Planejamento programa o e controle da produ o
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 33

Planejamento, Programação e Controle da Produção PowerPoint PPT Presentation


  • 63 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Planejamento, Programação e Controle da Produção. definições e funções. Estratégia Empresarial. Peter Drucker – “a eficiência é o mais importante, já que nenhum nível de eficiência, por maior que seja, irá compensar a escolha dos objetivos errados.”

Download Presentation

Planejamento, Programação e Controle da Produção

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Planejamento programa o e controle da produ o

Planejamento, Programação e Controle da Produção

definições e funções

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia empresarial

Estratégia Empresarial

  • Peter Drucker – “a eficiência é o mais importante, já que nenhum nível de eficiência, por maior que seja, irá compensar a escolha dos objetivos errados.”

  • Planejamento Estratégico – escolha de objetivos certos para traçar os melhores caminhos.

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia empresarial1

Estratégia Empresarial

  • Missão – razão de ser da empresa

  • Visão – onde a empresa quer chegar

  • Valores – aquilo que a empresa acredita

  • Estratégia Corporativa – diretriz maior da empresa. Ela que é o principal direcionador para as tomadas de decisões e pra a operação do negócio.

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia empresarial2

Estratégia Empresarial

  • Objetivos estratégicos – viabilizadores da Estratégia – transformação do objetivo maior em objetivos por áreas de negócio (o que fazer)

  • Plano de Ação – desdobramento de cada objetivo estratégico (como fazer)

  • Orçamento – previsão financeira da empresa

  • Execução estratégica – implantação prática da estratégia corporativa, monitorada a partir de prazos e das ações previstas nos planos de ação

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia empresarial3

Estratégia Empresarial

  • Estratégia Competitiva (Michael Porter)

    • Estratégias genéricas: liderança no custo total (preço), diferenciação ( cliente), enfoque (empresa não diversificada com visão mono mercado)

  • Vantagem competitiva

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia empresarial4

Estratégia Empresarial

  • Curiosidade – Congresso do BSC (Latin American Summit) 2003 – Brasil:

    • 5% das empresas possuem visão definida;

    • 25% dos gestores possuem incentivos, o que inviabiliza o comprometimento com empresa dos demais gestores;

    • 60% das empresas possuem orçamento desvinculado da estratégia;

    • 85% dos executivos discutem menos de 1hora/mês a estratégia da empresa.

Profa. Patrícia Abreu


Alinhamento estrat gico

Alinhamento Estratégico

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia aplicada a opera es

Estratégia aplicada a Operações

  • 1º - caracterizar o negócio em termos de volume;

  • 2º - informações disponíveis

    Obs.: para cada objetivo devem ser traçados planos de ação que posteriormente serão valorados para fins de construção do Orçamento de Operações da empresa.

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia aplicada a opera es1

Estratégia aplicada a Operações

  • Exemplo

  • Empresa “X”

    • Estratégia corporativa – Expansão dos Negócios

  • Missão (razão de ser) – desenvolver as oportunidades de negócios, por meio de serviços de alta qualidade e de valor agregado, a preços competitivos.

  • Visão (onde ela quer chegar) – manter a posição de maior em termos do portfólio de serviços oferecidos e de knowhow tecnológico, ser líder nos demais segmentos que atua, contribuir no progresso social e profissional dos colaboradores e para o desenvolvimento da sociedade.

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia aplicada a opera es2

Estratégia aplicada a Operações

  • Crenças e valores – qualidade, educação, inovação, criativiade, ética, RH, relacionamento com clientes;

  • Pontos fortes (refere-se aquilo que a empresa tem de melhor) - tradição, marca, imagem, valor da marca, pesquisa e desenvolvimento, qualidade dos processos, bom ambiente interno, forte endomarketing, qualidade dos serviços;

  • Pontos fracos (refere-se àquilo que a empresa tem oportunidades de melhoria) – agilidade, preço, descontinuação de serviços;

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia aplicada a opera es3

Estratégia aplicada a Operações

  • Oportunidades (refere-se ao ambiente externo)

    • Mercado receptivo aos novos serviços, aumento no consumo de serviços de fundos de previdência complementar;

  • Ameaças (refere-se ao ambiente externo)

    • Novos entrantes, regulação econômica do país.

