O Rótulo Ecológico Europeu
Download
1 / 77

A Flor 26 grupos de produtos em Junho 2008 - PowerPoint PPT Presentation


  • 71 Views
  • Uploaded on

O Rótulo Ecológico Europeu O esquema, as categorias de produtos, as oportunidades para os países em desenvolvimento Seminário sobre “desenvolvendo um sistema de rótulo ecológico”. Apresentação do Rótulo Ecológico Europeu O que é um rótulo Ecológico? Rótulos Ecológicos Oficiais existentes

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'A Flor 26 grupos de produtos em Junho 2008' - issac


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

O Rótulo Ecológico Europeu

O esquema, as categorias de produtos,

as oportunidades para os países em desenvolvimento

Seminário sobre “desenvolvendo um sistema de rótulo ecológico”


Conte do da apresenta o

Apresentação do Rótulo Ecológico Europeu

O que é um rótulo Ecológico?

Rótulos Ecológicos Oficiais existentes

A Flor – O Rótulo Ecológico Europeu

Conteúdo da apresentação

  • Porque candidatar-se à Flor ?

  • Comunicação sobre a sua certificação de rótulo Ecológico

  • Uma visão geral de como obter a Flor

  • Oportunidades para as empresas.

2


O que um r tulo ambiental
O que é um rótulo ambiental?

De acordo com a padronização internacional ISO 14020, rótulos ambientais são diferenciados como a seguir:

Tipo I: (Oficial) rótulos ecológicos

Um rótulo ecológico salienta as vantagens ambientais de um produto

Critérios múltiplos e abordagem de vários estágios

O cumprimento dos critérios é assegurado por um órgão independente de certificação

Tipo II: Auto-declaração: produtos rotulados por fabricantes ou distribuidores sem a verificação da reivindicação por terceiros

Tipo III: Declaração de Produto Ambiental (DPE): apresentação de impactos ambientais de um produto, com base numa análise de ciclo de vida e na sua revisão crítica

3


Diferentes abordagens para a redu o dos impactos ambientais
Diferentes abordagens para a redução dos impactos ambientais

  • A abordagem do local de produção:

    • Esta abordagem tem por base a gestão ambiental na tônica do local de produção e o seu funcionamento

    • Foco na melhoria continuada

       Certificação tipo EMAS

  • A abordagem de produtos ou serviços :

    • A garantia de um certo desempenho ambiental e norma técnica do produto em um determinado tempo

       Eco-label tipo FLOR

4


R tulos ecol gicos existentes
Rótulos Ecológicos existentes ambientais

  • A Flor (União Européia) :

    • 26 grupos de produtos, 839 licenças, mais de 3000 produtos e serviços

  • NF Ambiente (França):

    • 19 grupos de produtos

  • O anjo azul (Alemanha):

    • 80 grupos de produtos, 950 licenças, mais de 10 000 produtos e serviços

  • O Pato Nórdico (Noruega, Suécia, Dinamarca, Finlândia):

    • 60 grupos de produtos, 683 licenças

  • O Milieukeur (Países Baixos):

    • 40 grupos de produtos não alimentar, 21 grupos de produtos alimentares

  • Rótulos Ecológico Austríaco (Umweltzeichen) (Áustria):

    • 45 grupos de produtos

5


O r tulo ecol gico europeu a flor
O Rótulo Ecológico Europeu – A Flor ambientais

  • O rótulo ecológico europeu oficial, gerido pela Comissão Européia

  • Foi estabelecido em 1992

  • Adesão voluntária  não é uma barreira comercial, mas uma vantagem competitiva

  • "Organismos Competentes" geram o rótulo em nível nacional

  • Critérios múltiplos de abordagem baseados no ciclo de vida

  • Critérios referentes aos impactos ambientais do produto, assim como do desempenho técnico

  • Revisão dos Critérios a cada 3 anos para avaliar a evolução tecnológica

  • 26 grupos de produtos não alimentares e não médicos a partir de Junho de 2008

6


A flor 26 grupos de produtos em junho 2008

  • Lava-louças

  • Aquecedores

  • Light bulbs

  • Computador

  • Portable computers

  • Refrigerador

  • Televisão

  • Aspirador de pó

  • Máquina de lavar louça

  • Papel gráfico e para copiadora

  • Papel impresso (esperado para 2008)

  • Tissue paper

  • Colchão

  • Mobília de madeira (esperado para 2008)

