Revolu o mexicana
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 19

REVOLUÇÃO MEXICANA PowerPoint PPT Presentation


  • 403 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

REVOLUÇÃO MEXICANA. A mais sangrenta das Revoluções da América. Período armado : 1910 – 1920 1 milhão de mortos e exilados. Homens, mulheres, crianças, militares, camponeses, operários, burgueses, fazendeiros, políticos, todos lutaram contra ou a favor do poder central. .

Download Presentation

REVOLUÇÃO MEXICANA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Revolu o mexicana

REVOLUÇÃO MEXICANA

A mais sangrenta das Revoluções da América.

Período armado : 1910 – 1920

1 milhão de mortos e exilados.

Homens, mulheres, crianças, militares, camponeses, operários, burgueses, fazendeiros, políticos, todos lutaram contra ou a favor do poder central.


Objetivos dos rebeldes

Objetivos dos rebeldes

  • 1⁰ : Reforma Política

  • 2 ⁰: Reforma Agrária


Porfirio d az

Porfirio DíaZ


Porf rio diaz

Porfírio DiaZ

  • General do Exército;

  • Candidato 2 vezes, em 1867 – 1871;

  • Duas derrotas;

  • Em 1876 toma o poder por meio de um Golpe.

  • Ditadura estabelecida por Porfírio Diaz, governa o México de 1876 e 1911, o chamado “porfiriato” teve como missão política maior preservar os privilégios da elite que abraçou o movimento de independência.


Sociedade mexicana

SOCIEDADE MEXICANA

  • Maioria analfabetos: TOTAL 11 milhões de pessoas.

  • Grande parte dessa massa desinformada e miserável era composta por indivíduos de origem indígena submetidos ao desmando legitimado dos grandes proprietários de terra.

  • Formação de um movimento popular afastado dos grandes círculos de discussão ideológica e política, marcado por seu caráter popular e social.


Per odo porfiriato

PERÍODO PORFIRIATO

  • 32 ANOS;

  • PODER PLURIPESSOAL, PIRAMIDAL, DE EXPLORAÇÃO.

  • APOIADO POR GRUPO DE CIENTISTAS, POLÍTICOS;

    RESULTADOS DA ADMINISTRAÇÃO:

    ↑ CRESCIMENTO ECONÔMICO

    DESASTRES SOCIAIS


Per odo porfiriato1

PERÍODO PORFIRIATO

  • 1844: muda a Constituição para permanecer no poder.

  • Reeleito 7 X por FRAUDE ELEITORAL.

  • O PORFIRIATO ELIMINAVA QUALQUER TIPO DE OPOSIÇÃO POLÍTICA NO PAÍS.

    (CORONELISMO – BRASIL)


Resultados do governo

RESULTADOS DO GOVERNO

↑ DA POPULAÇÃO : 9 MILHÕES – 15 MILHÕES

↑ DA EXPORTAÇÃO EM 6 VEZES

GOVERNO CONSEGUE PAGAR SUAS DíVIDAS COM OS EUA.

PROMOVE O CRESCIMENTO ECONÔMICO PORÉM ESSA NÃO ERA A REALIDADE DE TODOS OS MEXICANOS.


Quanto aos privil gios

QUANTO AOS PRIVILÉGIOS


Regi es econ micas do m xico

REGIÕES ECONÔMICAS DO MÉXICO

  • NORTE: extração de minérios

  • CENTRO-SUL: indústrias agrárias e têxtis

  • YUCATAN: indústrias de cizal


Regi es econ micas do m xico1

REGIÕES ECONÔMICAS DO MÉXICO

  • FERROVIAS PATROCINADAS PELO CAPITAL ESTRANGEIRO

  • EMPRESAS ESTRANGEIRAS

  • A modernização das indústrias agrárias favoreceu o desenvolvimento das fazendas que cresceram em tamanho e população.


Lei das terras devolutas e ociosas

Lei das Terras Devolutas e Ociosas

  • .Em 1895 Porfirio pôs em prática a Lei da desamortização (liberação para alienação dos bens de mão-morta) com a Lei das Terras Devolutas e Ociosas que era a denúncia e a apropriação de terras improdutivas.

  • Com isso:

    o consumo de milho caiu 10kg entre 1895 e 1910;

    a média de vida caiu para 31 para 30;5 anos;

    Nos últimos 5 anos do século XIX a mortalidade infantil aumentou de 304 para335 mil.


Sociedade

SOCIEDADE...

  • SEM LIBERDADE, SEM DISSIDÊNCIAS POLÍTICAS, SEM OXIGÊNIO!

    FOCOS DE REBELIÕES

    ERAM COMBATIDOS PELA POLÍCIA DO GOVERNO.


Francisco madero 1911 1913

Francisco Madero (1911 – 1913):

  • Oposição liberal (burguesia).

  • Proposta inspirada no modelo norte-americano:

  • igualdade jurídica, divisão de poderes, liberdade

  • econômica e eleições sem fraudes.

  • É preso acusado de incitar rebeliões.


Base camponesa

BASE CAMPONESA

  • Madero foge EUA, passa a ter dois objetivos:

  • 1. Luta Armada;

  • 2. Devolução das terras para os indígenas.

  • Base popular toma o partido e apoia Madero, milhares de homens do campo vão para as cidades a atacam seus opositores.


Madero eleito 05 1911

MADERO é eleito 05/1911

  • Dificuldade de governar vários setores.

  • Camponeses

  • Militares

  • Operários

  • Estrangeiros

  • 10 anos de guerra civil 1911-1920


Revolu o mexicana

  • A insatisfação camponesa se traduziu na intensificação das revoltas contra os latifúndios e ações de combate direto.

  • Francisco Madero, fazendo jus à sua ação demasiadamente reformista, não apoiou a ação campesina e protegeu os grandes proprietários de terra. O potencial revolucionário logo alertou as potências industriais que, na época, adotavam ações intervencionistas no continente americano.

  • O andamento da revolução mexicana se intensificou quando Madero foi assassinado a mando do comandante do Exército VictorianoHuerta. O militar tentou arrefecer a onda revolucionária através da criação de um regime ditatorial. No entanto, as ações dos camponeses liderados por Zapata e Villa forçaram a queda do governo Huerta, em 1914. Um novo governo constitucional foi estabelecido com a eleição de VenustianoCarranza.


Revolu o mexicana

A revolução mexicana tomava força enquanto as elites agrárias tentavam reorganizar o cenário político nacional. No ano de 1917, uma nova carta constitucional foi criada, legitimando o governo Carranza. Os revolucionários não apoiaram o novo presidente e se mantiveram em situação de luta. No entanto, a morte de Emiliano Zapata, em 1919, e de Pancho Villa, em 1923, causou o desmembramento da classe subalterna mexicana, dando fim ao processo revolucionário.


  • Login