slide1
Download
Skip this Video
Download Presentation
NORMALIZAÇÃO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 45

NORMALIZAÇÃO - PowerPoint PPT Presentation


  • 127 Views
  • Uploaded on

NORMALIZAÇÃO. MSc. Luciana Uchôa Ribeiro. NORMALIZAÇÃO. Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT É o Fórum Nacional de Normalização;

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' NORMALIZAÇÃO' - jag


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

NORMALIZAÇÃO

MSc. Luciana Uchôa Ribeiro

normaliza o
NORMALIZAÇÃO
  • Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT
  • É o Fórum Nacional de Normalização;
  • As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos Organismos de Normalização Setorial (ABNT/NOS) e das Comissões de Estudo Especiais Temporárias (ABNT/CEET), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).
refer ncias bibliogr ficas segundo abnt
Referências Bibliográficas (segundo ABNT)
  • São o conjunto de elementos que permitem a identificação, no todo ou em parte, de documentos impressos ou registrados em diversos tipos de materiais. As referências bibliográficas são apresentadas em forma de listagem de acordo com um sistema de chamada adotado.
slide4

Referências normativas

ABNT NBR 6023, Informação e documentação – Referências – elaboração

ABNT NBR 6024, Informação e documentação – Numeração progressiva das seções de um documento escrito – Apresentação

ABNT NBR 6027, Informação e documentação – Sumário – Apresentação

ABNT NBR 6028, Informação e documentação – Resumo – Procedimento

ABNT NBR 6034, Informação e documentação – Índice – Apresentação

ABNT NBR 10520, Informação e documentação – Citações em documentos – Apresentação

ABNT NBR 12225, Informação e documentação – Lombada – Apresentação

ABNT NBR 14724. Informação e documentação — Trabalhos acadêmicos — Apresentação

IBGE. Normas de apresentação tabular. 3. ed. Rio de Janeiro, 1993.

defini es
DEFINIÇÕES
  • DedicatóriaTem a finalidade de se dedicar o trabalho a alguém, como uma homenagem de gratidão especial. Este item é dispensável.
  • AgradecimentoÉ a revelação de gratidão àqueles que contribuíram na elaboração do trabalho. Também é um item dispensável.
  • Epígrafe    É a citação de uma frase de algum autor que expresse, de forma consistente, o conteúdo do trabalho. A localização fica a critério da estética do autor do trabalho. Deve vir acompanhada do nome do autor da frase. Podem estar localizadas também nas folhas de abertura das seções primárias. É um item dispensável.
defini es1
DEFINIÇÕES
  • Resumo em Língua Portuguesa Texto (e não tópicos) que represente um resumo conciso do trabalho. Não deve ultrapassar 500 palavras. É um item obrigatório.
  • Resumo em Língua Estrangeira  Tradução, para o inglês, espanhol ou francês, do resumo em língua portuguesa. É um item obrigatório.
  • Lista de IlustraçõesApresentada na ordem em que aparece no trabalho, com o nome da ilustração e a página onde se encontra. Caso haja mais de um tipo pode ser apresentado separadamente (fotografias, gráficos, tabelas etc.). É um item opcional.
defini es2
DEFINIÇÕES
  • Lista de Abreviações e SiglasAbreviações e siglas apresentadas no texto, apresentada em ordem alfabética. É um item opcional.
  • Exemplo:ABED Associação Brasileira de Educação a Distância ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas ANDIFES Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior. ANPED Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. APM Associação de Pais e Mestres.
defini es3
DEFINIÇÕES
  • Sumário

  "Enumeração das principais divisões, seções e outras partes de um documento, na mesma ordem em que a matéria nele se sucede" (NBR 6027).

  O título de cada seção deve ser datilografado com o mesmo tipo de letra em que aparece no corpo do texto.

A indicação das páginas localiza-se à direita de cada seção.

  • Texto

É a parte onde todo o trabalho de pesquisa é apresentado e desenvolvido.

O texto deve expor um raciocínio lógico, ser bem estruturado, com o uso de uma linguagem simples, clara e objetiva.