  • Hard and soft floor coverings

  • Paints and varnishes

  • Soil improvers and growing media

  • Tissue products

  • Calçados

  • Produtos têxteis

  • Acomodação e serviços

  • Camping e serviços

  • Lubrificantes de modo geral

A Flor – 26 grupos de produtos em Junho 2008

  • Produtos de limpeza

  • Eletrodomésticos

  • Produtos de papel

  • Casa e jardim

  • Vestuário

  • Turismo

  • Lubrificantes

7


Quem pode se candidatar para o flor
Quem pode se candidatar para o Flor? ambientais

  • Fabricantes, importadores, prestadores de serviços, comerciantes e atacadistas, podem apresentar pedidos para o rótulo ecológico. Comerciantes e atacadistas podem apresentar pedidos no que diz respeito aos produtos colocados no mercado sob as suas próprias marcas.

    • Se um produto for vendido para um único País-Membro, o pedido deverá ser apresentado neste País-Membro

    • Da mesma forma, se um produto for vendido para vários Países-Membros, o pedido poderá ser apresentado em qualquer destes países

    • Se um produto originar de fora da Comunidade, o pedido poderá ser apresentado em qualquer um dos países onde o produtos será ou foi colocado à venda.

8


Alguns exemplos de detergentes ecologicamente rotulados sob o r tulo europeu

Novamex, (França) ambientais

Quimicas del Vinalopo, (Espanha)

Soluvert - (França)

Alguns exemplos de detergentes Ecologicamente Rotulados sob o rótulo Europeu

Danlind – (Dinamarca)

9


Alguns exemplos de papeis para fotoc pias e toalhas ecologicamente rotulados sob o r tulo europeu
Alguns exemplos de Papeis para Fotocópias e toalhas, Ecologicamente Rotulados sob o rótulo Europeu

Lucart – (Itália)

Dalum papir (Cyclus) (Dinamarca)


Alguns exemplos de produtos ecologicamente rotulados sob o r tulo europeu tintas e vernizes
Alguns exemplos de produtos Ecologicamente Rotulados sob o rótulo Europeu: Tintas e vernizes

Blanchon – (França)

Akzo Nobel – (Espanha)

Ecoplast – (Grécia)

Alcro Beckers – (Suécia)


Alguns exemplos de vestu rio ecologicamente rotulados sob o r tulo europeu

Klopman – (Dinamarca) rótulo Europeu: Tintas e vernizes

Rama textile – (Tailândia)

Anne Linnonmaa - (Finlândia)

Joha – (Dinamarca)

Alguns exemplos de vestuário Ecologicamente Rotulados sob o rótulo Europeu

Photo Roland Bourguet / Ademe


Alguns exemplos de acampamentos ecologicamente rotulados sob o r tulo europeu
Alguns exemplos de acampamentos rótulo Europeu: Tintas e vernizesEcologicamente Rotulados sob o rótulo Europeu

Camping Salzmann Rohrspitz – (Áustria)

Camp OASA - Stankov City , (República Checa)

Seecamping Gruber - Nussdorf am Attersee City (Áustria)


N mero de eco r tulos por categoria de produto
Número de eco-rótulos por categoria de produto rótulo Europeu: Tintas e vernizes


Organismos Competentes rótulo Europeu: Tintas e vernizes

Fórum Consultivo

Comissão Européia

Papel

  • Secretaria + Coordenação

  • Assistida pelo Ecolabel Help-Desk

Papel

  • Implantação da Flor em nível nacional

  • Elaboração dos Critérios

  • Outorga do eco-rótulo às empresas postulantes

Papel

  • Assegurar representação equilibrada de todos os interessados

Quem

  • nos E-M da UE + Países Candidatos

  • Ministério do Meio Ambiente

  • Agências Ambientais

  • Rotuladores Nacionais

Quem

  • Industria (UNICE, UEAPME)

  • Distribuidores (Câmaras de Comércio)

  • ONGs Ambientais Associações Comerciais

Gestão da Flor – Os diferentes atores envolvidos no CREUE (Comité do Rótulo Ecológico da UE) (EUEB en inglês)

15


Tr s grupos de gest o
Três grupos de gestão rótulo Europeu: Tintas e vernizes

  • Grupo de gestão política  desenvolver estratégia de longo prazo

  • Grupo de gestão Coordenação & Cooperação  coerência entre os diferentes esquemas na UE

  • Grupo de gestão Comercial  iniciativas comuns de marketing

16


Desenvolvimento dos crit rios
Desenvolvimento dos critérios rótulo Europeu: Tintas e vernizes

  • O CREUE vota a criação de um novo grupo de produtos

  • A Comissão determina um organismo competente

  • O organismo competente implanta um grupo de trabalho pontual (Grupo de trabalho ad hoc) reunindo indústria, peritos, ONGs, administrações públicas...

