Profa mercedes gonzales m rquez
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 12

Algoritmos e Estruturas de Dados I – Comandos de atribui ção, entrada e saída PowerPoint PPT Presentation


  • 48 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Profa. Mercedes Gonzales Márquez. Algoritmos e Estruturas de Dados I – Comandos de atribui ção, entrada e saída. Comandos básicos. Um comando é a descrição de uma ação a ser executada em um dado momento.

Download Presentation

Algoritmos e Estruturas de Dados I – Comandos de atribui ção, entrada e saída

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Profa mercedes gonzales m rquez

Profa. Mercedes Gonzales Márquez

Algoritmos e Estruturas de Dados I – Comandos de atribuição, entrada e saída


Comandos b sicos

Comandos básicos

  • Um comando é a descrição de uma ação a ser executada em um dado momento.

  • Descreveremos três comandos básicos no desenvolvimento de algoritmos : atribuição, entrada e saída.

  • Atribuição:

    Este comando permite que se forneça um valor a uma certa variável cujo tipo deve ser compatível com esse valor.


Comando de atribui o

Comando de atribuição

  • Forma geral do comando de atribuição

    identificador ← expressão

    onde:

    identificado é o nome da variável;

    ← é o símbolo de atribuição, e

    expressão é a representação simbólica de um valor que pode ser do tipo aritmética, lógica ou literal. A avaliação dessa representação simbólica resulta no valor a ser atribuído à variável.


Comando de atribui o1

Comando de atribuição

  • Exemplo de atribuição:

    k ← 10

    COR ← “VERDE”

    teste ← falso

    soma ← 50

    media ← soma/k

    cod ← (n*n+1) > 5

    sim ← k = 0 e media < 0


Comando de atribui o2

Comando de atribuição

  • Exercícios de fixação 1.7.1.1. e 1.7.1.2. do livro Algoritmos Estruturados de Harry Farrer e outros.

    Sendo

    SOMA,NUM,X variáveis numéricas,

    NOME, COR, DIA variáveis literais, e

    TESTE, COD, TUDO variáveis lógicas, assinalar os comandos de atribuição considerados inválidos:

    (a) NOME ← 5

    (b) SOMA ← NUM + 2*X

    (c) TESTE ← COD ou X**2 <> SOMA

    (d) TUDO ← SOMA

    (e) COR ← “PRETO” – sqrt(X)


Comando de atribui o3

Comando de atribuição

(f) X ← X+1

(g) NUM ← “*ABC*”

(h) DIA ← “SEGUNDA”

(i) SOMA + 2 ← X**2 – sqr(NUM)

(j) X ← NOME >= COD

Quais os valores armazenados em SOMA, NOME e TUDO, supondo-se que NUM, X, COR, DIA, TESTE e COD valem, respectivamente, 5; 2,5; “AZUL”; falso e verdadeiro

NOME ← DIA

SOMA←NUM**2/x+ DIV(X+2,)

TUDO←não TESTE ou COD e SOMA<X


Comandos de entrada e sa da

Comandos de entrada e saída

  • Sabe-se que as unidades de entrada e saída são dispositivos que possibilitam a comunicação entre o usuário e o computador.

  • Exemplo: através de um teclado, o usuário dá entrada ao programa e aos dados na memória e o computador emite mensagens para o usuário através da tela ou impressora.

  • Os comandos de entrada e saída são usados para determinar o momento da entrada de dados para o algoritmo e a saída dos resultados obtidos para o usuário.


Comandos de entrada e sa da1

Comandos de entrada e saída

  • Forma geral do comando de entrada

    leia (lista de identificadores)

    Onde lista de identificadores são os nomes das variáveis, separados por vírgula, nas quais serão armazenados os valores provenientes do meio de entrada.

  • Exemplo : suponhamos que nota e numero são variáveis de tipo real e inteiro respectivamente, o comando leia (nota, número)

    indica que dois valores numéricos (real e inteiro) serão lidos de uma unidade de entrada, quando este comando for executado. Os valores serão armazenados nas posições de memória destinadas para as variáveis nota e número.


Comandos de entrada e sa da2

Comandos de entrada e saída

  • Forma geral do comando de saída

    escreva (lista de identificadores e/ou constantes)

    Onde lista de identificadores são os nomes das variáveis, cujos conteúdos serão mostrados ao usuário através de um meio de saída. Além dos conteúdos das variáveis, o valor de uma constante pode ser emitido diretamente.

  • Exemplo : escreva (36, nota, número)

    indica que a constante 36 e os conteúdos das variáveis nota e número serão exibidos numa unidade de saída, quando este comando for executado.


Exemplos leia

Exemplos - leia

  • Foram digitadas três linhas, onde cada uma delas contém o nome e a nota de um aluno, como se segue

    PAULO, 100

    MARIA, 75

    JOSE, 80

    Escrever o(s) comandos(s) de entrada que leia(m) estas linhas e armazene(m) os valores na memória principal.

    Assim, supondo que A,B e C são variáveis do tipo numérico e que X,Y e Z são variáveis do tipo literal, temos duas opções

    leia (X,A,Y,B,Z,C) ou leia (X,A)

    leia (Y,B)

    leia (Z,C)


Exemplos escreva

Exemplos - escreva

  • Escrever o(s) comandos de saída que imprima(m) os conteúdos das posições de memória A,B,C,X,Y,Z do exemplo anterior. Mostramos algumas formas

  • COMANDOSAIDA

    escreva (X,A,Y,B,Z,C) JOSE, 80, MARIA, 75, PAULO, 100

    escreva (X,A) JOSE, 80

    escreva (Y,B) MARIA, 75

    escreva (Z,C) PAULO, 100


Exerc cio

Exercício

  • Supondo

    N e P variáveis de tipo literal, X e A variáveis de tipo numérico

    e uma linha digitada contendo os valores

    MMAA, 25

    Interpretar a sequência seguinte de comandos e mostrar a sua saída

    X ← 0

    leia (N,A)

    X ← X + A

    P ← N

    escreva (P,X)

    X ← X + A

    escreva (X)

    A ← X

    escreva (N,X,A)


  • Login