  • Introdução

Na introdução, o tema é apresentado e esclarecido aos leitores as indicações de leitura do trabalho.

defini es4
DEFINIÇÕES
  • Desenvolvimento do Texto O corpo do trabalho é onde o tema é discutido pelo autor.

As hipóteses a serem testadas devem ser claras e objetivas.

 Devem ser apresentados os objetivos do trabalho.

A revisão de literatura deve resumir as obras já trabalhadas sobre o mesmo assunto.

Deve-se mencionar a importância do trabalho, justificando sua imperiosa necessidade de se realizar tal empreendimento.

Deve ser bem explicada toda a metodologia adotada para se chegar às conclusões.

defini es5
DEFINIÇÕES
  • ConclusãoA conclusão é a parte onde o autor se coloca com liberdade científica, avaliando os resultados obtidos e propondo soluções e aplicações práticas.
  • Anexos É todo material suplementar de sustentação ao texto (itens do questionário aplicado, roteiro de entrevista ou observação, uma lei discutida no corpo do texto etc.).
  • Referências (NBR 6023)       É o conjunto de indicações que possibilitam a identificação de documentos, publicações, no todo ou em parte.
  • GlossárioÉ a explicação dos termos técnicos, verbetes ou expressões que constem do texto. Sua colocação é opcional.
nbr 10520 2002 c omo fazer cita es em trabalhos acad micos e cient ficos
NBR 10520/2002Como fazer citações em trabalhos acadêmicos e científicos
  • REGRA GERAL:
  • Ou você usa o Sistema Autor-Data ou o Sistema Numéricoem todo o texto.
slide12
9 REGRAS ÚTEIS

REGRA 1 - Citação indireta incluída na frase:

Fazenda (1994) refere que a pesquisa é um meio e não um fim em si mesma.

Último sobrenome só com a primeira letra maiúscula

REGRA 2 - Citação indireta excluída da frase:

Precisamos estimular a formação continuada nas escolas para manter acesa a chama do conhecimento entre os professores (GOMES, 2000).

Último sobrenome com todas as letras maiúsculas

slide13
REGRA 3 - Citação da citação:

Souza e Prado (1998 apud FAZENDA, 1999) referemque a pesquisa deve ser a essência do ensinar.

O ensino com pesquisa promove a elaboração própria do aluno e a construção do conhecimento. (DEMO, 2002 apud TEIXEIRA, 2005).

slide14
REGRA 4 - Citação direta de até três linhas (curta)

Para Skinner (1975, p. 120) “As escolas preparam os estudantes para um mundo excessivamente remoto”.

Transcrição somente entre aspas + número da página

  • REGRA 5 - Citação direta de mais de três linhas (longa)

[...] na verdade, observo no meio em que atuo um certo despreparo dos pesquisadores para lidar objetivamente com questões de natureza ética […] seja para formular problemas éticos, seja para decidir o que éético ou não em nossa atuação (MORAES, 2000, p. 62-3).

a) transcrição sem aspas; b) fonte 10; c) espaço simples; d) recuo da margem de 4 cm à esquerda + número da página

slide15
REGRA 6 - Se a fonte não tem autoria pessoal ou institucional:

O medo... (1963), destaca a emergência da violência nas escolas de Belém.

Usar a 1a palavra do título seguida de reticências (se só tiver uma palavra, sem reticências)

REGRA 7 - Se a fonte termina com Neto (a), Filho (a), Junior, Sobrinho (a):

Vieira Neto (2004) refere que …

Inserir o sobrenome mais próximo

slide16
REGRA 8 - Se a fonte não tem data:

Vieira (s/d) refere que a ética...