  • Reuniões do Grupo de trabalho ad hoc, aproximadamente 3 vezes por ano (atas disponíveis no sítio Web)

  • O processo leva de 2-3 anos

  • Os critérios preliminares devem ser aprovados pelo CREUE

  • Consulta inter-serviços na Comissão

  • Votação pelo Comitê Regulatório

  • Publicação da decisão no jornal Oficial da Comissão

17


Revis o do esquema do r tulo ecol gico europeu
Revisão do Esquema do Rótulo Ecológico Europeu rótulo Europeu: Tintas e vernizes

  • Esquema de Rótulo Ecológico Europeu é revisado de acordo com a regulamentação

  • A idéia é simplificar processos com o objetivo principal de:

    • Diminuir a burocracia e facilitar o acesso

    • Permitir o crescimento rápido do número de grupos de produtos

    • Harmonização com outros sistemas de rótulo ecológico

    • Busca de complementaridade e coerência com outras iniciativas para a produção e consumo sustentável

  • O processo de consulta pública é agora completado

  • Resultados da consulta pública estão disponíveis em:

  • Proposta de novo Regulamento Europeu em fase de aprovação (finais de 2009)

http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/about_ecolabel/revision_of_ecolabel_en.htm

18


Conte dos dessa apresenta o
Conteúdos dessa apresentação rótulo Europeu: Tintas e vernizes

  • Apresentação do Rótulo Ecológico Europeu

  • Porque candidatar-se à Flor ?

    • Benefícios ambientais e de saúde da Flor

    • Rentabilidade da Flor (pay-off)

    • Possibilidade de economia em vista do crescimento da qualidade ambiental

  • Comunicando sobre a sua certificação de rótulo ecológico

  • Uma visão geral de como obter a Flor

  • Oportunidades para empresas

19


Benef cios ambientais da flor
Benefícios ambientais da Flor rótulo Europeu: Tintas e vernizes

  • ‏Com 5% do mercado compartilhado dentro da UE

Exemplo: "Comprar 1 lâmpada elétrica com rótulo ecológico evita a emissão de 50 kg de CO2 no ar"

‏A Flor oferece argumentos para vendas ambientalmente confiáveis

Source: « The Directs and Indirects benefits of the Eco-label », AEAT in Confidence, 2004

20


Benef cios da flor para a sa de

Os consumidores estão cada vez mais preocupados com as substâncias químicas contidas nos produtos que utilizam.

Existe uma demanda por produtos seguros, desde que tenham um rótulo confiável.

Benefícios da Flor para a Saúde

  • Critério do Rótulo Ecológico: redução/prevenção de riscos para a saúde humana devido ao uso de substâncias perigosas;

  • De acordo com o BEUC (Organização dos Consumidores Europeus) “Produtos com rótulo ecológico proporcionam a garantia de que eles contêm menos substâncias nocivas” (2007);

  • Os consumidores podem, por isso, reduzir sua exposição a produtos químicos potencialmente nocivos por escolher produtos com o rótulo ecológico Europeu

21


Rendimento econ mico pay off da flor b2c b2b
Rendimento Econômico (pay-off) da Flor – B2C / B2B substâncias químicas contidas nos produtos que utilizam.

  • Uma forte demanda por produtos que respeitam o ambiente:

  • Compras ambientalmente responsáveis Por:

    • Consumidores devido a:

      • uma mudança de atitude em relação ao ambiente;

      • aumento do temores sobre os riscos de saúde.

    • Os varejistas devido a:

      • crescente reconhecimento da responsabilidade social

      • oportunidades de melhoria da imagem

      • demanda por parte dos consumidores

  • Para as empresas fora da UE o rótulo ecológico pode ser um meio eficaz de acesso ao mercado europeu fornecendo aos compradores uma garantia de excelência ambiental e de desempenho técnico.

