UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 40

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ ESTÁGIO EM DOCÊNCIA PowerPoint PPT Presentation


  • 68 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ ESTÁGIO EM DOCÊNCIA. CHONDRICTHYES. JOCA MOREIRA [email protected] Apresentação. Escamas; Flutuabiliadade; Sistemas; Cinese Craniana; Estratégias Alimentares; Reprodução; Conservação e Habito de vida. Introdução. Carnívoros consumados.

Download Presentation

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ ESTÁGIO EM DOCÊNCIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Universidade estadual de santa cruz est gio em doc ncia

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

ESTÁGIO EM DOCÊNCIA

CHONDRICTHYES

JOCA MOREIRA

[email protected]


Apresenta o

Apresentação

  • Escamas;

  • Flutuabiliadade;

  • Sistemas;

  • Cinese Craniana;

  • Estratégias Alimentares;

  • Reprodução;

  • Conservação e Habito de vida.


Introdu o

Introdução

  • Carnívoros consumados.

  • Evoluíram características locomotoras,

  • Tróficas;

  • Sensoriais;

  • Comportamentais;

  • Produzindo formas de topo.


Escamas

Escamas

  • Atuam na redução do Arrasto.

  • A forma, o tamanho e o arranjo reduzem a turbulência do fluxo d’água próximo a superfície do animal.

  • Aumento da eficiência da natação.


Flutuabilidade

Flutuabilidade

  • Não apresentam bexiga natatória.

  • Apresentam grande fígado:

    - rico em óleo de baixa densidade.

  • 20% do peso P. glauca corresponde ao fígado.

  • Tigre alcança 4m = 50kg. A água seu peso relativo é de 3,5kg.


Sistema sensorial

Sistema sensorial.

  • Caracterizado por um sistema refinado e diversificado.

  • Canais semi-circulares.

  • Recepção química: Narizes nadadores.

    - Olfato apurado.

  • Apresentam quimiorreceptores na boca.


Olfato

Olfato

  • 2/3 do cérebro é ocupado pelo lóbulo olfatório.

  • Resposta a compostos químicos em concentrações menores do que uma parte por 10 bilhões.

  • Uma parte de sangue é detectada a cada mil parte de água.


Olfato1

Olfato

  • Utilizam suas variadas modalidades sensoriais em sequência ordenada p/ localizar,

    - identificar e atacar.

  • 1º sentido é o olfato. Especialmente quando a presa libera algum fluido.

  • 2º é a da Linha lateral.


Mecano r receptores

Mecanorreceptores

  • Neuromastos ficam em canais tubulares ou em depressões epidérmicas.

  • detectam vibrações, som e o toque.

    - Principalmente de peixes em agonia.

  • Atraídos por naufrágios,

    - motor de helicóptero,

    - som produzido pelos barcos.


Linha lateral

Linha lateral


Vis o

Visão

  • Uma vez que o tubarão se aproxima a visão é utilizada.

  • Olhos ricos em bastonetes e cristais de guanina = Tapetumlucidum

  • Hábito noturno.

  • Células de mielina.

  • Presas diferentes são tratadas de forma diferente.


Vis o1

Visão

  • Costume de nadar em volta = investigando.

  • Usar o focinho para determinar a textura,

    - fazer uma avaliação eletro sensorial,

    - usar as escamas para romper o tegumento, liberando fluido como pistas olfatórias.


Vis o2

Visão

  • Após avaliar as pistas ele pode atacar ou não.

  • Ataque: Rostro levantado.

  • Película NICTITANTE.

  • Dependência eletro-percepção.


Ampolas de lorenzini

Ampolas de Lorenzini

  • Detecção de campos elétricos.

  • Distribuídos ao longo do corpo.

    - Concentrados no focinho.

    - Nas peitorais.

  • Receptor elétrico coberto com uma gelatina.

  • Detectam a diferença de potencial elétrico.


Ampolas de lorenzini1

Ampolas de Lorenzini


Ampolas de lorenzini2

Ampolas de Lorenzini

  • Evoluíram da Linha lateral.

  • Respondem a variações mínimas de campo elétrico.

  • Funciona com um Voltímetro.


Localiza o de presas

Localização de presas

  • Toda atividade muscular gera um potencial elétrico.

  • Cels. Nervosas motoras produzem alterações extremamente rápidas no P. elétrico.

  • Contração muscular gera um grande potencial.

  • O Balanço químico resulta num potencial constate.


Localiza o de presas1

Localização de presas

  • Tubarões e raias detectam presas mesmos enterradas.

  • Eletro-percepção para navegar:

    - O campo magnético da terra.


Imobilidade t nica

Imobilidade tônica

  • É uma resposta defensiva inata, exibida pela presa quando o contato físico com o predador é prolongado e a situação inescapável. Esta resposta é caracterizada por profunda inibição motora.


