Deut sches strafgesetzbuch c digo penal alem o
Download
1 / 11

Deutsches Strafgesetzbuch C digo Penal Alem o - PowerPoint PPT Presentation


  • 114 Views
  • Uploaded on

Deut sches Strafgesetzbuch (Código Penal Alemão). Medo e Emoção como Causas Excludentes de Responsabilidade Penal. Excesso de Legítima Defesa. § 33 Überschreitung der Notwehr Überschreitet der Täter die Grenzen der Notwehr aus Verwirrung, Furcht und Schrecken,so wird er nicht bestraft.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Deutsches Strafgesetzbuch C digo Penal Alem o' - iolana


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Deut sches strafgesetzbuch c digo penal alem o l.jpg

Deutsches Strafgesetzbuch(Código Penal Alemão)

Medo e Emoção como Causas Excludentes de Responsabilidade Penal


Excesso de leg tima defesa l.jpg
Excesso de Legítima Defesa

  • § 33 Überschreitung der Notwehr

    Überschreitet der Täter die Grenzen der Notwehr aus Verwirrung, Furcht und Schrecken,so wird er nicht bestraft.

  • § 33. Excesso de Legítima Defesa

    Se o autor excede os limites da legítima defesa por confusão, temor ou medo, então não será castigado.


Exclus o do excesso l.jpg
Exclusão do Excesso

No Direito Penal Alemão existem duas possibilidades mesmo tendo excesso. Na legítima defesa não há punição, se o excesso for causado por emoções fortes.


Os estados passionais excludentes da responsabilidade l.jpg
Os Estados Passionais Excludentes da Responsabilidade

O legislador do Código Penal Alemão menciona PERTUBAÇÃO, MEDO e PÂNICO como motivos passionais.


Extra limita o consciente e inconsciente da leg tima defesa l.jpg
Extra-limitação Consciente e Inconsciente da Legítima Defesa

Sempre se aplicou a segunda extra-limitação (quando se atua em excesso) nos casos de inconsciência da Legítima Defesa. Portanto cabendo o artigo 33 do StGB.


Excesso intensivo x excesso extensivo l.jpg
Excesso Intensivo DefesaxExcesso Extensivo

Excesso Intensivo

Ex: Quando o agredido empunha uma arma e faz uso desta contra um agressor, no momento em que estava morrendo de medo, vindo a matá-lo. Sendo que nesse caso o agredido poderia ter repelido o agressor com socos.

Nesse caso, o dolo é excluído pela Legítima Defesa Putativa.


Excesso intensivo x excesso extensivo7 l.jpg
Excesso Intensivo DefesaxExcesso Extensivo

Excesso Extensivo

Ex: O sujeito em conseqüência de um estado passional extremo, se defende em um caso que a Legítima Defesa não era aplicável, pois a agressão não é eminente nem atual.

Pode aplicar a “desculpa do excesso”?


Jurisprud ncia l.jpg
Jurisprudência Defesa

Nesse tipo de caso, a posição da jurisprudência é negativa, pois não se trataria de Legítima Defesa.

Pode-se concluir que para desculpar o excesso o sujeito deve se encontrar no estado de Legítima Defesa, ou seja, em face de perigo real e eminente.


Excesso de leg tima defesa putativa l.jpg
Excesso de Legítima Defesa Putativa Defesa

Ex: Quando alguém reage erroneamente a uma agressão que não existiu e nem é eminente. A pessoa em questão que está amparada pela Legítima Defesa.

Essa seria uma questão de aplicação do artigo 33 do StGB?


Diverg ncia doutrin ria l.jpg
Divergência doutrinária Defesa

Dois doutrinadores: Spendel e Rudolphi.

O primeiro diz que não, pois houve excesso.

` Já o segundo diz sim, pois quando o erro é insuperável (a pessoa não consegue perceber o erro) ela não deveria ser punida.


Jurisprud ncia recente l.jpg
Jurisprudência Recente Defesa

Não há excesso de legítima defesa em determinados casos:

agente agredido que atua em excesso tendo provocado culposamente a agressão.


ad