22


Rendimento econ mico pay off da flor endosso do publico verde gpp
Rendimento Econômico (pay-off) da Flor substâncias químicas contidas nos produtos que utilizam.– Endosso do Publico Verde (GPP)

  • Compras públicas são responsáveis por 16% do total do GDP europeu

  • Duas diretivas de 2004 permitem a integração de critérios ambientais nos anúncios de concursos públicos

  • Demanda indireta de produtos com rótulo ecológico é permitida, mas utilizar os critérios do rótulo ecológico europeu facilita o processo

  • A logomarca da Flor nos produtos pode servir como prova de que os produtos atendem aos critérios

*Diretivas 2004/18/EC e 2004/17/EC

Mais informações sobre o GPP e a Flor : http://ec.europa.eu/environment/gpp/index_en.htm

23


Rendimento econ mico pay off da flor economia em raz o do desempenho ambiental crescente
Rendimento Econômico (pay-off) da Flor Economia em razão do desempenho ambiental crescente

Um exemplo: Economias de recursos pelo hotel Jardim Atlântico em Portugal

24


Evolu o da flor o crescimento do n meros de portadores do r tulo
Evolução da Flor - O crescimento do números de portadores do desempenho ambiental crescente do rótulo

25


Evolu o da flor o crescimento das vendas
Evolução da Flor – O crescimento das vendas do desempenho ambiental crescente

  • O número das vendas na saída da fábrica dos produtos com rótulo ecológico na UE aumentou 300% entre 2002 e 2003

  • Valor em 2005 - > de 800 milhões de euros

  • Ainda aumentando...

26


Conte do desta apresenta o
Conteúdo desta apresentação do desempenho ambiental crescente

  • Apresentação do rótulo ecológico europeu

  • O interesse por empresas em obter a Flor

  • Comunicando sobre a certificação de rótulo ecológico

    • A Loja Verde

    • ONGs

    • A Flor do mês

    • Ferramentas de comunicação da Comissão Européia

  • Um panorama de como obter a flor

  • Oportunidades para empresas

28


Comunicando sobre a sua licen a de r tulo ecol gico
Comunicando sobre a sua licença de rótulo ecológico do desempenho ambiental crescente

  • Uso da logo em produtos e em publicidade

  • A utilização das declarações ambientais fundamentadas:

    • Por exemplo: Um detergente para lava-louças:

      • « Contribui para a redução da poluição da água »

      • « Contribui para a redução do consumo de recursos »

      • « instruções sobre a utilização ecologicamente correta do produto»

  • "A Loja Verde“ - Catálogo on-line dos produtos com rótulo ecológico:www.eco-label.com

    • Disponível em 21 línguas

    • Acesso pessoal para cada titular prover a atualização de informação

    • 661,000 visitas por mês em média em 2008

  • Cada titular beneficia-se de atividades de comunicação organizadas pela CE, ONGs, etc.

29


A ferramenta de pesquisa da loja verde
A Ferramenta de pesquisa da do desempenho ambiental crescenteLoja Verde

  • Consumidores e varejista podem pesquisar produtos naLoja verde: www.eco-label.com

  • Podem acrescentar informação detalhada sobre a empresa e os produtos através de um LOGIN pessoal.

30


Exemplo coop italia 1 2
Exemplo: Coop Italia (1/2) do desempenho ambiental crescente


Exemplo coop italia 2 2
Exemplo: Coop Italia (2/2) do desempenho ambiental crescente


O n mero de acessos por m s do site da loja verde
O número de acessos por mês do site da LOJA VERDE do desempenho ambiental crescente

33


Ongs ap iam a flor
ONGs apóiam a Flor do desempenho ambiental crescente

  • O público frequentemente confia mais em ONGs do que em órgãos administrativos

  • O apoio de ONGs é portanto uma ferramenta de comunicação importante

“Em resposta à esta questão “Um consumidor deveria ser aconselhado a comprar os produtos com rótulo ecológico da UE?? A resposta é sim”.

The EEB, 2007

«Para reduzir o dano ecológico temos de escolher produtos cujos métodos de produção têm menos impactos ambientais na Terra.

O WWF recomenda a compra de produtos detentores de rótulo oficial tal como o rótulo ecológico europeu. »

The WWF, 2007

“O rótulo ecológico da UE é essencial na facilitação de escolhas sustentáveis para consumidores que favorecem o segmento de produtos e serviços sustentáveis no mercado.”