Gimme a hug

Gimme a hug

  • http://www.youtube.com/results?search_query=gimme+a+hug&oq=gim&gs_l=youtube.3.0.35i39j0l9.248.3226.0.4573.5.4.1.0.0.0.305.940.1j0j2j1.4.0...0.0...1ac.1.Qonv1sGN6wo


Cinese craniana

Cinese Craniana

  • Capacidade de movimentar o crânio:

    - Engolir presas enormes.

  • Suspensão HIOSTÍLICA:


Cinese craniana1

Cinese Craniana

  • A hiostílica permite múltiplas posições das maxilas.

  • Capacidade de Protrusão da maxila superior.

  • Dentição palatoquadrada é diferenciada:

    - Dentes mais forte e serrilhados.

  • Falta de raiz + forte potência = força de 2 ou 3t

    Por cm²


Osmorregula o

Osmorregulação

  • Capacidade em manter a PRESSÃO OSMÓTICA constante.

  • Fluidos corporais HIPOTÔNICOS em relação a água.

  • ISOTONICOS pela retenção da UREIA e da

    TRIMETILAMINA.


Estrat gias alimentares

Estratégias alimentares

  • Grande Branco deixa sua presas morrerem por hemorragia.

  • Tubarão charuto arranca pedaços circulares.

  • O Mako atinge 40km/h perseguindo presas.

  • Tapete e algumas raias sugam suas presas.


Reprodu o

Reprodução

  • Iteróparas: Reproduzem-se varias vezes durante o seu ciclo de vida.

    Fecundação interna.

    Dimorfismo sexual:


Cl sper

Clásper

  • Durante a copula ele é introduzido na fêmea.

    - um por vez.

  • Apresenta sulco = calha.


Tipo de reprodu o

Tipo de reprodução

  • Oviparidade: Após fecundação o ovo se desenvolve no interior da fêmea.

  • Ovoviviparidade: desenvolvimento interno, sendo que o ovo é liberado com o embrião ainda protegido.

  • Viviparidade: desenvolvimento interno, com diferentes níveis de dependência trófica entre o embrião e a fêmea.


Viviparidade

Viviparidade

  • Ocorre uma placenta a partir do saco vitelínico.

  • Canibalismo embriônico.

  • Não ocorre o cuidado parental.


Viviparidade1

Viviparidade


Agosto de 2012

Agosto de 2012


Habito de vida e conserva o

Habito de vida e conservação

  • Animais de vida longa. Alguns podem passar dos 100 anos ( Squalusacanhtias).

  • Demoram anos para atingir a maturidade sexual.

  • Alterações no ambiente marinho + pesca desenfreada = redução das

    Populações.


Humanos vs tubar es

Humanos Vs. Tubarões

  • http://discoverybrasil.uol.com.br/experiencia/contenidos/humanos_vs_tubaroes/


Habito de vida e conserva o1

Habito de vida e conservação

  • Dependência de sítio de reprodução e de crescimento.

    - Áreas rasas próximo da costa.

  • Porto de Suape ( Recife).

    Entre junde 1992 e set de 2006, foram registrados 47 ataques com 17 mortos.

    - Trecho costeiro de 20km.


Habito de vida e conserva o2

Habito de vida e conservação

  • Pesca recreativa.

  • Noruega: em 1 ano a pesca rendeu 8.060t

    -Em 7 anos a produção caiu para 207t.

    -Desde 1970 que não passa de 100t.

  • Os EUA ate o ano de 2000 não controlava a pesca do tubarão bagre.


Habito de vida e conserva o3

Habito de vida e conservação

  • Em Hong kong o kg de barbatanas sai por US$500.

  • Na América Central existe a Máfia da barbatana acobertado pelo governo.

  • A pesca de tubarão é Crime.


Finning

Finning

  • A prática do Finning começou no ano de 960 e ocorre até os dias atuais.

    - Começou na dinastia Sung.

  • A retirada das nadadeiras dos tubarões.

    - considerada como afrodisíaco e com poderes curativos.


Salvem os tubar es

Salvem os Tubarões

  • http://www.youtube.com/watch?v=UdbLCJGS5Aw


Habito de vida e conserva o4

Habito de vida e conservação

  • Os Elasmobranchii estão susceptíveis ao extermínio pela pesca.

  • Crescem Lentamente,

    -demoram para se reproduzir,

    -produzem poucos filhotes,

    -a reprodução não ocorre todo os anos,

    - não há cuidado parental.


Habito de vida e conserva o5

Habito de vida e conservação

  • Especialistas em manejo que há poucas chances das populações de muitas spp. se recuperarem em menos de meio século.

    - Mesmo com restrições de pesca.


  • Login