Zoot 1012 melhoramento animal i zootecnia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 27

Zoot 1012 MELHORAMENTO ANIMAL I ZOOTECNIA PowerPoint PPT Presentation


  • 50 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Zoot 1012 MELHORAMENTO ANIMAL I ZOOTECNIA. Prof. Dr. Paulo Roberto Nogara Rorato. UNIDADE VIII MÉTODOS DE SELEÇÃO. 8.1 – AVALIAÇÃO DOS ANIMAIS ATRAVÉS DE PROVAS DE DESCENDÊNCIA/PROGÊNIE TESTE DE PROGÊNIE O QUE É? É um teste comparativo entre animais a serem utilizados para a reprodução.

Download Presentation

Zoot 1012 MELHORAMENTO ANIMAL I ZOOTECNIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Zoot 1012 melhoramento animal i zootecnia

Zoot 1012MELHORAMENTO ANIMAL IZOOTECNIA

Prof. Dr. Paulo Roberto Nogara Rorato


Unidade viii m todos de sele o

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.1 – AVALIAÇÃO DOS ANIMAIS ATRAVÉS DE PROVAS DE DESCENDÊNCIA/PROGÊNIE

TESTE DE PROGÊNIE

O QUE É?

É um teste comparativo entre animais a serem utilizados para a reprodução.

QUAL O SEU BJETIVO?

Identificar os melhores animais, os quais serão utilizados para a reprodução, pelo fenótipo médio de seus descendentes.

COMO É REALIZADO?

Vacas “escolhidas” o acaso e distribuídas na maior variedade de ambientes possível, são inseminadas com sêmen dos touros em teste. Os reprodutores são selecionados pela média fenotípica de seus descendentes.


Unidade viii m todos de sele o1

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.1 – AVALIAÇÃO DOS ANIMAIS ATRAVÉS DE PROVAS DE DESCENDÊNCIA/PROGÊNIE

QUANDO DEVE SER ADOTADO?

.quando a característica em seleção possui baixa herdabilidade,

.quando é possível avaliar um número expressivo de filhos,

.quando as características em seleção só se expressam em um dos sexos,

.quando as características em seleção só podem ser avaliadas com o reprodutor abatido,

.para a detecção de genes recessivos detrimentais


Unidade viii m todos de sele o2

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.1 – AVALIAÇÃO DOS ANIMAIS ATRAVÉS DE PROVAS DE DESCENDÊNCIA/PROGÊNIE

DIFICULDADES NA EXECUÇÃO

.grande número de filhos a serem analisados,

.alto custo pela manutenção de um grande número de animais,

.longo tempo de duração (bovinos de 5 a 7 anos),

.variação da amostragem genética (gametas),

.efeito da ação gênica não aditiva,

.efeitos do meio ambiente que podem afetar de forma diferenciada as várias progênies em teste.


Unidade viii m todos de sele o3

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

“Os pais transmitem os seus genes e não os seus genótipos para as suas progênies”.

“O filho tem 50% de seus genes herdados do pai e 50% herdados da mãe”.

O QUE É?

“É o valor do indivíduo avaliado pelo valor médio de sua progênie”.

“O valor genético, ao contrário do efeito médio pode ser medido”.


Unidade viii m todos de sele o4

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

“A”= Somatório (Σ) do efeito médio de todos os genes

No caso de características quantitativas, “A” é a soma dos valores aditivos de todos os genes do indivíduo, de todos os locos que determinam a característica

Média da população = M

M depende das freqüências dos genes que determinam a característica

M = Σ (freq. Zigóticas – valor genotípico)


Unidade viii m todos de sele o5

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

Exemplo: O genótipo da vaca Mimosa = BBCCDdEeFFgghh

Ação Aditiva...

A = soma do efeito de todos os genes / número pares de genes...

B=9; C=5; D=8; d=4; E=6; e=3; F=7; g=2; h=1...

A = (9+9+5+5+8+4+6+3+7+7+2+2+1+1)/7 = 9,92

Se D for dominante sobre d e E sobre e (Dd=8; Ee=6)

A = (9+9+5+5+8+6+7+7+2+2+1+1)/7 = 8,86


Unidade viii m todos de sele o6

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

A = p=0,7; a = q=0,3; AA=Aa=10; aa=2

__________________________________________

Genótipos Valor Freqüência Freqüência x Valor

__________________________________________

AA 10 0,7x0,7=0,49 4,9

Aa 10 0,7x0,3=0,42 4,2

aa 2 0,3x0,3=0,09 0,18

__________________________________________

1,00 9,28

__________________________________________


Unidade viii m todos de sele o7

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

Valor médio dos filhos:

Genótipos Fr. Gametas|Fr. Gametas

__________________0,7A____0,3a__________________________

AA 1,0 A |0,7 A 0,3A (0,7)(10)+(0,3)(10)=10,00

Aa 0,5A |0,35AA 0,15Aa (0,35)(10)+(0,5)(10)+

0,5a |0,35Aa 0,15aa (0,15)(2) = 8,8

aa 1,0a |0,7Aa 0,3aa (0,70(10)+(0,3)(2)= 7,6

_______________________________________________________


Unidade viii m todos de sele o8

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

Valor Seletivo:

__________________________________________

AA:A = 2(10) - 9,28 = 10,72 (unidaddes absolutas)*

A = 2(10 - 9,28) = 1,44 (desvio)*

__________________________________________

Aa:A = 2(8,8) – 9,82 = 8,32 (unidaddes absolutas)

A = 2(8,8 – 9,28) = -0,96 (desvio)

__________________________________________

Aa:A = 2(7,6) – 9,28 = 5,92 (unidaddes absolutas)