  • REGRA 9 - Se a fonte tem mais de 1 autor:

Silva e Pereira (1999)

(SILVA; PEREIRA, 1999)

Gomes, Souza e Teles (1987)

(GOMES; SOUZA; TELES, 1987)

Moreira et al. (2000)

(MOREIRA et al., 2000)

algumas recomenda es
Algumas recomendações
  • a) após a data, o número da página de onde se transcrever o trecho, mas em casos de transcrição textual é obrigatória:
  • Ex. Pretti (1998, p. 15)
  • b) quando houver coincidência de sobrenomes de autores e datas, acrescentar as iniciais de seus pre-nomes:
  • Ex. (AZEVEDO, C., 1957) ou Azevedo,C. (1957)
  • (AZEVEDO, M., 1957) ou Azevedo, M. (1957)
  • Havendo empate nas iniciais do pré-nome coloca-se por extenso:
  • Ex. (SILVA, Maria, 2002) ou Silva, Maria (2002)
  • (SILVA, Mauricio, 2002) ou Silva, Maurício (2002)
slide18
c) quando se tratar de vários trabalhos de um mesmo autor, publicados na mesma data usam-se letras minúsculas acompanhando a data.
  • Ex.: SMITH (1978a); SMITH (1978b); SMITH (1978c)
  • d) canais informais (e-mails, entrevistas, debates, comunicação pessoal) devem ser usada somente quanto possível comprová-las e devem ser colocadas em nota de rodapé.
slide19
QUAL A DIFERENÇA ENTRE O SISTEMA AUTOR-DATA E O SISTEMA NUMÉRICO?
  • Santos (1999) indica que há uma crise de paradigmas.
  • Santos¹ indica que há uma crise de paradigmas.
  • O autor refere que esta crise está só começando².

____________

  • SANTOS, B. de S. Um discurso sobre as ciências.11. ed. Porto: Afrontamento, 1999.
  • Id. Ibid.
slide20
ATENÇÃO COM AS NOTAS DE RODAPÉ:
  • Notas Explicativas: usadas para conceituar termos, explicar idéias, complementar informações etc.
  • Notas de Referência: usadas somente no sistema numérico para indicar a referência da obra citada.
nbr 6027 2003 como preparar o sum rio
NBR 6027/2003 Como preparar o sumário

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO........................................................................................................1

2 REVISÃO DE LITERATURA.............................................................................. ......20

2.1 EMERGÊNCIA PROGRESSIVA DA DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS.................... ..............23

2.2 DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS E REFLEXÕES EPISTEMOLÓGICAS ................ ...............26

2.2.1 O exemplo da fecundação ............................................................................ ..29

2.2.2 O exemplo da noção de calor ......................................................................... 31

3 METODOLOGIA UTILIZADA............................................................................. .....59

4 ANÁLISE DOS RESULTADOS.......................................................................... .......65

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................... .....99

REFERÊNCIAS. ......................................................................................................121

APÊNDICE A..........................................................................................................125

ANEXOS...............................................................................................................126

ATENÇÃO: ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS NÃO DEVEM CONSTAR NO SUMARIO

ANEXO: TEXTO OU DOCUMENTO NÃO ELABORADO PELO AUTOR, QUE SERVE DE FUNDAMENTAÇÃO, COMPROVAÇÃO E ILUSTRAÇÃO.

APÊNDICE: TEXTO OU DOCUMENTO ELABORADO PELO AUTOR

nbr 6028 1990 como fazer resumo
NBR 6028: 1990 Como fazer Resumo
  • Apresentação concisa dos pontos relevantes de um texto. Deverá permitir ao leitor decidir sobre a necessidade de consulta ao texto. Contém o objetivo,o método, os resultados e conclusões. Não deve ultrapassar 500 palavras. Não tem parágrafo e deve ser digitado em espaço simples. É escrito na terceira pessoa.
exemplo resumo
Exemplo resumo

