Padroniza o da conceitua o terminol gica
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 19

Padronização da conceituação terminológica PowerPoint PPT Presentation


  • 49 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Padronização da conceituação terminológica. Escola de Engenharia Departamento de Engenharia de Materiais e Construção. Padrão de Qualidade Conservação Manutenção Melhoria Restauração Recuperação Revitalização. CONCEITUAÇÕES DE CARÁTER GERAL. 1. PADRÃO DE QUALIDADE

Download Presentation

Padronização da conceituação terminológica

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Padroniza o da conceitua o terminol gica

Padronização da conceituação terminológica

Escola de Engenharia

Departamento de Engenharia de Materiais e Construção


Padr o de qualidade conserva o manuten o melhoria restaura o recupera o revitaliza o

Padrão de Qualidade ConservaçãoManutençãoMelhoriaRestauraçãoRecuperaçãoRevitalização


Conceitua es de car ter geral

CONCEITUAÇÕES DE CARÁTER GERAL


Padroniza o da conceitua o terminol gica

1. PADRÃO DE QUALIDADE

Conjunto de características que um bem deverá apresentar, segundo especificações técnicas como parâmetro de referência.Este pode evoluir ao longo do tempo, para padrões de qualidade superior ou inferior, de acordo com as exigências ou contingências cada vez maiores da sociedade, em razão de sua própria evolução, hábitos e níveis de satisfação. A partir da comparação entre o padrão de qualidade pré-definido e o estágio em que se encontra no momento, sinaliza-se a necessidade de ações de conservação, manutenção e melhoria.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

2. CONSERVAÇÃO

Ações básicas que se destinam a resguardar o bem de danos, prejuízos e deterioração, preservando-o no intuito do aumento de sua vida útil. Esta deve ser realizada com freqüência regular, objetivando repor ao bem o padrão de qualidade inicial.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

3. MANUTENÇÃO

Procedimento técnico–administrativo, de caráter preventivo ou corretivo, indispensável, e que tem por finalidade levar a efeito as medidas necessárias para manter, recuperar e restabelecer as condições originais de funcionamento de um bem, tal como as que resultaram da sua construção, em observância ao que foi projetado.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

3.1. MANUTENÇÃO

Entende-se por manutenção de uma estrutura o conjunto de atividades necessárias à garantia do seu desempenho satisfatório ao longo do tempo, ou seja, o conjunto de rotinas que tenham por finalidade o prolongamento a vida útil da obra, a um custo compensador.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

4. MELHORIA

Ação que se confere ao bem, que pode ou não se encontrar degradado, um padrão de qualidade superior ao que tinha quando da sua construção. Estas ações são efetuadas a partir do desenvolvimento projetos e da realização de obras.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

5. RESTAURAÇÃO

Conjunto de ações que têm como objetivo restabelecer ao bem a sua concepção original, envolvendo atividades de vulto e de cunho histórico/cultural.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

6. RECUPERAÇÃO

Conjunto de ações que têm como objetivo restabelecer ao bem a sua concepção original, envolvendo atividades de vulto e de cunho histórico/cultural.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

7. REVITALIZAÇÃO

Ações de cunho estruturantes que visam dar nova vida ao ambiente construído, que podem envolver técnicas de urbanização.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

8. RETROFIT

Ações de ajustes e adaptações realizadas nas edificações tanto no seu interior quanto em fachadas, acessos e equipamentos.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

CONCEITUAÇÃO GERAL SEGUNDO A NORMA

(ABNT NBR 6118/2003)


Padroniza o da conceitua o terminol gica

DURABILIDADE

Consiste na capacidade de a estrutura resistir às influências ambientais previstas e definidas em conjunto pelo autor do projeto estrutural e o contratante, no início dos trabalhos de elaboração do projeto.

(ABNT NBR 6118/2003)


Padroniza o da conceitua o terminol gica

VIDA ÚTIL DE PROJETO

Entende-se por vida útil de projeto, o período de tempo durante o qual se mantêm as características das estruturas de concreto, desde que atendidos os requisitos de uso e manutenção prescritos pelo projetista e pelo construtor, bem como de execução dos reparos necessários decorrentes de danos acidentais.

(ABNT NBR 6118/2003)


Padroniza o da conceitua o terminol gica

CONCEITUAÇÃO GERAL SEGUNDO AUTORES E PESQUISADORES

BRASILEIROS


Padroniza o da conceitua o terminol gica

VIDA ÚTIL DE PROJETO

Por vida útil entende-se o período durante o qual as suas propriedades permanecem acima dos limites mínimos especificados.


Padroniza o da conceitua o terminol gica

DESEMPENHO

Por desempenho entende-se o comportamento em serviço de cada produto, ao longo da vida útil.


  • Login