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia aplicada a opera es4

Estratégia aplicada a Operações

  • Área de MKT

    • Estratégia mercadológica – aumentar a participação do mercado

    • Concorrência – indústrias na área de atuação da empresa X

    • Clientes – pessoa física e jurídica

  • Área de Finanças

    • Investir em aquisições de empresas

      (...)

Profa. Patrícia Abreu


Estrat gia de opera es

Estratégia de Operações

  • A área de operações têm condição de definir sua estratégia (ex:)

    • Ampliar a capacidade de operação;

    • Mapear os fornecedores de tecnologia;

    • (Re)definir a estratégia localização.

Profa. Patrícia Abreu


Pco pcp

PCO/PCP

(Ampliação da capacidade de operação)

  • Promover a integração da Cadeia de Suprimento na direção dos fornecedores;

  • Minimizar a ociosidade das instalações e dos provedores de internet;

  • Buscar novas alternativas tecnológicas;

  • Reestruturar o modelo de gestão operacional;

  • Prospectar oportunidades de otimização do processo de Planejamento e Controle;

  • Alavancar o uso de ferramentas preventivas e detectivas de controle da qualidade e de gestão de falhas.

Profa. Patrícia Abreu


Pco pcp1

PCO/PCP

  • Para cada objetivo devem ser traçados planos de ação que posteriormente serão valorados para fins de construção do Orçamento de Operações.

  • Principal métrica do processo operacional: produtividade

Profa. Patrícia Abreu


Principais objetivos de desempenho

Principais objetivos de desempenho

  • Custo: produzir a um custo mais baixo que a concorrência;

  • Qualidade: produzir com desempenho de qualidade melhor que a concorrência;

  • Desempenho de entrega: ter confiabilidade e velocidade nos prazos de entrega melhor que a concorrência;

  • Flexibilidade: ser capaz de reagir de forma rápida a eventos não previstos;

  • Inovatividade: capacidade de o sistema produtivo introduzir novos produtos de forma rápida em seu processo produtivo;

  • Não agressão ao meio ambiente: possuir um sistema de produção integrado ao meio ambiente.

Profa. Patrícia Abreu


Medidas de produtividade

Medidas de produtividade

MODELO 1

Onde, prod (x) = y = produtividade;

x = qtde de serviços prestados por tipo ou receita bruta/operacional/líquida ou lucro líquido;

z = qtde de colaboradores da equipe de operação da respectiva linha de serviço.

Objetivo: mede a quantidade de serviços ou receita/lucro gerado pelo quadro de pessoal responsável -pela respectiva linha do serviço.

Profa. Patrícia Abreu


Medidas de produtividade1

Medidas de produtividade

  • Onde, prodT (x) = y = produtividade total

  • pn = serviço do mapa de operação

  • p1 = primeiro serviço do mapa de operação

  • x = qtde de serviços prestados por tipo ou receita bruta/operacional/líquida ou lucro líquido

  • z = quadro total de colaboradores da equipe de operação

    Objetivo: mede a quantidade de serviços ou receita/lucro gerado pelo quadro total de pessoal da equipe de operação

Profa. Patrícia Abreu


Medidas de produtividade2

Medidas de produtividade

MODELO 2

 Onde, prod (c) = y = produtividade;

  • c = custo total ou custo variável dos serviços prestados por tipo;

  • z = qtde de colaboradores da equipe de operação da respectiva linha de serviço.

    Objetivo: mede o custo total ou variável gerado pelo quadro de pessoal responsável pela respectiva linha do serviço.

Profa. Patrícia Abreu


Medidas de produtividade3

Medidas de produtividade

  • Modelo 1 – se o quociente da relação entre lucro, receita ou qtde de serviços prestados e o quadro de colaboradores de operação forem superiores a 1, então o nível de produtividade pode ser considerado satisfatório;

  • Modelo 2 – se o quociente da relação entre custo total/variável de serviços prestados e o quadro de colaboradores de operação forem superiores a 1, então o nível de produtividade pode ser considerado insatisfatório.

Profa. Patrícia Abreu


Planejamento programa o e controle da produ o

  • Importante!

    O nível de satisfação sobre o desempenho da produtividade, independente dos modelos, depende, na prática, do percentual de alcance das metas de operação estabelecidas pela empresa.

Profa. Patrícia Abreu


O plano

O Plano

  • Plano de Produção é o resultado de decisões estratégicas ligadas à produção e tem como objetivo alocar corretamente os recursos produtivos para as estratégias escolhidas.