The Swedish Consumers’ Association, 2007

34


O m s da flor
O mês da Flor do desempenho ambiental crescente

  • Uma vez por ano alguns organismos competentes organizam atividades em torno da Flor

  • Atividades e público alvo variam de acordo com o ano

  • Isso significa propaganda GRATIS para os produtores

35


Exemplos de propaganda do m s da flor
Exemplos de propaganda do mês da Flor do desempenho ambiental crescente

Dinamarca, 2004

36


Exemplos de propaganda do m s da flor ii
Exemplos de propaganda do mês da Flor II do desempenho ambiental crescente

Propaganda do mês da Flor no Festival de cinema “Ecofilm” na República Checa, 2007

37


39 do desempenho ambiental crescente


Ferramentas de comunica o da comiss o europ ia
Ferramentas de comunicação da Comissão Européia do desempenho ambiental crescente

  • Noticias Web

    • Artigos incluindo as atividades das empresas sobre a Flor são publicados uma vez por mês no:

    • http://ec.europa.eu/environment/ecolabel

  • Alerta mensal de noticias

    • Noticias web, estatísticas e agenda são enviados por correio eletrônico (email) a mais de 500 inscritos

    • Para se inscrever basta enviar uma mensagem para:[email protected], com o titulo “Subscribe EU Ecolabel News Alert”

  • As noticias bienais da Flor

    • Notícias sobre a flor, incluindo entrevistas e informação dos detentores do rótulo

    • 6000 cópias impressas enviadas aos inscritos

    • E mais 3000 eletronicamente

42


Exemplos de alertas mensais
Exemplos de alertas mensais do desempenho ambiental crescente

44


Conte do desta apresenta o1
Conteúdo desta apresentação do desempenho ambiental crescente

  • Apresentação do Rótulo Ecológico Europeu

  • O interesse das empresas em obter a flor

  • Comunicando sobre a sua certificação ao rótulo ecológico

  • Um panorama de como obter a Flor

    • Os Organismos Competentes

    • Como escolher o Laboratório para os testes necessários

    • O Procedimento

    • Custos e Descontos

  • Oportunidades para as empresas

45


Como obter a flor panorama
Como obter a Flor – Panorama do desempenho ambiental crescente

Veja as informações gerais e critérios na página da Europa:http://ec.europa.eu/environment/ecolabel ou www.ecolabel.com

Contate o órgão Competente em um dos Estados-Membros da UE para onde o produto será vendido

Contate laboratórios para os testes

Envie todos os documentos para o órgão competente

Verificação e pagamento da taxa de solicitação

Declaração oficial de concessão

Comunicação sobre a concessão da sua licença “Flor”

46

http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/how_to/howtoapply_en.htm


Os organismos competentes
Os Organismos Competentes do desempenho ambiental crescente

  • Não há um organismo (órgão) competente no Brasil

  • Livre para escolher qualquer órgão competente (em um Estado-Membro onde os seus produtos serão vendidos)

  • Aconselhamos contatar o órgão Competente do país para onde a maioria dos produtos são exportados

  • Seu Organismo Competente fornecerá um bloco informativo (pacote de inscrição)

  • Uma lista dos Organismos Competentes pode ser encontrada em:

http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/contacts/competent_bodies_en.htm

47


Como escolher o laborat rio
Como escolher o Laboratório do desempenho ambiental crescente

  • Os critérios exigem testes de substâncias por laboratórios autorizados

  • Os detalhes sobre laboratórios credenciados para testes em diferentes países europeus podem ser encontrados em:

  • Outros laboratórios podem ser aprovados pelo Organismo Competente se cumprirem os requisitos gerais de EN ISO 17025

http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/ecolabelled_products/pdf/get_products_tested_en.pdf

48


Como proceder
Como Proceder do desempenho ambiental crescente

  • Montar um dossiê contendo todos os dados relevantes e também uma declaração dos fabricantes

  • A informação sobre cada produtos deve ser separada

  • Se o produto for produzido em mais de uma fábrica, um dossiê específico deve ser fornecido para cada plantel

  • Especificar os processos principais em causa

  • Especificar a composição de cada produto.

49


Custos e descontos
Custos e descontos do desempenho ambiental crescente

  • Taxas para os testes necessários: 700 - 2000 euros

50


Avalia o do dossi pelo organismo competente
Avaliação do dossiê pelo Organismo Competente do desempenho ambiental crescente

  • O órgão competente examina o dossiê enviado pelo candidato incluindo a documentação enviada pelos fornecedores (se houver)

  • Em caso de faltar elementos o OC solicitará o envio das informações ausentes

  • O OC pode realizar visitas no sítio, no plantel do candidato e/ou dos seus fornecedores

  • Quando todos os requisitos são cumpridos, o OC notifica ao candidato e à Comissão Européia

  • O OC assina o contrato com o candidato


Conte do desta apresenta o2
Conteúdo desta apresentação do desempenho ambiental crescente

