Forma o acad mica
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 10

Formação Acadêmica PowerPoint PPT Presentation


  • 57 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Minha intenção é apresentar-lhe através deste documento um pouco de minha vida. O trabalho desenvolvido no Instituto de Engenharia, as atividades religiosas na Renovação Carismática Católica e um longo trabalho social,auxiliando comunidades e instituições em todo Estado de São Paulo.

Download Presentation

Formação Acadêmica

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Forma o acad mica

Minha intenção é apresentar-lhe através deste documento um pouco de minha vida. O trabalho desenvolvido no Instituto de Engenharia, as atividades religiosas na Renovação Carismática Católica e um longo trabalho social,auxiliando comunidades e instituições em todo Estado de São Paulo.

Apresento também algumas informações gerais sobre o Partido Verde, escolhido por mim para minha missão junto ao eleitorado.

ROBERTA CAPPELLANO


Forma o acad mica

Formação Acadêmica

. Especialização em Ciências Materiais (Escola Politécnica de Torino, na Itália, de agosto l983 a junho l984)

. Bacharel em Engenharia Civil (Fundação Armando Álvares Penteado, em l982 – São Paulo)

Formação Complementar

Idiomas

. Italiano e Inglês

Viagens ao Exterior

. Brigthon/Inglaterra – janeiro/fevereiro de 1979 para treinamento do idioma inglês,

. Perugia/Itália – julho/agosto de l983 para treinamento do idioma italiano,

. Torino/Itália – setembro de l983 a junho de l984, para especialização na área de engenharia,

. Londres/Inglaterra – janeiro de l988 a julho de l988 para treinamento do idioma inglês.


Forma o acad mica

Experiência Profissional

  • Março de l999 a março de 2003 – Assessora Parlamentar na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo;

  • Agosto de 1984 a março de 1999 – Engenheira Civil responsável por todos os projetos executados pela Construtora Cappellano;

  • Fevereiro de 1981 a junho de 1982 – Estagiária de engenharia civil na Maubertec Engenharia.


Forma o acad mica

Atuação como Voluntária

Instituto de Engenharia de S.Paulo :

  • Diretora Social de 1986 a 1990;

  • Membro do Conselho Deliberativo de 1987 a 1889 e de 1991 a 1993;

  • Homenagem placa de prata como figura feminina de expressão em serviços prestados em prol da comunidade.

    Renovação Carismática Católica – Arquidiocese de São Paulo:

  • Atua desde 1991 neste movimento da Igreja Católica, exercendo função de tesoureira de 1992 a 1995; de coordenadora auxiliar de 1996 a 1999; coordenadora geral de 2000 a 2002, na região Episcopal Sé;

  • Participou na elaboração e implantação do projeto “Feira de Quem Faz”, da Arquidiocese de S.Paulo. Viabilizou a requalificação do cidadão excluído do mercado de trabalho, desenvolvendo suas habilidades artesanais, oferecendo possibilidade de uma renda mensal e a reconquista da auto confiança;

  • Apresentou programa semanal (aos domingos)de rádio com duas horas de duração, no período de agosto de 2001 a setembro de 2002;


Forma o acad mica

Atuação Política

  • Experiência na coordenação de candidaturas a cargos eletivos, conhecendo os seus principais fatores de sucesso;

  • Assessoria Parlamentar na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo;

  • Conhece perfeitamente as atribuições, características, potencialidades e limitações de suas funções no futuro cargo;

    Trabalho Social e Comunitário

  • Há vários anos atua como voluntária na área social e comunitária. Conquistou vasta experiência em processos de captação de recursos e materiais para associações e entidades carentes das mais diversas regiões do Estado de São Paulo;


Forma o acad mica

PROPOSTA DE MANDATO:

Nossa proposta se fundamenta na defesa do direito público e pela vida, respeitando os princípios constitucionais. Através de debates e entendimento com a sociedade organizada, apresentar-lhes propostas de leis que estejam a serviço da vida e da esperança. Lutamos pela dignidade e busca incessante pela primazia da pessoa humana. Priorizamos o estabelecimento de políticas públicas, para que o sistema político, lhes dê condições de ter uma boa educação, saúde, trabalho, moradia, e transporte de qualidade.

Quanto aos projetos durante o exercício do mandato, propomos exercer um mandato participativo através de debates junto com a população e suas lideranças. Criar leis que estejam em consonância com os mecanismos legais e constitucionais. Colocá-las ao conhecimento popular, para que a população possa participar na fiscalização do poder executivo e do próprio legislativo. Enfim estabelecer um link de diálogo constante entre o poder legislativo e a população no próprio espaço da câmara.