  • Além disso, por ser um plano de longo prazo, necessita de freqüentes reformulações para a adaptação de variáveis que forem alteradas.

Profa. Patrícia Abreu


P rincipais objetivos de um sistema de pcp

Principais objetivos de um sistema de PCP

  • minimizar atrasos e não-atendimento de ordens de produção;

  • minimizar estoques;

  • minimizar a ociosidade dos recursos produtivos pela alocação eficiente do trabalho;

  • minimizar os lead-times da produção.

Profa. Patrícia Abreu


Desafio do pcp

Desafio do PCP

  • Plano de Produção exige informações referentes aos recursos, previsão de demanda, políticas alternativas (subcontratações, turno extra, estoque) e dados de custos.Quanto mais equilibrada for a taxa de demanda com a de produção, maior será a eficácia do plano.

Profa. Patrícia Abreu


Limita es do pcp

Limitações do PCP

  • Limitações de custos: os produtos e serviços devem ser produzidos dentro de custos determinados;

  • Limitações de capacidade: os produtos e serviços devem ser produzidos dentro de limites de capacidade projetados para a operação;

  • Limitações de tempo: os produtos e serviços devem ser produzidos dentro de um intervalo de tempo, no qual eles ainda têm valor para o consumidor;

  • Limitações de qualidade: os produtos e serviços devem ter conformidade aos dados limites de tolerância projetados para o produto ou serviço.

Profa. Patrícia Abreu


Passos para o pcp

Passos para o PCP

a) agrupar os produtos em famílias afins;

b) estabelecer o horizonte e os períodos de tempo a serem incluídos no plano;

c) determinar a previsão da demanda destas famílias para os períodos, no horizonte planejado;

d) determinar a capacidade de produção pretendida por período, para cada alternativa disponível (turno normal, turno extra, subcontratações, etc.);

e) definir as políticas de produção e estoques que limitarão o plano;

f) determinar os custos de cada alternativa de produção disponível;

g) desenvolver planos de produção alternativos e calcular os custos decorrentes;

h) analisar as restrições de capacidade produtiva.

Profa. Patrícia Abreu


Planejamento programa o e controle da produ o

O Plano de Produção servirá de base para a elaboração do Planejamento-Mestre da Produção no nível tático.

Profa. Patrícia Abreu


Planejamento programa o e controle da produ o

PMP

  • O Planejamento-Mestre da Produção está na fase intermediária do planejamento estratégico e as atividades operacionais.

  • Sua função desmembrar os planos estratégicos de longo prazo em planos específicos de médio prazo para produtos acabados Como resultado desse, tem-se o Plano-Mestre da Produção (PMP) que formalizará as decisões tomadas quanto necessidade de produtos acabados para cada período analisado.

Profa. Patrícia Abreu


Programa o da produ o fun es de curto prazo

Programação da Produção:Funções de Curto Prazo

Objetivos da Programação da Produção:

  • Permitir que os produtos tenham a qualidade especificada;

  • Fazer com que as máquinas e pessoas operem com os níveis desejados de produtividade;

  • Reduzir os estoques e os custos operacionais;

  • Manter ou melhorar o nível de atendimento ao cliente.

Profa. Patrícia Abreu


Programa o da produ o

Programação da Produção

  • Administração de Estoques

  • Seqüenciamento, emissão e liberação de ordens

Profa. Patrícia Abreu


Acompanhamento e controle da produ o

Acompanhamento e Controle da Produção

Funções:

  • Coleta e registro de dados sobre o estágio das atividades programadas;

  • Comparação entre o programado e o executado;

  • Identificação dos desvios;

  • Busca de ações corretivas;

  • Emissão de novas diretrizes com base nas ações corretivas;

  • Fornecimento de informações produtivas aos demais setores da empresa (Finanças,

  • Engenharia, Marketing, RH, etc);

  • Preparação de relatórios de análise de desempenho do sistema produtivo.

Profa. Patrícia Abreu


Planejamento programa o e controle da produ o

Profa. Patrícia Abreu


Planejamento programa o e controle da produ o

O Acompanhamento e Controle da Produção fecha o ciclo das atividades realizadas pelo PCP e serve de suporte ao sistema produtivo, garantindo que as atividades planejadas e programadas para o período sejam cumpridas.

Profa. Patrícia Abreu


  • Login