Teologia gera metodologia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 86

TEOLOGIA GERA METODOLOGIA PowerPoint PPT Presentation


  • 58 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

TEOLOGIA GERA METODOLOGIA. A BASE BÍBLICA PARA UMA IGREJA EM CÉLULAS. UMA IGREJA EM CÉLULAS ESTÁ BASEADA NO FATO DE QUE DEUS NOS MOLDOU PARA VIVER EM COMUNIDADE. DEFINIÇÃO DE COMUNIDADE. “Vida em ligação com outros.” Pessoas que se tornam responsabilidade uns DE outros.

Download Presentation

TEOLOGIA GERA METODOLOGIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


TEOLOGIA GERA METODOLOGIA


A BASE BBLICA PARA UMAIGREJA EM CLULAS


UMA IGREJA EM CLULAS EST BASEADA NO FATO DE QUE DEUS NOS MOLDOU PARA VIVER EM COMUNIDADE


DEFINIO DE COMUNIDADE

  • Vida em ligao com outros.

  • Pessoas que se tornam responsabilidade uns DE outros.

  • Pessoas que se tornam responsveis uns POR outros.


A COMUNIDADE DECISIVA!

O srio erro na igreja baseada em programas a sua cegueira com relao importncia de ser uma COMUNIDADE, onde pessoas se tornam responsveis uns POR outros e responsabilidade uns DE outros.


A TRINDADE

  • Por que uma Trindade?

  • Se Deus fosse UMA pessoa, haveria PODER. . .

  • Se Deus fosse DUAS pessoas, haveria AMOR. . .

  • Mas Deus TRS. . . e com Trindade, agora h COMUNIDADE


IMPORTANTE . . .

A mais alta Forma de Vida no universo escolheu viver em COMUNIDADE! Isto deveria nos falar claramente a respeito da sua importncia.


  • Isto tambm nos mostra que COMUNIDADE comea com TRS.


Nota: o nico momento em toda a eternidade quando a Divindade no viveu em COMUNIDADE foi quando o meu pecado seu pecado quebrou aquela comunho!


  • O CONFLITO DOS SCULOS: A DETERMINAO

  • DE SATANS

  • DE FRUSTRAR

  • O PLANO DE DEUS

  • PARA QUE O HOMEM VIVA EM COMUNIDADE


Vamos seguir o rastro das suas maquinaes diablicas:

  • O Jardim do den: destruio da comunho entre Deus e o homem...


A FAMLIA

  • . . . e o beb somam TRS!


Deus assim designou a famlia para que ela sempre criasse COMUNIDADE.

Em cada famlia haveria responsabilidade e prestao de contas entre os membros da famlia.


A RESPOSTA DE SATANS:

  • O assassinato de Abel por Caim:

  • destruio da primeira unidade familiar:

  • ...POR ACASO EU SOU O GUARDA DO MEU IRMO? (Gn. 4:9)


OIKOS:A FAMLIA AMPLIADA

  • No Novo Testamento h uma palavra importante: OIKOS. Ela refere-se a um lar, uma famlia ampliada.


  • Em todo o mundo, o OIKOS uma parte fundamental da vida para cada pessoa. Estas so as principais pessoas em nossas vidas.


A RESPOSTA DE SATANS: construa a

sua importncia

em REALIZAES, no em RELACIONAMENTOS


  • Observe a descendncia de Caim em Gnesis 4:

  • Importncia de Caim: construiu uma cidade (v. 17)

  • Importncia de Jabal: gado (v. 20)

  • Importncia de Jubal: msico (v. 21)

  • Importncia de Tubalcaim: forjava ferramentas (v. 22)

  • Finalmente, Lameque: um assassino enlouquecido de duas pessoas!


  • Assim, vemos que os rei-nos deste mundo de Satans sempre se baseiam na diviso entre as pessoas e

  • em oferecer-lhes esplendor!


Ento, uma Nova descendncia: de volta a Ado e Eva (v. 25)

  • Baseada na COMUNIDADE: ...da se comeou a invocar o nome do Senhor (v. 26)


  • Por sete geraes, nada sabemos a respeito das realizaes desta nova linhagem de sangue. Tudo o que nos relatado quanto tempo cada homem viveu.

  • Quando estamos vivendo em comunho com Deus, cada ano precioso!


  • E por fim, paralelamente a Lameque, o louco assassino, temos . . .

  • ENOQUE, que andou com Deus 300 anos. . . e j no era, porque Deus o tomou para si.


  • Assim, nestes primeiros relatos do homem, vemos o abismo existente entre aqueles que escolheram a Deus e viveram em COMUNIDADE com Ele e uns com os outros, e aqueles que buscaram o auto-engrandecimento e poder pessoal.