Nosso mandato tem como princípio legislar segundo os valores cristãos, na preservação do meio ambiente, no despertar para o exercício de cidadania, e valorização da família, como eixo principal de uma sociedade dinâmica e saudável. Pretendemos conscientizar cada cidadão sobre o seu papel de agente transformador e protagonista social. Buscaremos meios para que cada um possa contribuir de forma eficaz para que tenhamos uma sociedade mais humanitária, onde reine a justiça social e a paz em cada ser. A organização da sociedade em cooperativas, o apoio às entidades assistenciais e ONGs do terceiro setor é nossa meta. A formação pessoal é parte integrante de nossas propostas, tanto no campo humano, profissional, espiritual e familiar. O diálogo é o principal meio pelo qual propomos a busca de alternativas viáveis.


Forma o acad mica

PARTIDO VERDE:

Em 1986, na cidade do Rio de Janeiro, o Partido Verde deu seus primeiros passos no Brasil, graças a um grupo formado por ecologistas, artistas, intelectuais e ativistas, principalmente do movimento anti-nuclear. Vários integrantes deste grupo passaram pelo exílio durante o regime militar e mantiveram contato com os movimentos ecológicos e alternativos da Europa. De volta ao Brasil, esse pessoal fez com que o movimento crescesse, mas não a ponto de torná-lo um partido político. Com o fim do regime militar, em 1985, o novo ambiente político estimulou a organização política do Partido Verde.

Em 1986 o PV já estava organizado, mas não participou das eleições daquele ano. Mesmo assim, no Rio de Janeiro, em uma aliança formal com o PT, o PV disputou as eleições para governador do Estado. Foi uma campanha entusiástica, com momentos memoráveis, como por exemplo, quando o contingente de 100 mil pessoas deu um abraço ecológico na Lagoa Rodrigo de Freitas, na cidade do Rio de Janeiro. Naquela eleição o candidato do PV obteve 7,8% dos votos ficando em 3o lugar e ainda elegeu seu primeiro deputado estadual pelo Rio de Janeiro.

Após as eleições de 1986 o PV expandiu-se para outras regiões, sendo que em 1987 foi organizado em São Paulo, Minas Gerais e deu início as suas atividades no Norte/Nordeste.

Em 1988 o partido firmou de vez quando obteve seu registro legal provisório e participou das eleições municipais, conseguindo eleger 20 vereadores, distribuídos entre os Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Paraíba.

Nas eleições de 1989, quando os brasileiros votaram para presidente pela primeira vez desde 1960, o PV teve candidato próprio, mas obteve menos do que 1% dos votos.


Forma o acad mica

PARTIDO VERDE

Outras Datas Importantes

Em 1992, durante a Conferência UNCED Rio-92, o PV brasileiro promoveu a primeira reunião planetária dos verdes. Nas eleições municipais daquele ano, o PV elegeu 54 vereadores em todo o país e três prefeitos em pequenas cidades do Estado de São Paulo.

Em 1993 o PV obteve seu registro definitivo junto à Justiça Eleitoral Brasileira.

Em 1994, nas eleições presidenciais, o PV apoiou o candidato do PT, elegeu um deputado federal, pelo Rio de Janeiro, e três deputados estaduais (um em Minas Gerais, um na Paraíba e um em São Paulo).

Em 1996, nas eleições municipais, o PV elegeu 13 prefeitos em pequenas cidades dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão,, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais e 189 vereadores distribuídos em 15 Estados.

Em 1997 o PV cresceu em representatividade com a filiação do ex-prefeito de Vitória e então governador do Estado do Espírito Santo, passando a ser o primeiro governador Verde do Brasil.

Em 1998 o PV apresentou candidato próprio à Presidência da República. Foi uma campanha pequena, de apenas 3 meses, sem financiamento, mas serviu para promover o programa e a agenda do Partido. O seu candidato chegou em 6o lugar, com 213 mil votos.

Em 2000 o PV teve um crescimento significativo nas eleições municipais, com cerca de 1,8 milhões, na somatória entre os votos de legenda, para prefeitos e vereadores. Elegeu 13 prefeitos e 315 vereadores.

Em 2003 o PV já tinha 6 deputados estaduais (SP,RJ,PB,BA,SE e PE) um deputado federal (SP), 13 prefeitos e mais de 400 vereadores.


Forma o acad mica

Maiores Informações:

Site:http://www.robertacappellano43743.can.br

E-Mail:[email protected]

Tel.:55 11 3889 0042

Rua Cel. Oscar Porto, 813

4o. Andar – cj. 44 – Paraíso

CEP 04003-000 – São Paulo/SP


  • Login