  • Apresentação do rótulo ecológico europeu

  • O interesse das empresas em obter a flor

  • Comunicando sobre a vossa certificação ao rótulo ecológico

  • Um panorama de como obter a flor

  • Oportunidades para as empresas

53


Oportunidades para empresas
Oportunidades para empresas do desempenho ambiental crescente

  • Atender à demanda dos varejistas

  • Melhorar a imagem da companhia

  • Atender à demanda dos consumidores

  • Alcance de credibilidade instantânea no mercado Europeu

  • Aumento das vendas

54


Oportunidades para empresas1
Oportunidades para empresas do desempenho ambiental crescente

  • Se você oferece um produto/serviço coberto pelo esquema de rotulagem ecológica da UE:

    • Nós oferecemos consultoria quanto a verificação de que o seu produto atende aos critérios do rótulo ecológico

    • Estar em conformidade com os critérios vai assegurar a credibilidade de que o seu produto é ambientalmente viável e poderá gerar economias

    • Desfrutar da alta demanda existente atualmente por varejistas Europeus (UK, França, Bélgica...) por produtos rotulados sob o seu próprio rótulo verde – o rótulo ecológico Europeu

    • Vantagens competitivas para o seu produto no mercado de seu país, uma vez que os consumidores em todo o mundo estão cada vez mais conscientes das questões ambientais

55


Oportunidades para empresas2
Oportunidades para empresas do desempenho ambiental crescente

  • Se você não oferece produto/serviço cobertos pelo esquema de rótulo ecológico Europeu:

  • Talvez você produza matéria prima que esteja presente na composição dos produtos potencialmente rotuláveis pelo rótulo ecológico da UE...

  • Temos um projeto em andamento para a identificação dos chamados «fornecedores verdes» para:

    • Detergentes

    • Lubrificantes

    • Tintas e vernizes

    • Vestuário

  • Fornecedores Verdes serão destacados na página WEB da Comissão Européia para que os candidatos ao rótulo ecológico da UE possam facilmente identificá-los. (OCs farão a verificação de que o produto atende de fato aos critérios relevantes)

    (*OCs – órgãos competentes)

56


Um exemplo a industria do papel
Um exemplo: a industria do papel do desempenho ambiental crescente

  • Panorama do grupo de produtos de papel

    • Tipos de produtos

    • Companhias de papel com Rótulo Ecológico

  • Visão geral dos Critérios

57


Tipos de produtos incluindo produtos de papel
Tipos de produtos incluindo produtos de papel do desempenho ambiental crescente

  • Papel para copiadora - como o papel em resmas ou rolos utilizados para impressão, papel para copiar, escrever ou desenhar (excluindo papel jornal, papel temo-sensitivo e papel sem carbono) que contenham fibras de madeira, fibras recicladas de papel recuperado ou fibras de celulose.

  • Toalhas de Papel – do tipo, papel higiênico, papel toalha para cozinha, lenços, guardanapos etc… (excluindo papel laminado) que tenham pelo menos 90% de fibra de madeira, fibra reciclada ou outras fibras que não sejam de madeira.

    * Atenção para que todas as fibras de madeiras virgens sejam provenientes de florestas de manejo sustentável.

58


Alguns exemplos de produtos de papel rotulados pelo r tulos ecol gico europeu

Cartiera Lucchese S.p.A (Italy) do desempenho ambiental crescente

Cartiera Verde Romanello S.p.A (Italy)

Dalum Papir A/S (Denmark)

Wepa Papierfabrik P. Krengel (Germany)

Alguns exemplos de produtos de papel rotulados pelo Rótulos Ecológico Europeu

59


O que significa a flor em produtos de papel
O que significa a Flor em produtos de papel do desempenho ambiental crescente

  • Uso limitado de substâncias nocivas ao meio ambiente

  • Uso limitado de substâncias nocivas à saúde

  • Emissão reduzida de gases de enxofre e de efeito estufa para a atmosfera durante a produção

  • Uso de fibras recicladas e de fibras virgens provenientes de florestas de manejo sustentável

  • Redução da poluição da água durante produção mediante a redução de emissão de compostos de cloro e resíduos orgânicos...

