UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
Download
1 / 40

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ ESTÁGIO EM DOCÊNCIA - PowerPoint PPT Presentation


  • 95 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ ESTÁGIO EM DOCÊNCIA. CHONDRICTHYES. JOCA MOREIRA JOCAMOREIRA@GMAIL.COM. Apresentação. Escamas; Flutuabiliadade; Sistemas; Cinese Craniana; Estratégias Alimentares; Reprodução; Conservação e Habito de vida. Introdução. Carnívoros consumados.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha

Download Presentation

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ ESTÁGIO EM DOCÊNCIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

ESTÁGIO EM DOCÊNCIA

CHONDRICTHYES

JOCA MOREIRA

JOCAMOREIRA@GMAIL.COM


Apresentação

  • Escamas;

  • Flutuabiliadade;

  • Sistemas;

  • Cinese Craniana;

  • Estratégias Alimentares;

  • Reprodução;

  • Conservação e Habito de vida.


Introdução

  • Carnívoros consumados.

  • Evoluíram características locomotoras,

  • Tróficas;

  • Sensoriais;

  • Comportamentais;

  • Produzindo formas de topo.


Escamas

  • Atuam na redução do Arrasto.

  • A forma, o tamanho e o arranjo reduzem a turbulência do fluxo d’água próximo a superfície do animal.

  • Aumento da eficiência da natação.


Flutuabilidade

  • Não apresentam bexiga natatória.

  • Apresentam grande fígado:

    - rico em óleo de baixa densidade.

  • 20% do peso P. glauca corresponde ao fígado.

  • Tigre alcança 4m = 50kg. A água seu peso relativo é de 3,5kg.


Sistema sensorial.

  • Caracterizado por um sistema refinado e diversificado.

  • Canais semi-circulares.

  • Recepção química: Narizes nadadores.

    - Olfato apurado.

  • Apresentam quimiorreceptores na boca.


Olfato

  • 2/3 do cérebro é ocupado pelo lóbulo olfatório.

  • Resposta a compostos químicos em concentrações menores do que uma parte por 10 bilhões.

  • Uma parte de sangue é detectada a cada mil parte de água.


Olfato

  • Utilizam suas variadas modalidades sensoriais em sequência ordenada p/ localizar,

    - identificar e atacar.

  • 1º sentido é o olfato. Especialmente quando a presa libera algum fluido.

  • 2º é a da Linha lateral.


Mecanorreceptores

  • Neuromastos ficam em canais tubulares ou em depressões epidérmicas.

  • detectam vibrações, som e o toque.

    - Principalmente de peixes em agonia.

  • Atraídos por naufrágios,

    - motor de helicóptero,

    - som produzido pelos barcos.


Linha lateral


Visão

  • Uma vez que o tubarão se aproxima a visão é utilizada.

  • Olhos ricos em bastonetes e cristais de guanina = Tapetumlucidum

  • Hábito noturno.

  • Células de mielina.

  • Presas diferentes são tratadas de forma diferente.


Visão

  • Costume de nadar em volta = investigando.

  • Usar o focinho para determinar a textura,

    - fazer uma avaliação eletro sensorial,

    - usar as escamas para romper o tegumento, liberando fluido como pistas olfatórias.


Visão

  • Após avaliar as pistas ele pode atacar ou não.

  • Ataque: Rostro levantado.

  • Película NICTITANTE.

  • Dependência eletro-percepção.


Ampolas de Lorenzini

  • Detecção de campos elétricos.

  • Distribuídos ao longo do corpo.

    - Concentrados no focinho.

    - Nas peitorais.

  • Receptor elétrico coberto com uma gelatina.

  • Detectam a diferença de potencial elétrico.


Ampolas de Lorenzini


Ampolas de Lorenzini

  • Evoluíram da Linha lateral.

  • Respondem a variações mínimas de campo elétrico.

  • Funciona com um Voltímetro.


Localização de presas

  • Toda atividade muscular gera um potencial elétrico.

  • Cels. Nervosas motoras produzem alterações extremamente rápidas no P. elétrico.

  • Contração muscular gera um grande potencial.

  • O Balanço químico resulta num potencial constate.


Localização de presas

  • Tubarões e raias detectam presas mesmos enterradas.

  • Eletro-percepção para navegar:

    - O campo magnético da terra.


