

    . série registrada, repetida e creditada com os tiros mais baixos das duas séries;

    se repetir tal procedimento (2ª vez);

    . repete-se procedimento anterior, dedução de 2 pontos;

    - se repetir novamente (3ª vez);

    . desclassificado.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO(Cont)

8.6.4.9.1TROCA DE ALVOS

- 01(um) alvo a cada 03 (três) séries.

atira obreiaatira obreia atira troca


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO (cont)

8.6.3.3CONTRA-ALVOS

  • investigar furos duvidosos, tiros cruzados.

  • cobrir a largura inteira da moldura (tamanho suficiente para registrar todos os tiros disparados).

  • distância uniforme de não menos que um metro e não mais que dois metros atrás.

  • papel não-reflexivo de cor neutra similar ao alvo sem marcações.

CONTRA-ALVO

Tiro cruzado

Tiro

Alvo


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

8.6.4.1.3TEMPO DE PREPARAÇÃOOs atiradores devem ser chamados a ocupar seus boxes antes de iniciar o tempo de preparação.O Chefe dos Oficiais de estande só emitirá o comendo de “OS CINCO (05) MINUTOS DE PREPARAÇÃO COMEÇAM AGORA!” após os oficiais de Linha de Tiro verificarem todas as fichas de inspeção e todos os atiradores estarem em seus postos. Durante o tempo de preparação os atiradores podem manusear as armas e executar tiros em seco. 8.6.4.3SUBSTITUIÇÃO DE ATIRADORO atirador não pode ser substituído após ter executado o primeiro tiro, quer seja de prova ou ensaio.

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO (cont)PROCEDIMENTOS GERAIS


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO (cont)

REGRAS ESPECÍFICAS

- a etapa só poderá mudar quando todos os atiradores tiverem completado a mesma;

8.6.4.10COMANDOS DE TIRO

Antes de dar o comando de “CARREGAR” O Chefe dos Oficiais de Estande anunciará o tempo de cada série (como série de 5 mim, série de 1 min ou série de 20 seg.)

Apos o comando de “CARREGAR” ele deve esperar 1 minuto, após isso o arbitro comanda “ATENÇÃO” e os alvos fecham para a posterior abertura em 7 segundos.

Antes de cada série, exceto nas séries de 5 min, o atirador deve baixar o braço e adotar a posição de “PRONTO”.

Terminado o tempo o arbitro comanda “DESCARREGAR”, neste momentos os oficiais da linha de tiro passam verificando as armas.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

e. REGRAS DE COMPETIÇÃO (cont)

8.6.5 INTERRUPÇÕES

8.6.6.2.2Nas provas de Pistola de Tiro Rápido 25 M e Pistola Standard 25 M, a série interrompida será anulada e repetida. A série repetida será registrada e creditada ao atirador.

Durante a execução da séria

6.3.16Normas Gerais para Estandes e Postos de Tiro de Pistola a 25 m

6.3.16.1Os atiradores devem estar protegidos com coberturas e painéis adequados por forma a não serem atingidos pelo vento, pela chuva, pelo sol e pelos invólucros ejetados, conforme estipula o Art.º 3.5.1 do Reg. Geral.

6.3.16.2O pavimento do posto de tiro deve estar nivelado horizontalmente em todas as direções.

6.3.16.3O posto de tiro deve estar coberto a uma altura mínima de 2,20 m acima do solo.

6.3.16.4Dimensões do posto de tiro: Pistola Standard 25 M 1.00 m a 1.50 m


F infra es e regras disciplinares 8 6 6

f. Infrações e Regras Disciplinares8.6.6

8.6.6.1.1Começar a competição com umaPst não aprovada:dedução de dois pontos de sua 1ª série de competição;

8.6.6.1.2Trocar, Modificar ouajustar a Pst oficialmente aprovada, violando o regulamento: desclassificado;

8.6.6.1.3Atirador que chegue atrasado,não é concedido tempo adicional a menos que o atraso seja devido a motivos que não possam ser-lhe imputados.

8.6.6.1.4Não apresentarcartão de controledo armamento: penalizarão de dois pontos, se não provar inspeção;


G tiros irregulares 8 6 6 2

g. Tiros Irregulares 8.6.6.2

8.6.6.2.2.1 Tiro em Excesso– são debitados os tiros de valor mais alto

8.6.6.2.3 Tiros antes do tempo e em atraso – disparos acidentais após o comando de carregar mais antes do comando de “ATENÇÃO”, são anulados e debitados dois (02) pontos.

8.6.6.3 Comandos incorretos –quando o Arbitro da prova emite um comando incorreto e o atirado se sentir atrapalhado o mesmo deve permanecer com a arma apontada para o alvo e proceder como se houvesse falha. Se o atirador executar a série ele não terá direito a reclamação.