60


Depoimentos
Depoimentos do desempenho ambiental crescente

“Dalum Papir’s Cyclus, é um papel para aplicações gráficas e tem por base um conceito único de 100% reciclado.Todos os resíduos de papel são reciclados. Cyclus demonstra e comunica o nosso compromisso ambiental e honra os requisitos ecológicos do rótulo ecológico europeu. Consideramos esta certificação importante para as nossas atividades de comercialização atuais, uma vez que a flor é um rótulo reconhecido em toda a UE“

John Tang, Energy and Environmental Manager, Dalum Papir

  • "Em 1998, Cartiera Lucchese foi a primeira empresa italiana a obter o rótulo ecológico da UE. Desde então alargamos o logótipo a quase 150 produtos de tecido tanto em marcas registradas como em etiquetas privadas. O benefício principal que obtivemos com a flor foi a melhoria da nossa relação com os comerciantes e distribuidores. Ganhamos confiabilidade, e aumentamos igualmente o nosso negócio porque diversos distribuidores decidiram comercializar a sua própria marca verde com o rótulo ecológico da UE”

  • Sandro Pasquini, marketing manager at Cartiera Lucchese

"Como um dos maiores fabricantes de produtos de papel higiênicos baseados em resíduos de papel de várias qualidades, estamos nos esforçando para alcançar um ambiente melhor. Graças ao rótulo ecológico da UE, podemos comercializar os nossos produtos com valor agregado. Isto concede benefícios claros para o cliente sobre os produtos da concorrência.“

Daniel Kalin, Sales & Marketing manager at Paloma-Horgen

Ao conceder ao nosso papel a classificação do rótulo ecológico europeu não apenas foi um reconhecimento importante para a nossa empresa, mas também uma reconfirmação da dedicação com a qual procuramos melhorar o ambiente ao longo dos anos. Graças a esta concessão prestigiosa, podemos oferecer aos nossos clientes papel de primeira qualidade com o valor agregado de respeito ambiental, garantido por uma autoridade independente da União Européia“

Giorgio Cariolaro, sales director at Cartiere Cariolaro SpA

61


Os grupos de produtos de papel
Os grupos de produtos de papel do desempenho ambiental crescente

A partir de maio de 2008, 23 produtores de toalhas de papel e 10 de papel para cópias receberam o a FLOR

62


Empresas detentoras do r tulo ecol gico por estado membro da ue
Empresas detentoras do Rótulo Ecológico por Estado-Membro da UE

  • A Itália é de longe a detentora do maior número deempresas de

    papel com o Rótulo Ecológico

  • Contatar o Órgão Competente da Itália poderá ser muito útil

63


Conte dos dessa apresenta o1
Conteúdos dessa apresentação da UE

  • Apresentação do Rótulo Ecológico Europeu

  • Panorama do grupo de produtos de papel

  • Visão geral dos Critérios

    • Critérios principais

    • Onde encontrar os critérios detalhados

    • Manual do usuário

    • Critérios gerais

64


Onde encontrar o detalhamento dos crit rios para o papel para c pia
Onde encontrar o detalhamento dos critérios para o papel para cópia

  • Detalhamento dos critérios podem ser encontrados em:http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/product/pg_copyingpaper_en.htm#revision

65


Onde encontrar o detalhamento dos crit rios para toalhas de papel
Onde encontrar o detalhamento dos critérios para toalhas de papel

  • Detalhamento dos critérios podem ser encontrados em:http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/product/pg_tissuepaper_en.htm#currentcriteria

66


Revis o e desenvolvimento dos crit rios
Revisão e desenvolvimento dos critérios papel

  • Os critérios para o papel para cópias foram renovados até maio de 2009

  • Critérios para o papel para impressão estão em desenvolvimento

  • Critérios para o papel toalha estão sob revisão

  • O trabalho está sob a competência do órgão competente, o qual pode ser contatado no endereço: http://ec.europa.eu/environment/ecolabel/tools/competentbodies_en.htm

67


Panorama dos crit rios para os produtos de papel
Panorama dos critérios para os produtos de papel papel

  • Os Critérios para o Rótulo Ecológico para papel incluem:

    • O tipo de fibra que pode ser usada

    • A limitação do uso de substâncias nocivas ao meio ambiente e à saúde

    • A redução da poluição do ar durante o processo de produção

    • A redução da poluição da água durante o processo de produção

    • A limitação do consumo de energia durante a produção

    • Redução dos impactos causados pelos resíduos sólidos

68


Manual do usu rio

Um pacote de informação (KIT) para os candidatos está disponível para cada grupo de produtos

Ele descreve em detalhes:

O grupo do produto

O procedimento para candidatura

Os critérios

Dá exemplos

Manual do usuário

Pacote para papel gráfico e fotocópias

69


Os tipos de fibras a serem usadas
Os tipos de fibras a serem usadas disponível para cada grupo de produtos

  • Para produtos do tipo papel toalhas:

    • Fibras podem ser de madeira, fibras recicladas de produtos de papel usado ou sobras / aparas ou outras fibras que não de madeira

  • Para o papel para cópias:

    • Fibras podem ser de madeira, de fibras recicladas de produtos de papel recuperado ou de outras fibras de celulose

  • As fibras de aparas das fábricas de papel não são consideradas como fibras recicladas.