A ESTRUTURA DE ISRAEL


  • Deus ordenou a Moiss que formasse a estrutura dessa nao em torno de grupos de DEZ, CINQUENTA, CEM e MIL.

  • Esses nmeros eram de Deus, assim selecionados porque representam o modo como os OIKOSES se interrelacionam.


O bloco bsico da construo da vida o OIKOS, a famlia, que possui em mdia 10 pessoas.


Os OIKOSES formam comunidades de CINQUENTA. Esses grupos de CINCO OIKOSES deveriam ser supervisionados por uma pessoa.


  • O prximo agrupamento deveria ser de CENTENAS (plural). Podemos entender que represente cerca de 200-250 pessoas, assim mais uma vez atribuindo um agrupamento de QUATRO ou CINCO COMUNIDADES a um supervisor.


  • Finalmente, esses agrupamentos de CENTENAS deveriam formar grupos de MILHARES. . . o ltimo tamanho para a estruturao do povo de Israel.


  • Com uma estimativa conservadora de 1,5 milho de israelitas, isto significa que ali havia 150.000 clulas, ou OIKOS. Havia 30.000 grupos de CINQUENTA, 6.000 agrupamentos de CENTENAS e, de acordo com xodo 24:9, SETENTA ANCIOS (ou LDERES) que estariam acima dos MILHARES.


A ESTRUTURA

DOS

DISCPULOS


  • Jesus escolheu viver em uma COMUNIDADE especial de 12 homens. Sua presena a fez um grupo de 13.


  • As avaliaes a respeito do maior tamanho que uma COMUNIDADE pode ter giram em torno de 15 pessoas.

  • uma questo de intimidade entre as pessoas, de linhas de comunicao.


Duas pessoas tm duas linhas de comunicao;


Quatro pessoas tm 12 linhas de comunicao;


  • DEZ PESSOAS TM

  • 90


  • 15 PESSOAS TM

  • 210!


  • VEJA A FRMULA PARA CALCULAR AS LINHAS DE COMUNICAO:

  • (N) X (N) - N = LC

  • N= Nmero de pessoas

  • LC = Linhas de Comunicao


Ultrapassado o nmero de 15 pessoas, no h mais a oportunidade das pessoas conhecerem-se intimamente.


Portanto, Jesus escolheu uma COMUNIDADE de 12 homens para trein-los.


Observe que havia um sub-grupo de trs homens entre os discpulos: Pedro, Tiago e Joo.


  • Entre os 12, Jesus escolheu estes trs para juntarem-se a Ele em ocasies especiais.


  • Dentro dos oikos sempre h relacionamentos especiais que se formam entre os seus membros. Tiramos proveito disto na vida da clula.


  • Observe o toma l d c entre os discpulos, a cobia por posies, as rasteiras no era uma assemblia de homens totalmente comprometidos com o Senhor!


  • No vamos nos esquecer da tentativa de Satans de destruir Jesus atravs da traio de Judas, de dentro da sua prpria comunidade de discpulos!


A ESTRUTURA DA

IGREJA


  • A igreja nasceu no calvrio. Este o significado da Ceia do Senhor um lembrete do lugar e do preo pago por Cristo para o nascimento do Seu novo corpo.


  • Assim como Jesus foi batizado no rio Jordo para iniciar o seu ministrio pblico, assim tambm a igreja foi batizada no seu Esprito em Pentecostes para iniciar o seu ministrio.


  • No entanto, um ingrediente deveria estar presente antes que as lnguas de fogo pudessem vir. Eles deveriam ter se tornado uma verdadeira COMUNIDADE.


  • Isto levou 10 dias. Durante esse perodo, 120 pessoas viviam sem uma agenda em um salo superior. ELES ERAM A AGENDA! Eles deveriam tornar-se prximos uns dos outros. Por 10 dias eles se rearranjaram em subgrupos e passaram a conhecer-se uns aos outros. Finalmente, eles estavam em COMUM ACORDO, e a igreja foi formada.


  • A primeira coisa que eles fizeram foi dividir-se em grupos de DEZ e ir de casa em casa.


O QUE ELES FIZERAM?

  • Eles repartiam o po a ceia gape, incluindo a ceia do Senhor.

  • Eles confraternizavam posteriormente explicado por Paulo como a manifestao dos dons do Esprito para a edificao de uns aos outros.


O QUE ELES FIZERAM?

  • Eles oravam estavam constantemente em comunho com o Cristo que habitava neles, que sempre estava no meio deles.

  • Para instruo e ensino, eles iam ao templo para ouvir os apstolos ensinarem.


O QUE SATANS FEZ?

