UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 14

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PowerPoint PPT Presentation


  • 47 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS. Engenharia Ambiental. Microbiologia Aplicada. BIO 3007. Tratamento de águas residuárias. Prof. Ricardo Goulart Rodovalho. [email protected] Considerações Gerais.

Download Presentation

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Universidade cat lica de goi s

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

Engenharia Ambiental

Microbiologia Aplicada

BIO 3007

Tratamento de águas residuárias

Prof. Ricardo Goulart Rodovalho

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Considerações Gerais

Um sistema de tratamento de águas residuárias é constituído por uma série de operações de processos que são empregados para a remoção de substâncias indesejáveis da água ou para transformação de outras em formas aceitáveis

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Tipos de Processos

  • Físicos

  • Químicos

  • Biológicos

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Físicos

  • Separar sólidos em suspensão nas águas residuárias

  • Equalizar e homogeneizar um ambiente

  • Remoção de sólidos grosseiros

  • Remoção de sólidos sedimentáveis

  • Remoção de sólidos flutuantes

  • Remoção da umidade do lodo

  • Homogeneização e equalização de efluentes

  • Diluição de águas residuárias

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Físicos

  • Unidades de tratamento

  • Grades de limpeza manual ou mecânica

  • Peneiras estáticas, vibratórias ou rotativas

  • Caixas de areias simples ou aeradas

  • Tanques de retenção de materiais flutuantes

  • Decantadores

...

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Físicos

  • Flotadores a ar dissolvido

  • Leitos de secagem de lodos

  • Filtros prensa e a vácuo

  • Centrífugas

  • Filtros de areia

  • Absorção em carvão ativado para a remoção de sólidos em dissolução

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Físicos

  • Funções

  • Grades / peneiras

- Utilizadas para remoção de sólidos grosseiros

- Proteção de equipamentos / tubulações

  • Caixas de areia

- Remoção de partículas de areia

- Proteção de equipamentos / tubulações - assoreamento

  • Tanques de retenção de materiais efluentes

- Remoção de gorduras / óleos...

- Proteção de equipamentos / tubulações - espuma

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Físicos

  • Funções

  • Decantadores

- Utilizadas para remoção de sólidos sedimentáveis

  • Flotadores

- Dissolução de ar (Prop. C sólidos em suspensão

- Pressurização prévia dos efluentes

  • Leitos de secagem de lodo

- Desidratação parcial do lodo

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Físicos

  • Funções

  • Filtros de areia

- Pouco utilizados

- Remoção de sólidos em suspensão

  • Adsorção em carvão ativado

- Remoção de sólidos – natureza orgânica ou inorgânica

  • tanques de equalização / homogeneização

- Diminui a capacidade de bombas

- Evita choques de cargas nas unidades

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Químicos

  • Aumentar a eficiência de um elemento ou substância

  • Modificar seu estado ou estrutura

  • Coagulação-floculação

  • Precipitação química

  • Oxidação

  • Cloração

  • Neutralização ou correção do PH

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Processos Biológicos

  • Dependência de microrganismos – aeróbios/anaeróbios

  • Transf. mat. org. em compostos simples

  • Lodos ativados e suas variações

  • Filtro biológico anaeróbio ou aeróbio

  • Lagoas aeradas

  • Lagoas de estabilização facultativas e anaeróbias

  • Digestores anaeróbios de fluxo ascendente

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Classificação dos Sistemas de Tratamento

  • Tipo de material a ser removido / eficiência da remoção

  • Tratamento Preliminar

- Remover sólidos grosseiros

- Aplicado a qualquer tipo de água residuária

- Grade, peneira, caixa de areia, caixa de retenção de óleo

  • Tratamento Primário

- Remover resíduos finos dos efluentes

- Tanques de flotação, decantadores, fossas sépticas, floculação

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Classificação dos Sistemas de Tratamento

  • Tratamento Secundário

- Depuração das águas residuárias

- Processos biológicos

- Reduzir a quantidade de mat. org. solúvel nos despejos

- Lodos ativados e suas variações, filtros biológicos, lagoas aeradas, digestor anaeróbio de fluxo ascendente

  • Tratamento Terciário

- Estágio avançado – tratamentos anteriores

- Remoção nutrientes, microrg. patogênicos, ...

- Lagoas de maturação, cloração, ozonização, filtros de carvão ativo, precipitação química

[email protected]


Universidade cat lica de goi s

Classificação dos Sistemas de Tratamento

  • Tratamento de Lodo

- Desidratação ou adequação para disposição final

- Leitos de secagem, centrífugas, filtros prensa, filtros a vácuo, digestão aeróbia ou anaeróbia, incineração, disposição no solo

  • Tratamento físico-químico

- Águas residuárias de natureza inorgânica

- Remoção de sólidos em todas as formas

- Coagulação/floculação, precipitação química, oxidação, neutralização

[email protected]


  • Login