8.6.6.4 Tiro cruzado – São pontuados como zero. Se o atirador receber um tiro cruzado confirmado mais não for possível identificá-lo serão creditados os de maior valor.

8.6.8 Tiros em Excesso -Se houver impactos a mais num alvo da prova ou de Parte de Prova de Tiro Rápido, em que os alvos são obreiados e se não for possível esclarecer que furos tinham ou não tenham sido obreiados, o atirador pode aceitar o(s) valor(es) mais baixo(s) ou repetir a série. Não poderá ser creditado com mais do que os cinco valores mais altos ou menos do que os cinco valores mais baixos no(s) alvo(s).


H distribui o dos postos 8 7 0

h. Distribuição dos postos 8.7.0

8.7.1.1Atiradores da mesma Nação não podem ocupar postos de tiro adjacentes.

8.7.1.4No caso de haver mais atirador do que postos de tiro, a prova deve ser dividida em turmas, procedendo-se a um sorteio, tendo em atenção a necessidade de distribuir os componentes das equipes/nações eqüitativamente pelas turmas.

8.7.1.5Os atiradores devem ser divididos tão igualmente quanto possíveis pelas turmas

8.7.1.6Se uma prova for dividida em duas partes ou turmas, todos os atiradores deverão terminar a primeira turma antes de se iniciar a segunda


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

i. FALHAS 8.8.0

8.8.1Generalidades - Se a arma quebrar ou deixar de funcionar, o atirador pode ser autorizado a repará-la.

8.8.3.1Pode conceder-se o máximo de 15 minutos para reparar ou substituir a arma e retomar a competição. Se a reparação demorar mais de 15 minutos, o atirador, a seu pedido, pode ter tempo adicional concedido pelo Júri.

8.8.3.5Se for usada uma outra arma ela deverá ser aprovada pelo Posto de Controle de Equipamentos.

8.8.4.1Se um tiro não for disparado devido a falha e o atirador desejar manifestá-la,deverá manter a pistola empunhada e apontada para o fundo do estande e imediatamente informar o Oficial de Estande, levantando a mão livre sem perturbar os outros atiradores.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

i. FALHAS 8.8.0

8.8.4.3Tipos de falhas:

ADMISSÍVEIS(provocadas por falha do armamento e/ou mun):

- projétil emperrar no cano;

- mecanismo do gatilho falhou em operar;

- cartucho não extraído ou ejetado;

- percutor quebrado ou qualquer outra parte da Pst danificada;

- Pst dispara automaticamente, sem acionamento do gatilho.

NÃO ADMISSÍVEIS(erro do atirador por ação ou omissão):

- tocar nos mecanismos ou trava de seg. antes de ser inspecionada pelo OLT ou júri;

- trava de segurança não liberada;

- atirador não carregou sua arma;

- carregou com menos cartuchos;

- não liberou o gatilho para rearmá-lo;

- carregador mal inserido;

- qualquer causa que poderia ter sido corrigida aceitavelmente pelo atirador.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

i. FALHAS 8.8.0

8.8.4.4Determinação da causa de uma falha - Ao pretender determinar a causa de uma falha, se a aparência externa da arma não demonstrar uma razão óbvia para tal e o atirador não disser que pode estar um projétil encravado no cano, o Oficial de Estande ou o membro do Júri deve pegar-lhe sem interferir ou tocar no mecanismo, apontá-la para uma direção que não implique perigo e apertar o gatilho uma única vez para saber se ele foi acionado.

8.8.4.4.2Caso a arma não dispare, o Oficial de Estande ou o membro do Júri deverão completar o seu exame de forma a determinar a causa da falha e decidir se é ou não admissível.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

i. FALHAS 8.8.0

8.8.4.5.2.1.5Marcação FALHA ADMISSÍVEL - A pontuação obtida resulta da soma dos cinco (5) valores mais baixos dos impactos no alvo.

8.8.4.5.2.1.5O atirador que não conseguir completar a totalidade da série numa (1) repetição permitida será creditado unicamente pelo número de impactos de valor mais baixo igual ao maior número de tiros que tenha disparado na série ou na repetição.

8.8.4.5.3.2QUANTIDADE DE FALHAS ADMIS. – O atirador tem direito a uma falha nos 5 minutos e uma no somatório dos 1 minutos e 20 segundos.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

j. PENALIDADES POR VIOLAÇÃO DE REGRA 8.9.6

100mm

TIPOS DE PENALIDADES

- Advertência

70mm 8.9.6.4

- Dedução de dois (02) pontos

- Desclassificação


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

j. PENALIDADES POR VIOLAÇÃO DE REGRA 8.9.6

APLICAÇÃO

- não deixar dúvidas;

- mostrar o cartão;

- só o júri fará a dedução (no mínimo dois jures) e/ou desclassificação;

- árbitro adverte: Impede o atleta na prova e informa ao júri as violações.