  • A origem das fibras virgens usadas devem ser indicadas

  • Fora da Europa, os princípios e medidas referidos anteriormente devem corresponder pelo aos menos aos princípios florestais da UNCED(Rio de Janeiro, Junho de 1992 - Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento) e, se aplicável, aos critérios ou orientações para a gestão florestal sustentável tal como adotada sob as iniciativas internacionais e regionais respectivas (ITTO, processo de Montreal, processo de Tarapoto, PNUMA/FAO Zona seca - iniciativa da África).

70


Requisitos para subst ncias qu micas nocivas
Requisitos para substâncias químicas nocivas disponível para cada grupo de produtos

  • Produtos para papel para cópias:

    • Cloro

    • Etoxilatos de alquilfenol ou outros derivados de alquilfenol (APEOs)

    • Monômeros residuais

    • Revestimento, retentores, fortalecedores, repelentes a base d'água ou produtos químicos utilizados para tratamento de água

    • Surfactantes contidos na formula dos desincrustantes de fibras de retorno

    • Biocidas

    • Tinturas

  • Papel do tipo papel toalha:

    • Cloro

    • Etoxilatos de alquilfenol ou outros derivados de alquilfenol (APEO)

    • Substâncias cloro-orgânicas

    • Substâncias azóicas

    • Substratos de tinturas e dos clareadores ópticos

    • Slimcides e substâncias antimicrobianas

71


Requisitos para sistemas de gest o de res duos ciclo de produ o
Requisitos para sistemas de gestão de resíduos (Ciclo de produção)

  • Implantação de sistemas de gestão de resíduos em toda as etapas no local de produção de papel, bem como plantas convertidas pelos produtores para a produção de tecido, incluindo os seguintes procedimentos:

    • Separação e uso de material reciclável

    • Recuperação de materiais para outros usos

    • Manuseio de resíduos nocivos


Exemplos de crit rios
Exemplos de critérios produção)

  • Substâncias químicas nocivas:

    • Nenhum gás de cloro utilizado como agente clareador

    • Nenhuns APEO ou outros derivados de alquilfenol acrescentado à desincrustação de produtos químicos

  • Poluição da água, em kg de tonelada seca de ar:

    • AOX (compostos de cloro) < 0,5 para papel toalha e < 0,25 para papel cópia

    • COD (produtos orgânicos na água) < 40 para produtos de papel toalha

  • Poluição atmosférica:

    • Óxidos de enxofre, nas pontuações de S < 2,5 para produtos de papel toalha e < 1,5 para papel para cópia

    • Dióxido de carbono, CO2 fóssil < 3750 kg por tonelada de papel toalha produzido e < 1000 para papel para cópia

  • Uso de energia (consumo de eletricidade e de combustível):

    • Consumo de eletricidade e de combustível relacionado ao plantel e à produção de papel para cópia devem ser inferior ou igual a 1,5 pontos percentuais

    • Para a produção de papel toalha, o consumo de eletricidade total deve ser inferior a 11 joule (3000kWh) por tonelada

73


74 produção)


Adequa o aos crit rios de utiliza o
Adequação aos critérios de utilização produção)

  • Papel para cópia:

    • Informações sobre os produtos químicos utilizados na produção das pasta básica e do papel em si:

      • Lista de produtos químicos de produção

      • Dados materiais e de segurança para todos os produtos químicos utilizados

      • Declaração de que o gás de cloro não foi utilizado…

  • Papel toalha:

    • Qualidades dos lotes, teor de produtos químicos e água devem ser mencionados de acordo com as suas percentagens contidas nos produtos de papel toalha vendidos no mercado

75


Eco label helpdesk
ECO-LABEL HELPDESK : produção)

  • Tel: +33 (0)1 53 90 11 80Email: [email protected]

  • Postal address:c/o BIO Intelligence Service S.A.S.20-22 Villa Deshayes75014 Paris – France


Para mais informa o
Para mais informação : produção)

http://www.eco-label.com/portuguese/


ad