A atividade garimpeira é uma forma muito antiga de extração mineral e as primeiras buscas por ouro na área do estado do Amapá começaram no século XVII, quando holandeses e franceses garimparam o rio Maracá (AP).O objetivo desse estudo foi identificar como ocorre a implicação no meioambiente e a disseminação da malária a partir da exploração de ouro no Garimpo Gaivota. Esta área se encontra localizada no município de Porto Grande – Amapá, na localidade do Cupixi, às margens do rio Vila Nova. Segundo informações do garimpeiro mais antigo começou a ser explorada desde 1939.Utilizou-se o estudo descritivo, com abordagem quali-quantitativa. Os dados de malária, no período 2005 – 2009, foram coletados a partir de uma fonte secundária constituída pelas planilhas do Sistema de Vigilância Epidemiológica – SIVEP. Quanto à implicação ambiental utilizou-se a observação em campo e análise de documentos para analise final. Pelos resultados encontrados constatou-se que o impacto do garimpo no ambiente é claramente identificado nas áreas de exploração, sendo as clareiras abertas e a mudança do solo paisagens comuns. Também foi constatado que o desmatamento e a abertura das frentes de lavra destroem ou alteram a diversidade da mata ciliar e interferem na fauna local. Quanto à ocupação pelos garimpeiros em áreas de floresta úmida propicia o crescimento e expansão da malária de tal forma que o município de Porto Grande tem apresentando incidência da endemia onde a maioria das lâminas positivas são provenientes do Garimpo Gaivota.

PALAVRAS - CHAVE: Porto Grande; Garimpo Gaivota; Malária; Meioambiente; Amapá.

  • EXPLORAÇAO NO GARIMPO GAIVOTA NO MUNICIPIO DE PORTO GRANDE-AP: IMPLICAÇÃO NO MEIOAMBIENTE E NA DISSEMINAÇÃO DA MALÁRIA – ROSEMARY FERREIRA DE ANDRADE
nbr 6023 2002 como fazer as refer ncias
NBR 6023/2002Como fazer as referências
  • Há 21 modelos!
  • As referências são alinhadas somente à margem esquerda, usando espaço simples entre as linhas e espaço duplo para separar uma referência da outra.
  • O recurso tipográfico (negrito ou itálico) deve ser uniforme em todas as referências do mesmo documento, segundo a indicação de cada um dos 21 modelos.
slide25
Se você usou o sistema autor-data, as referências devem vir no final do trabalho e devem ser organizadas em ordem alfabética.
  • Se você usou o sistema numérico, as referências vêm ou ao longo do texto em notas de rodapé ou no final do trabalho organizadas em ordem de aparecimento.

Substituir o nome do autor de várias obras referenciadas sucessivamente por um traço equivalente a 6 (seis) toques e ponto (______.), nas referências seguintes à primeira.

As referências devem aparecer, sempre, alinhadas somente à margem esquerda e de forma a se identificar individualmente cada documento, em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo.

Os elementos da referência devem ser obtidos na folha de rosto, no próprio capítulo ou artigo e, se possível, em outras fontes equivalentes.

slide29

*Tradução: quando for documento traduzido, colocar a expressão ‘Tradução por’ ou ‘Tradução de’ seguida do nome do tradutor, logo após o título da obra. **Edição: indicar, a partir da segunda edição, logo após o título da obra, em algarismo arábico seguido de espaço e da abreviatura da palavra edição. Ex.: 2. ed., 2. ed. rev.

formato eletr nico livro
FORMATO ELETRÔNICO -LIVRO
  • AUTOR. Título: subtítulo. Edição. Local (Cidade) de publicação. Descrição física do meio eletrônico (disquete, CD-ROM, etc.) ou Disponível em: . Acesso em:
  • Dia mês ano (para documentos on-line)
  • exemplo:
  • CALIL, M.C.F.R..; CALIL,L.C. Sedação consciente em crianças portadoras de doença hematológica, para realização de punção lombar. Rio de Janeiro. Disponível em: <http://www.medstudents.com.br/original/original/sedacao/sedacao. htm>. Acesso em: 10 dez 2003. ISBN 85-900797-1-6
formato eletr nico tese
FORMATO ELETRÔNICO- tese
  • AUTOR. Título: subtítulo. Ano de Apresentação. Descrição física do meio eletrônico (disquete, CD-ROM, etc.) ou Disponível em : . Acesso em: dia mês ano. (para os documentos on-line). Categoria e (área de concentração) – Nome da Faculdade, Nome da Universidade, cidade, ano da defesa.
  • exemplo:
  • MIRANDA, M.E. Anomalias congênitas macroscópicas do epidídimo em crianças com criptorquiaunilateral. 1994. CD-ROM. Tese (Doutorado em Cirurgia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte , 1994.
nbr 14724 2011 como apresentar os trabalhos acad micos
NBR 14724/2011Como apresentar os trabalhos acadêmicos
  • A norma se aplica a todo tipo de trabalhos acadêmicos(teses, dissertações e outros), visando sua apresentação à instituição (banca, comissão examinadora de professores, especialistas designados e/ou outros).
  • O trabalho acadêmico deve conter: elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais.
  • Esta Norma aplica-se, no que couber, aos trabalhos intra e extra classe da graduação.
slide37