A = 2(7,6 – 9,28) = -3,36 (desvio)

__________________________________________


Unidade viii m todos de sele o9

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.2 – VALOR SELETIVO/VALOR GENÉTICO/VALOR REPRODUTIVO (A)

Desvios devido a dominância (D):

G=A+D; D=G–A; AA=10-10,72=-0,72; Aa=10-8,32=1,68

Aa=2-5,92=-3,92

________________________________________________

Genótipo Val. Genot.(G) Val. Sel.(A) Val. Méd. Desc. D

________________________________________________

AA 10 10,72 10,0 -0,72

Aa 10 8,32 8,8 1,68

aa 2 5,92 7,6 -3,92

________________________________________________________

D+= Anim. Fenotipicamente melhor do que a progênie


Unidade viii m todos de sele o10

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.3 – DIFERENÇAS ESPERADAS NA PROGÊNIE (DEP)

DEP = Valor Seletivo/2

Ou

Valor Seletivo = 2(DEP)

Logo: DEP = (méd. da progênie – méd. da população)

Exemplo:

AA : A = 0,72 DEP = 2(0,72) = 1,44

Aa : A = -0,96 DEP = 2(-0,96) = -1,92

Aa : A = -3,36 DEP = -6,72


Unidade viii m todos de sele o11

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO

DE SUMÁRIOS DE

REPRODUTORES


Unidade viii m todos de sele o12

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORE

APRESENTAÇÃO:

  • I. Nos modelos de análise foram incluídos os efeitos de complementariedade, estáticos e as interações dos efeitos genotípicos com latitude.

  • II. Cálculo da DEPh@ - Desempenho Esperado na Progênie obtido como uma função da média harmônica da progênie

    (homogeneidade).

  • III. Apresentamas novas [email protected] e DEPs com destaque para Resistência ao Carrapato (Boophilus microplus).


Unidade viii m todos de sele o13

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

CARACTERÍSTICAS AVALIADAS

  • Foram geradas [email protected] e DEPs para as seguintes características de interesse econômico:

  • . PESO AO NASCER (PN)

  • . GANHO DE PESO DO NASCIMENTO A DESMAMA (GND)

  • . CONFORMACÃO, PRECOCIDADE, MUSCULATURA E

  • TAMANHO (CPMT)

  • . PREPÚCIO (UMBIGO)

  • . EFEITO MATERNO COMPOSTO SOBRE GND (HM)

  • . GANHO DE PESO DA DESMAMA AO SOBREANO (GDS)

  • . GANHO DE PESO DO NASCIMENTO AO SOBREANO (GNS)

  • . PERIMETRO ESCROTAL (PE/IP)

  • . Resistência ao carrapato


Unidade viii m todos de sele o14

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

BASE DE DADOS UTILIZADA


Unidade viii m todos de sele o15

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO

DE SUMÁRIOS DE

REPRODUTORES

DIVERSIDADE

DO PROGR.

NATURA

(Angus)

*(clas. 1 a 5)

**kg


Unidade viii m todos de sele o16

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

PROCEDIMENTOS PRÉ-ANÁLISE GENÉTICA

Consistência das informações,

Formação dos grupos de contemporâneos,

Pré-ajustamento dos dados

  • Efeitos ambientais

  • Efeitos genéticos e suas interações com o ambiente


Unidade viii m todos de sele o17

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

ANÁLISE GENÉTICA

A análise genética foi realizada através do Método GenSys. Resumidamente, os componentes básicos do Método GenSys são os seguintes:

1. Exame de conexidade,

2. Equações de modelos mistos de Lush,

3. Procedimentos robustos de estimação


Unidade viii m todos de sele o18

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

COMO INTERPRETAR O SUMÁRIO

DEP - Diferença Esperada na Progênie

DEPh - Desempenho Esperado na Progênie obtido como

uma fumção da média harmônica da progênie

BASE GENETICA – Base Genética Móvel (méd. pop. Anal./alvo)


Unidade viii m todos de sele o19

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO

DE SUMÁRIOS

DE REPRODUTORES

ALVO


Unidade viii m todos de sele o20

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO

DE SUMÁRIOS

DE REPRODUTORES

INDICES NATURA


Unidade viii m todos de sele o21

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

DECAS

Deca 1 = Indica que o touro está entre os 10% melhores,

Deca 2 = entre os 11 e 20% melhores, ......

ACURÁCIA

Classe A = touros com acurácia superior a 0,8, utilizados em

mais de um rebanho na desmama (D) e no sobreano (S);

Classe B = touros com acurácia entre 0,7 e 0,8, utilizados em mais de um rebanho na D e S ou com acurácia superior a 0,8 utilizados em um só rebanho n a D e S.

Classe C = touros com acurácia inferior a 0,7 na D e S


Unidade viii m todos de sele o22

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

8.4 – INTERPRETAÇÃO DE SUMÁRIOS DE REPRODUTORES

CRITÉRIOS PARA A APRESENTAÇÃO DOS TOUROS

São apresentados nesta edição do Sumário, touros com produção a partir de 2001 e com fator de ponderação robusto (FPR) igual a 20.

FPR é uma função do número de filhos, da distribuição Destes nos grupos de contemporâneos e Da manitude do resíduo de cada observação.


Unidade viii m todos de sele o23

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

Exemplo de tabela de avaliação genética de touros:


Unidade viii m todos de sele o24

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

Exemplo de tabela de avaliação genética de touros: (cont.)


Unidade viii m todos de sele o25

UNIDADE VIIIMÉTODOS DE SELEÇÃO

Exemplo de tabela de avaliação genética de touros: (cont.)


  • Login