Gradua o das penalidades

Graduação das Penalidades

j. PENALIDADES POR VIOLAÇÃO DE REGRA 8.9.6

  • ADVERTÊNCIA

    • violação das regras;

  • DEDUÇÃO DE DOIS PONTOS

    • não corrigir após advertência;

    • atitude anti-esportiva;

    • falsa informação leve.

  • DESCLASSIFICAÇÃO

    • não corrigir após dedução;

    • atitude anti-esportiva mantida;

    • violação deliberadamente disfarçada;

    • infração de norma de segurança;

    • falsa informação grave.

Obs.: Não é obrigatório:

- advertir antes de deduzir,

nem;

- deduzir antes de desclassificar.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

l) Equipamento e resp da arbitragem

  • Material necessário à prova:

    • lista de partida;

    • minuteira;

    • cronômetro e apito;

    • pesos de gatilho;

    • súmulas de apuração e de classificação;

    • calibradores;

    • alvos.

  • Responsabilidades:

    • Conduzir a reunião preparatória;

    • Instruir e treinar a equipe de arbitragem;

    • Montagem da Linha de inspeção:

    • Supervisionar a apuração;

    • Fazer as recomendações aos atletas


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

m. CONDUTA DA ARBITRAGEM

REVISÃO

1) competidor atrasado:

- a princípio não atira;

- não terá tempo extra.

2) interrupção:

- mais de 15 min - novo ensaio;

- precisão - prorrogação do tempo;

- rápido - série anulada e repetida.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

m. CONDUTA DA ARBITRAGEM

APLICAÇÃO DAS PENALIDADES

1) Enganar ou perturbar outro competidor:

- dedução.

2) Conduta não esportiva:

- advertência/dedução.

3) Arma não examinada ou aprovada:

- dedução de 2 pontos por tiro dado;

- volta a usar a arma aprovada.

4) Trocar a arma sem autorização:

- desclassificação.

5) Modificar a arma após a inspeção:

- desclassificação.

6) Carregar com mais de 5 tiros:

- dedução de 2 pontos na série.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

m. CONDUTA DA ARBITRAGEM

APLICAÇÃO DAS PENALIDADES

7) Tiro entre o “carregar” e início da prova:

- tiro não é registrado;

- dedução de 2 pontos na série (exceto se no ensaio)

8) Tiros dados a mais:

- identificados contados como ZERO;

- não identificados contados os piores;

- dedução de 2 pontos por tiro a mais.

9) Tiro de prova no alvo de outro:

- não será penalizado (vale ZERO);

- considera o maior valor.

10) Tiro fora da zona do alvo:

- vale ZERO.

11) Atirador negar um tiro:

- se confirmado o tiro será anulado;

- não confirmado será registrado.


Ud i as 03 regulamenta o da prova de pistola de combate

m. CONDUTA DA ARBITRAGEM

12) Justificativas para anulação do tiro:

- registrador confirmar;

- outro atirador ou registrador informar um extravio.

13) Reclamação por marcação do tempo da série

- se confirmado a série anulada e repetida;

- não confirmada será registrada;

- não confirmada, não atirou, repete e dedução 2 :

- se justificado realiza a série;

- se não justificado, idem, e dedução de 2 pontos;

- se disparado algum tiro a reclamação não será aceita.


Avalia o formativa

Avaliação formativa

  • Qual é a constituição da prova de Pistola de combate?

  • Qual será a pontuação do atirador que recebe um tiro cruzado e a arbitragem não é capaz de identifica-lo?

  • Na súmula do Diretor da prova está escrito que o atirador recebeu um cartão verde durante a segunda série de tiro, o que o sr fará como membro do júri de classificação?

  • Qual será a sua conduta como oficial da linha de tiro(OLT), quando um atirador cometer uma violação deliberadamente disfarçada?

  • Qual será a sua conduta como OLT, quando um atirador relatar que recebeu um tiro cruzado?

  • Qual será a sua conduta como chefe dos oficiais de estande (diretor da prova) quando um atirador atirar antes do comando de carregar?

  • Quais são os tipos de falhas?

  • Qual é o tipo de falha quando for constatado que a trava de segurança não liberada ou que o atirador não carregou sua arma?


Conclus o

CONCLUSÃO

Tiro

Esporte para todos

dever do militar.


  • Login