PARTE EXTERNA

  • Capa
  • Folha de Rosto
  • Elementos pré-textuais:
  • Errata (op.)
  • Folha de Aprovação
  • Dedicatória (op.)
  • Agradecimentos (op.)
  • Epígrafe (op.)
  • Resumo em língua vernácula (TCC, Monografia etc)
  • Resumo em língua estrangeira (TCC, Monografia etc)
  • Lista de ilustrações (op.)
  • Lista de tabelas (op.)
  • Lista de abreviaturas e siglas (op.)
  • Lista de símbolos (op.)
  • Sumário
slide38

Capa

Folha de Rosto

UNIFAP

PAULA LIMA SÁ

RENATO LUIZ FERREIRA NETO

TRAVESSIAS DE SABERES:

estudo de caso em uma escola ribeirinha de Belém

BELÉM

2011 (ANO DA ENTREGA)

PAULA LIMA SÁ

RENATO LUIZ FERREIRA NETO

TRAVESSIAS DE SABERES:

estudo de caso em uma escola ribeirinha de Belém

BELÉM

2011

Projeto de Pesquisa , apresentado a disciplina Pesquisa em Educação como requisito de avaliação orientado pela ProfªElizabeth Teixeira

slide39

Errata

Elemento opcional. Deve ser inserida logo após a folha de rosto, constituída pela referência do trabalho

e pelo texto da errata. Apresentada em papel avulso ou encartado, acrescida ao trabalho depois

de impresso.

EXEMPLO

FERRIGNO, C. R. A. Tratamento de neoplasias ósseas apendiculares com reimplantação de enxerto ósseo autólogo autoclavado associado ao plasma rico em plaquetas: estudo crítico na cirurgia de preservação de membro em cães. 2011. 128 f. Tese (Livre-Docência) - Faculdade de Medicina Veterinária e

Zootecnia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

Folha Linha Onde se lê Leia-se

16 10 auto-clavado autoclavado

slide40

Folha de Aprovação

Sumário

PAULA LIMA SÁ

RENATO LUIZ FERREIRA NETO

TRAVESSIAS DE SABERES:

estudo de caso em uma escola ribeirinha de Belém

BELÉM

2011

SUMÁRIO

Introdução ................................. .4

1.Revisão da Literatura................6

2. Método ...................................10

3. Resultados ............................. 18

Conclusão ..................................25

Referências ...................... ........ 30

Apêndices ..................................33

Projeto de Pesquisa , apresentado ao Curso de Mestrado em Educação da UEPA.

Data: __/__/__

______________

______________

______________

nbr 14724 2011
NBR 14724/2011
  • Elementos pós-textuais:
  • Referências
  • Glossário (op.) – é um dicionário com diversos termos desconhecidos, com palavras técnicas. Aparece no final dos livros. Lista. Ordem alfabética.
  • Apêndice (s) (op.)
  • Anexo(s) (op.)
  • Índice (op.) – Quadro dos assuntos tratados. Temáticas destacadas do trabalho. Ordem alfabética.
normas de apresenta o1
Normas de Apresentação

Após a ilustração, na parte inferior, indicar a fonte consultada (elemento obrigatório, mesmo que seja produção do próprio autor), legenda, notas e

outras informações necessárias à sua compreensão (se houver). A ilustração deve ser citada no texto e inserida o mais próximo possível do trecho a que se refere.

ad