  • Podemos v-lo a postos, procurando destruir este esprito de COMUNIDADE desde o incio da igreja!


  • 1 Corntios foi escrito aproximada-mente em 54-57 d.C. Naquele tempo, as clulas do Corpo de Cristo j estavam sendo atacadas por Satans:

  • 1:11: ...h brigas entre vocs...

  • 6:8: ...vocs cometem injustia uns contra os outros, e isso tudo entre os prprios irmos!

  • 11:18: ...h grupos de pessoas que esto brigando nas reunies da igreja...


  • Hebreus foi provavel-mente escrito em 69 d.C. segunda gerao de cristos. quela altura, a clula tornou-se negligenciada, como pode ser verificado nesta passagem:


  • Hb. 10:24-25: Tenhamos considerao uns para com os outros, a fim de ajudarmos todos a terem mais amor e fazerem o bem. No abandonemos, como alguns esto fazendo, o costume de assistir s nossas reunies. Ao contrrio, animemos uns aos outros e ainda mais agora que vocs vem que o Dia do Senhor est chegando.


Mas o maior golpe de Satans ocorreu quando ele inspirou o dito dos Bispos, que permanente- mente dividiu o clero

do laicato e removeu o MINISTRIO do corpo de Cristo. O povo de Deus no mais se tornaria responsvel uns pelos outros!


  • Atualmente, muitos pastores se deleitam em uma posio exaltada, o que os faz governarem sobre a igreja. Sentem-se ameaados pelos leigos aos quais foi dito que estes so ministros. Por esta razo, a verdadeira obra do Esprito Santo esmagada, e o povo de Deus sufocado, impedido de realizar o verdadeiro servio cristo.


  • A igreja tornou-se um prdio que abriga um conjunto de programas que ocupam os cristos com servios, os quais jamais os preparam para o verdadeiro ministrio. Assim, somos neutralizados

  • e no penetramos no domnio de Satans.

  • Ele adora isso!


O LUGAR DE OIKONOMOS E OIKODOMEO NA VIDA DA IGREJA


A igreja o OIKOS da f:

  • Ef. 2:19: Portanto, vocs, os no-judeus, no so mais estrangeiros nem estranhos. Agora vocs so cidados que pertencem ao povo de Deus e so membros da famlia dele (Oikos) . . .

  • 1 Tim. 3:15: . . . esta carta vai mostrar como ns devemos agir na casa de Deus (Oikos), que a igreja do Deus vivo, a coluna e o alicerce da verdade.


1. AQUELES QUE ESTO DENTRO DO OIKOS DEVEM SERVIR UNS AOS OUTROS COMO UM POVO OIKONOMOS

1 Pedro 4:10: Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus (Oikonomos). Que cada um use o seu prprio dom para o bem dos outros.


  • Lucas 12:42: Jesus respondeu: Quem , ento, o empregado fiel e inteligente (Oikonomos)? aquele que o patro encarrega de tomar conta da casa e de dar comida aos outros empregados na hora certa.

  • 1 Corntios 4:1: Vocs nos devem tratar como servidores de Cristo, ns que somos encarregados (Oikonomos)de realizar os planos secretos de Deus.


  • Assim, o termo sempre se refere a uma tarefa Oikos, na qual somos designados a dar comida apropriada no tempo certo.


2. AQUELES QUE ESTO DENTRO DO OIKOS DEVEM SERVIR UNS AOS OUTROS COMO UM POVO OIKODOMEO

  • Romanos 14:19: Por isso busquemos sempre as coisas que trazem a paz e que nos ajudam a fortalecer uns aos outros na f (Oikodomeo).


  • Romanos 15:2: ...cada um de ns deve agradar seu irmo, para o prprio bem dele a fim de que ele possa crescer na f (Oikodomeo).

  • 1 Corntios 14:12: ...j que vocs querem tanto ter os dons do Esprito, procurem acima de tudo ter os dons que fazem a igreja crescer (Oikodomeo) espiritualmente.

  • 1 Tessalonicenses 5:11: Portanto, animem e ajudem uns aos outros (Oikodomeo), como esto fazendo agora.

  • Judas 20: Porm vocs, meus amigos, continuem a progredir (Oikodomeo) na f que tm, que a f mais santa que existe. Orem no poder do Esprito Santo


A PRINCIPAL TAREFA DOS CRENTES NO OIKOS SEREM CANAIS DA GRAA

  • 1 Corntios 14:26: Meus irmos, o que eu quero dizer isso: quando vocs se renem na igreja, um irmo tem um hino; outro, alguma coisa para ensinar; outro, uma revelao de Deus; outro, uma mensagem em lngua estranha; e, ainda outro, a explicao do que a mensagem quer dizer. Tudo deve ser feito para ajudar (Oikodomeo) a igreja.