Imobilidade tônica

  • É uma resposta defensiva inata, exibida pela presa quando o contato físico com o predador é prolongado e a situação inescapável. Esta resposta é caracterizada por profunda inibição motora.


Gimme a hug

  • http://www.youtube.com/results?search_query=gimme+a+hug&oq=gim&gs_l=youtube.3.0.35i39j0l9.248.3226.0.4573.5.4.1.0.0.0.305.940.1j0j2j1.4.0...0.0...1ac.1.Qonv1sGN6wo


Cinese Craniana

  • Capacidade de movimentar o crânio:

    - Engolir presas enormes.

  • Suspensão HIOSTÍLICA:


Cinese Craniana

  • A hiostílica permite múltiplas posições das maxilas.

  • Capacidade de Protrusão da maxila superior.

  • Dentição palatoquadrada é diferenciada:

    - Dentes mais forte e serrilhados.

  • Falta de raiz + forte potência = força de 2 ou 3t

    Por cm²


Osmorregulação

  • Capacidade em manter a PRESSÃO OSMÓTICA constante.

  • Fluidos corporais HIPOTÔNICOS em relação a água.

  • ISOTONICOS pela retenção da UREIA e da

    TRIMETILAMINA.


Estratégias alimentares

  • Grande Branco deixa sua presas morrerem por hemorragia.

  • Tubarão charuto arranca pedaços circulares.

  • O Mako atinge 40km/h perseguindo presas.

  • Tapete e algumas raias sugam suas presas.


Reprodução

  • Iteróparas: Reproduzem-se varias vezes durante o seu ciclo de vida.

    Fecundação interna.

    Dimorfismo sexual:


Clásper

  • Durante a copula ele é introduzido na fêmea.

    - um por vez.

  • Apresenta sulco = calha.


Tipo de reprodução

  • Oviparidade: Após fecundação o ovo se desenvolve no interior da fêmea.

  • Ovoviviparidade: desenvolvimento interno, sendo que o ovo é liberado com o embrião ainda protegido.

  • Viviparidade: desenvolvimento interno, com diferentes níveis de dependência trófica entre o embrião e a fêmea.


Viviparidade

  • Ocorre uma placenta a partir do saco vitelínico.

  • Canibalismo embriônico.

  • Não ocorre o cuidado parental.


Viviparidade


Agosto de 2012


Habito de vida e conservação

  • Animais de vida longa. Alguns podem passar dos 100 anos ( Squalusacanhtias).

  • Demoram anos para atingir a maturidade sexual.

  • Alterações no ambiente marinho + pesca desenfreada = redução das

    Populações.


Humanos Vs. Tubarões

  • http://discoverybrasil.uol.com.br/experiencia/contenidos/humanos_vs_tubaroes/


Habito de vida e conservação

  • Dependência de sítio de reprodução e de crescimento.

    - Áreas rasas próximo da costa.

  • Porto de Suape ( Recife).

    Entre junde 1992 e set de 2006, foram registrados 47 ataques com 17 mortos.

    - Trecho costeiro de 20km.


Habito de vida e conservação

  • Pesca recreativa.

  • Noruega: em 1 ano a pesca rendeu 8.060t

    -Em 7 anos a produção caiu para 207t.

    -Desde 1970 que não passa de 100t.

  • Os EUA ate o ano de 2000 não controlava a pesca do tubarão bagre.


Habito de vida e conservação

  • Em Hong kong o kg de barbatanas sai por US$500.

  • Na América Central existe a Máfia da barbatana acobertado pelo governo.

  • A pesca de tubarão é Crime.


Finning

  • A prática do Finning começou no ano de 960 e ocorre até os dias atuais.

    - Começou na dinastia Sung.

  • A retirada das nadadeiras dos tubarões.

    - considerada como afrodisíaco e com poderes curativos.


Salvem os Tubarões

  • http://www.youtube.com/watch?v=UdbLCJGS5Aw


Habito de vida e conservação

  • Os Elasmobranchii estão susceptíveis ao extermínio pela pesca.

  • Crescem Lentamente,

    -demoram para se reproduzir,

    -produzem poucos filhotes,

    -a reprodução não ocorre todo os anos,

    - não há cuidado parental.


Habito de vida e conservação

  • Especialistas em manejo que há poucas chances das populações de muitas spp. se recuperarem em menos de meio século.

    - Mesmo com restrições de pesca.


ad
  • Login