  • AGORA PODE OCORRER O EVANGELISMO NA VIDA DO CORPO

  • 1 Co. 14:24-25: Mas, se todos anunciarem a mensagem de Deus, e entrar ali algum descrente ou algum que seja simples, ele vai ouvir o que vocs esto dizendo e se convencer do seu prprio pecado. E ele ser julgado pelo que ouvir, os seus pensamentos secretos sero revelados, e ele vai se ajoelhar e adorar a Deus, dizendo: Na verdade, Deus est com vocs!


CONCLUSES

  • A RAZO DAS CLULAS A COMUNIDADE.

  • A IGREJA EM CLULAS NO UM TRUQUE.

  • ELA EST ENRAIZADA EM SLIDOS PRINCPIOS BBLICOS.


CONCLUSES

  • AS CLULAS SO AGRUPA-MENTOS DE PESSOAS PEQUENOS O SUFICIENTE PARA EDIFICAR UNS AOS OUTROS, CADA UM SERVINDO DE CANAL PARA OS DONS DO ESPRITO.

  • ELAS SO COMUNIDADES CRISTS DE BASE.


CONCLUSES

  • ELAS SE AJUNTAM EM UNIDADES MAIORES, OU CONGREGAES, PARA A OBRA DE CRISTO, QUE HABITA NO MEIO DELAS.

  • A MANIFESTAO DA GRAA DE DEUS FLUI ENTRE OS MEMBROS DO CORPO.


PARA CONVERSAR...

  • Quo influentes foram os relacionamentos oikos em sua converso a Cristo?

  • Que importncia tinham no incio do seu crescimento em Cristo?

  • Voc concorda que o modelo em clulas est baseado em princpios bblicos universais?


A IGREJA EM CLULAS NA HISTRIA


UMA PERSPECTIVA HISTRICA

  • Como a Igreja perdeu o seu rumo

  • Martinho Lutero

  • John Wesley


Por 300 anos Satans no pde destruir a Igreja.

  • Perseguio poltica

  • Privao econmica

  • Sublevao social

  • Heresia interna


COMO ELE A NEUTRALIZOU?

  • PRIMEIRO: A Igreja recebeu reconhecimento e sano.

  • SEGUNDO: As pequenas comunidades nas casas foram removidas.


IGREJA CATEDRAL

Isto ocorreu por volta do ano

312 d.C.

Muita coisa mudou . . .

adorao

liderana

edificaes

Por 1700 anos a igreja catedral esteve conosco.


MARTINHO LUTERO E CLULAS

  • Mas aqueles que seriamente querem ser cristos e confessar o evangelho em atos e palavras deveriam registrar os seus nomes e reunir-se em algum lugar, em uma casa parte . . .


  • ... Aqui tambm se poderia realizar o batismo e a comunho de uma maneira bonita e breve, e tudo centralizado na Palavra, na orao e no amor mtuo...

  • ...resumindo, havendo pessoas sinceramente desejosas de se tornarem crists, a organizao e a forma poderiam ser rapidamente arranjadas.


JOHN WESLEY

  • Levou muito tempo para ele colocar em prtica o que j sabia que deveria ter feito

  • Acreditava que decises sem grupos pequenos era prejudicial

  • Desenvolveu um sistema de grupos pequenos mtodo

  • 10.000 clulas

  • Cresceu por mais de 100 anos


TRS COMPOSIES

  • Sociedades (reunio do grupo grande)

  • Classes (idnticas s clulas)

  • Grupos (pequenos)

  • Bastante correspondente:

    • celebrao

    • clula

    • aos relacionamentos de prestao de contas


AS CLASSES DE WESLEY (CLULAS)

  • Obrigatrio ser membro de clula

  • Lderes homens e mulheres

  • Nmero de membros ideal 12

  • Heterognea

  • Reunio com durao de 1 hora

  • Compartilhamento transparente

  • Reunies alternadas abertas


OS GRUPOS DE WESLEY

  • Homogneos (idade, sexo, estado civil etc.)

  • Compartilhamento no nvel mais profundo

  • Grupos penitentes para alcolicos e outros problemas srios


QUESTES PARA A SUA PRPRIA REUNIO DO GRUPO

  • Quais pecados conhecidos voc cometeu?

  • Que tentaes voc tem enfrentado?

  • Como voc foi liberto?

  • Dvidas: pecado ou no?

  • Voc guarda algum segredo?


PARA CONVERSAR...

  • O que chama a sua ateno a respeito da metodologia de Wesley?

  • Em qu voc imagina que o mundo de Wesley era parecido e diferente do nosso?

  • O que o seu mtodo deveria nos ensinar hoje?


  • Login